Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Teste sobre «O Cavaleiro da Dinamarca»

8.161 Aufrufe

Veröffentlicht am

Teste para o 7º ano, sobre a obra de Sophia de Mello Breyner, «O Cavaleiro da Dinamarca».

Veröffentlicht in: Bildung

Teste sobre «O Cavaleiro da Dinamarca»

  1. 1. https://descomplicarportugues.blogspot.com | Nádia Monteiro Grupo I Parte A Lê o texto seguinte. Verdades e Mitos sobre Veneza Veneza é uma cidade que não admite meio termos. Você tem duas possibilidades: amá-la desde o primeiro instante ou ter todas as suas expetativas desfeitas pela sua imensa diversidade. Pudera, uma cidade construída sobre as águas, desafiando os incrédulos e criando uma rotina única e peculiar para quem vive por ali, não pode mesmo ser um consenso. Recebo alguns relatos apaixonados e outros nem tanto. Decerto, passear pela cidade por um ou dois dias é muito pouco para tirar conclusões. Pensando em quem veio e amou, em quem veio e não teve uma boa experiência, mas também em quem ainda não conhece e sonha em conhecer, resolvi tentar esclarecer alguns mitos e verdades sobre Veneza. Veneza cheira mal Algumas pessoas pensam que Veneza cheira mal, mas este é mais um dos mitos que existem sobre a cidade. O que pode acontecer é que nos dias mais quentes do verão, a maré baixa possibilite o contato das algas da laguna com a atmosfera e sua consequente deterioração. Geralmente o fato acontece na zona de Porto Marghera,do outro lado da ponte que liga a “terra ferma” à ilha. […] Veneza está desaparecendo Todo mundo escuta a história de que a cada ano Veneza desaparece alguns centímetros. O fenômeno da “acqua alta”, ou seja, da maré alta, faz parte do quotidiano dos venezianos nos meses invernais. O vento que sopra do Adriático traz uma maior quantidade de água na Laguna. O normal é que a maré suba +80 cm e quando isso acontece, os pontos mais baixos da cidade, como Praça SãoMarcos,sãoafetados.Amaré alta dura cerca de 3 a 4 horas e logo depois a cidade volta à normalidade. Geralmente colocam-se passarelas nos pontos afetados e as pessoas podem caminhar sem se molhar. […] Retirado de http://italiaperamore.com/verdades-e-mitos-sobre-veneza/ [janeirode 2017] Teste de avaliação – 7º ano Nome: _____________________________________________ Turma:_________ nº _____
  2. 2. https://descomplicarportugues.blogspot.com | Nádia Monteiro 1. Para cada um dos itens que se seguem, escreve,na folha de repostas, o número do item e a letra correspondente à opção que completa cada afirmação de acordo com o sentido do texto. 1.1 Relativamente a Veneza, apenas podemos… a. Ama-la ou odia-la. b. Ficar-lhe indiferente. c. Guarda-la na memória. d. Ama-la e ficar-lhe rendido. 1.2 A autora resolveu escrever este artigo para tentar… a) Dissipar alguns mitos sobre a cidade de Veneza. b) Esclarecer algumas dúvidas sobre a cidade. c) Mostrar como é a cidade a todos os que ainda não a visitaram. d) Mostrar os mitos e verdades sobre Veneza a todos os interessados. 1.3 Um dos mitos mais conhecidos é o de que Veneza cheira mal. A autora explica-nos que esta situação acontece porque… a) O sistema de esgotos de Veneza vai dar diretamente aos canais. b) As algas apodrecem e espalham o seu cheiro todo o ano. c) A cidade não limpa os canais, deixando as algas apodrecerem. d) As algas aparecem no verão e o calor faz com que se deteriorem. 1.4 Veneza “desaparece” cada dia um pouco mais, porque… a) O mar tem um período de maré alta, o que faz com que se inundem os lugares. b) O degelo está a acelerar. c) O vento cria ondas que inundam as partes mais baixas da cidade. d) A maré alta dura mais tempo do que o previsto. 1.5 Durante os períodos de inundação,… a) Os venezianos ficam muito assustados. b) Os venezianos mantem a normalidade. c) Os venezianos alteram os seus comportamentos. d) Os venezianos não saem à rua.
  3. 3. https://descomplicarportugues.blogspot.com | Nádia Monteiro Parte B 1. Lê o seguinte excerto da obra O Cavaleiro da Dinamarca. E Vanina, jovem e bela e sem amor, suspirava naquele palácio. Mas um dia chegou a Veneza um homem que não temia Jacob Orso. Chamava-se Guidobaldo e era capitão dum navio. O seu cabelo preto era azulado como a asa dum corvo, e a sua pele estava queimada pelo sol e pelo sal. Nunca no Rialto passeara tão belo navegador. Ora certa noite Guidobaldo passou de gôndola por este canal. Sentiu no ar um maravilhoso perfume, levantou a cabeça e viu Vanina a pentear os cabelos. Aproximou o seu barco da varanda e disse: — Para cabelos tão belos e tão perfumados era preciso um pente de oiro —. Vanina sorriu e atirou-lhe o seu pente de marfim. Na noite seguinte à mesma hora, o jovem capitão tornou a deslizar de gôndola ao longo do canal. Vanina sacudiu os cabelos e disse-lhe: — Hoje não me posso pentear porque não tenho pente. — Tens este que eu te trago e que mesmo feito de oiro brilha menos do que o teu cabelo. Então Vanina atirou-lhe um cesto atado por uma fita onde Guidobaldo depôs o seu presente. E daí em diante a rapariga mais bela de Veneza passou a ter um namorado. […] Na manhã seguinte as aias descobriram a ausência de Vanina e correram a prevenir o tutor. […] Jacob Orso olhou para a distância. O navio já não se avistava, pois a brisa soprava da terra.Aságuasestavam verdes,claras,ligeiramente ondulantes, cobertasde manchas corde prata. O tutor e Arrigo queixaram-se à Senhoria de Veneza e ao doge. Depois mandaram quatro navios à procura dos fugitivos: um que navegou para Norte,outro que navegou para Oriente,outro que navegou para o Sul, outro que navegou para Ocidente. Maso mar é grande e há muitos portos, muitas baías, muitas cidades marítimas, muitas ilhas. E Vanina e Guidobaldo nunca mais foram encontrados. 2. Contextualiza este excerto na obra a que pertence. 3. Identifica o narrador da história de Vanina. 3.1 Indica a quem é contada a história. 4. Localiza a ação no espaço. Justifica a tua resposta com elementos textuais.
  4. 4. https://descomplicarportugues.blogspot.com | Nádia Monteiro 5. Caracteriza física e psicologicamente as duas personagens principais deste episódio, justifica a tua resposta com passagens textuais. 6. “O seu cabelo era preto azulado como a asa de um corvo, e a sua pele estava queimada pelo sol e pelo sal”. 6.1 Identifica as figuras de estilo presentes na citação acima transcrita. 6.2 Explica o seu valor expressivo. Grupo II 1. Passa as seguintes frases para o discurso direto e/ou indireto. a. – Cavaleiro, fica comigo e eu dar-te-ei um bom emprego. b. O Cavaleiro passeava por Veneza quando disse ao Doge que aquela cidade era a mais bela que já tinha visto. c. O Cavaleiro falava com os frades daquele convento baixinho «eu tenho de ir embora para a minha terra». 2. Identifica as funções sintáticas dos elementos sublinhados nas seguintes frases. a. Vanina era a mais bela moça de Veneza. b. Vanina não gostava de Arrigo. c. – Vanina, chega aqui, por favor. d. Em Veneza, o Cavaleiro comprou presentes à sua esposa. 3. Observa os predicados destacados em cada frase e indica o item (de 1 a 5) que permite identificar a sua constituição. a.O Cavaleiro avança cautelosamente. b.Todos gostavam do peregrino. c.O lenhador ofereceu-lhe dormida. d.Naquela noite, a floresta gelava. e.O Cavaleiro procurava o rio. f.O Cavaleiro viu a sua casa ao longe. 1. Verbo + C. Direto 2. Verbo + C. Indireto e C. Direto 3. Verbo 4. Verbo + Modificador 5. Verbo + C. Direto 6. Verbo + C. Direto + Modificador
  5. 5. https://descomplicarportugues.blogspot.com | Nádia Monteiro Grupo III Considerando o conhecimento que tens da obra O Cavaleiro da Dinamarca, de Sophia de Mello Breyner, elabora uma carta em que o Cavaleiro relate, ao amigo mercador de Veneza, o seu regresso a casa. O texto deverá conter a estrutura especifica e apresenta uma organização logica. Este deverá ter um mínimo de 150 e um máximo de 200 palavras. Boa Sorte  A professora Cotações Parte A 1.1 ……...…………………………………………………….…………………… 4 pontos 1.2 ……...…………………………………………………………………………. 4 pontos 1.3 ……...…………………………………………………………………………. 4 pontos 1.4 ……...……………………………………………………………………….… 4 pontos 1.5 ……...……………………………………………………………………….… 4 pontos Parte B 1 ……...…………………………………………………………………… 6 pontos 2 ……...…………………………………………………………………… 2 pontos 2.1 ………………………………………………………………………… 2 pontos 3 ……...…………………………………………………………………… 6 pontos 4 ……...…………………………………………………………………… 6 pontos 5.1 ……...…………………………………………………………………. 3 pontos 5.2 ……...…………………………………………………………………. 5 pontos Grupo II 1 ……...…………………………………………………………………… 6 pontos 2 ……...…………………………………………………………………… 8 pontos 3 ……...…………………………………………………………………… 6 pontos Grupo III ……...…………………………………………..……………… 30 pontos Total ……...…………………………………………………………...… 100 pontos

×