Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Guia de Práticas de Análise de Negócio

Este ebook apresenta um caminho para facilitar a análise de negócio.

  • Loggen Sie sich ein, um Kommentare anzuzeigen.

Guia de Práticas de Análise de Negócio

  1. 1. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Guia de Práticas de Análise de Negócio www.etecnologia.com.br Treinamento | Consultoria | Mentoria rildo.santos@etecnologia.com.br rildosan@rildosan.com Pessoas Inovação Tecnologia Formação Analista de Negócio 3.0 By Rildo Santos (@rildosan) @rildosan | Versão: 1 | Mar 2017 | #fan #an #eweb
  2. 2. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Guia de Práticas de Análise Negócio 2 Santos, Rildo (@rildosan) Guia de Práticas de Análise de Negócio Rildo Santos – São Paulo, 2017 1. Práticas de Análise de Negócio 2. Análise de Negócio 3. Formação Analista de Negócio 3.0 Copyright Ⓒ 2017 eTecnologia.com.br | Rildo Santos (@rildosan) Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida por qualquer meio ou forma sem permissão e consentimento do autor e quando permitida deve ser citada a fonte. A violação dos direitos autorais é crime estabelecido na Lei No. 9610/98. Você pode colaborar para melhorar este guia. Fizemos um grande esforço para escreve-lo, entretanto, isso não isento de erros, caso você encontre algum problema por favor avise para que possamos corrigi-lo. Façam o download do ebook Guia de Práticas de Análise de Negócio: http://bit.ly/ebookpan #fan #an #eweb
  3. 3. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Autor rildo.santos@etecnologia.com.br www.etecnologia.com.br blog: rildosan.com comunidade: www.etecnologia.ning.com Rildo Santos (@rildosan) é Mestre Jedi, Consultor, Mentor, Coach, Escritor, Autor, Facilitador, Palestrante, Professor, Instrutor e Empreendedor. Atua com Processos, Inovação, Estratégia, Análise de Negócio, Liderança, Tecnologia da Informação, Métodos Ágeis e Empreendedorismo. 3 Veja o nosso acervo no https://www.slideshare.net/ridlo/presentations lá você encontrará muito material: Durante os últimos 8 anos prepararei diversas apresentações sobre o tema Análise de Negócio, separei aqui algumas que acho que são relevantes para quem quer aprender análise de negócio. Análise de Negócio na Perspectiva de BI Resumo do Guia BABOK® 3 Como demonstrar ROI das entregas de valor com Business Case Como Analista de Negócio Entrega Valor
  4. 4. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Autor 4 Veja o nosso acervo no https://www.slideshare.net/ridlo/presentations lá você encontrará muito material: Curso de formação de analista de negocio 3.0 (Fundamentos da Análise de Negócio) Palestra Analista de Negócio 3.0 Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software? Análise de Negócio com Métodos Ágeis, Um Caso de Sucesso Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio] Análise de Negócio e Gestão por Processos Novas Competências dos Profissionais de TI Analista de Negócio Ágil 3.0Como Analista de Negocio Interage com as Práticas da ITIL
  5. 5. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 5 Entre em contato conosco para agendar uma reunião para saber mais como podemos ajudar sua empresa a crescer mais rápido. Envie um e-mail para Rildo Santos rildo.santos@etecnologia.com.br /Blog: www.rildosan.com /Site: www.etecnologia.com.br /Comunidade: www.etecnologia.ning.com /E-mails: etecnologia@etecnologia.combr treinamento@etecnologia.com.br rildo.santos@etecnologia.com.br Somos uma consultoria especialista em negócio, gestão, inovação e tecnologia. Já ajudamos muitos clientes a melhorar seu desempenho e se preparar para o crescimento sustentável. Nossos Serviços Consultoria, Mentoria e Treinamento Planejamento Estratégico Gestão de Processos Análise de Negócio Inovação pelo Design Métodos Ágeis Gestão de Projetos Liderança de Pessoas Gestão de Serviços de TI Transformação Digital Pessoas Inovação Tecnologia Consultoria Treinamento Mentoria
  6. 6. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 6 Aviso: Não caia de paraquedas Para melhor aproveitamento do assunto deste ebook, é necessário ter conhecimento dos fundamentos de Análise de Negócio, sem esse conhecimento é como cair de paraquedas. Cair de paraquedas aqui é utilizado como uma expressão popular que significa não estar preparado ou habilitado para fazer algo. Pré-requisito para leitura e compreensão deste eBook: Ter conhecimento dos Fundamentos da Análise de Negócio.
  7. 7. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Pessoas em primeiro lugar Empresas que colocam as pessoas em primeiro lugar são conhecidas como empresas centradas em pessoas. A ideia central é transformação da empresa em local mais humano, onde o respeito, reconhecimento e valorização das pessoas sejam os fatores essenciais para o sucesso. Sir Edmund Hillary e Tenzing Norgay em seu caminho para o Monte Everestonte: http://www.achievement.org/achiever/sir-edmund-hillary/ Sir Edmund Hillary é um exemplo de pessoa que fez coisas extraordinárias. Após ganhar fama ao escalar o Monte Everest ele se dedicou a ajudar o povo povo nepalês. Na década de 1960, ele ajudou no desenvolvimento da sociedade, a construção de clínicas, hospitais e 17 escolas. 7
  8. 8. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Análise de Negócio tem com objetivo entregar valor as partes interessadas através do desenvolvimento de soluções. Parece ser fácil, mas na verdade não é, para entregar valor é preciso entender as pessoas (partes interessadas: clientes, usuários, patrocinadores, donos de negócio, fornecedores e etc.) e o negócio, ou seja, a empresa. Uma empresa é organismo vivo, que possui cultura, estrutura e organização. Para compreendê-la é necessário conhecer sua estratégia, cadeia de valor, processos e sistemas. A análise de negócio têm áreas de conhecimento e técnicas para realizar as atividades de análise. Existem alguns padrões, frameworks e boas práticas que ajudam. Contudo, é raro encontrarmos modelos que discutam a análise de negócio. Apresentamos o Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI), para demonstrar as possibilidades que existem para fazer a análise. Nossa proposta não é esgotar o tema Análise de Negócio, nem apresentar uma receita de bolo ou uma fórmula mágica, é mostrar um caminho e possibilidades que facilitam e ajudam o trabalho do Analista de Negócio. Tive duas motivações para escrever este ebook: - Primeira é responder uma questão recorrente, que ouço durante as minhas palestras, consultorias e treinamentos: Como fazer para se tornar uma analista de negócio? Por onde devo começar? A resposta imediata: Praticando Análise de Negócio. Você deve começar buscando informação sobre o Analista de Negócio e depois fazer um bom curso de Analista de Negócio. - Segunda tão importante quanto a primeira, é a oportunidade de compartilhar conhecimento e experiências sobre análise de negócio. As motivações vão de encontro a missão da eTecnologia. Este guia apresenta, discute, explana e demonstra com aplicar práticas de Análise de Negócio para fazer entrega de valor. Este guia foi escrito para profissionais que lidam com Análise de Negócio no seu dia-a-dia e para pessoas que precisam saber como aplicar análise de negócio. Boa leitura! Rildo Santos (@rildosan) rildo.santos@etecnologia.com.br www.etecnologia.com.br Motivação 8 #FAN
  9. 9. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Conteúdo 1 2 3 4 Parte 1: Visão Geral dos Fundamentos da Análise de Negócio Parte 2: Práticas de Análise de Negócio Parte 4: Ao infinito e além Parte 3: Estudo de Caso Práticas de Análise de Negócio 9
  10. 10. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 10 Visão Geral dos Fundamentos da Análise de Negócio 1 Guia BABOK® v3
  11. 11. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 11 Visão Geral dos Fundamentos da Análise de Negócio A simplicidade é o último grau de sofisticação Leonardo da Vinci
  12. 12. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 12 Guia BABOK 3.0 Advertência: O Guia BABok® não deve ser interpretado como uma imposição de que todas as práticas descritas na publicação devam ser seguidas em todas as circunstancias. Ele não deve ser seguido no estilo “by the book”. Qualquer conjunto de práticas pode ser adaptado para condições especificas para melhor atender as necessidades de negócio de uma organização. Guia BABOK® 3 é o Corpo de Conhecimento de Análise de Negócio. Ele é mantido IIBA (Instituto Internacional de Análise) e considerado um padrão internacional de práticas para análise de negócios. Ele incorpora o conhecimento coletivo e a experiência de especialistas na área de todo o mundo. O objetivo principal do Guia BABOK® é definir a profissão de Analista de Negócio e fornecer um conjunto de práticas comumente aceitas. Ele ajuda os profissionais a definir as competências necessárias para desempenhar com efetividade o trabalho de análise de negócio. O Guia BABOK® 3 é uma referência para as práticas de Análise de Negócio. O Guia BABOK 3.0
  13. 13. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Definição de Análise de Negócio segundo o Guia BABOK 3.0: "A prática de viabilizar mudanças em organizações através da definição de necessidades e recomendação de soluções que entregam valor para às partes interessadas.“ Análise de Negócio permite que uma empresa possa articular as necessidades e as razões para a mudança, e para “projetar” e descrever as soluções que podem entregar valor. Análise de negócios é realizada em uma variedade de iniciativas dentro de uma empresa. As iniciativas podem ser estratégicas, táticas ou operacionais. Análise pode ser realizada em um projeto ou ao longo da evolução da empresa em ciclo de melhoria contínua. Ela pode ser utilizada para compreender o cenário atual, a definir o cenário futuro, e para determinar as atividades necessárias para alcançar o cenário futuro. Definição de Análise de Negócio 13
  14. 14. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 14 Ciclo de Análise de Negócio Produto resultante da Análise de Negócio Analista de Negócio Especialistas Necessidade de Negócio Colaboração Planejamento e Monitoramento da Análise de Negócio Gerenciamento do Ciclo de Vida de Requisitos Análise da Estratégia Análise de Requisitos e Definição de Design Avaliação da Solução Elicitação e Colaboração Áreas representam conhecimento que a análise do negócio necessita para entregar valor as partes interessadas. Na versão atual do guia, existem seis áreas de conhecimento: Competências Fundamentais
  15. 15. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 15 BACCM (Modelo de Conceitos Centrais da Análise de Negócios) O BACCM (Business Analysis Core Concept Model - Modelo de Conceitos Centrais da Análise de Negócios) é um framework conceitual que facilita a aplicação das práticas de análise de negócio. BACCM
  16. 16. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 16 Requisitos e Design Requisitos de Negócio Requisitos das Partes Interessadas Requisitos da Solução Requisitos da Transição Quais são as condições para colocar a solução em operação? Quais são as expectativas, necessidades, preocupações e desejos? Quais são as funcionalidades? Quais são critérios de qualidade? Quais são as metas e objetivos de negócio? Ciclo contínuo enquanto houver requisitos Ciclo de Requisitos e Design: “Design somente acaba quando todos os requisitos foram trabalhados”
  17. 17. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Requisitos das Partes Interessadas 17 Requisitos Definição de Requisitos: "Um requisito é uma representação útil de uma necessidade”. Requisitos focam em compreender que tipo de valor pôde ser entregue se um requisito é satisfeito. A natureza da representação pode ser um documento (ou conjunto de documentos), mas pode variar muito, dependendo das circunstâncias. Requisitos de Negócio Requisitos da Solução Requisitos Funcionais Requisitos Não Funcionais Requisitos de Transição Objetivo e/ou meta de negócio Necessidades, Expectativas, Preocupações e Desejos Capacidades e e recursos Para colocar uma solução em operação Funcionalidades, qualidades e restrições... Analista deve conhecer e entender o negócio Analista deve entender e atender as pessoas Analista deve conhecer e entender a operação Analista deve saber como construir soluções de negócio Requisitos O quê?Conhecimento
  18. 18. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 18 Perspectivas Perspectivas descrevem disciplinas especializadas dentro da prática de análise de negócio. Uma perspectiva é conjunto de comportamentos, terminologia e atitudes. Elas são usadas pelo Analista de Negócio dentro suas atividades de análise de negócio. Perspectivas* Ágil (Método Ágil. Exemplos: Scrum e XP) Inteligência de Negócio (BI) Tecnologia da Informação (TI) Arquitetura de Negócio Gerenciamento de Processos de Negócio (BPM) *Lista não exaustiva. Perspectivas
  19. 19. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 19 Modelo para Análise de Negócio Área de Conhecimento Documentos de Saída ou Produtos resultantes da Análise de Negócio Documentos de Entrada (Demanda de Negócio) Técnicas Tarefas de Análise de Negócio
  20. 20. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 20 Técnicas de Análise de Negócio Técnicas facilitam a execução das tarefas de análise de negócio. Critério de Aceite e Avaliação Gerenciamento de Backlog Balanced Scorecard (BSC) Benchmarking e Análise de Mercado Brainstorming Análise de Capacidade de Negócio Caso de Negócio (Business Cases) Business Model Canvas (BMC) Análise de Regras de Negócio Jogos Colaborativos Modelagem Conceitual Dicionários de Dados Diagrama de Fluxo de Dados (DFD) Mineração de Dados (Data Mining) Modelagem de Dados Análise de Decisão Modelagem de Decisão (Decision Modelling) Análise de Documentos Estimativa Análise Financeira Grupos de Focais Decomposição Funcional Glossário Análise de Interface Entrevistas Item Tracking (Controle de Item) Lições Aprendidas Métricas e Indicadores de Desempenho (KPIs) Mapa Mental Análise de Requisitos não funcionais Observação Modelagem Organizacional Priorização Análise de Processos Modelagem de Processos Prototipagem Revisão Gerenciamento e Análise de Risco Matriz de Papéis e Responsabilidade (RACI) Análise de Causa Raiz Modelagem de Escopo Diagrama de Sequência Lista de Parte Interessadas , Mapa ou Personas Modelagem de estado Questionário ou Pesquisa (survey) Análise SWOT Caso de Uso e Cenários Histórias do Usuário (User Stories) Avaliação de Fornecedores Workshops
  21. 21. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 21 Práticas de Análise de Negócio 2 Práticas de Análise de Negócio
  22. 22. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 22 Práticas de Análise de Negócio "Que ninguém se engane, só se consegue a simplicidade através de muito trabalho” Clarice Lispector
  23. 23. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Uma versão “enxuta” (lean), mais focada em resultado do que em atividades, da definição de Análise de Negócio: "Análise de Negócio é a prática de entregar valor para às partes interessadas.“ 23 Práticas de Análise de Negócio Para fazer a entrega de valor, o analista de negócio deve fazer as perguntas certas: - Quais são as necessidades de negócio? - Quem são as partes interessadas? - Quem é o Dono do Negócio (Business Owner)? - O que é o valor para as partes interessadas? -Como entregar valor para as partes interessadas? - Qual é contexto da solução? -Qual solução satisfaz as necessidades de negócio? - Que tipo de mudança é necessária para garantir entrega de valor?
  24. 24. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 24 Práticas de Análise de Negócio Pequeno estudo caso a seguir demonstrará como aplicar as práticas e técnicas de análise de negócio para transformar necessidades de negócio em solução. O estudo da ênfase no uso do BACCM: Análise de Negócio Necessidades de Negócio BACCM Áreas de Conhecimento Entradas Saídas Design da Solução de Negócio
  25. 25. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 25 Práticas de Análise de Negócio O BACCM™ (The Business Analysis Core Concept Model) ou Modelo de Conceitos Essenciais da Análise de Negócio que apresenta seis conceitos chaves para análise de negócio BACCM tem como objetivo facilitar o desenvolvimento da Análise de Negócio BACCM
  26. 26. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 26 Práticas de Análise de Negócio Geralmente a Análise de Negócio que leva ao desenvolvimento de uma solução é vista como algo simples e linear, imagina-se uma linha reta, sem desafios ou dificuldades, e que em poucos dias a magia se faz e a solução está pronta. Necessidade Solução Necessidade Solução SoluçãoNecessidade A B Análise de Negócio Desenvolvimento da Solução Mas, a realidade é outra, existem diversos desafios, restrições e dificuldades para entender a necessidade, realizar a análise e planejar o desenvolvimento de uma solução. Não é mágica, é muito trabalho, o processo não linear, é iterativo e na maioria das vezes complexo. Análise de Negócio Desenvolvimento da Solução
  27. 27. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 27 Práticas de Análise de Negócio O Analista de Negócio sofre diversas pressões: Atender as necessidades Entregar no prazo Fazer mais com menos (custos) Demonstrar o resultado (ROI) Manter clientes satisfeitosEntrega com a qualidade certa
  28. 28. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 28 Práticas de Análise de Negócio O Analista de Negócio têm alguns desafios para superar, são eles: Engajar as partes interessadas Demonstrar o ROI da solução Ser assertivo na solução Cumprir prazos apertados Gerenciar as expectativasLiderar a equipe do projeto
  29. 29. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 29 Práticas de Análise de Negócio Analista pode trabalhar como protagonista para entender a necessidade e elaborar uma solução de negócio. O foco é a solução. Contudo, conhecemos bem o final deste filme, muitas vezes este método trabalha leva ao desenvolvimento de soluções que não atende as necessidades e nem objetivos de negócio. Perde-se tempo e dinheiro produzindo algo não será utilizado. Esse cenário pode ser diferente se o Analista trabalhar em equipe e em colaboração com partes interessadas, mais uma vez podemos citar outro clichê: “É junto dos bão que a gente fica mió!” - Guimarães Rosa, e isso propicia colocar o foco nas pessoas. Através de um workshop o trabalho de entender a necessidade e propor uma solução será feito em colaboração. E a solução será cocriada, este cenário favorece o engajamento pela participação, debate de ideias, compartilhamento de conhecimento e troca de experiência Analista trabalhando sozinho Analista trabalhando em equipe
  30. 30. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 30 Práticas de Análise de Negócio Baseado na nossa experiência, propomos uma visão diferente do BACCM. Criarmos Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI) baseado nos conceitos do BACCM e no Radar de Valor. CANI tem como principais características simplicidade, facilidade de uso, adaptabilidade e colaboração. Objetivo primário é preparar uma visão inicial da Análise de Negócio para desenvolvimento da solução. Simplicidade Colaborativo Orientado a entrega de valor Fácil de usar Adaptável Centrado em pessoas Visual Favorece o aprendizado Iterativo e Incremental Reforça o engajamento pela participação
  31. 31. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 31 Práticas de Análise de Negócio Para reduzir a complexidade da Análise de Negócio, dividimos ela em três ciclos ou fases – Aqui cabe o velho clichê: “Dividir para conquistar simplificar “. Cada ciclo é iterativo e incremental. O gráfico abaixo mostra a cobertura do Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI), reforçando ele cobre apenas as atividades iniciais da Análise de Negócio. Tempo Esforço Análise de Negócio Inicial Análise de Negócio imersão Análise de Negócio Final Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI) Objetivo do Ciclo de Análise de Negócio Inicial é gerar de aprendizado sobre as necessidades das pessoas e do negócio. Ele não tem a pretensão de ser análise completa.
  32. 32. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Pense fora da caixa! 32 Práticas de Análise de Negócio Análise de Negócio é essencial para desenvolvimento de boas soluções de negócio, contudo, ela não precisa ser chata burocrática e centrada em uma pessoa, o Analista. A realidade de negócio atual pede que as soluções sejam construídas através de colaboração, cocriação e com engajamento das partes interessadas. Quer inovar a Análise de Negócio? Troque o BACCM pelo Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI): BACCM CANI
  33. 33. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 33 Práticas de Análise de Negócio Análise de Negócio deve ser orientada para entregar valor para as partes interessadas. No CANI os itens de maior valor estão mais próximos ao centro (Radar de Valor) e os de menor valor estão mais distantes do centro. Veja o exemplo: "Análise de Negócio é a prática de entregar valor para às partes interessadas.“ App (mobile) sistema legado Web Exemplo demonstra que a App (mobile) tem mais valor do que as outras Nas Partes Interessadas: O valor pode ser sinônimo de grau de importância ou influência. Clientes Analista de Negócio Dono do negócio Usuários Exemplo demonstra que clientes tem grau de importância maior do que os demais. Já Analista tem o menor grau.
  34. 34. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 34 Práticas de Análise de Negócio Primeiro mandamento do desenvolvimento de qualquer modelo deveria ser “Não tentarás reinventar a roda!”. Por isso nosso modelo utiliza as técnicas e ferramentas que estão experimentadas e consagradas. Veja o exemplo da aplicação do 6W2H: Lean Startup Mapa das Partes Interessadas 6W2H Who (quem?) What (o que?) Which changes (quais mudanças são necessárias para implementar a solução?) Why (por que?) How (como?) Where, When How much (onde? Quando? Quanto?) 5Whys Brainstorming Smart Práticas Ágeis Diálogos Socráticos Mapa das Partes InteressadasPráticas Lean 5 Whys 5 WhysSMART Práticas Lean Brainstorming 5 Whys 5 Whys
  35. 35. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 35 Práticas de Análise de Negócio O modelo é aberto a mudança isso facilita a experimentação, favorece o aprendizado, debate de ideias, troca de experiências e compartilhamento de conhecimento. Veja o exemplo: Clientes Analista de Negócio Dono do negócio Usuários Clientes Analista de Negócio Dono do negócio Usuários Neste cenário os clientes tem grau de importância maior do que os demais. Depois da mudança os usuários tem grau de importância maior do que os demais. Post-it® não é apenas modismo. Usamos post-its porque eles dão liberdade de faze mudança sem gerar retrabalho, quer mudar o cenário da análise, para mudar basta trocar o post-its:
  36. 36. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 36 Práticas de Análise de Negócio O modelo é não linear, ou seja, não existe uma ordem a ser seguida, começa-se pela necessidade e de acordo com a equipe, pode-se ir para a solução e depois fazer as demais partes, por exemplo. Começa pela necessidade e de acordo com a equipe pode ir para qualquer parte Criar novos canais de atendimento Bots para atendimento com suporte do backoffice Da necessidade para solução, sim isso é possível. Depois as demais partes serão feitas
  37. 37. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 37 Estudo de Caso de Práticas de Análise de Negócio com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI) 3 Estudo de Caso Práticas de Análise de Negócio com CANI
  38. 38. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 38 Estudo de Caso de Práticas de Análise de Negócio com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI) CANI inicia com a história de negócio (Business Story), que é uma descrição em detalhes de uma necessidade de negócio, geralmente esta história é escrita e contada pelo Dono do Negócio (Business Owner). Após o entendimento da história de negócio, o Analista deve fazer um workshop para executar o Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI). O ciclo é composto por seis partes que vai da necessidade à solução, sem esquecer da mudança que é requerida para implementar a solução. O workshop tem duração fixa (timebox, salve métodos ágeis!) e o trabalho é desenvolvido em equipe e de forma colaborativa. O papel do Analista é ser o facilitador e orquestrador para que seja feita a análise de negócio inicial sem sofrimento. Durante o workshop cada parte do ciclo é amplamente discutida até um entendimento comum do valor (orientação a entrega de valor), os itens ele são registrados através de post-its. No final do workshop o ciclo está completo e análise inicial está pronta! Apresentamos a seguir um estudo de caso exemplo de como aplicar o CANI para fazer a análise de negócio, é apresentado uma sequência para facilitar a compreensão, mas essa ordem não precisa ser seguida.
  39. 39. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br [Introdução] O Hotel Copa é uma empresa tradicional que tem 30 anos de vida, ele fica no centro da cidade de São Paulo, possui 100 apartamentos, classificados como simples, duplo e luxo. O público do hotel é formado por profissionais que viajam a negócios. Hotel é uma empresa familiar que se mantém fiel ao bom atendimento dos clientes, o hotel sempre preferiu atender os clientes de forma tradicional, ou seja, presencial, por telefone e às vezes por fax. [Problema] No último ano novos competidores chegaram para disputar o mercado, eles têm uma operação enxuta, usam e abusam da tecnologia, por conta disto se tornaram concorrentes diretos do Hotel. Eles dividiram o mercado e provocou redução na ocupação do hotel, o gestor (que é filho do dono do hotel) está preocupado com a queda da taxa de ocupação, a taxa atual de ocupação média é de 60% dos apartamentos, contudo essa taxa é insuficiente para sustentação do negócio. [Solução] Para mudar esse cenário o Gestor do Hotel junto com o Gestor de Reserva, resolveu mudar a estratégia de canais da empresa. Utilizar canais de atendimento eletrônicos, como: internet, smartphone e tablets com o intuito de criar novas formas de atendimento para atrair novos clientes com objetivo de aumentar da taxa de ocupação. [Alinhamento estratégico] Contrariando o dono do hotel (seu pai) o gestor resolveu levar seu projeto adiante, pois, ele tem um firme propósito de melhorar o resultado do hotel. Necessidade de Negócio 39 A melhor forma de detalhar ou narrar uma necessidade de negócio é escrever uma história de negócio (Business Story) que por definição é um épico. Abaixo a história que será utilizada no estudo de caso: Estudo de Caso de Práticas de Análise de Negócio com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI)
  40. 40. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br [Escopo da Solução] O primeiro passo será o desenvolvimento de uma de uma App que permitam os clientes fazerem reservas de apartamentos e pagamentos on-line. Neste canal o pagamento será exclusivamente através de cartão de débito ou de crédito. Os canais criam a possibilidade para que as reservas sejam feitas todos os dias e a qualquer hora. Atualmente a reserva está limitada ao horário comercial. Para garantir o sucesso desta operação, os agentes de reserva deverão dar apoio e suporte aplicação. [Necessidades] O Gestor do Hotel tem duas coisas que ele julga importante, a primeira que as consultas de disponibilidade dos apartamentos não ultrapassem 2 minutos e que aplicação fosse fácil de usar e intuitiva. [Desejos] O Gestor de Reserva gostaria de utilizar a App para implementar o programa de fidelidade, publicar promoções e também implementar uma lista de espera para as reservas. [Expectativa do Gestor do Hotel] O Gestor do Hotel espera que em 2 meses a app estejam operando. O resultado esperado é o aumento da taxa de ocupação para 80% depois de seis meses. 40 O Analista de Negócio deve entender plenamente a necessidade antes de propor uma solução. Compreender a história de negócio, que é uma demanda estruturada de necessidade de negócio, é primeiro passo, pois a história representa em detalhes a necessidade de negócio, o segundo passo é executar Ciclo de Análise de Negócio para desenvolver análise de negócio inicial. O ciclo permite um real entendimento da necessidade e elaboração de proposta de solução. Estudo de Caso de Práticas de Análise de Negócio com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI)
  41. 41. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 41 Trabalhando com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI) Necessidade de Negócio Workshop Colaborativo para construção do Ciclo de Análise de Negócio Inicial Análise de Negócio Inicial Pronta! Analista de Negócio Colaboração Trabalho em equipe Centrado nas pessoas Cocriação Partes interessadas Empatia Entrega de Valor Facilitação Mentoria Propósito Estudo de Caso de Práticas de Análise de Negócio com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI)
  42. 42. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Qual é o nosso desafio? Precisamos vender mais.. Temos que aumentar a taxa de ocupaçãoNecessitamos de novos canais de venda criar novos canais de vendas 42 Necessidades: Um desafio, um problema, uma necessidade ou oportunidade com potencial valor para as partes interessadas. (What) O que? Estudo de Caso de Práticas de Análise de Negócio com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI)
  43. 43. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Quem serão os interessados? Nossos clientes Pessoal da Reserva Você, digo Analista de Negócio Clientes Agentes de Reserva Analista de Negócio Dono do Negócio (Gerente de Reserva) 43 Partes Interessadas: Pessoa, grupo de pessoas e organizações que podem influenciar no desenvolvimento da solução ou sofrer impactos na implementação da solução. Eu, digo Dono do Negócio. (Who) Quem? Estudo de Caso de Práticas de Análise de Negócio com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI) criar novos canais de vendas
  44. 44. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Qual o valor devemos entregar ? Para os clientes novos canais Aumento da taxa de ocupação Aumento de receita de vendas [negócio] Aumento de receita de vendas [cliente] Novos canais de atendimento e serviços 44 Valores: Resultados positivos, ganhos, melhorias, benefícios e vantagens geradas pela solução. Os valores podem ser tangíveis ou intangíveis. Os valores são a base para o ROI. (Why) Por que? Estudo de Caso de Práticas de Análise de Negócio com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI) criar novos canais de vendas Clientes Agentes de Reserva Analista de Negócio Dono do Negócio (Gerente de Reserva)
  45. 45. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Em qual contexto deve criar uma solução? Prazo de 6 meses para solução ficar pronta Não podemos gastar mais que 100 mil ROI em 12 meses Prazo entrega da solução em 6 meses Área impactada Reserva ROI em 12 meses Área mais “impactada” será Reserva Orçamento :100 mil 45 Contextos: Orçamento, prazos, estrutura organizacional, recursos, políticas, processos que podem influenciar no desenvolvimento e na implementação da solução. Where, When, How much (Onde, Quando e Quanto?) Estudo de Caso de Práticas de Análise de Negócio com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI) criar novos canais de vendas Clientes Agentes de Reserva Analista de Negócio Dono do Negócio (Gerente de Reserva) [negócio] Aumento de receita de vendas [cliente] Novos canais de atendimento e serviços
  46. 46. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Qual seria a melhor solução? Web App para smartphone nas plataformas iOS e Android Mobile. App para tablet e smartphone Prazo entrega da solução 6 meses Orçamento :100 mil Área impactada Reserva ROI em 12 meses Reserva App para smartphone no iOS e Android [negócio] Aumento de receita de vendas [cliente] Novos canais de atendimento e serviços Reserva Web 46 Soluções: Resolve um problema, uma necessidade ou atende uma oportunidade de negócio. Além da solução principal convém apresentar soluções alternativas. Qual solução tem maior valor? (How) Como? Estudo de Caso de Práticas de Análise de Negócio com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI) criar novos canais de vendas Clientes Agentes de Reserva Analista de Negócio Dono do Negócio (Gerente de Reserva) App para smartphone tem maior valor do que as demais soluções
  47. 47. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Quais mudanças são necessárias para implementar a solução? Precisamos divulgar a App Treinar o pessoal da Reserva Rever os processos da área Prazo entrega da solução 6 meses Orçamento :100 mil Área impactada Reserva ROI em 12 meses Treinar os agentes de reservas Avaliar os processos de Reserva Divulgar a APP para os clientes [negócio] Aumento de receita de vendas [cliente] Novos canais de atendimento e serviços 47 Reserva Web Mudanças: Mudanças que são necessárias para implementar a solução. Geralmente elas estão ligadas a estrutura organizacional, processos, pessoas, competências e/ou sistemas. Which changes (Quais mudanças?) Estudo de Caso de Práticas de Análise de Negócio com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI) criar novos canais de vendas Clientes Agentes de Reserva Analista de Negócio Dono do Negócio (Gerente de Reserva) Reserva App para smartphone no iOS e Android
  48. 48. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Próximos passos da Análise de Negócio: 48 A equipe deve comemorar porque a primeira fase da Análise de Negócio está concluída. Mas, ainda tem um longo caminho pela frente para concluir a Análise de Negócio. Análise de Negócio Inicial é uma fase é essencial para entendimento pleno das necessidades, identificação das partes interessadas e definição da proposta de solução. Outro ponto relevante é definição de valores, ou seja, ganhas, benefícios e vantagem que a solução deve gerar. Ainda é discutido o contexto e as mudanças necessárias para implementar a solução. Na Análise de Negócio Imersão será feito aprofundamento da análise de negócio com objetivo de construir uma solução. Nesta fase será realizado o gerenciamento das partes interessadas, é definido o escopo da solução, feito o gerenciamento dos requisitos (da identificação, análise, priorização e validação de requisitos). Estabelecido o MVP e os critérios de aceitação. Estudo de viabilidade técnica e econômico para a solução é feito. Na fase Análise de Negócio Final será escrito o Documento de Design de Solução de Negócio. Também será feito a “passagem de bastão” para equipe de desenvolvimento de software Vencemos a primeira batalha mas a luta continua! Estudo de Caso de Práticas de Análise de Negócio com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI) CANI CANIM e CANF Ciclo de Vida da Solução
  49. 49. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Vantagens da aplicação do CANI: - O ciclo é centrado nas pessoas. É mais empático. - Ajuda no entendimento da necessidade - Orientado a entrega de valor. Isso é fundamental para demonstrar o ROI. - Definição prévia do valor que deverá ser entregue para as partes interessadas. - Analista de Negócio atua como facilitador. - Desenvolvimento da Análise de Negócio de forma colaborativa, isso gera engajamento das partes interessadas. - A solução é cocriada é mais assertiva. - Visão 360º da Análise (da necessidade às mudanças). - Visão de alto nível da análise de negócio. - É simples por natureza. 49 Estudo de Caso de Práticas de Análise de Negócio com Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI) Lições Aprendidas: Desvantagens: - Exige equipe motivada para participar do workshop. - A equipe deve ser multidisciplinar, empoderada e auto-organizada - Requer processo de Análise de Negócio maduro e com papeis e responsabilidades bem definidos. - O Analista de Negócio deve ser experiente (em facilitação, mediação e negociação) - O Analista de Negócio deve ter repertório (conhecimento multidisciplinar) vs
  50. 50. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br 50 Ao infinito e além 4 Ao infinito e além Fonte: http://www.elijahsalvador.com
  51. 51. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Ao infinito e além 51 Como dissemos nossa intenção não era esgotar o tema Análise de Negócio, era apenas exibir que existem caminhos e possibilidades que facilitam e ajudam aplicação das práticas de Análise de Negócio. Apresentamos e demonstramos como aplicar o Ciclo de Análise de Negócio Inicial (CANI) para ajudar e no aprendizado das práticas de Análise de Negócio. No ebook mostramos um simples exemplo de aplicação do CANI. Se você se gostou do leu e aprendeu, mas ficou inquieto, que ir além, temos um Workshop Formação de Analista de Negócio 3.0 que explora as práticas de Análise de Negócio de forma aprofundada. Cremos que “Análise de Negócio só se aprende praticando”, por este motivo, utilizamos a abordagem aprenda fazendo (Learning by doing) durante a formação para desenvolver todas as fases da Análise de Negócio. www.etecnologia.com.br/an
  52. 52. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Ao infinito e além 52 Muita gente me pergunta: Como deve fazer ser Analista de Negócio? A resposta para este pergunta poderia ser longa e vaga, mas isso não é do feitio, prefiro respostas curtas e objetivas. Interessado Faça Em ser Analista de Negócio Faça um curso de Formação de Analista de Negócio. Nossos cursos são bem avaliados. 96% de satisfação. Conhecer o Guia de Referência de Análise de Negócio Veja o BABOK v3, na versão online é grátis: www.babokonline.org Praticar Análise de Negócio Em trocar experiências com Analista de Negócio Sênior Trazer o curso para minha empresa Procure por cursos que ofereçam a oportunidade de praticar a análise de negócio. O nosso oferece  Nossos instrutores são “jedis” em Análise de Negócio, após o curso é possível esclarecer dúvidas e etc Entre em contato, podemos começar por uma palestra grátis e evoluir... Se aperfeiçoar em Análise de Negócio Veja nosso portfólio temos ótimos cursos para quem quer se aperfeiçoar em Análise de Negócio. www.etecnologia.com.br/an
  53. 53. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Portfólio Treinamento Consultoria Mentoria @rildosan | Versão: 1.0 Análise de Negócio #fan #an #eweb
  54. 54. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Portfólio AN Treinamento Desenvolver habilidades Formação Analista de Negócio 3.0 Workshops de Especialização Certificação Fundamentos de Análise de Negócio Business Design Thinking. Inovação em Análise de Negócio com Design Thinking Identifique Quais competências são ideais para sua equipe aprender com base nas metas, objetivos e necessidades. Planeje Agende os cursos com antecedência. Existem turmas abertas e turmas fechadas (in- company) Explore Os novos conhecimentos e práticas que serão aplicadas durante os cursos, aproveite para trocar experiências e fazer networking. Descubra Oportunidades Para aplicar suas novas habilidades e melhorar a entrega de valor para partes interessadas
  55. 55. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br AN Palestra, Formação Analista de Negócio e Analista de Negócio Ágil Cursos para iniciantes e para experientes em Análise de Negócio. Comece pela palestra, evolua com a formação e se especialize com o ágil. Certificação Fundamentos em Análise de Negócio Formação Analista de Negócio 3.0 Palestra gratuita com objetivo de disseminar os fundamentos da Análise de Negócio. Formação Analista de Negócio é para quem quer atuar como Analista de Negócio ou com quer aprender mais sobre as práticas de Análise de Negócio. Analista de Negócio Ágil 3.0 Workshops voltados para quem já atua como Analista de Negócio e precisa aprender como utilizar métodos e práticas ágeis junto com análise de negócio Comece por aqui Evolua um pouco mais Se consagre com Ágil Treinamento
  56. 56. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br AN Certificação Fundamentos em Análise de Negócio Workshops O curso prepara os profissionais que desejam desenvolver sua carreira em Análise de Negócio para o exame de certificação Fundamentos em Análise de Negócio. É coberto todas as áreas de conhecimentos, conceitos, técnicas e práticas do exame. Certificação? Para quem que se especializar: Para quem quer Inovar Treinamento Certificação, Especialização e Inovação em Negócio com Design Thinking. Cursos para experientes em Análise de Negócio que querem ir além... Business Design Thinking. Inovação na Análise de Negócio Inovação é essencial para qualquer empresa que queira continuar viva no mercado que atua. É imprescindível que o Analista desenvolva soluções inovadoras. Este Workshop demonstra como o Analista de Negócio pode aplicar Design Thinking para ajudar a empresa a inovar.
  57. 57. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br AN Turma abertas: Consulte nossa agenda de cursos nas páginas: www.etecnologia.com.br ou www.etecnologia.com.br/an Turmas fechadas: Entre em contato conosco pelo e-mail rildo.santos@etecnologia.com.br ou pelo fale conosco: http://www.etecnologia.com.br/faleconosco1.html Maiores informações sobre treinamento: Envie um e-mail para treinamento@etecnologia.com.br Dúvidas e sugestões: Envie para etecnologia@etecnologia.com.br ou rildo.santos@etecnologia.com.br Informações sobre contratar nossos serviços de treinamento: Treinamento Os cursos podem ser adaptados e personalizados para atender necessidades especificas das empresas. Curso padrão Curso personalizado Entre contato conosco: rildo.santos@etecnologia.com.br ou etecnologia@etecnologia.com.br
  58. 58. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Portfólio AN Consultoria Transformar resultados: Avaliação do Nível de Maturidade da Análise de Negócio Implementação da área de Análise de Negócio Desenvolvimento da Base de Conhecimento de Negócio Implementação do Centro de Excelência
  59. 59. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br ANConsultoria Por que contratar serviço de consultoria? Consultoria ajuda a melhorar o desempenho da empresa e identificar novas oportunidades de negócio. Análise de Negócio é essencial para o desenvolvimento de soluções de valor agregado. Nós estamos prontos para ajudar as empresas na implementando da área de Análise de Negócio, na avaliação do nível de maturidade da análise, no desenvolvendo e implementando a base de conhecimento de negócio e para empresas maiores implementando o Centro de Excelência em Análise de Negócio: Avaliação do Nível de Maturidade da Análise de Negócio: Para se manter competitiva uma empresa deve melhorar seu desempenho continuamente. Entretanto, para melhorar os resultados é necessário saber se a análise de negócio esta preparada para isto, e tem capacidade para gerar resultados, é necessário fazer avaliação do nível de maturidade. Avaliação identifica os gaps e propõe ações para elevação do nível de maturidade. Implementação da área de Análise de Negócio: A velocidade para responder as demandas de negócio aumentou muito nos últimos tempos, ter uma área dedicada e uma equipe preparada para gerenciar as demandas é fundamental. Nós avaliação a situação atual, planejamos e estruturamos, e implantamos área de análise de negócio. Após a implementação o acompanhamento para gerenciar e ajustar os resultados. Desenvolvimento de Base de Conhecimento de Negócio: A Base de Conhecimento de Negócio é um ativo que faz parte do Capital Intelectual da empresa. A base é composta pelo conhecimento de negócio necessário para gerar riqueza. A consultoria ajuda na transformação do conhecimento tácito (conhecimento informal, aquele que está presente nas cabeças das pessoas) em conhecimento explicito que pode ser facilmente estruturado, guardado, recuperado e transmitido. Implementação de Centro de Excelência em Análise de Negócio: Para empresas que desejam ser líder de mercado é necessário buscar pela excelência operacional. O Centro de Excelência (CoE) em Análise de Negócio tem um papel fundamental nesta busca, pois ele tem como missão de Estabelecer e Manter Práticas de Análise de Negócio que é primeiro passo concreto para a conquista da liderança.
  60. 60. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br AN Informações sobre contratação de nossos serviços de consultoria: Consultoria: Para contratação entre em contato conosco pelo e-mail rildo.santos@etecnologia.com.br ou pelo fale conosco: http://www.etecnologia.com.br/faleconosco1.html Maiores informações sobre serviços de consultoria: Envie um e-mail para etecnologia@etecnologia.com.br Dúvidas e sugestões: Envie para etecnologia@etecnologia.com.br ou rildo.santos@etecnologia.com.br Consultoria
  61. 61. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Portfólio AN Mentoria Transformar o desempenho das pessoas
  62. 62. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br AN Por que contratar serviço de mentoria? Geralmente novas equipe demoram até 3 meses para ganhar experiência em análise de negócio e começar entregar solução eficientes e eficazes. Entretanto, nem toda empresa pode se dar o luxo de perder oportunidades reais de negócio. A empresa precisa da equipe preparada e pronta o mais breve o possível. O Serviço de Mentoria: O objetivo da mentoria é melhorar o desempenho das pessoas via transformação. A mentoria acelera o aprendizado da equipe através do compartilhamento de conhecimento, troca de experiências, orientações, treinamento, acompanhamento e de avaliação do nível de conhecimento dos membros da equipe. Temos uma equipe experiente para ajudar as empresas e seus profissionais a gerar resultados mais rápidos. Veja a seguir em detalhes o serviço de mentoria. Mentoria Transformar o desempenho das pessoas
  63. 63. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br AN Informações sobre contratação de nossos serviços de mentoria: Mentoria: Para contratação entre em contato conosco pelo e-mail rildo.santos@etecnologia.com.br ou pelo fale conosco: http://www.etecnologia.com.br/faleconosco1.html Maiores informações sobre mentoria: Envie um e-mail para etecnologia@etecnologia.com.br Dúvidas e sugestões: Envie para etecnologia@etecnologia.com.br ou rildo.santos@etecnologia.com.br Mentoria Transformar o desempenho das pessoas
  64. 64. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Para refletir “A vida é como andar de bicicleta. Para se equilibrar é preciso estar em movimento.” Clarice Lispector 64
  65. 65. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Referências 65
  66. 66. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Comunidade eTecnologia Venha para comunidade eTecnologia Os membros da comunidade podem participar dos eventos, treinamentos e cursos gratuitos. Comunidade: http://etecnologia.ning.com/ Para participar da comunidade basta se cadastrar: http://etecnologia.ning.com A missão da comunidade é compartilhar conhecimento, trocar experiências e prover aprendizado. 66
  67. 67. www.etecnologia.com.br Rildo Santos @rildosan | rildo.santos@etecnologia.com.br Guia de Práticas de Análise de Negócio www.etecnologia.com.br Treinamento | Consultoria | Mentoria rildo.santos@etecnologia.com.br rildosan@rildosan.com Pessoas Inovação Tecnologia Formação Analista de Negócio 3.0 By Rildo Santos (@rildosan) @rildosan | Versão: 1 | Mar 2017 | #fan #an #eweb

×