Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Processos e threads 1
Arquitetura de Sistemas
Operacionais
Gerenciamento de Processos
Introdução
Processos e threads 2
Sumário
• Introdução
• Tipos de Processos
• Classificação de processos
• Bloco de controle de proces...
Processos e threads 3
O processador é projetado apenas para executar
instruções, não sendo capaz de distinguir qual
progra...
Processos e threads 4
Usuário
• Neste tipo de sistema cada usuário é
associado a um processo e, ele tem
a impressão de pos...
Processos e threads 5
O que é um Processo?
• Elemento ativo do sistema
• Um programa em execução o qual é
constituído por ...
Processos e threads 6
Processo
Um processo é definido como o ambiente onde o
programa é executado.
Este ambiente, além das...
Processos e threads 7
Programa
É uma seqüência de instruções.
É algo passivo dentro do sistema.
Ele não altera o seu própr...
Processos e threads 8
nome
PIDOwner (UID)
Prioridade de
execução
Data/hora de
criação
Tempo de
processador
quotas
privilég...
Processos e threads 9
Tipos de Processos
• Processos de usuário
– executam as tarefas programadas pelo
usuário
• Processos...
Processos e threads 10
Classificação de Processos
• Processos Independentes
– sua execução não afete e não seja afetada
pe...
Processos e threads 11
Bloco de Controle de Processo
• É uma estrutura de dados que representa
e contém informações associ...
Processos e threads 12
Nome do Processo
Estado do Processo
Ponteiros
Lista de Arquivos abertos
Limites da memória
Registra...
Processos e threads 13
Controle sobre os Processos
• Para que o sistema operacional mantenha o controle sobre
os diferente...
Processos e threads 14
Estados do Processo
• Execução (Running): Um processo está no
estado de execução quando ele está se...
Processos e threads 15
Troca de Estado do Processo
Bloqueado
Execução
Pronto
Indefinido
Processos e threads 16
Escalonamento
• Escalonamento, ou scheduling é o
procedimento pelo qual o SO
estabelece a ordem na ...
Processos e threads 17
Tipos de Escalonador
• Escalonador de Longo Prazo
– Seleciona os processos do disco para o
processa...
Processos e threads 18
Tipos de Escalonador
Fila de Prontos
Fila de Espera
HD
FimCurto-prazoLongo-prazo
CPU
I/O
Processos e threads 19
Tipos de Escalonador
• Escalonador de médio-prazo
Fila de Prontos
Fila de Prontos
HD
Fim
Swap outSw...
Processos e threads 20
Escalonamento de processos
• Quando um ou mais processos estão
prontos para serem executados, o
sis...
Processos e threads 21
Critérios de escalonamento
1. Justiça: fazer com que cada
processo ganhe seu tempo justo de
CPU;
2....
Processos e threads 22
Tipos de Escalonamento
• Escalonamento Não-Preemptivo
– O processador, uma vez alocado a um
process...
Processos e threads 23
Tipos de Escalonamento
• Escalonamento Não-Preemptivo
– O processador, uma vez alocado a um
process...
Processos e threads 24
Colaborações?
Críticas??
Dúvidas???
Sugestões????
Xingamentos?????
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Apostila 5 processos e threads

1.357 Aufrufe

Veröffentlicht am

processos e threads em sistemas operacionais

Veröffentlicht in: Technologie
  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Apostila 5 processos e threads

  1. 1. Processos e threads 1 Arquitetura de Sistemas Operacionais Gerenciamento de Processos Introdução
  2. 2. Processos e threads 2 Sumário • Introdução • Tipos de Processos • Classificação de processos • Bloco de controle de processo • Controle sobre os processos • Estados do processo • Troca de estado do processo • Escalonamento • Tipos de escalonamento
  3. 3. Processos e threads 3 O processador é projetado apenas para executar instruções, não sendo capaz de distinguir qual programa se encontra em execução. UCP Unidade De Controle Analisador de instruções Registradores Unidade Lógica E Aritmética Memória Principal Entrada Saída instrução Executa a instrução Modelo de Arquitetura da Máquina de von Neumann Introdução
  4. 4. Processos e threads 4 Usuário • Neste tipo de sistema cada usuário é associado a um processo e, ele tem a impressão de possuir o processador e todos os demais recursos reservados exclusivamente para seu uso quando está executando um programa.
  5. 5. Processos e threads 5 O que é um Processo? • Elemento ativo do sistema • Um programa em execução o qual é constituído por uma seqüência de instruções, um conjunto de dados e um registro descritor.
  6. 6. Processos e threads 6 Processo Um processo é definido como o ambiente onde o programa é executado. Este ambiente, além das informações sobre a execução, possui também o quanto de recursos do sistema cada programa pode utilizar. Recursos : • Espaço de endereçamento • Tempo do processador • Área em disco Na maioria das vezes processo é definido como “um programa em execução”
  7. 7. Processos e threads 7 Programa É uma seqüência de instruções. É algo passivo dentro do sistema. Ele não altera o seu próprio estado. Processo É um elemento ativo. O processo altera seu estado, à medida que executa um programa. É o processo que faz chamadas de sistema, ao executar os programas.
  8. 8. Processos e threads 8 nome PIDOwner (UID) Prioridade de execução Data/hora de criação Tempo de processador quotas privilégios Registradores gerais Registrador PC Registrador SP Registrador de status Endereços de memória principal alocados Espaço de Endereçamento Programa
  9. 9. Processos e threads 9 Tipos de Processos • Processos de usuário – executam as tarefas programadas pelo usuário • Processos de sistema – executam funções de gerenciamento de recursos e gerenciamento de processos do usuário.
  10. 10. Processos e threads 10 Classificação de Processos • Processos Independentes – sua execução não afete e não seja afetada pela execução de um outro processo • Processos Cooperantes – interage (troca informações) com outros processos presentes no sistema
  11. 11. Processos e threads 11 Bloco de Controle de Processo • É uma estrutura de dados que representa e contém informações associadas com o processo – 1. Nome do processo. – 2.Estado do processador (contador de programa, conteúdo dos registradores, máscaras de interrupções etc.). – 3. Estado do processo. – 4. Prioridade relativa para a aquisição de recursos. – 5. Endereço da memória virtual. – 6. Informação sobre recursos. – 7. Contadores (tempo de cpu, quantidade de memória, volume de I/O etc.).
  12. 12. Processos e threads 12 Nome do Processo Estado do Processo Ponteiros Lista de Arquivos abertos Limites da memória Registradores
  13. 13. Processos e threads 13 Controle sobre os Processos • Para que o sistema operacional mantenha o controle sobre os diferentes processos e os diferentes estados em que cada processo pode estar, o sistema utiliza estruturas de listas encadeadas. Lista de Prontos Lista de Espera : : : : : : : : :........... . BCP# 5 BCP# 1 BCP# 3 : : : : : : : : :........... . BCP# 2 BCP# 4 BCP# 6
  14. 14. Processos e threads 14 Estados do Processo • Execução (Running): Um processo está no estado de execução quando ele está sendo executado pelo processador. • Pronto (Ready): O processo encontra-se pronto para a execução. • Bloqueado(Wait): Um processo está no estado bloqueado quando aguarda a ocorrência de algum evento externo para poder prosseguir. • Indefinido: Um processo estará neste estado antes de ser criado ou depois de ser destruído.
  15. 15. Processos e threads 15 Troca de Estado do Processo Bloqueado Execução Pronto Indefinido
  16. 16. Processos e threads 16 Escalonamento • Escalonamento, ou scheduling é o procedimento pelo qual o SO estabelece a ordem na escolha dos processos para a execução, dentre os vários que concorrem pela utilização do processador • Existem 3 tipos de escalonadores: – Escalonador de longo prazo – Escalonador de curto prazo – Escalonador de médio prazo
  17. 17. Processos e threads 17 Tipos de Escalonador • Escalonador de Longo Prazo – Seleciona os processos do disco para o processamento na memória – Controla o grau de multiprogramação – Possui uma execução menos freqüente • Escalonador de Curto Prazo – Seleciona os processos da memória (fila dos prontos) para a CPU – Possui uma execução mais freqüente – Deverá ser bastante rápido para não correr o risco de se tornar o processo que mais consome tempo de CPU
  18. 18. Processos e threads 18 Tipos de Escalonador Fila de Prontos Fila de Espera HD FimCurto-prazoLongo-prazo CPU I/O
  19. 19. Processos e threads 19 Tipos de Escalonador • Escalonador de médio-prazo Fila de Prontos Fila de Prontos HD Fim Swap outSwap in CPU I/O Processos parcialmente executados disco
  20. 20. Processos e threads 20 Escalonamento de processos • Quando um ou mais processos estão prontos para serem executados, o sistema operacional de decidir qual deles vai ser executado primeiro. • A parte do sistema operacional responsável por essa decisão é chamado de escalonador, e o algoritmo usado para tal é chamado de algoritmo de escalonamento.
  21. 21. Processos e threads 21 Critérios de escalonamento 1. Justiça: fazer com que cada processo ganhe seu tempo justo de CPU; 2. Eficiência: manter a CPU ocupada 100% do tempo (se houver demanda) 3. Tempo de resposta: minimizar o tempo de resposta para os usuários interativos; 4. Tempo de Turnaround: minimizar o tempo que o usuário batch devem esperar pelo resultado 5. Throughput: maximizar o número de jobs processados por unidade de tempo.
  22. 22. Processos e threads 22 Tipos de Escalonamento • Escalonamento Não-Preemptivo – O processador, uma vez alocado a um processo, só será liberado quando o processo concluir a sua execução ou tiver a sua execução bloqueada devido à espera pela execução de uma operação de entrada/saída. • Escalonamento Preemptivo – Os algoritmos de escalonamento ditos preemptivos apresentam como principal característica o fato da execução de um dado processo poder ser interrompida mesmo que o processo não tenha concluído ou tenha sido bloqueado.
  23. 23. Processos e threads 23 Tipos de Escalonamento • Escalonamento Não-Preemptivo – O processador, uma vez alocado a um processo, só será liberado quando o processo concluir a sua execução ou tiver a sua execução bloqueada devido à espera pela execução de uma operação de entrada/saída. • Escalonamento Preemptivo – Os algoritmos de escalonamento ditos preemptivos apresentam como principal característica o fato da execução de um dado processo poder ser interrompida mesmo que o processo não tenha concluído ou tenha sido bloqueado.
  24. 24. Processos e threads 24 Colaborações? Críticas?? Dúvidas??? Sugestões???? Xingamentos?????

×