Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Agricultura: medalha de ouro em produtividade

242 Aufrufe

Veröffentlicht am

O IAC foi citado por suas pesquisas realizadas para a agricultura em coluna publicada no jornal Folha de S. Paulo, em 21 de agosto de 2016.

Veröffentlicht in: Serviceleistungen
  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Agricultura: medalha de ouro em produtividade

  1. 1. Agricultura: medalha de ouro em produtividade 21/08/2016 02h00 A agricultura apresentou um notável desempenho nas últimas quatro décadas, crescendo, em média, 3,7% ao ano. Esse resultado contrasta com o baixo crescimento recente da indústria, apesar da retomada, nos últimos anos, de diversas medidas protecionistas defendidas pelo setor, que haviam sido reduzidas na década de 1990. Enquanto a produtividade da economia decresceu na década de 1980 e aumentou 1% ao ano entre 1990 e 2010, a produtividade agrícola cresceu cerca de 3% ao ano a partir de 1975, o que significou produzir mais alimentos sem comprometer, na mesma proporção, recursos escassos, como a terra, colaborando com a sustentabilidade. As causas do fracasso das medidas defendidas pela indústria e as razões do sucesso da agricultura colaboram com o debate sobre as políticas mais eficazes para a retomada do crescimento. Fabio Chaddad conta a história da agricultura no livro "The Economics and Organization of Brazilian Agriculture". Os tributos oneram menos a agricultura do que o restante da economia. Mas isso não explica o aumento da produtividade, que decorreu das inovações tecnológicas, do maior comércio com outros países, do empreendedorismo e da melhora na gestão das empresas. Desde os anos 1970, o setor se beneficia da pesquisa em tecnologia agrícola realizada pelo setor público, como a Embrapa, a ESALQ e o Instituto Agronômico de Campinas, assim como por instituições privadas, como o CTC, que resultou em ganhos de produtividade. Com a crise dos anos 1980, os subsídios foram significativamente reduzidos e, desde 1990, o setor foi exposto à maior abertura ao comércio exterior. Muitas empresas fracassaram, sobretudo em anos de crise, mas as que sobreviveram se beneficiaram do maior acesso ao mercado externo e apresentaram ganhos de produtividade de 4% ao ano na década de 2000, a maior taxa entre as principais economias. Fabio conta diversas histórias de empreendedores, que se aventuraram em aperfeiçoar os métodos de produção e de gestão, além de explorar novas regiões. As histórias são surpreendentemente modernas em um setor que, frequente e equivocadamente, se supõe o exemplo do atraso. Além disso, enfatiza que existem diversas formas de cadeias de produção que podem ser bem-sucedidas, desde que eficazes em garantir o acesso aos mercados de crédito, de insumos e de consumo, como as cooperativas da região Sul, as grandes corporações da região Sudeste e as parcerias público-privadas do Centro-Oeste.
  2. 2. A história da agricultura sugere que a política pública deveria estimular o aumento da produtividade, a concorrência e o empreendedorismo. Endereço da página: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/marcos-lisboa/2016/08/1805222-agricultura-medalha-de-ouro-em- produtividade.shtml Copyright Folha de S. Paulo. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicaçao, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha de S. Paulo.

×