SlideShare ist ein Scribd-Unternehmen logo
1 von 15
a proposta da Faculdade de Economia e Gestão da Católica Porto
20 de junho de 2013 rssilva@porto.ucp.pt | ines@fpce.up.pt
Rita Santos Silva e Inês Nascimento
O Ensino Superior e
a promoção de competências transversais
Contextualização (1)
... do Ensino Superior para o mercado de trabalho
2
Universidade
contexto facilitador do desenvolvimento pessoal e da transição do Ensino Superior para o mundo socioprofissional (Ferreira,
1999; Santos & Ferreira, 1999, cit in Ferreira, Almeida & Soares, 2001, p.2)
Transição do ensino superior para o mercado de trabalho
experiência pessoal de inserção sóciolaboral com significado vocacional relevante (cf. Reuchlin, 1971; Spokane, 1991, 2004;
Stumpf & Lockart, 1987, cit in Miranda, 2006)
Conceito(s) de
competência
(Cabral-Cardoso,
Estêvão & Silva,
2006)
“relação social dialética afetiva/cognitiva/performativa, fundada em
informações, capacidades, saberes, saberes-fazeres, conhecimentos,
habilidades, atitudes e aptidões, que se configura através de um sujeito
(individual ou coletivo), sob a forma de representações e ações
inovadoras, diante de situações inéditas ou do inédito que se
apresenta em situações rotineiras” (Medeiros, 2006, p.175)
Contextualização (2)
... do Ensino Superior para o mercado de trabalho
3
Sistema pessoal
competente
(Campos, 1990)
Saber-ser
Saber-fazer
Saber-transformar-se
Gonçalves, 2000
Competências transversais
competências que incluem a possibilidade de transposição de um contexto
específico onde foram desenvolvidas a outros contextos, onde são aplicadas de
forma readaptada, tendo em conta as características e exigências desse mesmo
contexto (Bennet, Dunne & Carré, 1999; Evers, Rush e Berdrow, 1998).
Contextualização (3)
... do discurso do mercado de trabalho... à proposta da Universidade
4
A proposta da Faculdade de Economia e Gestão da Católica Porto
Escola inovadora no ensino da economia e da gestão, com uma estreita
articulação com o mundo empresarial e com uma ampla rede de parcerias
que fomenta a mobilidade internacional.
O discurso do mercado de trabalho
“the current and future employment market requires graduates to be equipped with a
range of skills. Applicants need to be able to demonstrate their core transferable
skills in addition to their academic success” (Raybould & Sheedy, 2005, p.263)
Conhecimento
científico de
excelência
+
Desenvolvimento
integral do
estudante
1.º ciclo
Empregabilidade
2.º ciclo
Especialização
Formação de
Executivos
As disciplinas de Projeto
... do pensar ao comunicar e ao agir
5
Trabalho em Equipa
Comunicação Oral
Raciocínio Crítico
Comunicação Escrita
Projeto
Multidisciplinar
I
Projeto
Multidisciplinar
II
Projeto
Final
Mobilização de
competências
para ingresso no
mercado de
trabalho
Gestão
Economia
Plano de
Negócios
Estágio
Strategic Leadership Hub
… evolução histórica e caracterização
6
Departamento de
Comportamento
Organizacional
SLHObjetivo: promoção do desenvolvimento e sucesso pessoal e profissional
dos estudantes, através de um projeto de valorização de competências-
chave que desafia ao envolvimento em experiências curriculares e
extracurriculares que potenciem a diferenciação dos jovens e estimulem a
aproximação progressiva às práticas e exigências do mercado de
trabalho.
2006
2008
2010
2012
Strategic Leadership Hub
Strategic Leadership Hub
... a intervenção
7
Desenvolvimento
pessoal e
profissional
Aquisição e
reforço de
competências
transversais
(1) Gestão pessoal
Aprendizagem
Persistência
Organização pessoal
Resolução de problemas
Intervenção
com estudantes
Coaching e
Mentoring
Articulação
com
empresas
adapt. Rocha, Azevedo e Oliveira (2008) de Evers, Rush e Berdrow (1998)
(4) Mobilização da inovação e mudança
Criatividade/Inovação/Mudança
Assunção de riscos
Conceptualização
Perspetivação futura
(2) Comunicação
Escuta
Comunicação Oral
Comunicação interpessoal
Comunicação escrita
(3) Gestão de pessoas e tarefas
Gestão do conflito
Planeamento e organização
Coordenação
Tomada de decisão
Liderança/Influência
Intervenção/
consultadoria a
docentes
Desenvolvimento
Curricular
workshops de desenvolvimento +
visitas a empresas +
jogos de gestão e estratégia +
centros de avaliação de competências +
processos de orientação profissional e de carreira individualizados +
Strategic Leadership Hub
… os resultados da intervenção (1)
8
Dados de 2011/2012
Coaching
individual
57estudantes
Mentoring
10estudantes
Modalidade de Projeto Inscritos à disciplina Em coaching
PMI 303 118 38,9%
PMII 182 179 98,4%
PF Estágio 29 24 82,8%
PF Plano de Negócios 37 30 81,1%
PF Economia 19 15 78,9%
PF Gestão 75 70 93,3%
Strategic Leadership Hub
… os resultados da intervenção (2)
9
pertinência do conteúdo das sessões
sessão de simulação da apresentação final
relevância do acompanhamento
dinamizadoras (em todos os itens)
Dimensões avaliadas nos questionários de satisfação
Dimensões gerais: número e duração das sessões, pertinência dos conteúdos abordados, material de apoio utilizado nas
sessões, adequação do espaço onde decorrem as sessões, importância da simulação da apresentação final e relevância do
acompanhamento
Desempenho das dinamizadoras: clareza na transmissão de objetivos, apoio no processo de reflexão, abertura para
responder a dúvidas/questões, feedback relativamente ao momento de simulação da apresentação final
Medida de avaliação
Escala de Likert de quatro pontos (Medíocre, Suficiente, Bom e Muito Bom)
Espaço para comentários e sugestões de melhoria
adequação do espaço onde decorrem as sessões
Estudantes
... testemunhos na primeira pessoa
10
“(…) O meu objetivo primordial para estas sessões era garantir uma boa
preparação profissional para as minhas candidaturas a estágios. Mas na
verdade o coaching individual não se tem cingido apenas ao meu desenvolvimento
profissional e tem, principalmente, contribuído para o meu desenvolvimento e
conhecimento pessoal. Posso assim dizer que esta experiência tem sido muito
enriquecedora pelo facto de me proporcionar não só a estruturação do meu
pensamento na concretização dos meus objetivos profissionais, como o
desenvolvimento de capacidades pessoais no relacionamento com outras pessoas”.
Estudante do 2.º ano do curso de Gestão envolvida num processo de coaching
individual ao longo do ano letivo de 2011/2012
"Ao longo do meu percurso académico, o PIC [atual SLH] tem contribuído de forma
significativa para o meu desenvolvimento pessoal e profissional. Ao participar
nos mais diversos projetos, entre eles, o coaching individual e de equipa,
workshops, “menu de experiências”, entre outras atividades, tive a oportunidade
de desenvolver as minhas competências transversais – cada vez mais
valorizadas pelo mercado de trabalho – e tido contacto com prestigiadas
entidades empresariais. Envolvi-me neste projeto com um objetivo, o de
desenvolver o meu fator diferenciador. Objetivo esse que tem sido alcançado.
Recomendo vivamente este projeto a todos os estudantes. As vantagens são claras
e os resultados visíveis".
Atual estudante de 2.º ano envolvida na intervenção de duas disciplinas de Projeto e
no coaching individual, entre outras iniciativas
“(...) não sabia muito bem ao que ia. Contudo, posso dizer que passado este ano e
meio fico feliz de ter tido oportunidade de me conhecer melhor e de
encontrar alguém que me possa ajudar e aconselhar ao longo do meu percurso
profissional e pessoal. Inicialmente [com uma técnica da equipa SLH] traçamos o
meu perfil e definimos os meus objetivos para o programa de mentoring. (...)
Este programa permite que o aluno tenha sempre inside information
de alguém que já se encontra no mercado de trabalho [mentor] e que (...) tem
um percurso profissional semelhante ao pretendido pelo aluno. (...) Sem dúvida que
este programa me vai permitir entrar de forma mais adequada no mercado de
trabalho”.
Estudante de mestrado em Gestão em processo de mentoring desde 2011
Alumni e empresas
... a perceção do mercado de trabalho
"O mundo da gestão internacional exige competências que
ultrapassam a pura certificação académica. A FEG está hoje
dotada de ferramentas que tornam os seus alunos altamente
competitivos no mercado global. As razões são várias - o rigor
académico, a aposta nas competências pessoais, networking e
empreendedorismo. Estas ferramentas fazem com que os seus
alunos consigam concorrer de forma muito competitiva nos mais
variados desafios internacionais".
Alumni que concluiu licenciatura em 2008 e trabalha atualmente
como Industry analyst na Google UK
"Numa realidade tão exigente e incerta como a que vivemos, as
empresas requerem muito mais do que conhecimentos técnicos
profundos. As competências comportamentais, as chamadas soft
skills, são um recurso cada vez mais valorizado e diferenciador no
mercado de trabalho. (…) A Universidade Católica fá-lo exemplarmente
e, arrisco afirmá-lo, de uma maneira única face ao resto do ensino
universitário em Portugal. (…) Penso que fiquei perfeitamente
preparado tecnicamente, ao mesmo tempo que tive oportunidade de
desenvolver determinadas competências fundamentais para
enfrentar os desafios profissionais com que me deparo. ”
Alumni que terminou a sua formação em Gestão em 2011, envolvido em
diversas modalidades de intervenção do SLH, atual Planning and
Management Controler na Sonaecom – Optimus.
“Uma Faculdade dinâmica, inovadora e motivada para a
mudança. Incute um espírito de iniciativa e empreendedorismo
nos seus alunos e prepara-os para os desafios do futuro. O Projeto
PIC [atual SLH] expressa bem essa Visão, colocando o acento
tónico nas soft skills, claramente uma vantagem competitiva no
atual contexto das Organizações. Os programas de estágio e
projetos finais de mestrado, em parceria com as empresas,
constituem excelentes iniciativas da FEG na aproximação da
Universidade às Empresas, contribuindo decisivamente para a
empregabilidade dos seus alunos”
Diretora de Recursos Humanos da Ascendi, sobre FEG/SLH em
abril 2012
11
Posicionamento no mercado de trabalho
...Resultados da integração profissional dos recém-licenciados
12
89%
encontra emprego
em menos de
7 meses
95%
encontra emprego em
menos de
10 meses
59%
encontra emprego em
menos de
3 meses
29%
assegura emprego
antes de terminar a
licenciatura
54%
remuneração anual
superior a 13 mil
euros
2%
empresários
21%
setor financeiro
e segurador
21%
consutoria e
auditoria
Fonte: Observatório de Empregabilidade e Perfil dos Alunos da
Faculdade de Economia e Gestão da Católica Porto
_________________________________________________
As estatísticas apresentadas referem-se apenas aos alunos que escolhem ingressar no
mercado de trabalho logo após o final da licenciatura. Decorreram 7 meses desde o
momento do final do ano letivo (julho 2011) e o momento de realização deste inquérito
(janeiro e fevereiro de 2012). Admitindo que os alunos fizeram férias durante o mês de
agosto, os resultados reportados estão exagerados, em média, num mês. A informação
relativa aos 10 meses após o final do ano letivo resulta de acompanhamento posterior
aos recém-licenciados não colocados no mercado de trabalho à data do inquérito.
44%
Já realizou um
estágio um Plano
de Negócio
A investigação em curso
… objetivos e produtos
13
Investigação de caráter longitudinal – percurso académico dos estudantes das licenciaturas
Objetivos:
• Propor um referencial de competências alternativo ao utilizado atualmente;
• Adaptar a intervenção do SLH ao novo referencial – identificação de competências transversais core a
desenvolver nos estudantes;
• Avaliar o impacto da intervenção reformulada no processo de desenvolvimento vocacional dos
estudantes – desenvolvimento de competências transversais e empregabilidade.
Produtos da investigação
Instrumentos:
• Referencial de competências reformulado e atualizado
• Escala de avaliação da perceção subjetiva do nível de desenvolvimento de competências
Intervenção desenvolvida pelo SLH reformulada à luz destes contributos
Resultados:
• Avaliação da perceção subjetiva do nível de desenvolvimento de competências dos estudantes ao longo
dos três anos da licenciatura (questionário e entrevistas individuais)
• Indicadores objetivos da empregabilidade (comparação entre beneficiários e não beneficiários do SLH)
Conclusão
Limitações e Pistas para o futuro
14
+ Investimento em sistemas de ensino integrado que promovam o desenvolvimento
integral dos estudantes – sucesso na transição para o mercado de trabalho e no
processo de desenvolvimento da carreira ao longo da vida
+ SLH enquanto facilitador dessa integração – desenvolvimento de abordagens de
intervenção ajustadas e alinhadas com a estratégia da instituição
 Necessidade de avaliação sistemática da eficácia de práticas e do impacto no
desenvolvimento vocacional e de carreira dos estudantes e da sua
empregabilidade
 Replicação de práticas nesta natureza noutros contextos formativos de nível
superior
a proposta da Faculdade de Economia e Gestão da Católica Porto
20 de junho de 2013 rssilva@porto.ucp.pt | ines@fpce.up.pt
Rita Santos Silva e Inês Nascimento
O Ensino Superior e
a promoção de competências transversais
Obrigada pela
vossa atenção!

Weitere ähnliche Inhalte

Was ist angesagt?

Executive Digest
Executive DigestExecutive Digest
Executive DigestRui Cruz
 
Rh 2 e 3 100 online
Rh 2 e 3 100 onlineRh 2 e 3 100 online
Rh 2 e 3 100 onlineArleno
 
PAF O meu projecto de final de curso
PAF O meu projecto de final de cursoPAF O meu projecto de final de curso
PAF O meu projecto de final de cursofrancisco quiss
 
Legislação Aduaneira e Portuária - MBA EXECUTIVO EM GESTÃO PORTUÁRIA
Legislação Aduaneira e Portuária - MBA EXECUTIVO EM GESTÃO PORTUÁRIALegislação Aduaneira e Portuária - MBA EXECUTIVO EM GESTÃO PORTUÁRIA
Legislação Aduaneira e Portuária - MBA EXECUTIVO EM GESTÃO PORTUÁRIAEXPEDITO SILVA
 
Trabalho 1 luis cruz 20100216
Trabalho 1 luis cruz 20100216Trabalho 1 luis cruz 20100216
Trabalho 1 luis cruz 20100216Luis Miguel Cruz
 
Análise prospetiva da evolução sectorial em Portugal
Análise prospetiva da evolução sectorial em PortugalAnálise prospetiva da evolução sectorial em Portugal
Análise prospetiva da evolução sectorial em PortugalCláudio Carneiro
 
II Encontro LicEdu UAb - Mesa Redonda 5
II Encontro LicEdu UAb - Mesa Redonda 5II Encontro LicEdu UAb - Mesa Redonda 5
II Encontro LicEdu UAb - Mesa Redonda 5Teresa Cardoso
 
Guião do trabalho de pesquisa (módulo 8)
Guião do trabalho de pesquisa (módulo 8)Guião do trabalho de pesquisa (módulo 8)
Guião do trabalho de pesquisa (módulo 8)fqwefqwefwef
 
ELLITE Consultoria e Treinamento
ELLITE Consultoria e TreinamentoELLITE Consultoria e Treinamento
ELLITE Consultoria e TreinamentoNimbus Target
 
Nelson Carvalheiro Feature on Publituris Hotelaria
Nelson Carvalheiro Feature on Publituris HotelariaNelson Carvalheiro Feature on Publituris Hotelaria
Nelson Carvalheiro Feature on Publituris HotelariaNelson Carvalheiro
 
EXECUTIVE MBA EMEMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO EM NEGÓCIOS CONTÁBEIS
EXECUTIVE MBA EMEMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO EM NEGÓCIOS CONTÁBEISEXECUTIVE MBA EMEMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO EM NEGÓCIOS CONTÁBEIS
EXECUTIVE MBA EMEMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO EM NEGÓCIOS CONTÁBEISRoberto Dias Duarte
 
Referencial Secundário
Referencial SecundárioReferencial Secundário
Referencial SecundárioAlfredo Garcia
 
Qualificação profissional
Qualificação profissionalQualificação profissional
Qualificação profissionalCássia Gabriele
 
6a e última aula educação corporativa - mba rh 2014-1
6a e última   aula educação corporativa - mba rh 2014-16a e última   aula educação corporativa - mba rh 2014-1
6a e última aula educação corporativa - mba rh 2014-1Ana Gabriela Ribeiro Dezan
 

Was ist angesagt? (20)

O futuro dos Cursos Superiores de Tecnologia em Administração
O futuro dos Cursos Superiores de Tecnologia em AdministraçãoO futuro dos Cursos Superiores de Tecnologia em Administração
O futuro dos Cursos Superiores de Tecnologia em Administração
 
Projeto Ômega
Projeto ÔmegaProjeto Ômega
Projeto Ômega
 
Executive Digest
Executive DigestExecutive Digest
Executive Digest
 
Rh 2 e 3 100 online
Rh 2 e 3 100 onlineRh 2 e 3 100 online
Rh 2 e 3 100 online
 
Faculdade ruy barbosa
Faculdade ruy barbosaFaculdade ruy barbosa
Faculdade ruy barbosa
 
PAF O meu projecto de final de curso
PAF O meu projecto de final de cursoPAF O meu projecto de final de curso
PAF O meu projecto de final de curso
 
Legislação Aduaneira e Portuária - MBA EXECUTIVO EM GESTÃO PORTUÁRIA
Legislação Aduaneira e Portuária - MBA EXECUTIVO EM GESTÃO PORTUÁRIALegislação Aduaneira e Portuária - MBA EXECUTIVO EM GESTÃO PORTUÁRIA
Legislação Aduaneira e Portuária - MBA EXECUTIVO EM GESTÃO PORTUÁRIA
 
Trabalho 1 luis cruz 20100216
Trabalho 1 luis cruz 20100216Trabalho 1 luis cruz 20100216
Trabalho 1 luis cruz 20100216
 
Análise prospetiva da evolução sectorial em Portugal
Análise prospetiva da evolução sectorial em PortugalAnálise prospetiva da evolução sectorial em Portugal
Análise prospetiva da evolução sectorial em Portugal
 
Encontro com Coordenadores de Cursos Tecnologicos na área da Administração
Encontro com Coordenadores de Cursos Tecnologicos na área da AdministraçãoEncontro com Coordenadores de Cursos Tecnologicos na área da Administração
Encontro com Coordenadores de Cursos Tecnologicos na área da Administração
 
II Encontro LicEdu UAb - Mesa Redonda 5
II Encontro LicEdu UAb - Mesa Redonda 5II Encontro LicEdu UAb - Mesa Redonda 5
II Encontro LicEdu UAb - Mesa Redonda 5
 
Guião do trabalho de pesquisa (módulo 8)
Guião do trabalho de pesquisa (módulo 8)Guião do trabalho de pesquisa (módulo 8)
Guião do trabalho de pesquisa (módulo 8)
 
ELLITE Consultoria e Treinamento
ELLITE Consultoria e TreinamentoELLITE Consultoria e Treinamento
ELLITE Consultoria e Treinamento
 
Lideres Formadores - Folheto do programa
Lideres Formadores - Folheto do programaLideres Formadores - Folheto do programa
Lideres Formadores - Folheto do programa
 
Nelson Carvalheiro Feature on Publituris Hotelaria
Nelson Carvalheiro Feature on Publituris HotelariaNelson Carvalheiro Feature on Publituris Hotelaria
Nelson Carvalheiro Feature on Publituris Hotelaria
 
Parcerias público-privada PPP
Parcerias público-privada PPP Parcerias público-privada PPP
Parcerias público-privada PPP
 
EXECUTIVE MBA EMEMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO EM NEGÓCIOS CONTÁBEIS
EXECUTIVE MBA EMEMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO EM NEGÓCIOS CONTÁBEISEXECUTIVE MBA EMEMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO EM NEGÓCIOS CONTÁBEIS
EXECUTIVE MBA EMEMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO EM NEGÓCIOS CONTÁBEIS
 
Referencial Secundário
Referencial SecundárioReferencial Secundário
Referencial Secundário
 
Qualificação profissional
Qualificação profissionalQualificação profissional
Qualificação profissional
 
6a e última aula educação corporativa - mba rh 2014-1
6a e última   aula educação corporativa - mba rh 2014-16a e última   aula educação corporativa - mba rh 2014-1
6a e última aula educação corporativa - mba rh 2014-1
 

Andere mochten auch

Habilidades e Competências
Habilidades e CompetênciasHabilidades e Competências
Habilidades e CompetênciasMeri RochaLeite
 
Plano de estudos habilidades e competências, ciências
Plano de estudos habilidades e competências, ciênciasPlano de estudos habilidades e competências, ciências
Plano de estudos habilidades e competências, ciênciaspibiduergsmontenegro
 
Slides matrizes de competências e habilidades 1
Slides matrizes de competências e habilidades 1Slides matrizes de competências e habilidades 1
Slides matrizes de competências e habilidades 1Dianaricardo28
 
O Ensino Por Competencias E Habilidades
O Ensino Por Competencias E HabilidadesO Ensino Por Competencias E Habilidades
O Ensino Por Competencias E Habilidadesguestc339ed
 
Habilidades e Competências
Habilidades e CompetênciasHabilidades e Competências
Habilidades e CompetênciasAlexandre Lopes
 
Competências e habilidades
Competências e habilidadesCompetências e habilidades
Competências e habilidadesMari_Saracchini
 

Andere mochten auch (6)

Habilidades e Competências
Habilidades e CompetênciasHabilidades e Competências
Habilidades e Competências
 
Plano de estudos habilidades e competências, ciências
Plano de estudos habilidades e competências, ciênciasPlano de estudos habilidades e competências, ciências
Plano de estudos habilidades e competências, ciências
 
Slides matrizes de competências e habilidades 1
Slides matrizes de competências e habilidades 1Slides matrizes de competências e habilidades 1
Slides matrizes de competências e habilidades 1
 
O Ensino Por Competencias E Habilidades
O Ensino Por Competencias E HabilidadesO Ensino Por Competencias E Habilidades
O Ensino Por Competencias E Habilidades
 
Habilidades e Competências
Habilidades e CompetênciasHabilidades e Competências
Habilidades e Competências
 
Competências e habilidades
Competências e habilidadesCompetências e habilidades
Competências e habilidades
 

Ähnlich wie O Ensino Superior e a promoção de competências transversais – a proposta da Faculdade de Economia e Gestão da Católica Porto

Desenvolvimento de competências em Webdesigner
Desenvolvimento de competências em WebdesignerDesenvolvimento de competências em Webdesigner
Desenvolvimento de competências em WebdesignerJulio Gomes
 
Gestão de Carreira em ed. física.
Gestão de Carreira em ed. física.Gestão de Carreira em ed. física.
Gestão de Carreira em ed. física.Geraldo Campos
 
Aprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.Randes
Aprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.RandesAprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.Randes
Aprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.RandesProf. Randes Enes, M.Sc.
 
VALOR: R$ 45,00 - DESENVOLVIMENTO SOCIAL E OS MORADORES DE RUA – SEGURANÇA PÚ...
VALOR: R$ 45,00 - DESENVOLVIMENTO SOCIAL E OS MORADORES DE RUA – SEGURANÇA PÚ...VALOR: R$ 45,00 - DESENVOLVIMENTO SOCIAL E OS MORADORES DE RUA – SEGURANÇA PÚ...
VALOR: R$ 45,00 - DESENVOLVIMENTO SOCIAL E OS MORADORES DE RUA – SEGURANÇA PÚ...Acade Consultoria
 
Apresentacao Tendências Coaching 2013
Apresentacao Tendências Coaching 2013Apresentacao Tendências Coaching 2013
Apresentacao Tendências Coaching 2013Turolla01
 
Planejamento e Org. de Eventos
Planejamento e Org. de EventosPlanejamento e Org. de Eventos
Planejamento e Org. de EventosGeraldo Campos
 
Docente Independente Empreendedor
Docente Independente EmpreendedorDocente Independente Empreendedor
Docente Independente EmpreendedorMessias Matusse
 
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOAL
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOALTREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOAL
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOALJessica Ferreira
 
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rsGestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rspintof5
 
Curso de Integração e Des. de Competências
Curso de Integração e Des. de CompetênciasCurso de Integração e Des. de Competências
Curso de Integração e Des. de CompetênciasGeraldo Campos
 
SEIS COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA DOCÊNCIA ONLINE INDEPENDENTE
SEIS COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA DOCÊNCIA ONLINE INDEPENDENTESEIS COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA DOCÊNCIA ONLINE INDEPENDENTE
SEIS COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA DOCÊNCIA ONLINE INDEPENDENTEregist
 
Os desafios do ensino a distância e sua relevância no contexto de eficiência ...
Os desafios do ensino a distância e sua relevância no contexto de eficiência ...Os desafios do ensino a distância e sua relevância no contexto de eficiência ...
Os desafios do ensino a distância e sua relevância no contexto de eficiência ...INFI-FEBRABAN
 
Apostila treinamento e desenvolvimento
Apostila   treinamento e desenvolvimentoApostila   treinamento e desenvolvimento
Apostila treinamento e desenvolvimentoLeandro Mariano
 
II Semana de Estudos Corporativos da Escola Técnica Estadual Professor Aprígi...
II Semana de Estudos Corporativos da Escola Técnica Estadual Professor Aprígi...II Semana de Estudos Corporativos da Escola Técnica Estadual Professor Aprígi...
II Semana de Estudos Corporativos da Escola Técnica Estadual Professor Aprígi...Renato Souza
 

Ähnlich wie O Ensino Superior e a promoção de competências transversais – a proposta da Faculdade de Economia e Gestão da Católica Porto (20)

Desenvolvimento de competências em Webdesigner
Desenvolvimento de competências em WebdesignerDesenvolvimento de competências em Webdesigner
Desenvolvimento de competências em Webdesigner
 
Gestão de Carreira em ed. física.
Gestão de Carreira em ed. física.Gestão de Carreira em ed. física.
Gestão de Carreira em ed. física.
 
Aprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.Randes
Aprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.RandesAprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.Randes
Aprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.Randes
 
Projeto inclusão mercado de trabalho 3
Projeto inclusão mercado de trabalho 3Projeto inclusão mercado de trabalho 3
Projeto inclusão mercado de trabalho 3
 
VALOR: R$ 45,00 - DESENVOLVIMENTO SOCIAL E OS MORADORES DE RUA – SEGURANÇA PÚ...
VALOR: R$ 45,00 - DESENVOLVIMENTO SOCIAL E OS MORADORES DE RUA – SEGURANÇA PÚ...VALOR: R$ 45,00 - DESENVOLVIMENTO SOCIAL E OS MORADORES DE RUA – SEGURANÇA PÚ...
VALOR: R$ 45,00 - DESENVOLVIMENTO SOCIAL E OS MORADORES DE RUA – SEGURANÇA PÚ...
 
Apresentacao Tendências Coaching 2013
Apresentacao Tendências Coaching 2013Apresentacao Tendências Coaching 2013
Apresentacao Tendências Coaching 2013
 
Planejamento e Org. de Eventos
Planejamento e Org. de EventosPlanejamento e Org. de Eventos
Planejamento e Org. de Eventos
 
Docente Independente Empreendedor
Docente Independente EmpreendedorDocente Independente Empreendedor
Docente Independente Empreendedor
 
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOAL
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOALTREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOAL
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOAL
 
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rsGestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
 
Arte gestao pessoas
Arte gestao pessoasArte gestao pessoas
Arte gestao pessoas
 
Curso de Integração e Des. de Competências
Curso de Integração e Des. de CompetênciasCurso de Integração e Des. de Competências
Curso de Integração e Des. de Competências
 
Pedagogia e Gestão de Pessoas
Pedagogia e Gestão de PessoasPedagogia e Gestão de Pessoas
Pedagogia e Gestão de Pessoas
 
SEIS COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA DOCÊNCIA ONLINE INDEPENDENTE
SEIS COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA DOCÊNCIA ONLINE INDEPENDENTESEIS COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA DOCÊNCIA ONLINE INDEPENDENTE
SEIS COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS DA DOCÊNCIA ONLINE INDEPENDENTE
 
Os desafios do ensino a distância e sua relevância no contexto de eficiência ...
Os desafios do ensino a distância e sua relevância no contexto de eficiência ...Os desafios do ensino a distância e sua relevância no contexto de eficiência ...
Os desafios do ensino a distância e sua relevância no contexto de eficiência ...
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
161012_empreend.pdf
161012_empreend.pdf161012_empreend.pdf
161012_empreend.pdf
 
Apostila treinamento e desenvolvimento
Apostila   treinamento e desenvolvimentoApostila   treinamento e desenvolvimento
Apostila treinamento e desenvolvimento
 
Prosper VisãO Geral
Prosper VisãO GeralProsper VisãO Geral
Prosper VisãO Geral
 
II Semana de Estudos Corporativos da Escola Técnica Estadual Professor Aprígi...
II Semana de Estudos Corporativos da Escola Técnica Estadual Professor Aprígi...II Semana de Estudos Corporativos da Escola Técnica Estadual Professor Aprígi...
II Semana de Estudos Corporativos da Escola Técnica Estadual Professor Aprígi...
 

O Ensino Superior e a promoção de competências transversais – a proposta da Faculdade de Economia e Gestão da Católica Porto

  • 1. a proposta da Faculdade de Economia e Gestão da Católica Porto 20 de junho de 2013 rssilva@porto.ucp.pt | ines@fpce.up.pt Rita Santos Silva e Inês Nascimento O Ensino Superior e a promoção de competências transversais
  • 2. Contextualização (1) ... do Ensino Superior para o mercado de trabalho 2 Universidade contexto facilitador do desenvolvimento pessoal e da transição do Ensino Superior para o mundo socioprofissional (Ferreira, 1999; Santos & Ferreira, 1999, cit in Ferreira, Almeida & Soares, 2001, p.2) Transição do ensino superior para o mercado de trabalho experiência pessoal de inserção sóciolaboral com significado vocacional relevante (cf. Reuchlin, 1971; Spokane, 1991, 2004; Stumpf & Lockart, 1987, cit in Miranda, 2006) Conceito(s) de competência (Cabral-Cardoso, Estêvão & Silva, 2006) “relação social dialética afetiva/cognitiva/performativa, fundada em informações, capacidades, saberes, saberes-fazeres, conhecimentos, habilidades, atitudes e aptidões, que se configura através de um sujeito (individual ou coletivo), sob a forma de representações e ações inovadoras, diante de situações inéditas ou do inédito que se apresenta em situações rotineiras” (Medeiros, 2006, p.175)
  • 3. Contextualização (2) ... do Ensino Superior para o mercado de trabalho 3 Sistema pessoal competente (Campos, 1990) Saber-ser Saber-fazer Saber-transformar-se Gonçalves, 2000 Competências transversais competências que incluem a possibilidade de transposição de um contexto específico onde foram desenvolvidas a outros contextos, onde são aplicadas de forma readaptada, tendo em conta as características e exigências desse mesmo contexto (Bennet, Dunne & Carré, 1999; Evers, Rush e Berdrow, 1998).
  • 4. Contextualização (3) ... do discurso do mercado de trabalho... à proposta da Universidade 4 A proposta da Faculdade de Economia e Gestão da Católica Porto Escola inovadora no ensino da economia e da gestão, com uma estreita articulação com o mundo empresarial e com uma ampla rede de parcerias que fomenta a mobilidade internacional. O discurso do mercado de trabalho “the current and future employment market requires graduates to be equipped with a range of skills. Applicants need to be able to demonstrate their core transferable skills in addition to their academic success” (Raybould & Sheedy, 2005, p.263) Conhecimento científico de excelência + Desenvolvimento integral do estudante 1.º ciclo Empregabilidade 2.º ciclo Especialização Formação de Executivos
  • 5. As disciplinas de Projeto ... do pensar ao comunicar e ao agir 5 Trabalho em Equipa Comunicação Oral Raciocínio Crítico Comunicação Escrita Projeto Multidisciplinar I Projeto Multidisciplinar II Projeto Final Mobilização de competências para ingresso no mercado de trabalho Gestão Economia Plano de Negócios Estágio
  • 6. Strategic Leadership Hub … evolução histórica e caracterização 6 Departamento de Comportamento Organizacional SLHObjetivo: promoção do desenvolvimento e sucesso pessoal e profissional dos estudantes, através de um projeto de valorização de competências- chave que desafia ao envolvimento em experiências curriculares e extracurriculares que potenciem a diferenciação dos jovens e estimulem a aproximação progressiva às práticas e exigências do mercado de trabalho. 2006 2008 2010 2012 Strategic Leadership Hub
  • 7. Strategic Leadership Hub ... a intervenção 7 Desenvolvimento pessoal e profissional Aquisição e reforço de competências transversais (1) Gestão pessoal Aprendizagem Persistência Organização pessoal Resolução de problemas Intervenção com estudantes Coaching e Mentoring Articulação com empresas adapt. Rocha, Azevedo e Oliveira (2008) de Evers, Rush e Berdrow (1998) (4) Mobilização da inovação e mudança Criatividade/Inovação/Mudança Assunção de riscos Conceptualização Perspetivação futura (2) Comunicação Escuta Comunicação Oral Comunicação interpessoal Comunicação escrita (3) Gestão de pessoas e tarefas Gestão do conflito Planeamento e organização Coordenação Tomada de decisão Liderança/Influência Intervenção/ consultadoria a docentes Desenvolvimento Curricular
  • 8. workshops de desenvolvimento + visitas a empresas + jogos de gestão e estratégia + centros de avaliação de competências + processos de orientação profissional e de carreira individualizados + Strategic Leadership Hub … os resultados da intervenção (1) 8 Dados de 2011/2012 Coaching individual 57estudantes Mentoring 10estudantes Modalidade de Projeto Inscritos à disciplina Em coaching PMI 303 118 38,9% PMII 182 179 98,4% PF Estágio 29 24 82,8% PF Plano de Negócios 37 30 81,1% PF Economia 19 15 78,9% PF Gestão 75 70 93,3%
  • 9. Strategic Leadership Hub … os resultados da intervenção (2) 9 pertinência do conteúdo das sessões sessão de simulação da apresentação final relevância do acompanhamento dinamizadoras (em todos os itens) Dimensões avaliadas nos questionários de satisfação Dimensões gerais: número e duração das sessões, pertinência dos conteúdos abordados, material de apoio utilizado nas sessões, adequação do espaço onde decorrem as sessões, importância da simulação da apresentação final e relevância do acompanhamento Desempenho das dinamizadoras: clareza na transmissão de objetivos, apoio no processo de reflexão, abertura para responder a dúvidas/questões, feedback relativamente ao momento de simulação da apresentação final Medida de avaliação Escala de Likert de quatro pontos (Medíocre, Suficiente, Bom e Muito Bom) Espaço para comentários e sugestões de melhoria adequação do espaço onde decorrem as sessões
  • 10. Estudantes ... testemunhos na primeira pessoa 10 “(…) O meu objetivo primordial para estas sessões era garantir uma boa preparação profissional para as minhas candidaturas a estágios. Mas na verdade o coaching individual não se tem cingido apenas ao meu desenvolvimento profissional e tem, principalmente, contribuído para o meu desenvolvimento e conhecimento pessoal. Posso assim dizer que esta experiência tem sido muito enriquecedora pelo facto de me proporcionar não só a estruturação do meu pensamento na concretização dos meus objetivos profissionais, como o desenvolvimento de capacidades pessoais no relacionamento com outras pessoas”. Estudante do 2.º ano do curso de Gestão envolvida num processo de coaching individual ao longo do ano letivo de 2011/2012 "Ao longo do meu percurso académico, o PIC [atual SLH] tem contribuído de forma significativa para o meu desenvolvimento pessoal e profissional. Ao participar nos mais diversos projetos, entre eles, o coaching individual e de equipa, workshops, “menu de experiências”, entre outras atividades, tive a oportunidade de desenvolver as minhas competências transversais – cada vez mais valorizadas pelo mercado de trabalho – e tido contacto com prestigiadas entidades empresariais. Envolvi-me neste projeto com um objetivo, o de desenvolver o meu fator diferenciador. Objetivo esse que tem sido alcançado. Recomendo vivamente este projeto a todos os estudantes. As vantagens são claras e os resultados visíveis". Atual estudante de 2.º ano envolvida na intervenção de duas disciplinas de Projeto e no coaching individual, entre outras iniciativas “(...) não sabia muito bem ao que ia. Contudo, posso dizer que passado este ano e meio fico feliz de ter tido oportunidade de me conhecer melhor e de encontrar alguém que me possa ajudar e aconselhar ao longo do meu percurso profissional e pessoal. Inicialmente [com uma técnica da equipa SLH] traçamos o meu perfil e definimos os meus objetivos para o programa de mentoring. (...) Este programa permite que o aluno tenha sempre inside information de alguém que já se encontra no mercado de trabalho [mentor] e que (...) tem um percurso profissional semelhante ao pretendido pelo aluno. (...) Sem dúvida que este programa me vai permitir entrar de forma mais adequada no mercado de trabalho”. Estudante de mestrado em Gestão em processo de mentoring desde 2011
  • 11. Alumni e empresas ... a perceção do mercado de trabalho "O mundo da gestão internacional exige competências que ultrapassam a pura certificação académica. A FEG está hoje dotada de ferramentas que tornam os seus alunos altamente competitivos no mercado global. As razões são várias - o rigor académico, a aposta nas competências pessoais, networking e empreendedorismo. Estas ferramentas fazem com que os seus alunos consigam concorrer de forma muito competitiva nos mais variados desafios internacionais". Alumni que concluiu licenciatura em 2008 e trabalha atualmente como Industry analyst na Google UK "Numa realidade tão exigente e incerta como a que vivemos, as empresas requerem muito mais do que conhecimentos técnicos profundos. As competências comportamentais, as chamadas soft skills, são um recurso cada vez mais valorizado e diferenciador no mercado de trabalho. (…) A Universidade Católica fá-lo exemplarmente e, arrisco afirmá-lo, de uma maneira única face ao resto do ensino universitário em Portugal. (…) Penso que fiquei perfeitamente preparado tecnicamente, ao mesmo tempo que tive oportunidade de desenvolver determinadas competências fundamentais para enfrentar os desafios profissionais com que me deparo. ” Alumni que terminou a sua formação em Gestão em 2011, envolvido em diversas modalidades de intervenção do SLH, atual Planning and Management Controler na Sonaecom – Optimus. “Uma Faculdade dinâmica, inovadora e motivada para a mudança. Incute um espírito de iniciativa e empreendedorismo nos seus alunos e prepara-os para os desafios do futuro. O Projeto PIC [atual SLH] expressa bem essa Visão, colocando o acento tónico nas soft skills, claramente uma vantagem competitiva no atual contexto das Organizações. Os programas de estágio e projetos finais de mestrado, em parceria com as empresas, constituem excelentes iniciativas da FEG na aproximação da Universidade às Empresas, contribuindo decisivamente para a empregabilidade dos seus alunos” Diretora de Recursos Humanos da Ascendi, sobre FEG/SLH em abril 2012 11
  • 12. Posicionamento no mercado de trabalho ...Resultados da integração profissional dos recém-licenciados 12 89% encontra emprego em menos de 7 meses 95% encontra emprego em menos de 10 meses 59% encontra emprego em menos de 3 meses 29% assegura emprego antes de terminar a licenciatura 54% remuneração anual superior a 13 mil euros 2% empresários 21% setor financeiro e segurador 21% consutoria e auditoria Fonte: Observatório de Empregabilidade e Perfil dos Alunos da Faculdade de Economia e Gestão da Católica Porto _________________________________________________ As estatísticas apresentadas referem-se apenas aos alunos que escolhem ingressar no mercado de trabalho logo após o final da licenciatura. Decorreram 7 meses desde o momento do final do ano letivo (julho 2011) e o momento de realização deste inquérito (janeiro e fevereiro de 2012). Admitindo que os alunos fizeram férias durante o mês de agosto, os resultados reportados estão exagerados, em média, num mês. A informação relativa aos 10 meses após o final do ano letivo resulta de acompanhamento posterior aos recém-licenciados não colocados no mercado de trabalho à data do inquérito. 44% Já realizou um estágio um Plano de Negócio
  • 13. A investigação em curso … objetivos e produtos 13 Investigação de caráter longitudinal – percurso académico dos estudantes das licenciaturas Objetivos: • Propor um referencial de competências alternativo ao utilizado atualmente; • Adaptar a intervenção do SLH ao novo referencial – identificação de competências transversais core a desenvolver nos estudantes; • Avaliar o impacto da intervenção reformulada no processo de desenvolvimento vocacional dos estudantes – desenvolvimento de competências transversais e empregabilidade. Produtos da investigação Instrumentos: • Referencial de competências reformulado e atualizado • Escala de avaliação da perceção subjetiva do nível de desenvolvimento de competências Intervenção desenvolvida pelo SLH reformulada à luz destes contributos Resultados: • Avaliação da perceção subjetiva do nível de desenvolvimento de competências dos estudantes ao longo dos três anos da licenciatura (questionário e entrevistas individuais) • Indicadores objetivos da empregabilidade (comparação entre beneficiários e não beneficiários do SLH)
  • 14. Conclusão Limitações e Pistas para o futuro 14 + Investimento em sistemas de ensino integrado que promovam o desenvolvimento integral dos estudantes – sucesso na transição para o mercado de trabalho e no processo de desenvolvimento da carreira ao longo da vida + SLH enquanto facilitador dessa integração – desenvolvimento de abordagens de intervenção ajustadas e alinhadas com a estratégia da instituição  Necessidade de avaliação sistemática da eficácia de práticas e do impacto no desenvolvimento vocacional e de carreira dos estudantes e da sua empregabilidade  Replicação de práticas nesta natureza noutros contextos formativos de nível superior
  • 15. a proposta da Faculdade de Economia e Gestão da Católica Porto 20 de junho de 2013 rssilva@porto.ucp.pt | ines@fpce.up.pt Rita Santos Silva e Inês Nascimento O Ensino Superior e a promoção de competências transversais Obrigada pela vossa atenção!

Hinweis der Redaktion

  1. A avaliação da intervenção desenvolvida pelo SLH acontece via nãoestruturada nas sessões de balanço realizadas no final dos processos de coaching (individual e em equipa) e de mentoring, tendo em conta as verbalizações dos estudantes nestes momentos. Existe ainda um questionário de avaliação da satisfação dos estudantes (apenas para as disciplinas de Projeto) que é preenchido na última sessão dos processos, com o objetivo de recolher dados de forma mais sistemática relativamente a dimensões gerais dos processos de intervenção (tais como o número e duração das sessões, a pertinência dos conteúdos abordados, o material de apoio utilizado nas sessões, a adequação do espaço onde decorrem as sessões, a importância da simulação da apresentação final e a relevância do acompanhamento), avaliando igualmente o desempenho de cada elemento da equipa responsável pelo acompanhamento do processo (avaliando a clareza na transmissão de objetivos, o apoio no processo de reflexão, a abertura para responder a dúvidas/questões e o feedback relativamente ao momento de simulação da apresentação final). Estes itens são avaliados numa escala de Likert com quatro pontos (Medíocre, Suficiente, Bom e Muito Bom) e existe, igualmente, um espaço para comentários e sugestões de melhoria. Os resultados alcançados têm apontado para uma avaliação global muito positiva da intervenção nas diversas modalidades (sempre entre Bom e Muito Bom), sendo as dimensões melhor avaliadas as que se prendem com a pertinência do conteúdo das sessões, a sessão de simulação da apresentação final e a relevância do acompanhamento, sendo as dinamizadoras, igualmente, bem avaliadas no que respeita a todos os itens. O item que produz resultados menos satisfatórios (entre o suficiente e o bom) é a adequação do espaço onde decorrem as sessões, uma vez que apenas existe apenas uma sala de atendimento disponível e adequada, sendo a grande maioria das sessões decorre em sala de aula ou em anfiteatros, que por vezes se revelam pouco adequadas para conduzir as atividades programadas, tendo em conta a sua natureza.