SlideShare ist ein Scribd-Unternehmen logo
1 von 26
Downloaden Sie, um offline zu lesen
AOS
ROMANOS
Escrita no
inverno

de 57-58 d.C
O NOVO
TESTAMENTO
CARTAS
PAULINAS - 13

ROMANOS
I Coríntios
II Coríntios
Gálatas
Efésios
Filipenses
Colossenses
I e II Tessalonicenses
I e II Timóteo
Tito
Filemom
Palavra-Chave:

“A JUSTIÇA DE

DEUS”
Versículo-Chave:

"visto que a justiça de Deus se revela no
evangelho, de fé em fé, como está escrito:
O justo viverá por fé" (1.17).
AUTORIA
A autoria de Paulo da carta aos Romanos é
universalmente aceita:
- Declarada em sua costumeira saudação (cf. 1:1)
- Fatos históricos: ir a Roma (1:15, 15:24) em
caminho para a Espanha,
- A coleta feita em favor das igrejas empobrecidas de
Jerusalém (15: 26-33),
Epístola ou Carta
No Mundo antigo (greco-romano) escrever carta era uma
prática comum: servia para - Fazer pedidos a um superior ou
dar ordens a um subordinado; ou manter relacionamentos!
- 21 livros do NT são “Cartas”.
- Os ricos mandavam suas cartas por escravos, os pobres
pelos amigos e o império pelos agentes;
- Era comum usar um amanuense para escrevê-las;
O Conteúdo das cartas:
a) Uma palavra de abertura
b) O corpo da carta
c) Uma conclusão pessoal
AUTORIA
A autoria de Paulo da carta aos Romanos é universalmente
aceita:
- Referências próprias: tais como a de ser apóstolo entre os
gentios (cf. 15: 16; Ef 3:7,8; Cl 1:27; Gal 1:16).
- Suas referências a pessoas de conhecimento comum, tais
como Febe, Priscila e Áquila e Timóteo, que se tornam elo
importante entre o escritor e os destinatários.
- Paulo ditou a carta e Tércio escreveu – 16:22
A DATA E OCASIÃO
• Estima-se que este texto tenha sido escrito
no inverno de 57-58 d.C.,
• estando Paulo em Corinto,
• na casa de seu amigo Gaio, ao final de sua
terceira viagem missionária aos territórios
que margeiam o Mar Egeu e às vésperas de
partir para Jerusalém, levando a oferta para
os crentes pobres (15:22-27).
A DATA E OCASIÃO
• O portador é uma senhora chamada Febe, de
Cencréia, subúrbio de Corinto, que estava de
saída para Roma (16: 1-2).
• Como não havia serviço postal particular no
Império Romano da época, as cartas eram
enviadas por viajantes de confiança.
DESTINATÁRIOS
-Entendendo que concluíra seu trabalho evangelístico na
região da Galácia, da Macedônia, da Acaia e da Ásia, com a
fundação e estabelecimento de muitas igrejas; e entregues
essas a seus pastores e líderes,
- Paulo planeja ampliar seu horizonte de evangelização.
Queria campos novos para evangelizar para Cristo. Não
querendo “edificar sobre fundamento alheio” (Rm
15:20), decidiu ir à Espanha, a mais antiga colônia romana
do Ocidente.
DESTINATÁRIOS
- Mas a ida à Espanha também lhe daria a
oportunidade de realizar um antigo sonho.
- Como cidadão romano, por direito de
nascença (At. 22:28) ele ainda não conhecia
Roma. Seria, então unir o útil ao
agradável, passar por Roma, em seu caminho
para a Espanha.
DESTINATÁRIOS
- Seu objetivo era preparar os cristãos de Roma para
sua
chegada.
Esta
igreja
formarase, provavelmente, dos romanos que haviam estado
em Jerusalém no dia de Pentecostes (At. 2:10).
- Nesse período de 28 anos a igreja cresceu, com
cristãos provindos de vários lugares, sendo alguns
deles amigos e discípulos de Paulo.
DESTINATÁRIOS
- A carta serve, como uma “carta de
apresentação”, na qual o Apóstolo expõe, de
forma sistemática sua compreensão do
evangelho de Cristo, do qual se chamava
apóstolo.

- Ele não chegará a Roma senão três anos
depois de sua famosa carta.
ESBOÇO DO LIVRO
Como pode o homem ser justificado diante de
Deus?
- Só no Evangelho!
- Romanos é a “Cátedra da doutrina cristã”
Resumo:
1. A Justificação dos pecadores;
2. A santificação dos justificados;
3. E a Glorificação dos santificados (pela fé e pelo
poder de Deus)
ESBOÇO DO LIVRO
Esboço amplo da Carta:
I. Condenação de todos – 1 a 3:20
II. Justificação pela fé em Cristo – 3:21 a 5:21
III. Santificação e nova vida dos salvos – 6 a 8
IV. Dispensação (o Israel de Deus) - 9 a 11
V. Exortação (seção prática) – 12 a 16
Mensagem da carta
• A epístola responde a três perguntas fundamentais:
1 – como o homem pode se tornar justo para com
Deus?
- A resposta está nos capítulos 1 a 8;
2 - qual a participação de Israel nessa história?
- A resposta está nos capítulos 9 a 11;
3 - quais as manifestações práticas da vida cristã, no
dia a dia?
- A resposta está nos capítulos 12 a 16.
Testemunhos da história
Inérpretes da Bíblia consideram esta carta
uma “obra prima”
João Crisóstomo – Pregador e Pai da igreja do
séc.V – pedia que Romanos fosse lida em voz
alta uma vez por semana
Agostinho e Lutero – Se converteram lendo
Romanos e entendendo a justiça de Deus pela
fé no Evangelho

João Calvino – Romanos... abriu a porta
de todos os tesouros do céu
A Mensagem de Romanos
1. Doutrinário: (dois quadros) Aqui o Evangelho é
explicado:
Trata da iniciativa de Deus em relação à redenção
humana (“aquele que pela fé é justificado”):
- Onde desenvolve os temas da justiça de Deus em
condenar o pecador, da indesculpabilidade
humana, da justificação do pecador e da
aceitabilidade do homem diante de Deus, através
da fé.
A Mensagem de Romanos
2. Prático: (2º. Quadro)
(“viverá”),

fala da vida prometida aos
justificados por Deus, incluindo aí as
expectativas de Deus quanto à resposta
humana à sua iniciativa de amor.
Lições do livro

1ª. Lição
- (1.18,28-32) - CUIDADO! – “Portanto, tendo conhecimento de
Deus, não o glorificaram...”
- Quando desprezamos o conhecimento de Deus, Ele nos entrega a
uma disposição mental reprovável.
- Passamos a pensar que o errado é o certo!
- Há uma indisposição para com os princípios da Palavra. Acha-se um
absurdo observá-la.
- CUIDADO!
- Se você não está disposto a obedecer a Deus, Ele poderá permitir
que você ouça aquilo que você quer ouvir e não o que você precisa!
Lições do livro

2ª. Lição
-(2.17-24) – “O Nome de Deus é blasfemado entre os gentios por
vossa causa”

- como é fácil incorrermos neste pecado:
Ensinamos o que é certo, porém não
vivemos de acordo com o que pregamos.
- E os incrédulos blasfemam o nome de Cristo, que
anunciamos, por causa da nossa incoerência.
Lições do livro

3ª. Lição
-(4.18-21) - “Abraão, esperando contra a esperança, creu...”
- Gostaria que este fosse o testemunho que ficasse
da minha própria vida - o de alguém que esperou
contra a esperança, não duvidando da
promessa, mas estando plenamente convicto.
- Que sejamos da fé, como foi Abraão o patriarca
dos crentes!
Lições do livro

4ª. Lição
-(5.8) - “Deus prova o seu Amor por nós”
- como é genuíno o amor de Deus!
Nós, geralmente, esperamos que as pessoas que nos
magoaram dêem "sinais de melhora" antes que
passemos a amá-las.
- O Senhor não viu sinal algum de "melhora" em
nós. Ele simplesmente nos amou, enquanto
Lições do livro

5ª. Lição
-(8.33) “Quem intentará acusação contra os eleitos de
Deus? É Deus quem os justifica!”

- Esta é a nossa grande arma contra o
acusador, Satanás, que tenta tirar de nós a alegria e
a segurança da nossa salvação pessoal!
Conclusão
Romanos

OS TEMAS DA CARTA

- A Universalidade do pecado
- A Lei de Deus
- Julgamento
-Destino humano
- Fé salvadora
- Obras
- Graça
- Justificação
-Santificação
-O Plano da Salvação
- A Obra de Cristo e a obra do Espírito
Conclusão
Romanos

OS TEMAS DA CARTA

- A Obra de Cristo e a obra do Espírito
- A esperança Cristã
- A natureza e vida da igreja
- O lugar dos Judeus e gentios nos
propósitos de Deus
- A Igreja no Mundo
- A mensagem que a Igreja prega ao
mundo
- Os deveres da cidadania cristã
- Os princípios de retidão e moralidade
pessoal
O JUSTO VIVERÁ
PELA FÉ

Weitere ähnliche Inhalte

Was ist angesagt?

Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipseRespirando Deus
 
Proféticos 3 Lamentações
Proféticos 3 LamentaçõesProféticos 3 Lamentações
Proféticos 3 LamentaçõesPastor W. Costa
 
Carta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos FilipensesCarta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos FilipensesUEPB
 
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1Natalino das Neves Neves
 
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.RODRIGO FERREIRA
 
PRIMEIRA VIAGEM MISSIONARIA DE PAULO.pptx
PRIMEIRA VIAGEM MISSIONARIA DE PAULO.pptxPRIMEIRA VIAGEM MISSIONARIA DE PAULO.pptx
PRIMEIRA VIAGEM MISSIONARIA DE PAULO.pptxViniciusFerreira700331
 
Panorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusPanorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusRespirando Deus
 
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesRespirando Deus
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroEdnilson do Valle
 

Was ist angesagt? (20)

Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
 
Proféticos 3 Lamentações
Proféticos 3 LamentaçõesProféticos 3 Lamentações
Proféticos 3 Lamentações
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
 
Carta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos FilipensesCarta de Paulo aos Filipenses
Carta de Paulo aos Filipenses
 
7. arrebatamento
7. arrebatamento7. arrebatamento
7. arrebatamento
 
Disciplina de Escatologia
Disciplina de EscatologiaDisciplina de Escatologia
Disciplina de Escatologia
 
Panorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1PedroPanorama do NT - 1Pedro
Panorama do NT - 1Pedro
 
Carta à Igreja de Filadélfia no Apocalipse
Carta à Igreja de Filadélfia no ApocalipseCarta à Igreja de Filadélfia no Apocalipse
Carta à Igreja de Filadélfia no Apocalipse
 
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
Epistolas paulinas e gerais_IBADEP_Llição 1
 
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
 
Panorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1JoãoPanorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1João
 
PRIMEIRA VIAGEM MISSIONARIA DE PAULO.pptx
PRIMEIRA VIAGEM MISSIONARIA DE PAULO.pptxPRIMEIRA VIAGEM MISSIONARIA DE PAULO.pptx
PRIMEIRA VIAGEM MISSIONARIA DE PAULO.pptx
 
Lição 6 jesus, o templo e a sinagoga ebd
Lição 6   jesus, o templo e a sinagoga ebdLição 6   jesus, o templo e a sinagoga ebd
Lição 6 jesus, o templo e a sinagoga ebd
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
 
Panorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusPanorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - Hebreus
 
TESSALONICENSES
TESSALONICENSESTESSALONICENSES
TESSALONICENSES
 
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
 
Panorama do NT - Judas
Panorama do NT - JudasPanorama do NT - Judas
Panorama do NT - Judas
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
 
Atos dos apostolos
Atos dos apostolosAtos dos apostolos
Atos dos apostolos
 

Andere mochten auch

Levantando Davi os olhos ...pregação 5ª Igreja Presbiteriana CGR MS
Levantando Davi os olhos ...pregação 5ª Igreja Presbiteriana CGR MSLevantando Davi os olhos ...pregação 5ª Igreja Presbiteriana CGR MS
Levantando Davi os olhos ...pregação 5ª Igreja Presbiteriana CGR MSSilvio Iran da Costa Melo
 
Novas Midias na Evangelizacao 1
Novas Midias na Evangelizacao 1Novas Midias na Evangelizacao 1
Novas Midias na Evangelizacao 1artur mendes
 
Discipulado cristão na Carta aos Gálatas
Discipulado cristão na Carta aos GálatasDiscipulado cristão na Carta aos Gálatas
Discipulado cristão na Carta aos GálatasJUERP
 
7 igrejas de apocalipse
7 igrejas de apocalipse7 igrejas de apocalipse
7 igrejas de apocalipseDaniel Dutra
 
2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério
2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério
2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministérioMárcio Pereira
 
Graça e rejeição - como Deus faz todas as coisas sempre resultarem em salvação.
Graça e rejeição - como Deus faz todas as coisas sempre resultarem em salvação.Graça e rejeição - como Deus faz todas as coisas sempre resultarem em salvação.
Graça e rejeição - como Deus faz todas as coisas sempre resultarem em salvação.Jezer Ferris
 
A Certeza da Salvação
A Certeza da SalvaçãoA Certeza da Salvação
A Certeza da SalvaçãoRJBITENCOURT
 
ESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUS
ESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUSESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUS
ESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUSIeda Pinheiro
 
O dia escatológico do SENHOR
O dia escatológico do SENHORO dia escatológico do SENHOR
O dia escatológico do SENHORroberto5costa
 
Exemplos bíblicos de discipulado
Exemplos bíblicos de discipuladoExemplos bíblicos de discipulado
Exemplos bíblicos de discipuladoJUERP
 

Andere mochten auch (20)

Uma Igreja Para Recordar
Uma Igreja Para RecordarUma Igreja Para Recordar
Uma Igreja Para Recordar
 
8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
 
IPB-MT-Educ-1913-1969
IPB-MT-Educ-1913-1969IPB-MT-Educ-1913-1969
IPB-MT-Educ-1913-1969
 
Levantando Davi os olhos ...pregação 5ª Igreja Presbiteriana CGR MS
Levantando Davi os olhos ...pregação 5ª Igreja Presbiteriana CGR MSLevantando Davi os olhos ...pregação 5ª Igreja Presbiteriana CGR MS
Levantando Davi os olhos ...pregação 5ª Igreja Presbiteriana CGR MS
 
Ipbczs história
Ipbczs históriaIpbczs história
Ipbczs história
 
Novas Midias na Evangelizacao 1
Novas Midias na Evangelizacao 1Novas Midias na Evangelizacao 1
Novas Midias na Evangelizacao 1
 
Paulo, arauto de Cristo
Paulo, arauto de CristoPaulo, arauto de Cristo
Paulo, arauto de Cristo
 
Cinco verdades para o facebook
Cinco verdades para o facebookCinco verdades para o facebook
Cinco verdades para o facebook
 
Discipulado cristão na Carta aos Gálatas
Discipulado cristão na Carta aos GálatasDiscipulado cristão na Carta aos Gálatas
Discipulado cristão na Carta aos Gálatas
 
Apocaliplição 1
Apocaliplição 1Apocaliplição 1
Apocaliplição 1
 
7 igrejas de apocalipse
7 igrejas de apocalipse7 igrejas de apocalipse
7 igrejas de apocalipse
 
2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério
2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério
2 Coríntios Capítulo 10 - Paulo defende seu ministério
 
A certeza da salvacao 03072011
A certeza da salvacao 03072011A certeza da salvacao 03072011
A certeza da salvacao 03072011
 
Graça e rejeição - como Deus faz todas as coisas sempre resultarem em salvação.
Graça e rejeição - como Deus faz todas as coisas sempre resultarem em salvação.Graça e rejeição - como Deus faz todas as coisas sempre resultarem em salvação.
Graça e rejeição - como Deus faz todas as coisas sempre resultarem em salvação.
 
A Certeza da Salvação
A Certeza da SalvaçãoA Certeza da Salvação
A Certeza da Salvação
 
ESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUS
ESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUSESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUS
ESTUDO SOBRE O NATA E NASCIMENTO DE JESUS
 
Licao20
Licao20Licao20
Licao20
 
O dia escatológico do SENHOR
O dia escatológico do SENHORO dia escatológico do SENHOR
O dia escatológico do SENHOR
 
Exemplos bíblicos de discipulado
Exemplos bíblicos de discipuladoExemplos bíblicos de discipulado
Exemplos bíblicos de discipulado
 
19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas
 

Ähnlich wie 8. epístola de paulo aos romanos

A epístola aos romanos parte 1
A epístola aos romanos   parte 1A epístola aos romanos   parte 1
A epístola aos romanos parte 1Wyllamys Silva
 
A Epístola aos Romanos
A Epístola aos RomanosA Epístola aos Romanos
A Epístola aos RomanosCelso Napoleon
 
Lição 1 - A Espístola aos Romanos
Lição 1 - A Espístola aos RomanosLição 1 - A Espístola aos Romanos
Lição 1 - A Espístola aos RomanosAndrew Guimarães
 
Resumo (romanos 2016)2º trimestre
Resumo (romanos 2016)2º trimestreResumo (romanos 2016)2º trimestre
Resumo (romanos 2016)2º trimestreAntonio Filho
 
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Aula 12 - Romanos
Aula 12 - RomanosAula 12 - Romanos
Aula 12 - Romanosibrdoamor
 
Lição 01 - A Epístola aos Romanos
Lição 01 - A Epístola aos RomanosLição 01 - A Epístola aos Romanos
Lição 01 - A Epístola aos RomanosRegio Davis
 
LIÇÃO 01 2ª trimestre
LIÇÃO 01 2ª trimestreLIÇÃO 01 2ª trimestre
LIÇÃO 01 2ª trimestreSilva Soares
 
Lição 01 - Cenário Histórico.pptx
Lição 01 - Cenário Histórico.pptxLição 01 - Cenário Histórico.pptx
Lição 01 - Cenário Histórico.pptxJoel Silva
 
Aula 01 2 trimestre
Aula 01 2 trimestreAula 01 2 trimestre
Aula 01 2 trimestreDamiao Silva
 
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016Pr. Andre Luiz
 
Epistola Paulina Completo.pptx
Epistola Paulina  Completo.pptxEpistola Paulina  Completo.pptx
Epistola Paulina Completo.pptxLucianoMachado52
 
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS  Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS RODRIGO FERREIRA
 
LIÇÃO 01 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
LIÇÃO 01 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOSLIÇÃO 01 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
LIÇÃO 01 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOSLourinaldo Serafim
 
Panorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosPanorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosRespirando Deus
 
Romanos George Howes
Romanos George HowesRomanos George Howes
Romanos George HowesRiKond
 

Ähnlich wie 8. epístola de paulo aos romanos (20)

A epístola aos romanos parte 1
A epístola aos romanos   parte 1A epístola aos romanos   parte 1
A epístola aos romanos parte 1
 
A Epístola aos Romanos
A Epístola aos RomanosA Epístola aos Romanos
A Epístola aos Romanos
 
Lição 1 - A Espístola aos Romanos
Lição 1 - A Espístola aos RomanosLição 1 - A Espístola aos Romanos
Lição 1 - A Espístola aos Romanos
 
Livro De Romanos
Livro De RomanosLivro De Romanos
Livro De Romanos
 
Resumo (romanos 2016)2º trimestre
Resumo (romanos 2016)2º trimestreResumo (romanos 2016)2º trimestre
Resumo (romanos 2016)2º trimestre
 
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
Ebd cpad lições bíblicas 2°trimestre 2016 lição 1 Epístola aos Romanos.
 
Aula 12 - Romanos
Aula 12 - RomanosAula 12 - Romanos
Aula 12 - Romanos
 
Lição 01 - A Epístola aos Romanos
Lição 01 - A Epístola aos RomanosLição 01 - A Epístola aos Romanos
Lição 01 - A Epístola aos Romanos
 
LIÇÃO 01 2ª trimestre
LIÇÃO 01 2ª trimestreLIÇÃO 01 2ª trimestre
LIÇÃO 01 2ª trimestre
 
Lição 01 - Cenário Histórico.pptx
Lição 01 - Cenário Histórico.pptxLição 01 - Cenário Histórico.pptx
Lição 01 - Cenário Histórico.pptx
 
A Epistola aos Romanos
A Epistola aos RomanosA Epistola aos Romanos
A Epistola aos Romanos
 
Lição 1 - A Epístola aos Romanos
Lição 1 - A Epístola aos RomanosLição 1 - A Epístola aos Romanos
Lição 1 - A Epístola aos Romanos
 
NT III EPISTOLA.pdf
NT III EPISTOLA.pdfNT III EPISTOLA.pdf
NT III EPISTOLA.pdf
 
Aula 01 2 trimestre
Aula 01 2 trimestreAula 01 2 trimestre
Aula 01 2 trimestre
 
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
A Epístola aos Romanos - Lição 01 - 2º Trimestre de 2016
 
Epistola Paulina Completo.pptx
Epistola Paulina  Completo.pptxEpistola Paulina  Completo.pptx
Epistola Paulina Completo.pptx
 
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS  Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
Lição 01 - EBD- A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
 
LIÇÃO 01 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
LIÇÃO 01 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOSLIÇÃO 01 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
LIÇÃO 01 - A EPÍSTOLA AOS ROMANOS
 
Panorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosPanorama do NT - Romanos
Panorama do NT - Romanos
 
Romanos George Howes
Romanos George HowesRomanos George Howes
Romanos George Howes
 

Mehr von Igreja Presbiteriana de Dourados

Mehr von Igreja Presbiteriana de Dourados (20)

10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
 
A Igreja e a Reforma
A Igreja e a ReformaA Igreja e a Reforma
A Igreja e a Reforma
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
 
2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
 
1. período interbíblico
1. período interbíblico1. período interbíblico
1. período interbíblico
 
32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel
 
34. O Profeta Oséias
34. O Profeta Oséias34. O Profeta Oséias
34. O Profeta Oséias
 
45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias
 
43. O Profeta Ageu
43. O Profeta Ageu43. O Profeta Ageu
43. O Profeta Ageu
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
 
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
 
40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum
 
39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
 

8. epístola de paulo aos romanos

  • 2. O NOVO TESTAMENTO CARTAS PAULINAS - 13 ROMANOS I Coríntios II Coríntios Gálatas Efésios Filipenses Colossenses I e II Tessalonicenses I e II Timóteo Tito Filemom
  • 3. Palavra-Chave: “A JUSTIÇA DE DEUS” Versículo-Chave: "visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé" (1.17).
  • 4. AUTORIA A autoria de Paulo da carta aos Romanos é universalmente aceita: - Declarada em sua costumeira saudação (cf. 1:1) - Fatos históricos: ir a Roma (1:15, 15:24) em caminho para a Espanha, - A coleta feita em favor das igrejas empobrecidas de Jerusalém (15: 26-33),
  • 5. Epístola ou Carta No Mundo antigo (greco-romano) escrever carta era uma prática comum: servia para - Fazer pedidos a um superior ou dar ordens a um subordinado; ou manter relacionamentos! - 21 livros do NT são “Cartas”. - Os ricos mandavam suas cartas por escravos, os pobres pelos amigos e o império pelos agentes; - Era comum usar um amanuense para escrevê-las; O Conteúdo das cartas: a) Uma palavra de abertura b) O corpo da carta c) Uma conclusão pessoal
  • 6. AUTORIA A autoria de Paulo da carta aos Romanos é universalmente aceita: - Referências próprias: tais como a de ser apóstolo entre os gentios (cf. 15: 16; Ef 3:7,8; Cl 1:27; Gal 1:16). - Suas referências a pessoas de conhecimento comum, tais como Febe, Priscila e Áquila e Timóteo, que se tornam elo importante entre o escritor e os destinatários. - Paulo ditou a carta e Tércio escreveu – 16:22
  • 7. A DATA E OCASIÃO • Estima-se que este texto tenha sido escrito no inverno de 57-58 d.C., • estando Paulo em Corinto, • na casa de seu amigo Gaio, ao final de sua terceira viagem missionária aos territórios que margeiam o Mar Egeu e às vésperas de partir para Jerusalém, levando a oferta para os crentes pobres (15:22-27).
  • 8. A DATA E OCASIÃO • O portador é uma senhora chamada Febe, de Cencréia, subúrbio de Corinto, que estava de saída para Roma (16: 1-2). • Como não havia serviço postal particular no Império Romano da época, as cartas eram enviadas por viajantes de confiança.
  • 9. DESTINATÁRIOS -Entendendo que concluíra seu trabalho evangelístico na região da Galácia, da Macedônia, da Acaia e da Ásia, com a fundação e estabelecimento de muitas igrejas; e entregues essas a seus pastores e líderes, - Paulo planeja ampliar seu horizonte de evangelização. Queria campos novos para evangelizar para Cristo. Não querendo “edificar sobre fundamento alheio” (Rm 15:20), decidiu ir à Espanha, a mais antiga colônia romana do Ocidente.
  • 10. DESTINATÁRIOS - Mas a ida à Espanha também lhe daria a oportunidade de realizar um antigo sonho. - Como cidadão romano, por direito de nascença (At. 22:28) ele ainda não conhecia Roma. Seria, então unir o útil ao agradável, passar por Roma, em seu caminho para a Espanha.
  • 11. DESTINATÁRIOS - Seu objetivo era preparar os cristãos de Roma para sua chegada. Esta igreja formarase, provavelmente, dos romanos que haviam estado em Jerusalém no dia de Pentecostes (At. 2:10). - Nesse período de 28 anos a igreja cresceu, com cristãos provindos de vários lugares, sendo alguns deles amigos e discípulos de Paulo.
  • 12. DESTINATÁRIOS - A carta serve, como uma “carta de apresentação”, na qual o Apóstolo expõe, de forma sistemática sua compreensão do evangelho de Cristo, do qual se chamava apóstolo. - Ele não chegará a Roma senão três anos depois de sua famosa carta.
  • 13. ESBOÇO DO LIVRO Como pode o homem ser justificado diante de Deus? - Só no Evangelho! - Romanos é a “Cátedra da doutrina cristã” Resumo: 1. A Justificação dos pecadores; 2. A santificação dos justificados; 3. E a Glorificação dos santificados (pela fé e pelo poder de Deus)
  • 14. ESBOÇO DO LIVRO Esboço amplo da Carta: I. Condenação de todos – 1 a 3:20 II. Justificação pela fé em Cristo – 3:21 a 5:21 III. Santificação e nova vida dos salvos – 6 a 8 IV. Dispensação (o Israel de Deus) - 9 a 11 V. Exortação (seção prática) – 12 a 16
  • 15. Mensagem da carta • A epístola responde a três perguntas fundamentais: 1 – como o homem pode se tornar justo para com Deus? - A resposta está nos capítulos 1 a 8; 2 - qual a participação de Israel nessa história? - A resposta está nos capítulos 9 a 11; 3 - quais as manifestações práticas da vida cristã, no dia a dia? - A resposta está nos capítulos 12 a 16.
  • 16. Testemunhos da história Inérpretes da Bíblia consideram esta carta uma “obra prima” João Crisóstomo – Pregador e Pai da igreja do séc.V – pedia que Romanos fosse lida em voz alta uma vez por semana Agostinho e Lutero – Se converteram lendo Romanos e entendendo a justiça de Deus pela fé no Evangelho João Calvino – Romanos... abriu a porta de todos os tesouros do céu
  • 17. A Mensagem de Romanos 1. Doutrinário: (dois quadros) Aqui o Evangelho é explicado: Trata da iniciativa de Deus em relação à redenção humana (“aquele que pela fé é justificado”): - Onde desenvolve os temas da justiça de Deus em condenar o pecador, da indesculpabilidade humana, da justificação do pecador e da aceitabilidade do homem diante de Deus, através da fé.
  • 18. A Mensagem de Romanos 2. Prático: (2º. Quadro) (“viverá”), fala da vida prometida aos justificados por Deus, incluindo aí as expectativas de Deus quanto à resposta humana à sua iniciativa de amor.
  • 19. Lições do livro 1ª. Lição - (1.18,28-32) - CUIDADO! – “Portanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram...” - Quando desprezamos o conhecimento de Deus, Ele nos entrega a uma disposição mental reprovável. - Passamos a pensar que o errado é o certo! - Há uma indisposição para com os princípios da Palavra. Acha-se um absurdo observá-la. - CUIDADO! - Se você não está disposto a obedecer a Deus, Ele poderá permitir que você ouça aquilo que você quer ouvir e não o que você precisa!
  • 20. Lições do livro 2ª. Lição -(2.17-24) – “O Nome de Deus é blasfemado entre os gentios por vossa causa” - como é fácil incorrermos neste pecado: Ensinamos o que é certo, porém não vivemos de acordo com o que pregamos. - E os incrédulos blasfemam o nome de Cristo, que anunciamos, por causa da nossa incoerência.
  • 21. Lições do livro 3ª. Lição -(4.18-21) - “Abraão, esperando contra a esperança, creu...” - Gostaria que este fosse o testemunho que ficasse da minha própria vida - o de alguém que esperou contra a esperança, não duvidando da promessa, mas estando plenamente convicto. - Que sejamos da fé, como foi Abraão o patriarca dos crentes!
  • 22. Lições do livro 4ª. Lição -(5.8) - “Deus prova o seu Amor por nós” - como é genuíno o amor de Deus! Nós, geralmente, esperamos que as pessoas que nos magoaram dêem "sinais de melhora" antes que passemos a amá-las. - O Senhor não viu sinal algum de "melhora" em nós. Ele simplesmente nos amou, enquanto
  • 23. Lições do livro 5ª. Lição -(8.33) “Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica!” - Esta é a nossa grande arma contra o acusador, Satanás, que tenta tirar de nós a alegria e a segurança da nossa salvação pessoal!
  • 24. Conclusão Romanos OS TEMAS DA CARTA - A Universalidade do pecado - A Lei de Deus - Julgamento -Destino humano - Fé salvadora - Obras - Graça - Justificação -Santificação -O Plano da Salvação - A Obra de Cristo e a obra do Espírito
  • 25. Conclusão Romanos OS TEMAS DA CARTA - A Obra de Cristo e a obra do Espírito - A esperança Cristã - A natureza e vida da igreja - O lugar dos Judeus e gentios nos propósitos de Deus - A Igreja no Mundo - A mensagem que a Igreja prega ao mundo - Os deveres da cidadania cristã - Os princípios de retidão e moralidade pessoal