Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Leandro, Rei da Helíria
         7ºB
Eu achei a obra «Leandro, Rei
                            da Helíria» uma obra
                            interessante.
 ...
Eu achei o livro muito bonito e engraçado.
   Então o bobo é que achei!
Foi mesmo bonito e mostrou provas de
   amizade e ...
Eu não gosto muito de ler, mas
   este livro achei engraçado.
A personagem que gostei mais
   foi o rei.




             ...
O livro: “ Leandro, Rei da Helíria ” mostra-
                               nos que, às vezes, as palavras que
           ...
Acho que esta obra foi engraçada.
                    O que autor quer transmitir é que
                       existem vár...
Eu gostei da obra “ Leandro, Rei
                              De Helíria”, porque fala
                              sobr...
Eu gostei da obra „Leandro, Rei de Helíria‟.
    Achei interessante, havia momentos da
    obra divertidos, e desta obra c...
Eu não costumo ler textos dramáticos, mas este revelou-se-
                              me interessante, pelo diálogo ent...
Fim
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Leandro, o rei da helíria

9.737 Aufrufe

Veröffentlicht am

trabalho de alunos

Leandro, o rei da helíria

  1. 1. Leandro, Rei da Helíria 7ºB
  2. 2. Eu achei a obra «Leandro, Rei da Helíria» uma obra interessante. Trata-se de um texto dramático de onde se pode tirar uma lição de moral. Umas palavras mal entendidas podem dar grandes confusões e aborrecimentos. Ana Branquinho Ano: 7º; TURMA: B; Nº 1
  3. 3. Eu achei o livro muito bonito e engraçado. Então o bobo é que achei! Foi mesmo bonito e mostrou provas de amizade e de amor e quanto os pais gostam de nós. Mostrou como é a vida. E quando queremos uma coisa, luta-se por ela até conseguir. Nós gostámos todos muito do livro, ríamos muito. E falámos do que achámos. Foi mesmo muito divertido. Ana Patrícia T. Bento Ano: 7º; TURMA: B
  4. 4. Eu não gosto muito de ler, mas este livro achei engraçado. A personagem que gostei mais foi o rei. António Miguel Ano: 7º; TURMA: B
  5. 5. O livro: “ Leandro, Rei da Helíria ” mostra- nos que, às vezes, as palavras que dizemos são mal interpretadas e como isso nos pode prejudicar. É preciso que nos deixem justificar o que dizemos. Também é preciso dar ouvidos a quem nos aconselha, principalmente as pessoas que nunca nos abandonam nos momentos mais difíceis, como o Bobo, que nunca abandonou o seu rei. Carmen Almeida Sousa Ano: 7º; TURMA: B, Nº: 7
  6. 6. Acho que esta obra foi engraçada. O que autor quer transmitir é que existem várias maneiras de mostrar que adoramos uma pessoa. E a Violeta queria muito bem a seu pai. Seu pai não tinha entendido Violeta, como ela gostava dele. Foi necessário que ela lhe desse EMA comida sem sal para ele perceber. Ano: 7º; TURMA: B
  7. 7. Eu gostei da obra “ Leandro, Rei De Helíria”, porque fala sobre um rei e suas filhas. As filhas do rei diziam-lhe que o amavam muito. Acho que é uma boa história, porque fala do amor que têm pelo pai e pelos seus amados. Mariana Ferreira Ano: 7º; TURMA: B; Nº: 11
  8. 8. Eu gostei da obra „Leandro, Rei de Helíria‟. Achei interessante, havia momentos da obra divertidos, e desta obra concluí que o autor nos quer transmitir que „nem tudo o que parece é‟, porque quando a Violeta disse ao pai que o queria „ como a comida quer ao sal‟, ele achou que ela era a filha que menos gostava dele, quando era a filha que mais o amava. Marta Ano: 7º; TURMA: B
  9. 9. Eu não costumo ler textos dramáticos, mas este revelou-se- me interessante, pelo diálogo entre as personagens, o humor, o sarcasmo e a ironia presentes na obra e a história em si. É bastante divertido e fácil de ler…contém uma moral (ou várias) que é apresentada no final do livro: não devemos subestimar algo ou alguém pela sua insignificância; até as coisas mais pequenas e sem valor podem mostrar-se essenciais…e são essas as coisas que nos fazem mais falta, e é claro que, assim, notamos mais rapidamente a ausência delas do que todas as outras, às quais chamamos de „‟caprichos‟‟ fúteis. Este livro é óptimo para uma leitura colectiva, e deu-me curiosidade suficiente para nascer em mim uma vontade de ver o próprio teatro ao vivo… Ana Sofia Cardoso Maia Ano: 7º; TURMA: B
  10. 10. Fim

×