Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Dilatação térmica dos sólidos.

1.298 Aufrufe

Veröffentlicht am

Principais conceitos e fórmula da dilatação térmica dos sólidos.
Dilatação linear, superficial e volumétrica.

Veröffentlicht in: Bildung
  • Als Erste(r) kommentieren

Dilatação térmica dos sólidos.

  1. 1. Dilatação térmica dos sólidos
  2. 2. Definição Quando há um aumento na temperatura, os átomos que compõem o corpo vibram mais intensamente, fazendo com que eles se afastem uns dos outros, causando dilatação. Esse fenômeno altera as dimensões do corpo e o faz aumentar de tamanho. Para facilitar, dividiremos em três tipos: 1. Linear: A dilatação de uma dimensão. 2. Superficial: A dilatação da área de uma superfície. 3. Volumétrica: A dilatação do volume de um corpo. 1 2 3
  3. 3. Dilatação Linear Considere a seguinte situação: Uma barra de ferro, de comprimento inicial Lo, à temperatura inicial To, é aquecida à temperatura final T, conforme a figura. Observe que a barra deixa de possuir o mesmo comprimento, ou seja, sofreu dilatação. Obs: Normalmente, essas dilatações são muito pequenas. A dilatação ( ∆ L) sofrida pela barra é diretamente proporcional à variação de temperatura (∆T) e ao seu comprimento inicial Lo. ∆L = L – Lo. Onde, L = Comprimento final. Lo = Comprimento inicial. ∆L = Lo . 𝛂 . ∆ 𝐓 ou L = Lo (1 + 𝛂 . ∆ 𝐓) Onde, α = Coeficiente de dilatação linear – É um valor característico de cada material. Quanto maior, mais facilmente ele se dilatará. A unidade do coeficiente é ° C−1. ∆ T = Variação de temperatura.
  4. 4.  Gráfico da dilatação linear: É uma reta, pois L é diretamente proporcional à T. Onde: tg𝛗 = 𝜶. 𝐋𝐨 A tangente de 𝛗 é numericamente igual ao produto 𝛂. 𝐋𝐨 Dilatação Superficial O corpo sofrerá uma variação em duas dimensões, ou seja, na área. As fórmulas seguem a mesma lógica: ∆𝐀 = 𝐀 − 𝐀𝐨 ∆𝐀 = Ao. 𝛃. ∆𝐓 Onde β = Coeficiente de dilatação superficial, possui a mesma unidade e 𝛃 = 2 𝛂.
  5. 5. Dilatação volumétrica. Quando um corpo possui cavidades ou furos, eles se dilatam como se estivessem preenchidos com o mesmo material do corpo. O corpo sofrerá variação em três dimensões, ou seja, no volume. As fórmulas seguem novamente a mesma fórmula: ∆ 𝐕 = V - Vo ∆ 𝐕 = 𝐕𝐨. 𝛄. ∆ 𝐓 Onde 𝛄 = Coeficiente de dilatação volumétrica, possui mesma unidade e 𝛄 = 3 𝛂.
  6. 6. Lâminas bimetálicas São lâminas formadas por dois metais diferentes. Suponha que o metal A é Latão e o B é ferro, quando aquecida, os dois metais sofrerão dilatações diferentes, pois possuem coeficientes diferentes. O latão tem mais facilidade de dilatação do que o ferro, consequente se dilatará mais e por isso, a concavidade será para baixo.

×