Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Curso de Extensão
Documentário em Vídeo
Projeto CINEDEBATE
Aula 1 – Tipos de documentário
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
O que é um Documentário?
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Documenta um ano da vida do esquimó Nanook e de sua família, que vivem
em Hudson Bay, no Canadá. A caça, a pesca e as migr...
Tipo de filme teorizado por Dziga Vertov (1896-1954), que desenvolve o conceito de
«cinema-verdade» (kino-pravda), defende...
Tipos de documentários
Expositivo
Poético
Observativo
Participativo
Reflexivo
Performático
NICHOLS, Bill Introdução ao Doc...
Documentário expositivo
Uso constante de seus elementos em
noticiários de TV. A perspectiva do filme é
dada pelo comentári...
O modo poético evidencia a
subjetividade e se preocupa com a
estética. Há uma valorização dos
planos e das impressões do
d...
No modo observativo, o documentarista busca captar a
realidade tal como aconteceu. Para isso, evita qualquer
tipo de inter...
O modo participativo, como o próprio
nome sugere, é marcado por mostrar a
participação do documentarista e sua
equipe. Des...
O modo reflexivo deixa claro para o
telespectador quais foram os procedimentos
da filmagem, evidenciando a relação
estabel...
Caracteriza-se pela subjetividade e pelo
padrão estético adotado, utilizando as técnicas
cinematográficas de maneira livre...
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Atividade
-Escolher um filme documentário para análise
-Analisar as características do film...
Referências Bibliográficas
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
NICHOLS, Bill Introdução ao Documentário. Campinas/SP:Papirus, 2...
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Tipos de Documentários

21.247 Aufrufe

Veröffentlicht am

Projeto CINEDEBATE
Aula do curso de extensão Documentário em Vídeo
Tipos de documentários

Veröffentlicht in: Bildung
  • Überprüfen Sie die Quelle ⇒ www.WritersHilfe.com ⇐ . Diese Seite hat mir geholfen, eine Diplomarbeit zu schreiben.
       Antworten 
    Sind Sie sicher, dass Sie …  Ja  Nein
    Ihre Nachricht erscheint hier
  • Você pode obter ajuda de ⇒ www.boaaluna.club ⇐ Sucesso e cumprimentos!
       Antworten 
    Sind Sie sicher, dass Sie …  Ja  Nein
    Ihre Nachricht erscheint hier

Tipos de Documentários

  1. 1. Curso de Extensão Documentário em Vídeo Projeto CINEDEBATE Aula 1 – Tipos de documentário CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  2. 2. O que é um Documentário? CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  3. 3. Documenta um ano da vida do esquimó Nanook e de sua família, que vivem em Hudson Bay, no Canadá. A caça, a pesca e as migrações de um grupo que estão totalmente à parte da industrialização da década de 20. Cotidiano de uma família que realiza as atividades do dia-a-dia em volta basicamente de uma única questão: Ter o que comer. É tido como marco inicial, o primeiro documentário de longa-metragem conhecido. Período em que o cinema mudo explode em diversidades e caminhos: vive-se um período de vanguardas e experimentações com a potencialidade sugestiva e representacional do Cinema, e delineia-se uma forma de exposição calcada no ato narrativo. As cenas não eram naturais, eram ordens do diretor. A mulher que interpreta a esposa de Nanook não é sua esposa verdadeira. Nanook of the North. Dir.Robert Flaherty, 1922 CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  4. 4. Tipo de filme teorizado por Dziga Vertov (1896-1954), que desenvolve o conceito de «cinema-verdade» (kino-pravda), defendendo a ideia da fiabilidade do olho da câmara, a seu ver mais fiel à realidade que o olho humano – ideia ilustrada pelo filme que realizou Cine-Olho (1924) -, visto ser uma reprodução mecânica do visível. Documentário é um gênero cinematográfico que se caracteriza pelo compromisso com a exploração da realidade. Não se deve deduzir que ele represente a realidade «tal como ela é». O documentário, assim como o cinema de ficção, é uma representação parcial e subjetiva da realidade. CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  5. 5. Tipos de documentários Expositivo Poético Observativo Participativo Reflexivo Performático NICHOLS, Bill Introdução ao Documentário Campinas/SP:Papirus, 2005. 272p. CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  6. 6. Documentário expositivo Uso constante de seus elementos em noticiários de TV. A perspectiva do filme é dada pelo comentário feito em voz ‘off’ e as imagens limitam-se a confirmar a argumentação narrada. O modo expositivo preocupa-se mais com a defesa de argumentos do que com a estética e subjetividade. Os documentários com essa característica predominante têm como marca diferencial a objetividade e procuram narrar um fato de maneira a manter a continuidade da argumentação. Para isso, um dos recursos utilizados é o casamento perfeito entre o dito e o mostrado. CEFET-RJ Campus Maria da Graça Night Mail . Dir.: Basil Wright, 1936.
  7. 7. O modo poético evidencia a subjetividade e se preocupa com a estética. Há uma valorização dos planos e das impressões do documentarista a respeito do universo abordado. Em relação à construção do texto, podem-se usar poemas e trechos de obras literárias. Segue os ideais modernistas de representação da realidade através da fragmentação. Assim, não há preocupação com montagem linear, argumentação, localização no tempo e espaço ou apresentação aprofundada de atores sociais. Cine-Olho. Dziga Vertov, 1924 Documentário poético CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  8. 8. No modo observativo, o documentarista busca captar a realidade tal como aconteceu. Para isso, evita qualquer tipo de interferência que caracterize falseamento da realidade. Apenas há um registro dos fatos sem que o documentarista e sua equipe sejam notados. Dessa maneira, há pouca movimentação de câmera, trilha sonora quase inexistente e não há narração, uma vez que as cenas devem falar por si mesmas. O modo observativo ganha força com câmeras portáteis e propõe mostrar, parafraseando Nelson Rodrigues, “a vida como ela é”. Em outras palavras, o cineasta busca captar os acontecimentos sem interferir no seu processo. A falta de legendas e de narrador justifica-se para que o público veja o que está acontecendo, e não a interpretação do cineasta sobre o fato. Documentário observativo CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  9. 9. O modo participativo, como o próprio nome sugere, é marcado por mostrar a participação do documentarista e sua equipe. Dessa forma, torna-se um sujeito ativo no processo de gravação/filmagem, pois aparece em conversa com a equipe e provoca o entrevistado para que este fale. Filmes etnológicos, de pesquisa sociológica e etnografia. Les Maîtres Fous (Os Mestres Loucos), filme sobre um ritual de possessão de uma seita religiosa. Documentário participativo CEFET-RJ Campus Maria da Graça Les Maitres Fous. Dir.:Jean Rouch, 1954
  10. 10. O modo reflexivo deixa claro para o telespectador quais foram os procedimentos da filmagem, evidenciando a relação estabelecida entre o grupo filmado e o documentarista. Preocupa-se com o processo de negociação entre cineasta e espectador, indagando as responsabilidades e consequências da produção do documentário para cineasta, atores sociais e público. Documentário reflexivo CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  11. 11. Caracteriza-se pela subjetividade e pelo padrão estético adotado, utilizando as técnicas cinematográficas de maneira livre. Facilmente confundido com o modo participativo: O cerne da diferença parece estar no fato de que, quando o modo participativo envolve o cineasta para a história, mas tenta construir verdades que devem ser auto-evidentes para qualquer pessoa , o modo performativo envolve o cineasta para a história, mas constrói verdades subjetivas que são significativos para o cineasta si mesmo. Adaptado para contar as histórias de cineastas de grupos sociais marginalizados , oferecendo a oportunidade de expor as perspectivas únicas sem ter de discutir a validade de suas experiências Documentário performático CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  12. 12. CEFET-RJ Campus Maria da Graça Atividade -Escolher um filme documentário para análise -Analisar as características do filme escolhido e verificar com quais modos de documentário ele dialoga. Qual o tipo preponderante? -Apresente os resultados da sua pesquisa para a turma. Para a próxima aula: Trazer um tema para a realização de um documentário
  13. 13. Referências Bibliográficas CEFET-RJ Campus Maria da Graça NICHOLS, Bill Introdução ao Documentário. Campinas/SP:Papirus, 2005. http://www.adorocinema.com http://www.revistacinetica.com.br/nanook.htm

×