B a s e s  d a D o u t r i n a  E s p í r i t a Roteiro de Palestra
<ul><li>SEGUNDO KARDEC: </li></ul><ul><ul><li>“ o Espiritismo é uma Doutrina filosófica com conseqüências éticas/morais” <...
<ul><li>OS FUNDAMENTOS QUE LEVAM A SUSTENTAÇÃO TEÓRICA DO ESPIRITISMO SÃO: </li></ul><ul><ul><li>a existência de Deus </li...
<ul><ul><li>O espírito possui o Livre Arbítrio, e o mesmo é inviolável </li></ul></ul><ul><ul><li>a vida está presente em ...
<ul><li>ESPIRITISMO COMO FILOSOFIA DE VIDA </li></ul><ul><ul><li>a base filosófica do Espiritismo é explicitada inicialmen...
<ul><ul><li>Os espíritos são criados para aprenderem a serem felizes, convivendo em harmonia com o universo e com as criat...
<ul><li>O ASPECTO CIENTÍFICO DO ESPIRITISMO </li></ul><ul><ul><li>o aspecto científico do espiritismo é desdobrado basicam...
<ul><li>OS ASPECTOS ÉTICOS DO ESPIRITISMO </li></ul><ul><ul><li>os aspectos éticos e morais na Doutrina espírita, são desd...
<ul><ul><li>mostra-se aí a aplicação da Lei de Amor e sua atualidade prática; </li></ul></ul><ul><ul><li>apresenta-se cami...
<ul><li>OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: </li></ul><ul><ul><li>a separação dos “pilares”  da Doutrina Espírita em três segmentos é...
Roteiro de Palestra de Carlos Augusto Parchen www.carlosparchen.net www.cele.org.br revisada em maio de 2006
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Bases da Doutrina Espírita

491 Aufrufe

Veröffentlicht am

  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Bases da Doutrina Espírita

  1. 1. B a s e s d a D o u t r i n a E s p í r i t a Roteiro de Palestra
  2. 2. <ul><li>SEGUNDO KARDEC: </li></ul><ul><ul><li>“ o Espiritismo é uma Doutrina filosófica com conseqüências éticas/morais” </li></ul></ul><ul><li>BASE DE APOIO DO ESPIRITISMO </li></ul><ul><ul><li>o Espiritismo é apoiado em uma base de conhecimento, sustentação teórica e experimentação constituída de três “pilares” : </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>filosofia </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>ciência </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>ética/moral </li></ul></ul></ul>
  3. 3. <ul><li>OS FUNDAMENTOS QUE LEVAM A SUSTENTAÇÃO TEÓRICA DO ESPIRITISMO SÃO: </li></ul><ul><ul><li>a existência de Deus </li></ul></ul><ul><ul><li>a imortalidade da alma ou espírito </li></ul></ul><ul><ul><li>o espírito conserva sua individualidade após a morte do corpo físico </li></ul></ul><ul><ul><li>o espírito evolui sempre, passando por vários ciclos de existência no plano material </li></ul></ul>
  4. 4. <ul><ul><li>O espírito possui o Livre Arbítrio, e o mesmo é inviolável </li></ul></ul><ul><ul><li>a vida está presente em todo o Universo </li></ul></ul><ul><ul><li>é possível a comunicação entre espíritos, mesmo que em planos diferentes </li></ul></ul><ul><ul><li>todo o Universo está em constante evolução </li></ul></ul>
  5. 5. <ul><li>ESPIRITISMO COMO FILOSOFIA DE VIDA </li></ul><ul><ul><li>a base filosófica do Espiritismo é explicitada inicialmente no Livro dos Espíritos; </li></ul></ul><ul><ul><li>essa filosofia é calcada em que todos os espíritos são criados por Deus com os mesmos atributos e os mesmos potenciais, tendo por predestinação apenas a constante evolução; </li></ul></ul><ul><ul><li>os espíritos têm o livre arbítrio, ou seja, são livres para fazer o que querem, sujeitando-se a Lei de Causa e Efeito como conseqüência de seus atos; </li></ul></ul>
  6. 6. <ul><ul><li>Os espíritos são criados para aprenderem a serem felizes, convivendo em harmonia com o universo e com as criaturas </li></ul></ul><ul><ul><li>As Leis Naturais são perfeitas e a evolução do homem de dá a medida que aprende a “transitar” nas Leis Universais </li></ul></ul><ul><ul><li>Tudo no universo está em relação, mesmo que em planos e dimensões diferentes; </li></ul></ul><ul><ul><li>o espírito passa fases diferentes, na matéria e no plano espiritual, como forma de aprendizado e colaboração na evolução da natureza. </li></ul></ul>
  7. 7. <ul><li>O ASPECTO CIENTÍFICO DO ESPIRITISMO </li></ul><ul><ul><li>o aspecto científico do espiritismo é desdobrado basicamente no Livro dos Médiuns; </li></ul></ul><ul><ul><li>estuda-se aí, conceitualmente, metodolo-gicamente e experimentalmente, as relações entre os planos material e espiritual, em especial o processo de comunicação dos espíritos com os encarnados; </li></ul></ul><ul><ul><li>outro aspecto muito importante que é estudado é a interação dos processos energéticos, interna e externamente ao complexo humano e entre planos. </li></ul></ul>
  8. 8. <ul><li>OS ASPECTOS ÉTICOS DO ESPIRITISMO </li></ul><ul><ul><li>os aspectos éticos e morais na Doutrina espírita, são desdobrados, desde o Livro dos Espíritos , no Evangelho Segundo o Espiritismo; </li></ul></ul><ul><ul><li>utilizando como base o Evangelho cristão, Kardec promove uma análise dos fatores éticos necessários à aplicação da filosofia de vida espírita; </li></ul></ul><ul><ul><li>a partir dos ensinos do Cristo, as Leis Morais de Deus são interpretadas e fundamentadas; </li></ul></ul>
  9. 9. <ul><ul><li>mostra-se aí a aplicação da Lei de Amor e sua atualidade prática; </li></ul></ul><ul><ul><li>apresenta-se caminhos para a compreensão de Deus e de nossa relação com este e com toda a Obra da Criação; </li></ul></ul><ul><ul><li>discute-se como aplicar a Lei de Amor e o porque dos aspectos filosóficos da vivência espírita; </li></ul></ul><ul><ul><li>apresenta-se, fundamentalmente, os caminhos éticos para a evolução, antigamente chamada de “salvação”; </li></ul></ul><ul><ul><li>estão colocadas aí as bases morais para o uso do livre arbítrio. </li></ul></ul>
  10. 10. <ul><li>OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: </li></ul><ul><ul><li>a separação dos “pilares” da Doutrina Espírita em três segmentos é mais didáti-ca do que prática, pois seus fundamentos se interpenetram e interagem; </li></ul></ul><ul><ul><li>da mesma forma, atribuir conteúdos específicos às obras iniciais de Kardec é complicado, pois o Livro dos Espíritos contém toda a fundamentação necessária, que é desdobrada e detalhada nas demais obras. Da mesma forma o conteúdo dos Livros não é estanque e se interpenetram, pois formam um conjunto, um corpo. </li></ul></ul>
  11. 11. Roteiro de Palestra de Carlos Augusto Parchen www.carlosparchen.net www.cele.org.br revisada em maio de 2006

×