Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Aparelho cardiovascular histologia 02

HISTOLOGIA CARDIOVASCULAR

  • Loggen Sie sich ein, um Kommentare anzuzeigen.

Aparelho cardiovascular histologia 02

  1. 1. CAPÍTULO 9CAPÍTULO 9 HISTOLOGIA DO SISTEMA CARDIOVASCULAR Profa.Ivana BM Cruz, UFSM - 2011
  2. 2. SISTEMA CARDIOVASCULAR
  3. 3. CORAÇÃO Órgão que se contrai de modo ritmico Produz substâncias regulatórias importantes: - Hormônio natriurético relacionado com a diminuição da pressão arterial. Produção: células musculares cardíacas atriais
  4. 4. CORAÇÃO: Anatomia
  5. 5. CORAÇÃO: histologia
  6. 6. CORAÇÃO: histologia Paredes cardíacas: Constítuida por três túnicas
  7. 7. CORAÇÃO: histologia Túnica externa: PERICÁRDIO - Dupla membrana que envolve o coração: parietal e visceral - Tecido: epitélio pavimentoso simples (membrana serosa) tecido conjuntivo frouxo vasos e nervos - Função principal: proteção
  8. 8. CORAÇÃO: histologia Túnica externa: PERICÁRDIO
  9. 9. CORAÇÃO: histologia Túnica externa: MIOCÁRDIO Tecido muscular cardíaco Responsável pelas contrações involuntárias do coração Arranjo de células variadas
  10. 10. Miocárdio – seta: grande quantidade de vasos sanguineos CORAÇÃO: histologia
  11. 11. Discos intercalares CORAÇÃO: histologia
  12. 12. Túnica externa: ENDOCÁRDIO Endotélio- epitelial pavimentoso simples Tecido conjuntivo frouxo, com fibras colágenas, elásticas e algumas células musculares CORAÇÃO: histologia
  13. 13. Endocárdio Endotélio Camada sub endotelial
  14. 14. CORAÇÃO: esqueleto cardíaco Região central do coração que é fibrosa Serve de apoio para as válvulas cardíacas Composto de tecido conjuntivo denso Principais componentes: - Septo membranoso - Trígono fibroso - Ânulo fibroso Válvulas cardíacas - Parte central – conjuntivo denso - Externa –endotélio - Bases das válvulas se prende ao esqueleto cardíaco
  15. 15. CORAÇÃO: Válvulas Válvula Mitral Válvula Tricúspide
  16. 16. CORAÇÃO: Válvulas Válvula Mitral Válvula Tricúspide
  17. 17. CORAÇÃO: Excito-condução Sistema elétrico cardíaco
  18. 18. CORAÇÃO: Excito-condução Nó Sinoatrial: Marcapasso Determina a geração do batimento cardíaco -Aglomerado de células musculares cardíacas - Aspecto histológico: fusiforme - Fibras menores do que as encontradas no resto do coração - Menor quantidade de miofibrilas - Localizado na união da veia cava superior e o átrio
  19. 19. CORAÇÃO: Excito-condução Nó Sinoatrial: Arteria
  20. 20. CORAÇÃO: Excito-condução Nó Atrioventricular e Rede de Purkinje Células similares ao nó atrioventricular -Células se ramificam - Projeções citoplasmáticas em várias direções - Forma uma rede (Feixe Atrioventricular) - Localização: na inserção da válvula Tricúspide
  21. 21. CORAÇÃO: Excito-condução Rede de Purkinje: células com um ou dois núcleos centrais citoplasma rico em mitocôndrias e glicogênio Rede penetra no miocárdio
  22. 22. Vasos Sanguíneos
  23. 23. Vasos Sanguíneos: túnicas
  24. 24. Vasos Sanguíneos Túnicas: 1) Íntima – Endotélio+ conjuntivo frouxo Nas artérias se separa da túnica média por uma lâmina elástica interna Lâmina com aberturas- fenestras 2) Média – Camadas concêntricas de células lisas 3) Adventícia – ligada ao tecido conjuntivo
  25. 25. Vasos Sanguíneos: artérias ARTÉRIAS - Grandes elásticas - Médias musculares - Arteríolas - Meta-arteríolas
  26. 26. Vasos Sanguíneos: artérias
  27. 27. Artéria elástica
  28. 28. Artéria elastica
  29. 29. Artéria média
  30. 30. Artéria muscular Endotélio Epitelio simples pavimentoso Camada subendotelial Musculatura lisa
  31. 31. Arteríola Vênula Arteríola Arteríola
  32. 32. Capilares
  33. 33. Capilar
  34. 34. Vasos Sanguíneos: veias VEIAS - Veias de grosso calibre - Vênulas pós-capilares e capilares
  35. 35. Vasos Sanguíneos: veias
  36. 36. Vasos Sanguíneos
  37. 37. REFERÊNCIAS – BIBLIOGRÁFICAS E DE FIGURAS JUNQUEIRA LC & CARNEIRO J. Histologia Básica. Guanabara-Koogan, Rio de Janeiro, 2004; 2008 KERR JB. Atlas de Histologia Funcional. Artes Médicas, Porto Alegre, 2000. GARTNER Color Atlas Histology. Williams & Wilkins, Baltimore, 1994. KIERSZENBAUM AL. Histologia e biologia celular: uma introdução a patologia. Elsevier, Rio de Janeiro. 2008. COCHARD LR. Atlas de embriologia humana de Netter. Artmed, Porto Alegre, 2001. DOYLE MJ. Embriologia humana, Atheneu, São Paulo, 2005. MOORE K. Embriologia Clínica, Elsevier, Rio de Janeiro, 2008. BREW MCC. Histologia geral para a odontologia, Guanabara-Koogan, Rio de Janeiro, 2003. ATLAS DE HISTOLOGIA – UFRGS - http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/ur000002.pdf ATLAS DE HISTOLOGIA – UERJ - http://www.micron.uerj.br/atlas/index.html ATLAS DE HISTOLOGIA CLARETIANO - http://www2.claretiano.edu.br/da/biologia/atlas_virtual/atlas_histologia.htm ATLAS DE HISTOLOGIA UFPEL-http://minerva.ufpel.edu.br/~mgrheing/cd_histologia/index.htm ATLAS DE EMBRIOLOGIA HUMANA (Inglês) -http://www.embryo.chronolab.com/fertilization.htm MULTIDIMENSIONAL HUMAN EMBRYO (Inglês) - http://embryo.soad.umich.edu/index.html ATLAS OF HUMAN BIOLOGY – CRONOLAB (Inglês) -Http://www.embryo.chronolab.com/ fertilization.htm ATLAS DE HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA VIRTUAL UFSM. http://w3.ufsm.br/labhisto/atlas.htm

×