Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Coelhinho branco

28.359 Aufrufe

Veröffentlicht am

  • Als Erste(r) kommentieren

Coelhinho branco

  1. 1. Era uma vez um coelhinho branco que vivia numa toca na floresta. Um dia saiu com uma cesta para ir à horta buscar couves para fazerum caldinho para o seu jantar, mas quando voltou viu que a porta da suacasa estava fechada, e ele tinha-a deixado aberta! Bateu, e ouviu uma vozgrossa que vinha lá de dentro a perguntar: - Quem és tu? - Eu sou o Coelhinho Branco e fui à horta buscar couves para fazerum caldinho. E tu, quem és? - Eu sou a Cabra Cabrês, que te salta em cima e te faz em três! O Coelhinho Branco ficou cheio de medo e pensou: «o que é que eufaço? Não posso voltar para casa pois está lá a Cabra Cabrês que me saltaem cima e me faz em três. Só me resta ir pedir ajuda a um amigo.» E foi o que fez. Andou, andou pelos campos fora até encontrar o Cão: - Olá, o que se passa, Coelhinho Branco, que tens um ar tão triste? -perguntou-lhe o Cão. - Cão, ajuda-me. Fui à horta buscar couves para fazer um caldinho,mas quando voltei para casa estava lá a Cabra Cabrês que me salta em cimae me faz em três! Ajuda-me, Cão! - A Cabra Cabrês! Ai, eu não vou lá que tenho muito medo dela! O Coelhinho Branco ficou ainda mais triste. Só tinha vontade dechorar, mas como tinha de conseguir voltar a entrar em casa, continuou apensar: «o Cão não me pôde ajudar, mas tenho de encontrar uma amigo quepossa. Já sei! Vou procurar o Boi. Ele é grande e forte, e de certeza vai-meajudar a fazer fugir a Cabra Cabrês que me salta em cima e me faz emtrês.» E lá andou até encontrar o Boi: - Que tens, Coelhinho Branco, que estás tão triste? – disse-lhe o Boi.
  2. 2. - Boi, Boi, podes-me ajudar? Já pedi ajuda ao Cão, mas ele não mepôde ajudar: é que fui à horta buscar couves para fazer um caldinho, masquando voltei para casa estava lá a Cabra Cabrês que me salta em cima eme faz em três! Não sei o que fazer! - A Cabra Cabrês! Ai, eu não vou lá que ela é muito má! DesculpaCoelhinho Branco, mas eu tenho muito medo! O Coelhinho branco estava mesmo a ficar muito triste e não sabia oque havia de fazer. Continuou a pensar no assunto: «fui ao Cão, mas ele não me pôdeajudar. Fui ao Boi, que é grande e forte, mas ele também tem medo daCabra Cabrês que me salta em cima e me faz em três! A que outro amigopoderei pedir ajuda?» E o Coelhinho Branco depois de muito pensar foi ter com o Gato: - Olá! Que tens, Coelhinho Branco, que estás tão triste? – perguntou--lhe o Gato. - Gato, ajuda-me! Já pedi ajuda ao Cão, mas ele não me ajudou.Também pedi ajuda ao Boi, mas nem ele me ajudou. E depois pensei em tique és meu amigo: eu fui à horta buscar couves para fazer um caldinho,mas quando voltei para casa estava lá a Cabra Cabrês que me salta em cimae me faz em três! Podes ir lá comigo? - A Cabra Cabrês, que te salta em cima e te faz em três? Desculpamas não, eu não vou lá que tenho medo!
  3. 3. O Coelhinho Branco ficou tão triste, tão triste, que se sentou numapedra e começou a chorar: Nisto passou uma formiga que lhe perguntou: - Que tens, Coelhinho Branco, porque chorastanto? E o Coelhinho Branco respondeu: - Fui à horta buscar couves para fazer umcaldinho, mas quando voltei para casa estava lá a CabraCabrês que me salta em cima e me faz em três! Já pediajuda ao Cão, ao Boi e ao Gato, mas nenhum me quis ajudar. Estou tãotriste pois não sei o que fazer. - Não te preocupes, Coelhinho Branco, eu vou lá contigo! E partiram os dois a correr de volta para a toca do nosso amigo. Mal lá chegaram, o Coelhinho Branco perguntou: - Quem está ai? - Estou eu, a Cabra Cabrês, que te salto em cima e te faço em três! Etu quem és? Nesse momento, a formiga deu um grande salto, enfiou-se peloburaco da fechadura e exclamou: - Eu sou a Formiga Rabiga, que te salto em cima e te furo a barriga! Dentro da casa ouviu-se um grande reboliço e muitos berros daCabra Cabrês, que acabou por abrir a janela, saltar dali e fugir depressapelos campos a fora. O Coelhinho Branco agradeceu à formiga Rabiga, que o tinha livradoda Cabra Cabrês, e convidou-a para comerem juntos o caldinho de couvesque ele fez com os legumes que tinha ido buscar à horta para o seu jantar Reescrita e Adaptação: Margarida Braga

×