Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

038c - A Humanidade está correndo riscos de guerras e de matança

21 Aufrufe

Veröffentlicht am

A Humanidade está correndo riscos de guerras e de matança

Veröffentlicht in: Seele & Geist
  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

038c - A Humanidade está correndo riscos de guerras e de matança

  1. 1. A humanidade está correndo riscos de guerras e de matanças por causa de Satanás e de seus escravos humanos também eles belicistas. O rol das religiões e dos sindicatos para contrastar as injiustices, os conflitos e as pobrezas causadas pelo egoísmo dos homens. A importância fundamental das orações, as boas obras e do pensamento positivo para viver bem. Sumário 1. As orações Página 1 2. As boas obras e o pensamento positivo " 6 3. O pensamento positivo e os perversos efeitos do pensamento negativo " 10 4. O mundo depois de 11 de Setembro de 2001 e 11 de Março de 2004 " 13 5. As religiões entre orações e boas obras " 13 6. Torando aos conflitos " 14 O Humanity é assentada acima de uma grande quantitade de bombas projetadas e construídas para a destruição das massas de homens; são bombas atômicas, bacteriológicas e químicas. Os homens devem fazer a sua parte para esconjurar tal perigo; esta parte consiste em orações e boas obras. Quem não pode fazer nada para impedir que as bombas deflagem ele/ela rogas, porque estas bombas, em posse de muitos, não seja feitas explodir, seguindo o ensinamento da Virgem Maria em Fátima, em Portugal, em 1917; Ela disse " Você recitam a coroa (minha nota: do Rosário) todos os dias para obter a paz do mundo e a fim da guerra (minha nota: a primeira grande guerra), porque - afirmava - só ela podia vir em ajuda-lhes ". As Orações: a oraçãos são indispensáveis, especialmente nesta época (final do segundo milênio e o início do terceiro) devemos orar intensamente com a coroa do Rosário na mão para que todas as guerras ainda em curso com armas convencionais e porque não deflagram outras guerras com uma menção especial de aquellas atómicas, químicas e bacteriológicas, para seus enormes efeitos destrutivos. Ele necessita também orar para fazer cessar matanças dos Terroristas. Ele necessita rogar a fim de que as bombas de destruição de massa seja destruídas antes que deflagrem . O Senhor Jesus também foi um mes para todos os homens, para a oração seja como conteúdos que como métodos. Isto resulta dos seguintes episódios: evangélicos: Evangelho de Mateus: 1. capítulo 5, 43-44 << Você sabem que foi dito: Ele ama teus amigos e odia teus inimigos. Mas eu você digo: Amem também os vossos inimigos, rogem pelos aquêles que vos perseguem >>; 2. capítulo 6, 7-15: O Messias ensinou a oração mais importante que une o quem diz- la ao Senhor Deus; todavia todas as orações metem o homem em sintonia com o Pai << Rogando depois não dissipam palavras, como fazem os pagãos, os quais creem de vir escutados De 27 de Janeiro, Amrita 1
  2. 2. por força de palavras- Não sejam portanto como êles porque o Pai vosso sabe de quais coisas têm necessidade ainda antes que antes que você as pedam a Êle. Portanto, você oram assim: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome, venha o teu reino, seja feita tua vontade como na terra assim no céu. Dá-nós hoje o nosso pão quotidiano e tornas a meter à nós nossos dêbitos como nós tornam a meter aos nossos devedores e não nós induzir em tentação, mas libera-nós do mal…. . >>. 3. capítulo 18, 19 - 20: Nêste pedaço evangélico, o Senhor Jesus ensinou a oração comunitária, implicitamente, confirmando isto que ele refere o Evangelista João, isto é que o Messias está presente em nós e que cada um de nós pertence a Seu corpo místico 1 : << E ainda vós seguro que se dois de vós na terra concordarão sobre aquêl que deven fazer e pedirão ajuda na oração o meu Pai a êle concederá-lo. Porque se dois ou três se reúnem para invocar o meu nome, eu sou no meio deles .>>. O Evangelho de Lucas: 1. Capítulo 11, 1 - 13: " Um dia Jesus andou em um lugar para rogar. Quando ele terminou, um de seus discípulos lhe disse: << Senhor, ensina-nós a rogar, como João ensinou seus discípulos >>. Ele, então, lhes disse: " Quando você rogam dizem assim. Pai, faz que todos reconhecam a ti como Deus, faz que teu reino venha. Dá-nós cada dia o nosso pão necessário, perdoa-nós os nossos pecados,porque também nós perdoamos a quem nós tem ofendido e faz que não caimos em tentação ". Então ele lhes disse: suponhamos que um de vocês tenha um amigo e que à meia-noite vai para ele e lhe diza: "Amigo, empresta-me três pães, porque ele chegado a mim um amigo de passagem e em casa não tenho nada para lhe dar." Nós também supomos também que aquêle do interno da sua casa responde-lhe: Não me incomoda, a porta da casa é já fechada eu e meus meninos e eu já estamos na cama. Eu não podo levantarme para dar-lhe aquêle que você queres." Bem, eu lhe digo: se o homem não se levantar para dar-lhe o pão porque é amigo dele, ele vai dar-lhe todo aquêle que lhe necessita, porque o outro insiste. Por isto eu você digo: Pedem e receberão! Procuram trovarão! Você batem e a porta será você aberta. Porque quem quer que seja pede recebe, quem procura trova, à quem bate será aberto. Se vosso filho você pede um peixe, lhe dará um serpente? Ou bem se ele/ela pede-lhe um ovo, você poderia lhe dar para você um escorpião? Portanto, se você que são maus, sabem dar boas coisas a vossos filhos. A maior razão…. o Pai dará o Espírito Santo à aquêles que lho pedirem >>; 2. Capítulo 18, 1 8: O Senhor Jesus contou uma parábola para ensinar aos discípulos que ele necessita rogar sempre, sem nunca se cansar. Ele disse << era uma vez em uma cidade um juiz que não respeitava ninguém: nem Deus, nem os homens. Na mesma cidade vivia também uma viúva. Ela andava sempre de aquêle juiz e ela lhe pedia: Faça-me justiça contra o meu adversário. Por algum tempo o juiz não quis intervir, mas no final ele pensou: " de Deus não me importa nada e dos homens eu não me curo; todavia no fazerei justiça a essa viúva porque me dá 1 Vangelodi Giovanni 17, 20-26 De 27 de Janeiro, Amrita 2
  3. 3. aos nervos. Assim ela não venha a se cansar-me com suas demandas mais >>. Então o Senhor continuou: << Você fazem bem atenção a isto que dsse aquêle juiz injusto. Se faz assim êle você querem que Deus não quer fazer justiça a seus filhos que invocam a Ele dia e noite? Será que Tardará a ajudá-los? Você seguro que Deus lhes fará justiça, e muito pronto! Mas quando o Filho do homem irá retornar sobre a terra ele ainda encontrará a fé?>>. O Senhor Jesus teve uma constante relação com o Pai Celestial; isto emerge dos Evangelhos canônicos, mas ainda mais do Evangelho revelado a Maria Valtorta, publicado em 10 volumes de cerca de 400 páginas cada um, pela CEV srl, 03036 Isola del Liri (Frosinone), Itália. Tal relação resulta também das seguintes passagens dos Evangelhos canônicos: Evangelho de Mateus : 1. Capítulo 14, 19 - 21: << então Jesus ordenou de fazer sentar-se a multidão na erva . Ele tomou os cinco pães e os dois peixes, levantou os olhos ao céu e disse a oração de bênção. Depois Ele partiu em pedaços os pães e lhe deu aos discípulos, e os discípulos à multidão. Todos comeram e dêste eles tiveram suficientemente. Ao fim eles recolheram os pedaços avançados e dêstes encheram doze cestos. Aquêles que tinham comido eram cerca cinco mil homens, sem contar as mulheres e os meninos. 2 >>. 2. Capítulo 14, 22 -33: << imediatamente após Jesus ordenou aos discípulos de a montar em barco e ir na outra beira do lago sem Éle. Ele entanto teria enviado à casa a gente a. Depois ter enviada a gente Ele subiu sozinho na montanha para rogar 3 . >>; 3. Capítulo 26, 36 - 46": entanto, Jesus chegou com os discípulos em um lugar chamado Getsêmani: Ele disse: << Você restam aqui no tempo que eu vou ali a orar >>. Ele se fez acompanhar da Pedro e dos dois filhos de Zebedeu. Depois Ele começei a ser triste e angustiado. Então Ele disse aos três discípulos: << uma mortal tristeza oprime-me. Você param aqui e você restam despertos comigo >>. Ele foi um pouco mais adiante, prostrou-se com o rosto à terra e ele começou a rogar. << Dizia: Meu Pai, se é possível, afasta de me êste cálice de dor! Porém não se faça como eu quero, mas como você queres >>. Depois Ele tornou atrás para os seus discípulos, mas ele descobriu que eles dormiam. Então ele disse a Pedro: <<Assim você não foram capazes de vigiar comigo uma hora? Você está despertos e rogarm para resistir no momento da prova; porque a vontade está pronta, mas a debilidade é grande>>. Pela segunda vez ele foi à orar e disse: <<O meu Pai, se eu realmente deve beber este cálice de dor, seja feita a tua vontade >>. Depois retornou para os discípulos e ele trovou-los ainda que eles dormiam: eles não ressaiam à ter sucesso em manter os olhos abertos. Pela terceira vez Jesus se afastou e foi à rogar repetindo suas mesmas palavras. Então tornou para os discípulos e disse: << Mas como, você ainda dormem e você descansam? Eis, o momento é agora vizinho. O Filho do 2 Ver Vangelo di Marco 6,30-34; Vangelo di Luca 9, 10-17, e Vangelo di Giovanni, 6, 1 - 13 3 Ver Vangelo di Marco 6, 45-52 ; Vangelo di Giovanni 6, 16-21 De 27 de Janeiro, Amrita 3
  4. 4. homem está para ser consignado nas mãos de seus inimigos. Você levantam-se! Quem me trae está chegando 4 >>. O Evangelho de Marcos: 1. Capítulo 1, 35: " O dia depois, Jesus levantou-se muito cedo, quando ainda era noite funda, e ele saiu fora. Ele foi em um lugar isolado, e lá ele começou a rezar"; 2. Capítulo 6, 46: " Depois de ser separado do lhes, subiu no monte para orar "; O Evangelho de Lucas: 1. Capítulo:3, 21-22 :" Entanto toda a gente se fazia batizar.Também Jesus foi batizado e, no tempo que ele estava rogando o céu seabriu. O Espírito Santo desceu sobre Éle em forma visível, como se se fosse uma pomba, e uma voz veio então do céu: << Você és o meu Filho, que eu amo. Eu te tenho mandado 5 >> 2. Capítulo 5,16: " Mas Jesus se retirava em lugares isolados para orar 6 " ; 3. Capítulo 6,12: " em aquêles dias Jesus andou no monte para orar e passou a noite inteira rogando a Deus 7 "; 4. Capítulo 9 ,18: " Um dia Jesus estava em um lugar isolado para orar 8 " ; 5. Capítulo 9, 28-29: "… Jesus tomou consigo três discípulos, Pedro, João e Tiago e subiu em uma montanha para orar. No tempo que ele estava rogando o seu rosto mudou de aspecto e a sua vestido roupa tornou-se cândido e fulgurante 9 "; 6. Capítulo 11, 1 -13, já levado acima; 7. Capítulo 22, 31 -32: " Simão, Simão, escuta! Satanás tem pretendido de passar você ao crivo, como se faz com o grão para limpar-lo. Mas eu roguei por ti, porque você sabas como conserver a tua fé. E você, quando serás tornado a mim, das a força aos teus irmãos". 8. Capítulo 22, 39 -46: " como normalmente fazia, Jesus saiu e foi para o monte das Oliveiras, e os seus discípulos acompanharam-lo. Quando chegou no lugar, disse-lhes: <<Você rezam para resistir no momento da prova >>. Depois ele se afastou da êles alguns passos, ajoelhar-se, e orava desta forma: << Pai, se queres afasta da mim, êste cálice de dor. Porém não seja faita a minha vontade, mas la tua.>>. Então do céu um anjo veio a Jesus para confortar-lo; e em aquêle momento de grande tensão rogava mais intensamente. O seu suor caia por terra como gotas de sangue. Daqui, depois de ter orado, Jesus levantou-se e foi em direção dos seus discípulos. Ele trovou-los dormentes, esgotados para a tristeza e ele disse-lhes: << Por que você dormem? Você levantem erogam para resistir no momento da prova 10 ; >> O Evangelho de João: 4 Ver Vangelo di Marco 14, 32-42 e Vangelo di Luca 22, 39-46 5 Ver Vangelo di Matteo 3, 13-17 Evangelho e di Marco, 1, 9 - 11 6 Ver Vangelo di Matteo 8, 1-4 Vangrlo di Marco 1, 40-45 7 Ver Vangelo di Matteo 10, 1-4 e Vangelo di Marco 3, 13-19 8 Ver Vangelo di Matteo 16, 13-19 e Vangelo di Marco 8, 27-29 9 Ver Vangelo di Matteo 17, 1-8 e Vangelo di Marco 9, 2-8 10 Ver Vangelo di Matteo 26, 36-46 e Vangelo di Marco 14, 32-42 De 27 de Janeiro, Amrita 4
  5. 5. 1. Capítulo 17, 1-26: <<… Pai, a hora è vinda. Manifesta a glória do Filho, porque o filho manifeste a tua glória. Você deu-lhe poder sôbre todos os homens, porque todos aquêles que você lhe tens confiado recebam a vida eterna. A vida eterna é esta: conhecer te, o único verdadeiro Deus, e conhecer aquêle que Você tinhas confiado, Jesus Cristo. Eu tenho manifestado a tua glória sôbre a terra, completando, assim, a obra que Você tinha me confiado. Levanta-me, agora, ao lado de Você, dá-me a glória que eu tinha ao lado de Você, antes que o mundo existisse. Você tens me confiado alguns homens escolhidos de êste mundo: eles eram teus, e Você tens-los confiados a mim. Eu tenho revelado quem você és, e eles têm pôsto em em prática a tua palavra. Eles agora sabem que todo issto que você tens me dado vem de você. Também as palavras que você tens me dado, eu tenho-la dado a eles. Eles têm-los acolhidas e eles têm reconhecido, sem hesitar, que provingo de ti, e eles têm crido que tu me enviaste. Eu rogo por eles. Eu não rogo para o mundo, mas para aquêles que você tens me confiado, porque eles fazem parte de você. Todo isto que é meu pertence a você, e o que é teu pertence a mim e a minha glória se manifesta em êles. Eu não sou mais no mundo, eles em vez sim. Eu retorno à você, Pai santo, e digo estas coisas no tempo que eu sou ainda na terra porque eles tenham toda a minha alegria. Eu tenho dado lhes a tua palavra. Por isto eles não pertencen mais ao mundo, como eu não pertenco. Fazes que pertencam a ti mediante a verdade: a tua palavta és verdade manter unida a você, aquelas que você me deu, porque eles são uma só coisa como nós. Quando eu estava com eles, eu os protegidos. Para isso, você ter-lhes dado para mim. Eu ter protegido- os, e nenhum deles se perdeu, exceto o que tinha a perder, percebendo o que a Bíblia havia predito. Mas agora eu vou voltar para você, e eu digo estas coisas enquanto estão sendo ainda na terra, porque eles têm todos a minha alegria. Eu lhes dei a tua palavra. Por isto eles não pertencem mais ao mundo, como eu não pertenço ao mundo. E o mundo odia-los. Eu não te rogo de tirar-los do mundo, mas para protegê-los do Maligno. Eles não pertencem ao mundo, como eu não pertenço ao mundo. Você não que eles pertencem a você através da verdade: a tua palavra é a verdade. Você enviou-me no mundo: assim também eu os enviei no mundo. E eu me ofereço em sacrifício por eles, pois também eles são realmente consagrados a Ti. Eu não rogo só por estes meus discípulos, mas eurogo também pelos outros para aqueles que acreditam em mim, depois ter escutado a lhes palavra. Fazes que eles sejam todas uma só coisa: como tu, Pai, estás em mim e eu sou em ti, também sejam eles em nós. Assim, o mundo vai acreditar que tu me enviaste. Eu tenho dado a eles a mesma glória que tinha dado para mim, porque eles também sejam uma só coisa como nós: eu unido a ëles e você unido à mim. Desta forma, eles poderão ser perfeitos na unidade, e o mundo poderá compreender que tu me enviaste, e que amaste-los, como me amaste. Pai, quero que onde eu estou, também sejam aquêles que você me deu, porque eles vêem a glória que você me tens dado: na verdade você tens amado ainda antes a criação do mundo. Pai justo, o mundo não te tem conheceu, mas eu te tenho conheceu, e eles sabem que você me enviaste. Eu Você tenho feito conhecrer para eles, e te eu farei conhecer De 27 de Janeiro, Amrita 5
  6. 6. ainda; assim o amor que você tem para mim será em eles, e também eu neles serei >>. (minha nota: esta é a oração do coração de Jesus ). De Findhorn, cêrca dois mil anos mais tarde, o Senhor Deus confirma-nós a grande importância da oração: 1. << Deixa te ir e estabeleces em êste Reino que é já presente, mas atende de ser reconhecido e invocado por un sempre maior número de almas. Você rogas porque chege Meu reino, porque na seja feita a minha vontade; agora cessas de orar para todo êste e em vez vive-lo. A oraçãos sem fé estão vazias de significado. Você deve aprender a orar crendo com todo o teu coração, a mente e a alma, a fim de que tuas orações, quaisquer eles sejam, tornam-se muito reais e concretas: deve ser convencido sem o minimo dúvida que à esses será dada resposta. Não pôr e limites. Não existem limites no Meu reino, e o Meo reino onde todo é possível, é chegado. Aprendes a viver além de ti mesmo e teus limites típicamente humanos. vive nos reinos do Espírito, onde podes fazer todas as coisas em Mim. Eu te dou força e te sustento; assim que você sabe que EU SOU com você sempre. Como poderia ser de outramaneira, visto que EU ESTOU dentro de você 11 ? 2. << Não Orai cessar de rogar. Fazes em modo que a tua vida seja uma constante oração de amor e agradecimento. A vida é infinitamente boa, mas recorda sempre que essa é isto que você dêste fazes. Portanto, se você és negativo, você trazes su de te a negatividade, e nuvens escuras recobrem a tua vida, separando-te do sumo bem. Se você está constantemente positivo, se vês o lado bom em cada coisa e em cada um, em redor e dentro de te esplende o Sol como em céu azul. Colma a tua vida com amor, fé, esperança e plenitude. Aprende a amar a vida, porque assim fazendo a tua mesma existência torna-se uma constante oração e você realmente rogas sem interrupção. A oração é a tua comunhão com interior com Mim, quando nós caminhamos falamos juntos, como fizeriamos no início. A oração é o alimento do Espírito, o nutrimento da alma, é uma profunda necessidade interior de cada alma. Reconheces esta necessidade interior e satisfazer-lo 12 >>. 3. Rogar e pedir não significa implorar; não há absolutamente necessidade de implorar que nós ama; o Senhor Deus explicou a razão: " Fazes em modo que tuas oraçãos sejam muito positivas e construtivas, e antes ainda de rogar dar graças por aquêle que você estás para receber. Quando você rogas, procura de sentir a unidade, da vida na qual não há separação pois que todo é Um. A oração unifica todo; essa reune cada coisa e cria a unidade perfeita. Falea comigo e escuta-me. Não perder nunca tempo implorando-Me para êste ou para aquêle, porque que não és esta a verdadeira oração. A imploração cria separação, e eu quero que você crias constantemente a unidade. Nós somos Um. EU SOU sempre aqui à esperar que 11 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 28 de Julho, Amrita 12 Eileen Caddy, abrindo portas interiores, Mensagem de 28 de Julho de Findhorn Press, o parque, Findhorn, Forres IV36 0TZ, Moray, Escócia De 27 de Janeiro, Amrita 6
  7. 7. você reconhecea-me. Reconheces agora nossa unidade queridos agora; Eu em você, e você em mim 13 >>. 4. A oração é fundamental para evitar as guerras; ela disse de fato Nossa Senhora em Medjugorje em 25 de Setembro de 2001: " Queridos filhos, hoje também eu vós ao oração, especialmente hoje que Satanás quer a guerra e o ódio. Obrigada por terrespondido ao meu chamada 14 ". Nesta época (final do segundo milênio e o início do terceiro), Maria de Nazaré, a Rainha da paz poderia nós dizer: você recitam a coroa do Rosário todos os dias para obter a paz do mundo e o fim do terrorismo. As boas obras e o pensamento positivo : sabemos que as boas obras são indispensáveis, seja para os individuais que para as comunidades; as religiões podem fazer dêste juntos; por exemplo: 1. Eles podem anunciar e ilustrar à todas as Nacãos os Evangelhos com seus mandamentos e ensinamentos: os antigos Evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas, João e Thomas) e modernos (o grande Evangelho de João ditado no XIX século pelo Senhor Jesus a Jakob Lorber, seu escrivão austríaco e o Evangelho feito reviver no XX século a Maria Valtorta, italiana) os Evangelhos têm palavras de certeza na vida eterna (especialmente, o grande Evangelho de João) porque o juízo amorável que Jesus emite no dia oa passagem na vida após a morte, ao fin de cada existência terrestre 15 de cada homem, baseia-se para cada um deles sôbre as boas obras que eles fizeram vivendo sôbre a terra e nunca em seus pecados, que são perdoados porque Deus e Jesus são amor 16 ; 2. As religiões podem reordenar a mentalidade dos homens através a doutrina fundada sôbre os princípios expostos nos Evangelhos por Jesus de Nazaré, o Messias de todos os povos 17 , iniciando dos princípios expostos nos capítulos 5 - 6 -7 do Evangelho de Mateus; 3. As religiões podem colaborar para melhorar a mentalidade dos homens, que é tendêlciamente negativa, ensinando-lhes que o " pensamento cria 18 " e que por isto, eles devem pensar positivamente. Quando os homens terão aprendido e verificado que o pensamento cria eles eles se renderão conta que eles mesmos criam as tribulações (doenças, adversidades, desfortunas e similares) de suas existências terrestres por causa de seus pensamentos egoístas, críticos, negativos e pessimistas e das acções ou omissões que dêste conseguem; tais tribulações 13 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 17 de Janeiro, Amrita 14 Maria de Nazaré, EU Messaggi della Regina della Pace, página 349, Shalom 15 Jakob Lorber, Il Signore parla, páginas 181-18 (Il giorno del giudizio e la resurrezione della carne), Arménia 16 Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, página 42, Mediterranee e Maria de Nazaré, Messaggi da Medjugorje, de 25 de junho, 1988, MIR 17 Vangelo di Giovanni 3, 16-21; 10, 14-16; Vangelo di Matteo 28, 16-20 18 Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 139-141 (Come l’uomo pensa così egli sarà; come pensate così create; questa è la Mia legge), Mediterranee De 27 de Janeiro, Amrita 7
  8. 8. se manifestam em força da lei da causa e do efeito (ou lei cármica), com ensinamentos / correçãos para o mal que se fez 19 ; 4. Para melhorar a mentalidade dos homens são necessários cursos sôbre o pensamento positivo, de fazer-se para todos, também para os sacerdotes. De facto, o Senhor Deus disse a Findhorn no século XX: << Recorda sempre que como o homem pensa, assim ele será. Você têm no intimo todo o poder, e quando você são prontos para usar-lo bem é todo vosso. As sementes que você espargem germinarão: fazem em modo que aquêles sementes sejam positivos, amoráveis, que sejam puros, bons e não adulterados. Como você pensam assim você criadas. Esta é o Minha lei eu. Êste é um princípio que deve ser entendido e pôsto em prática na vida quotidiana. Recordam que não é suficiente tomar uma mancheia de sementes e espalhar-los sôbre a terra. Quando você querem um bom recolhido você empregam do tempo para preparar o terreno, à arar-lo solo, a adubar-lo antes que a semeadura enraise-se. Assim é com as almas; é necessário que sejam preparadas antes que as sementes do Espírito ali sejam plantadas. Muitas almas pensam que se eles vão à igreja uma vez por semana, dizem suas orações à noite e passam alguns minutos no silêncio comigo, que seja suficiente à fazer êles superar la prova da vida. É como limpar a parte superior do terreno, plantar as sementes em um terreno inculto e esperar que eles crescerão. Assim é com uma pessoa cujo coração e mente não são fixas em Mim, cuja fé não é forte, as quais que permitam a dúvidas e mêdo de introduzir-se em êles. Quando o tempo das provas chega, aquela pessoa será incapaz de suster-las. Por isto sejam gratos para o adestramento que você foi dado 20 >>. 5. As religiões podem colaborar para fazer saber a seus próprios fiéis, que fazer a vontade de Deus é a coisa mais sensata e boa que os homens podem fazer, assim como o Senhor Jesus ensina: << Jesus a quem lhe falava respondeu: Quem é minha mãe? E quem são meus irmãos? Depois com a mão indicou os seus discípulos e disse: << Olha, eles são minha mãe e meus irmãos; porque se alguém faz a vontade de meu Pai que está no céu, ele é meu irmão, minha irmã e minha mãe 21 >> ; 6. Uma boa obra das religiões: as religiões podem pedir ao Senhor Deus, om oraçaos isoladamente ou em conjunto, que o Direito afirmar-se em todas as Nações; de tal afirmação derivarão frutos muito importantes para a vida humana, a partir da justiça, da paz, da derrota da fome, da sede, das doenças e, daqui, do dor. As religiões Eles deverão pedir "… a credendo com todo o coração,a mente e a alma, a fim de que suas orações, quaisquer que sejam, tornem muito reais e concretas; as religiões devem ser convencidas, sem o mínimo dúvida que à eles será dada resposta. Não poem e limite. Não há nenhuma limitação em no Reino de Deus e o seu reino onde todo é possível é já vindo.... 22 " ; 19 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 157-159 (Legge di causa e di effetto o legge karmica) ; Per un mondo migliore, página 210 (Legge karmica), Mediterranee 20 Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, página 140, Mediterranee 21 Vangelo di Matteo 12, 48-50 22 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 28 de Fevereiro, Amrita De 27 de Janeiro, Amrita 8
  9. 9. 7. As religiões podem tomar iniciativas comuns para pedir com a sua autoridade moral que todos os Chefes de Estados e de todas as organizações internacionais impedam ou fazem cessar os conflitos que Satanás e os outros querem provocar ou têm faito já deflagar 23 ; 8. As religiões podem cooperar para fazer aceitar aos homens de todas as Nações, a relação de amor que os une a Deus e a todos os outros homens, porque o crer-se separados de Deus e dos outros, é a origem de todos os sofrimentos do mundo, dos conflitos e das guerras 24 ; 9. Uma outra boa obra que as religiões podem fazer: o mundo é como é, isto é egoísta e materialista e é por isto também prevalentemente privadas de valores por causa da rebelião de Satanás. De fato, o Demônio gerou em si mesmo o sentido de separação de Deus e a aversão contra Ele, as quais são fontes de cada vício, de cada conflito e de cada mal. Satanás também é responsável das rebeliões de Eva e Adão. As religiões rogem a fim de que os homens convertem-se aos valores evangélicos da vida, a fim de facilitar-lhes a entrada no Reino de Deus como muitísimos filhos pródigos 25 , os quais têm dissipado por longo tempo - transgredendo os Mandamentos de Deus 26 - aquela grande riqueza que é a vida. Também esta oração deve ser feita com fé total, como o Senhor Deus nos ensina em Finhorn 27 . Sugerimos dita oração também porque o Demônio e os outros Demônios, os outros deuses do mal um os homens belicistas de mal, eles já têm feito demasiado tendo a responsabilidade de ter transformado a ordem deste mundo em um caos. O mal é demasiado difuso no mundo nesta época (final do segundo milênio e o início do terceiro) e, por isto, os homens encontrar sempre mais dificuldades à retornar sôbre o caminho reto 28 , que é para todos eles - de qualquer raça, povo ou religião a que pertencam - aquela do Decálogo 29 e dos Mandamentos do amor 30 . Uma demonstração desta verdade é a crise das religiões; uma outra é que Satanás, os outros Demônios e os espíritos do mal nós estão demasiado em cima com vibrações e pensamentos malévolos, assim como explicamos em outros escritos deste Catecismo ( veja os documentos sobre os Anjos e Demônios); 10. As religiões podem cooperar para defender mais eficazmente os interêsses s dos homens pobres da terra, e os seus inalienáveis direitos e liberdades "… sem opor resistência ao mal, mas triunfar o mal trâmite o bem … 31 " ; 11. As religiões podem cooperar para fazer compreender aos seus fieis que todo no mundo é sacro, porque a Matéria é uma manifestação do Espírito que sustenta 32 . Dêste deriva 23 Maria de Nazaré, I Messaggi della Regina della Pace, Mensagem de 25 de Setembro de, 2001, página 349, Shalom 24 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 12 de Setembro Amrita 25 Vangelo di Luca 15, 11-32 26 Deuteronomio 30, 15-20 (Le due vie) 27 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 28 de Fevereiro,Amrita 28 Deuteronomio 30, 15-20 (Le due vie) 29 Deuteronomio 5, 6-22 30 Levitico 19, 18 e Deuteronomio 6, 4-9 31 Eileen Caddy, Le porte interiori, mensagem, datada de 13 de Agôsto, Amrita 32 Jean E. Charon, físico francês, que tem demonstrado com a Relatividade complexa que o Espírito está em os elétrons; você vê seus livros publicados por Mediterrane: Lo Spirito questo sconosciuto; Il Tutto, Lo Spirito e la materia, páginas 144-146 e Morte ecco la tua sconfitta De 27 de Janeiro, Amrita 9
  10. 10. que eles são delitos contra o Espírito antes que contra a Natureza a destruição das florestas, com a consequente supressão de espécies inteiras de animais e vegetais; 12. As religiões podem colaborar para deixar aos seus fieis que a verdadeira riqueza é a sabedoria 33 ; 13. As religiões podem colaborar para fazer conhecer aos seus próprios fieis as Sacras Escrituras de outras religiões para fazê-los crescer em sapiência, superarando cada divisão e discriminação 34 através a tolerância e o respeito de outras religiões, isto é, as religiões irmãs, fazendo aos outras religiões, isto que quereriam que fosse feito a eles 35 ; 14. Pois que em todos os povos encarna-se três diferentes raças de almas (ou bem das consciências), muito diferentes entre êles 36 , as religiões devem dar a cada homem a possibilidade de escolher livremente a religião que ele/ela prefere. Nesta época (final do segundo milênio e o início do terceiro) tal possibilidade de escolha é ainda mais necessária que no passado também porque são muitas as nações aviadas se tornar multiétnica; 15. As religiões podem contribuir ao eliminação dos exércitos das nações individuais e ao constituição de poucas, mas suficientes forças de policiais, aos dependências da nova ONU para impedir o fazer cessar conflitos entre nações ou as agressões de uma Nação à uma outra Nação. 16. Et caetera, com outras boas obras para levar os homens a Deus e fazer-los viver em paz, de acordo com a justiça, na Terra, a ótima escola do Espírito 37 ; 17. As religiões podem melhorar o mundo ensinando aos homens como se supera o eu e o egoísmo simplesmente fazendo propriós os ensinamentos dos Mestres espirituais do Cerchio Firenze 77 38 (Círculo Florença 77) entre as quais aquêle do “conhecer si mesmos 39 " para difundirlo entre os propriós fiéis, porque render-se sabedores dos proprió limites é muito importante para supercar o eu humano e o egoísmo de cada indivíduo doando-los, dessa forma, os primeiros a "sentires" de consciência; 18. Cada homem ha uma responsabilidade: aquela de melhorar si mesmo porque melhorando si mesmo melhora o mundo 40 que um de cada vez melhor em si própria ficando melhor porque melhora o mundo 41 ; se ele/ela não faz ele /ela é responsável pelo que acontece no mundo, porque não nada fez para melhorar si mesmo 42 . 33 Cerchio Firenze 77, Oltre l'illusione, pagina 134(La veradadeira riqueza), Mediterranee 34 Cerchio Firenze 77, Oltre L'illusione, páginas 134-136(Superar cada divisão e discriminação), Mediterranee 35 Vangelo di Matteo 7, 12 36 Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall'uomo, páginas 162-163 (La Terra, scuola di "razze in evoluzione" ), Mediterranee 37 Jakob Lorber, Il Signore parla, página 185, Arménia 38 ensinamentos contidos em oito livros (além de um dicionário), publicado pela Ed. Mediterranee, Roma, Itália 39 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, páginas 63-75 (Come intendere l’insegnamento del conoscere se stessi) ; Dizionario del Cerchio, páginas 54-56 (Conoscere se stessi; La voce dell’ignoto, páginas 45-50, Mediterranee 40 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem 41 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de janeiro, Amrita 42 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 35-36 (Autoconoscenza), Mediterranee De 27 de Janeiro, Amrita 10
  11. 11. O pensamento positivo e os perversos efeitos do pensamento negativo: 1. Mais os homens pensam bem, isto é altruisticamente, positivamente e otimistamente, melhor será a vida no mundo. E ao contrário mais os homens pensam mal, isto é negativamente ou pessimisticamente 43 mais Mal haverá no mundo, assim como se verifica nesta época (final do segundo milênio e o início do terceiro); isto acontece porque o homem, também, no Cristianismo, não procura de imitar a maneira de pensar de Jesus Cristo, o Homem-Deus, com o pensamento positivo perfeito e aquêle de Maria de Nazaré, a Mulher que pensava perfeitamente. O Senhor Jesus disse da Mamãe << Oh, verdadeiramente que a verdadeira Sábia, a eterna Virgem teve um pensamento único até da alvorada de seu primeiro dia: Revolver à Deus seu coração até da manhã da vida e vigiar para o Senhor, orando em frente ao Altíssimo, pedindo perdão para a debilidade do seu coração, como a sua humildade sugeria a ela de crer, e ela não sabia de antecipar os pedidos de perdão para os pecadores, que ela teria feito aos pés da Cruz, juntamente com o Filho moribundo 44 >>. 2. Que pensando e agendo mal se violam os Mandamentos de Deus, em primeiro lugar, o Decálogo 45 , que deve ser ensinado a todos os povos da terra, à qualquer religião pertencam também através os meios de comunicação de massa. E o mesmo é dito para os Mandamentos do Amor 46 ; 3. As transgressões aos Mandamentos do Decálogo e do Amor que são pecados causados pelo nosso eu e pelo nosso egoísmo. Especialmente nas primeiras encarnações na Terra, durante a qual o homem tem um violento egoísmo 47 . Nosso egoísmo, também quando não és violento causa sofrimentos aos outros e, por isto, debemos ser corrigidos para o dor que temos causado aos outros, de modo que aprendemos a lição cármica. Ao correcção/ensinamento cármico dispor o Senhor Deus com a divina lei de causa e de efeito 48 ou lei do karma 49 : à cada para cada mal ação humana irá corresponder uma mal ação semelhante contra quem fez o mal na mesma existência terrestre ou em uma existência seguinte para fins educacionais/corretivos 50 para o cumprimento da Lei de evolução 51 .Para evitar o dor que deriva dos ensinamentos/correcções cármicas os indivíduos têm o interesse à se comportar bem, também 43 Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 140-141 (come l’uomo pensa così egli sarà; come pensate così create; questa è la Mia legge), Mediterranee ; Amadeus Voldben, I prodigi del pensiero positivo, Mediterranee 44 Maria Valtorta, L'evangelo come mi è stato rivelato, Vol. I, páginas 45-46, CEV srl, 03036 Isola del Liri (Frosinone), Itália 45 Deuteronomio 5, 6-22 46 Levitico 19, 18 ; Deuteronomio 6, 4-9 e Vangelo di Matteo 22, 34-40 47 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 228 (Prime incarnazioni umane), Mediterranee 48 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 157-159 (Legge di causa e di effetto o Legge karmica) Mediterranee 49 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 210 (Legge karmica), Mediterranee 50 Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall'uomo, páginas 43-49 (La dinamica del karma), Mediterranee 51 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 206 (Evoluzione) e página 210 (Legge di evoluzione), Mediterranee De 27 de Janeiro, Amrita 11
  12. 12. para fazer cessar a roda dos nascimentos e das mortes 52 no planeta Terra para entrar no Reino dos Céus onde estamos esperados; 4. O escopo da vida é o ampliação da consciência dos homens, por meio da superação de suo eu e do seu egoísmo 53 para nós fazer entrar como Santos no Reino dos Céus; quem observa os Mandamentos do amor começando a adotar em todas as circunstâncias, a regra de ouro do Cristo, << fazer também aos outros todo aquêle que você querem que eles fazam para você… 54 >>, lentamente, entra à fazer parte da Comunhão dos Santos 55 também continuando à viver na Terra; 5. Para diminuir o mal do mundo nós devemos ensinar aos fieis de todas as religiões a pensar positivamente com cursos especiais, mas sobretudo necessita deixar de criticar, julgar, condenar et caetera 56 ; necessita também pensar à viver o presente com altruísmo e optimismo, eliminando enviando os pensamentos negativos 57 , esperando nós o melhor da vida e com abundância 58 , sem sonhos ou ocioso pensamentos, pensando e vivendo como Deus nós ensinou até da antiguidade: Você vivem observando fielmente os Mandamentos do Decálogo e aquêles do Amor 59 ; quem desobedece é livre para fazer-lo, mas as consequências serão dolorosas ou muito dolorosa, de acordo com o mal que fizemos 60 . Ao base da desobediência dos pecadores, há o sentido de separação de Deus, dos outros seres humanos e de tudo quanto nós circunda 61 , o pensamento negativo de aquelas pessoas que sempre pensam ao pior 62 e de aquêles que idolatram a riqueza, o poder, o sucesso mundano, o sexo e a todos os outros prazeres do mundo e da carne, sem curar -se das necessidades dos outros; 6. A concretização do pensamento positivo, nunca pessimista, crítico, duvidoso, temeroso, judicante ou de condenação ajuda-nós a escolher sempre o bem e a triunfar sôbre o Mal por meio do Bem 63 . É pensando positivamente que cada um de nós pode melhorar o mundo ou agravar-dêste o estado com o pensamento negativo 64 , também se por uma fração modestíssima; 7. O homem, e em particular modo as religiões, têm o dever e o interesse à quebrar esta espiral perversa da separação das criaturas do Criador, que teve início em Satanás e, em 52 Cerchio Firenze 77, Maestro perché?, páginas 45-70 (La ruota delle nascite e delle morti), Mediterranee 53 Cerchio Firenze 77, La voce dell'ignoto, páginas 45-50, Mediterranee 54 Vangelo di Matteo 7, 12 55 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, páginas 52-53 (Comunione), Mediterranee 56 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 13 de Agôsto, Amrita 57 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem, datada de 18 de Agôsto, Amrita 58 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem, datada de 13 de Novembro, Amrita. Veja também Mensagens de 20 Julho, de 3 Agôsto, de 29 de Outubro e 22 de Novembro Amrita 59 Deuteronomio 30, 15-20 (Le due vie) 60 Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall'uomo, página 49 (Mantra del karma), Mediterranee 61 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, página 215 (Senso di separatività), Mediterranee ; Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 29 de Maio e de 29 e 12 de Setembro, Amrita 62 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 18 de Agosto de Amrita 63 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 13 de Agôsto, Amrita 64 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 27 de Janeiro, Amrita De 27 de Janeiro, Amrita 12
  13. 13. seguida, em Eva, em Adamo e em todos nós; todos os homens separam-se mentalmentede Deus 65 por causa do nosso eu 66 que gera o egoísmo e egocentrismo os quais, depois, são muito difíceis de ser superados se não aprendemos à conhecer nós mesmos 67 , especialmente durante as primeiras encarnações humanas quando o egoísmo humano é violento 68 O eu e o egoísmo são as causas dos nossos comportamentos ruins que o Senhor Deus corrige com os ensinamentos da lei ou de causa e de efeito o lei cármica 69 . 8. Cada homem alimenta – pensando negativamente e agendo mal - todos os sofrimentos e o caos do mundo 70 ; o desordem é tanto grande que nós devemos assumir as responsabilidades também de êste a nível individual, aceitando a relação de amor que nós une a Deus e a todos os outros seres humanos 71 . O mundo após o 11 de Setembro de 2001 e o 11 de Março de 2004 : em estes últimos anos, depois de 11 de Setembro de 2001, dia do atentado aos Torres Gêmeas em Nova York e depois de 11 de Março de 2004, dia do atentado a uma estação ferroviária em Madrid, a situação agravada muitíssimo em todo o mundo, sobretudo no Médio Oriente, em Iraque e Siria em particular, onde são guerre complicadas há em curso, penosíssimas para os povos do Iraque e Siria, também paraatos de terrorismo. Todas as religiões, à quanto sabemos se são expressas contra a guerra no Iraque e em Siria, em particular, a Igreja Católica, na pessoa do grande Papa João Paulo II. Não resulta nós, em vez que todas as grandes religiões se sejam aliados para impedir a guerra, representando em conjunto, na frente de Estados e de Organizações internacionais, a aspiração à paz, aos direitos e as liberdades inalienáveis dos povos; sabemos todos que tais aspirações são extremamente difíceis de ser representadas, mas é possível. Isto anteposto pensamos que as religiões, antes cada religião deveria fazer-se parte diligente atuante para promover alianças com as outras , assim como nós se sustenta também em outros escritos de êste Catecismo. Dêste deriva que as jerarquias das Religiões se assumirão grandes responsabilidades, se não fazerão-se parte diligente para organizar orações comuns e freqüentes e para fazer alianças entre eles, quanto menos para intervir freqüentemente, e todos juntos, sóbre as pessoas potentes do mundo em defesa da justiça e da paz no mundo e para solicitor com firmeza e autoridade moral, os direitos e as liberdades inalienáveis do homem onde faltem ou sejam inadequadas. O Senhor Deus disse Eileen Caddy: "… A oração é necessária, mas não é suficiente . Você tem que aprender a viver uma vida para que todos possam ver. Falar de fé não é suficiente. 65 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 29 de Maio, Amrita 66 Cerchio Firenze 77, Per un mondo migliore, páginas 208-209 (Io), Mediterranee 67 Cerchio Firenze 77, La voce dell'ignoto, páginas 45-50, Mediterranee 68 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 228 (Prime incarnazioni umane), Mediterranee 69 Cerchio Firenze 77, Le grandi verità ricercate dall'uomo, páginas 43-49 (La dinamica del karma), Mediterranee 70 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem, de 27 de Janeiro de Amrita 71 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 4 e 12 de Setembro, Amrita De 27 de Janeiro, Amrita 13
  14. 14. Você tem que viver de tal forma que todas aquelas almas em torno de você pode ver o que significa viver pela fé, o que significa viver e colocar fé e confiança em Mim, o Senhor, teu Deus, a Divindade dentro de você 72 ". A mesma coisa deve ser dita para as religiões: suas colaboração è indispensável. As religiões, entre orações e boas obras: as orações dos indivíduos não são suficientes, são necessárias também aquelas coletivas, para cujas é indispensável l que as religiões se unem , " todos juntos, em sua junto " para roga juntos, em todas as Nações da terra, pelo menos uma vez por semana – à turno - nas igrejas de cada uma. Mas tão pouco as orações coletivas das religiões são suficientes: é necessario predicem o amor, a fraternidade, o perdão, a justiça, a paz, concórdia partilhando os bens da Terra, em cada ocasião, se queremos limitar, ao máximo, os contrastes e conflitos entre os diferentes grupos étnicos. As religiões devem cooperar para eliminar os conflitos, a fome, a sede e a escravidão da ignorância que cria todas as pobrezas e também as guerras e o dor, mas sempre sem opor resistência ao Mal, mas triunfando sóbre o Mal por meio do Bem 73 . Isto poderá acontecer se as religiões contribuirão à aproximar os homens para o Ser Supremo, lhes Pai-Mãe-Deus 74 , melhor do quanto têm feito até agora, também por causa da competição entre eles. Se eles mudarão modos de agir entre eles, mentalidade e maneiras de pensar colaborando entre eles, o mundo melhorará pois que o pensamento cria não sòmente o futuro de cada homem e si mesmo nas futuras existências, mas também - para a mesma lei do pensamento - o futuro das Igrejas 75 . Tornando aos conflitos : é urgente e indispensável que quem pode fazer algo para evitar as guerras, começando das Chefes de Estado da Organização das Nações Unidas e de outras Organizações internacionais ou continental (como, por exemplo, a Europa). Um grande País potentemente armado pode fazer muito pela paz no mundo, e êste é a Rússia, porque a sua indústrias bélica e espacial parece ser o caos nessa época (final do segundo Milénio) e constitue um verdadeiro e séríssimo perigo pois que o Estados canalha e os Terroristas anseiam de dispor das suas armas (a Rússia também tem milhares de bombas atômicas) assim como alguns dependents de ditas indústrias anseia o dinheiro que poderia obter da cessão de armas ou de científicos segredos de tipo militar. É urgente e indispensável também que o potentes pessoas da Terra e todos aquêles que podem ordenar a destruição das armas acelerem sua eliminação, particularmente aquelas de destruição de massa. E deixam de projetar e de produzir de novas. 72 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem de 31 de Agôsto , Amrita 73 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagem, de 13 de Agôsto , Amrita 74 Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 103-104, Mediterranee 75 Eileen Caddy, La voce di Dio a Findhorn, páginas 139-141 (come l’uomo pensa così egli sara: come pensate così create; questa è la Mia legge), Mediterranee De 27 de Janeiro, Amrita 14
  15. 15. Para a destruição das armas também se ativem intensamente também as religiões, juntos, para exercitar a maior influência possível sobre as pessoas potentes da Terra a fim de que as armas sejam destruídas, e nunca mais projetados, fabricados, vendidos, transportados e utilizados. Os sindicatos também deveriam intervir com decisão, a fim de que isto poda acontecer; eles têm grandes responsabilidades para o passado. Os sindicatos deveriam mobilizar para impedir a planejamento, a produção, a venda, e o transporte de armas e de máquinas de guerra; eles têm o poder de fazer-lo e, portanto, fazam-lo e as religiões intervam todas em conjunto, freqüentemente também sobre os sindicatos para saber o isto que as indústrias estão fazendo nos laboratórios e nas fábricas, com o objetivo de intervir tempestivamente, a fim de que estes projectos satânicos de morte não se realizem mais! É urgente e indispensável que o mundo se desarmes e que aqui seja um um controle eficaz das Naçaos Unidas sobre as armas para impedir dêste a sua utilização. De alem dois mil anos, o Senhor Jesus pede a todos os homens de converter sua vida ao estilo de vida evangélico, a seguir-Lo e crer nêle e em seus ensinamentos, entre as quais aquêle também fazer para os outros todo aquêle que você querem que eles fazam para você 76 . No mundo miliardos de homens vivem, mas muitíssimos, antes uma maioria, não metem em prática Seus ensinamentos. Por tais razões, o tempo é chegado que os povos, em todos as sedes apropriadas, fazam um balanço dos desastres ambientais e humanos que são derivados do fazer-se guerra uns ao outro em todos os níveis, dos conflitos individuais e tribais até ás guerras regionais e mundiais, até a maior das injustiças: os massacres de inocentes feitos pelos Terroristas. Todavia, não necessita esquccer tão pouco os massacres de animais e de plantas, todos os seres vivos, que habitam nas florestas, nem os inquinamentos do terreno, das águas e do ar, causados da cupidez de muitos comerciantes ávidos e do indifferença dos povos para a integridade do ambiente, feitas as habituais excepções. Devemos também considerar o custo dos exércitos em tempo de paz e em guerra; tais custos são enormes, especialmente quando os exércitos estão em guerra; ele consiste em muitas milhares de miliardos de dólares. Necessita reduzir os exércitos em forças de Policiais para derrotar a criminalidade organizada, um outro mal do mundo. A partir de esta transformação e redução derivariam enormes poupanças de dinheiro, uma parte da quais deveria ser destinada ao crescimento gradual das economias dos Países pobres. Por isto é indispensável que as religiões " todos juntos, em lhes junto " se fazam parte diligente para promover tais reduções e transformaçãos. Também sob este aspecto, os sindicatos podem fazer muitíaaimo, em vez de limitar a sua actividade aos salários vencimentos, previdências outros direitos, porque o direito ao vida deve 76 Vangelo di Matteo 7, 12 De 27 de Janeiro, Amrita 15
  16. 16. ser colocado no primeiro pôsto. Mas os Sindicatos devem ensinar aos trabalhadores que têm o dever de amar o seu trabalho alem ao dever de defender-lo 77 . A responsabilidade de os conflitos e as matanças de inocentes tem sua origem em Satanás 78 e se completa no homem. Os planos de guerra do Diabo são realizadas por homens, aliados e servos do Maligno; nesta época (final do segundo milênio e o início do terceiro) os Terroristas são seus escravos mais malvados. Nestes dois mil anos Satanás pessoalmente deve estar presente em tantos homens, entre os quais os mais recentes e conhecidos são Stalin, Hitler, Saddam Hussein e Osama Bin Laden, (com seus acólitos Terrorista, flanqueadores e simpatizantes) e quem sabe quantos outros. Nestes primeiros anos do terceiro milénio que estamos vivendo devem ser tantos outros do homem-demônios em Seitas pseudo-religiosas, ou melhor - nas Antireligions de Satanás, o Anticristo 79 - as quais incitam ao ódio, a vingança e a guerra contra inimigos inventados. Particularmente perigosa é a presença de pessoas malvadas no ambientes científicos e económicos, que procuram ocasiãos para vender aos assim chamado Estados canalha, ou aos Terroristas, armas ou fórmulas de armas de destruição de massa, inventadas por outros homens- demônios. São tantas por agora as armas de destruição de massa: bombas atômicas, químicas e bacteriológicas; algumas de esse são já nas mãos de ditadores não ainda se tornado tanto louco de fazer-las deflagrar. A bomba, que no no imaginário coletivo é restada mais impressa é aquela bomba atómica, mas existem outras não menos perigosas e destrutivas para a vida humana e para o Ambiente. Uma parte da Humanidade sabe que alguns ditadores possuem armas de destruição de massa, mas continua a viver como antes, sem fazer nada, como se o perigo não fosse incumbente. Uma parte da humanidade sabe êste, mas não se rende ainda conta que a vida de muitos milhões de homens está nas mãos do homens-demônios que podem facilmente truncar- la . Por isto, devemos rogar, mas também agir para educar os homens a aceitar a relação de amor que os une 80 ! 77 Cerchio Firenze 77, La voce dell'ignoto, página 45, Mediterranee 78 Maria de Nazaré, Messaggi da Medjugorje, de 25 de Setembro de 200, MIR 79 Cerchio Firenze 77, Dizionario del Cerchio, página 30 (Anticristo), Mediterranee 80 Eileen Caddy, Le porte interiori, Mensagens de 4 e 12 de Setembro, Amrita De 27 de Janeiro, Amrita 16

×