Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Die SlideShare-Präsentation wird heruntergeladen. ×

Aula 1 _ Escrita e fala de Poder Sensorial.pptx

Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Wird geladen in …3
×

Hier ansehen

1 von 157 Anzeige

Aula 1 _ Escrita e fala de Poder Sensorial.pptx

Herunterladen, um offline zu lesen

ABERTURA

A ecologia natural da linguagem humana é a interação face a face que compreende a troca de uma
infinidade de sinais multimodais.

Tentar entender o processamento psicolinguístico da linguagem em seu nicho natural levanta novas questões, em primeiro lugar, a ligação de sinais múltiplos, compensados temporalmente sob restrições de tempo impostas por um sistema de tomada de turno.

Pode-se esperar que isso sobrecarregue e retarde nosso sistema cognitivo, mas na verdade é o
contrário.

Propomos mecanismos cognitivos que podem explicar esse fenômeno e apelamos para
uma estrutura psicolinguística situada multimodal para desvendar todas as complexidades do
processamento da linguagem humana.

ABERTURA

A ecologia natural da linguagem humana é a interação face a face que compreende a troca de uma
infinidade de sinais multimodais.

Tentar entender o processamento psicolinguístico da linguagem em seu nicho natural levanta novas questões, em primeiro lugar, a ligação de sinais múltiplos, compensados temporalmente sob restrições de tempo impostas por um sistema de tomada de turno.

Pode-se esperar que isso sobrecarregue e retarde nosso sistema cognitivo, mas na verdade é o
contrário.

Propomos mecanismos cognitivos que podem explicar esse fenômeno e apelamos para
uma estrutura psicolinguística situada multimodal para desvendar todas as complexidades do
processamento da linguagem humana.

Anzeige
Anzeige

Weitere Verwandte Inhalte

Aktuellste (20)

Anzeige

Aula 1 _ Escrita e fala de Poder Sensorial.pptx

  1. 1. Trajes Rituais e Transição de Status: o Traje Feminino como Emblema da Competência Aula 1 _ Escrita e fala de Poder Sensorial Especial para Midiã Barbosa
  2. 2. [...] ABERTURA A ecologia natural da linguagem humana é a interação face a face que compreende a troca de uma infinidade de sinais multimodais. Tentar entender o processamento psicolinguístico da linguagem em seu nicho natural levanta novas questões, em primeiro lugar, a ligação de sinais múltiplos, compensados temporalmente sob restrições de tempo impostas por um sistema de tomada de turno. Pode-se esperar que isso sobrecarregue e retarde nosso sistema cognitivo, mas na verdade é o contrário. Propomos mecanismos cognitivos que podem explicar esse fenômeno e apelamos para uma estrutura psicolinguística situada multimodal para desvendar todas as complexidades do processamento da linguagem humana. Tecnicamente o poder de “penetração” das vozes
  3. 3. [...] nascemos sinestetas, isto é, seres intrinsecamente transsensoriais, mesmo que fatores culturais frequentemente moldem nossa alfabetização sensorial de maneiras fundamentais. [...] o conhecimento e as habilidades de arquitetos, perfumistas, ceramistas, afinadores de piano, chocolatiers ou enólogos exigem que eles estejam "sintonizados" com várias modalidades de sentidos e alfabetização sensorial – de modalidades de sentido único a múltiplas. Mesmo tarefas mundanas como escolher uma determinada marca de pasta de dente, sabonete, roupas ou material de escritório, reservar uma mesa em um restaurante ou baixar sinais de celular refletem nossas inclinações em relação a certas cores, cheiros, texturas, sabores ou sons, e nossas decisões são as resultado de — consciente ou inconsciente — operações envolvendo vários sentidos. Tecnicamente o poder de “penetração” das vozes
  4. 4. Tecnicamente o poder de “penetração” das vozes Comportamentos Comunicativos Visuais Distribuídos entre Articuladores e Tempo.
  5. 5. Tecnicamente o poder de “penetração” das vozes FORMA DE PRÁTICA NA PAISAGEM DOMÉSTICA
  6. 6. Tecnicamente o poder de “penetração” das vozes
  7. 7. [...] O objetivo geral deste workshop é contribuir para a nossa compreensão de como várias culturas e comunidades sentem o mundo, prestando atenção a uma das suas manifestações mais acessíveis, nomeadamente a linguagem. O workshop tenta reunir estudiosos que trabalham em vários aspectos de como as percepções sensoriais se manifestam verbalmente e usam diferentes metodologias – tanto experimentais quanto baseadas no discurso. Isso envolve prestar atenção em como nossos recursos lexicais, bem como nosso discurso, ou recursos de gênero lançam luz sobre como as percepções sensoriais podem ser organizadas em nossas mentes e como comunicamos nossa percepção do mundo. As questões gerais abordadas no workshop são as seguintes: • Como falamos ou escrevemos sobre visão, paladar, olfato, tato e audição (lexical • Quais são os conceitos e mecanismos figurativos mais usados na descrição dessas experiências sensoriais, • Como os fatores culturais e disciplinares influenciam a maneira como descrevemos nossas percepções no exto e no discurso. Tecnicamente o poder de “penetração” das vozes
  8. 8. [...] neste encontro vamos decompor tudo o necessário para criar a sua comunicação de impacto. ... Tecnicamente o poder de “penetração” das vozes
  9. 9. [...] A linguagem dos cinco sentidos Ao usar a linguagem sensorial, você descreve o que vê, sente, ouve, saboreia e cheira. Você não escreve: “Fiquei triste quando minha namorada me deixou”. Você escreve [...] Vi um sorriso piscar nos lábios de Sarah quando ela sussurrou as palavras: “Estou deixando você”. Minha garganta apertou. Pisquei com força para não chorar, mas uma lágrima quente caiu e salgou meu lábio superior. Esta curta passagem incorpora quatro dos cinco sentidos: audição (“ela me disse”), toque/sensação (“uma lágrima quente”), visão (“eu vi um sorriso”), audição (“ela sussurrou”), paladar ( “salgou meu lábio superior”). Você pode ver como a linguagem sensorial anima sua escrita, envolve o leitor e faz visualizar a cena para que ele possa experimentá-la melhor. Tecnicamente o poder de “penetração” das vozes
  10. 10. NÃO USE USE ESTES EM VEZ DISSO: BOA aceitável, admirável, louvável, louvável, virtuoso, realizado, habilidoso, MAU Defeituoso, errôneo, inadequado, abaixo do padrão, corrupto, vil, angustiante, severo, ofensivo, imoral COISA objeto material, artigo, conceito, entidade, aparelho, dispositivo, detalhe, declaração, itens. GRANDE considerável, colossal, imenso, considerável, vasto, eminente, influente, supremo, nobre, proeminente PEQUENA diminutivo, imaturo, diminuto, leve, insignificante, mesquinho, trivial, limitado. IMPORTANTE de longo alcance, grave, momentoso, significativo, substancial, proeminente, notável FELIZ contente, alegre, jubiloso, emocionado, vantajoso, favorável, afortunado, TRISTE triste, triste, triste, sombrio, melancólico, triste, sombrio penoso
  11. 11. Análise de áudios gravados com poesias, memorandos, palestras de treinamentos e propaganda de 2.150 horas produzidos por pessoas do Brasil. Completa a base de dados observações do estilo comunicativo “emanado” das Universidades Brasileiras Brasil entre 2018 e 2021. Para mais detalhes sobre o estilo de comunicação faça contato via WhastApp 19981778535 Fonte de pesquisa própria em http://bit.ly/GRATISCursoparaPersuasao Tecnicamente o poder de “penetração” das vozes [...] Volume da voz. ...
  12. 12. [...] Volume da voz. ...
  13. 13. Sua história precisa construir algo emocionante, o clímax. Escreva sobre um conflito simples, uma tarefa que deve ser concluída, uma pergunta que deve ser respondida ou uma barreira que deve ser superada. Crescente ação Clímax Começo Resolução
  14. 14. [...] SUMÁRIO 1. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL 2. LINGUAGEM SENSORIAL DE TATO 3. LINGUAGEM SENSORIAL DE VISÃO 4. LINGUAGEM SENSORIAL DE AUDIÇÃO 5. LINGUAGEM SENSORIAL DE OLFATO 6. LINGUAGEM SENSORIAL DE PALADAR 7. PALAVRAS DE PODER
  15. 15. [...] uma mulher estilosa faz querer ir até ela e dizer “Onde você conseguiu isso?” “como você sabe isso?” Não está em nenhuma revista ou em nenhuma passarela que eu tenha visto, não está em nenhum livro que eu tenha lido [...] e eu só tenho que descobrir de onde é. Um mercado de pulgas, o armário de sua avó, seu mentor particular, onde quer que seja. Todos os grandes ícones de estilo alcançaram essa aura de intriga. Eles foram os primeiros a entrar em cena com falas, roupas e acessórios que deixaram o resto do mundo perguntando: 'Onde ela escutou ou conseguiu isso?' Como os ícones de estilo nunca seguem o líder, eles nunca obedecem às regras. Pequenos insights revisionais [...] insights revisionais
  16. 16. [...] um argumento deve ser discutível. Um argumento deve ser adaptado à sua situação retórica. Valores da argumentação [...] insights revisionais
  17. 17. Diferenças argumentação e opinião Argumentos têm regras; opiniões nunca. Em outras palavras, para formar um argumento, você deve considerar se o argumento é razoável. Vale a pena fazer? É válido? Todas as suas partes se encaixam logicamente? Argumentos têm suporte; opiniões nunca. Se você fizer uma reclamação e depois parar, como se a afirmação em si fosse suficiente para demonstrar sua veracidade, você afirmou apenas uma opinião. Um argumento deve ser suportado e o suporte de um argumento tem suas próprias regras. O suporte também deve ser razoável, relevante e suficiente. [...] insights revisionais
  18. 18. TIPOLOGIA DE Diálogos ARGUMENTATIVOS [...] insights revisionais
  19. 19. Fluxo para Diálogos ARGUMENTATIVOS Mostre a necessidade de agir. Use repetição para assegura o apego à ação. [...] insights revisionais
  20. 20. Comunicação intencional 5ª Aula _
  21. 21. comunicação intencional
  22. 22. A intencional idade da fala refere-se à capacidade de uma pessoa enviar mensagens de propósito, diretamente a alguém para atingir um objetivo específico. Nos estágios iniciais do desenvolvimento da comunicação, as crianças se comunicam sem perceber. É o adulto que atribui sentido ao que a criança faz. ATENÇÃO AQUI! ASSIM É TAMBÉM ENTRE ADULTOS, Lembre do OK. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  23. 23. E MAIS. Se penso em um piano, algo em meu pensamento escolhe um piano. Se falo de charutos, algo em minha fala se refere a charutos. Essa característica dos pensamentos e palavras, pela qual eles escolhem, referem-se ou tratam de coisas, é a intencionalidade. LEMBRE DE CENÁRIOS (ELEITORAIS, RELIGIOSOS... OUTDOORS COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  24. 24. A comunicação intencional é a chave para manter sua equipe informada, focada e avançando. Por mais que você encoraje todos a se expressarem de forma livre, clara e autêntica, você também deve criar um ambiente onde toda a comunicação seja direcionada para o positivo e tudo o que o ajudar a crescer. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  25. 25. A comunicação intencional descreve o uso intencional de atos verbais e não verbais (como gestos, linguagem de sinais, vocalizações pré- linguísticas ou palavras) para transmitir uma mensagem a outra pessoa. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  26. 26. A comunicação pode envolver sinais convencionais ou não convencionais, pode assumir formas linguísticas ou não linguísticas e pode ocorrer por meio de modelos falados ou outros. Comunicação intencional (IC) é a exibição de sinais (verbais ou não) comunicativos que são sensíveis ao estado do receptor. Com base em pesquisas sobre a comunicação de bebês humanos, o IC pode ser operacionalizado de acordo com vários critérios objetivos de avaliação COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  27. 27. [...] critérios objetivos de avaliação da Comunicação Intencional mediada por atos verbais e não verbais . 1. Primeiro, é exibido socialmente, é necessária uma audiência. 2. Em segundo lugar, o sinalizador ajusta a comunicação de acordo com os correlatos comportamentais de atenção no receptor. 3. Em terceiro lugar, quando a comunicação é sobre uma entidade ou evento que é removido espacialmente tanto do sinalizador quanto do receptor, ela é exibida com alternância de olhares entre essa entidade distante e o receptor. 4. Outra maneira de afirmar isso é que o comportamento de orientação visual do sinalizador está sob o controle de estímulo da localização do receptor e da localização da entidade distante. 5. Quarto, se o objetivo putativo do ato comunicativo não for alcançado, o sinalizador persistirá na comunicação. 6. Quinto, se os sinais iniciais não atingirem o objetivo putativo, o sinalizador elaborará sua comunicação.
  28. 28. [...] critérios objetivos de avaliação da Comunicação Intencional. No desenvolvimento humano, o CI é de interesse porque há uma transição de desenvolvimento robusta e amplamente replicada perto dos 12 meses de idade, na qual os bebês começam a "assumir o comando" das interações comunicativas, por exemplo, por meio de apontar. A evidência, portanto, sugere que essas habilidades para se envolver em atenção conjunta são compartilhadas entre humanos e macacos (e talvez macacos também), com raízes filogenéticas relativamente profundas. o sinalizador persistirá na comunicação. Quinto, se os sinais iniciais não atingirem o objetivo putativo, o sinalizador elaborará sua comunicação.
  29. 29. Para estabelecer a Comunicação Intencional. [...] mediada por atos verbais e não verbais  Comece conectando. Concentre-se no relacionamento antes do conteúdo. Descreva o propósito da conversa.  Certifique-se de que há tempo suficiente disponível. Encontre um horário mutuamente aceitável. ...  Esteja ciente de seu estado de espírito e do estado de espírito E AS EXPECTATIVAS de SUA AUDIÊNCIA COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  30. 30. 1. Você pode começar a desenvolver uma comunicação intencional [...] mediada por atos verbais e não verbais ...tornando-se um ouvinte melhor. Ouça com a mente aberta. 2. Ouça toda a mensagem e descubra como você pode levar a comunicação a um nível superior. 3. A comunicação intencional não é necessariamente isenta de viés. Na verdade, sua comunicação privilegia os positivos, as potencialidades, o crescimento e tudo o que é belo e criativo. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  31. 31. A comunicação intencional humana [...] mediada por atos verbais e não verbais ... é marcada por sua flexibilidade e sensibilidade ao contexto. Mecanismos cerebrais hipotéticos podem fornecer explicações convincentes e completas sobre a capacidade humana de comunicação intencional apenas na medida em que podem corresponder ao poder computacional necessário para exibir essa capacidade. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  32. 32. ATOS MOTORES (COMO LEVANTAR O BRAÇO E/OU ESTENDER O DEDO INDICADOR) PODEM SUGERIR DIFERENTES INTENÇÕES COMUNICATIVAS DEPENDENDO DO CONTEXTO EM QUE SÃO REALIZADOS. As informações de contexto podem pertencer a informações sobre o estado simultâneo do mundo. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  33. 33. As informações de contexto também podem pertencer a informações sobre outros atos motores executados simultaneamente. Por exemplo, uma pessoa levantando o braço, estendendo o dedo indicador e mover o dedo indicador para os lábios (fechados) provavelmente (em comparação com outras combinações de ações) pretende sinalizar “fique em silêncio”. Quando esta combinação de atos motores é adicionalmente combinada com um contexto no qual a música é tocada e, além disso, são feitos atos como fechar os olhos, inclinar a cabeça e afastar o dedo dos lábios, uma combinação de intenções comunicativas pode ser sinalizada [por exemplo , “fique em silêncio, preste atenção e ouça”]. É importante ressaltar que ações idênticas, executadas em contextos diferentes, podem sinalizar intenções comunicativas qualitativamente diferentes. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  34. 34. Evidentemente, a comunicação humana se situa entre esses dois extremos. Visões triviais e intratáveis ​​da comunicação humana falham em caracterizar adequadamente a complexidade dos problemas de comunicação resolvidos por humanos em situações cotidianas. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  35. 35. A comunicação intencional não é necessariamente isenta de viés. Na verdade, sua comunicação privilegia os positivos, as potencialidades, o crescimento e tudo o que é belo e criativo. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  36. 36. “Não tenho certeza se ele está se comunicando de propósito. Como posso eu saber?“ Freqüentemente, os profissionais observam um comportamento, como vocalizar ou mover uma parte do corpo, e não podem ter certeza se é uma tentativa intencional de comunicação. Ei, se fosse claro [...] Aqui estão algumas coisas para pensar. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  37. 37. “Bem, eu acho que é intencional, mas não tenho certeza.” Se isso parece um pouco nebuloso, tudo bem. Podemos nunca ter 100% de certeza, então nossa abordagem é procurar a preponderância das evidências. Observamos e tentamos fazer julgamentos razoáveis ​​sobre o que estamos vendo. Cada vez que vemos um comportamento potencialmente comunicativo, paramos e nos perguntamos: essa comunicação foi proposital? Aqui está um exemplo. Julian olhou para sua caixa de suco e vocalizou, depois olhou para seu professor: Pontuação 1 para comunicação intencional Ele balançou e vocalizou quando o musicoterapeuta veio, mas sem contato visual: Pontuação 1 para não intencional Quando o SLP ofereceu a ele um brinquedo, Julian olhou para ele, olhou para ela, depois de volta para o brinquedo e sorriu: Outro ponto para comunicação intencional Julian começa a balançar e vocalizar quando a música para. Quando nada acontece, ele fica mais alto e bate a mão no laptray: Proposital Assim que a música começa, ele sorri e move a cabeça de um lado para o outro: Não intencional E assim por diante. O ponto é que observamos o(s) comportamento(s) e os consideramos dentro do contexto imediato para nos ajudar a decidir se esse comportamento tem mais probabilidade de ser 'provavelmente intencional' ou 'provavelmente não intencional'. Estamos procurando padrões. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  38. 38. O cliente faz contato visual ao demonstrar esse comportamento? É algo que ele/ela parece fazer consistentemente em certas circunstâncias? Ele/ela alterna o olhar entre o parceiro de comunicação e o objeto? Ele/ela é persistente e tenta novamente se as tentativas iniciais não forem satisfeitas? Ele/ela parece modificar o comportamento na tentativa de ser reconhecido/percebido? Se a resposta a uma ou mais dessas perguntas for 'sim', então o cliente tem algumas habilidades de comunicação intencional. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  39. 39. [...] “E se eu estiver errado?” Depende. Se você está tratando algo como intencional, e não é, não se preocupe. Não há problema aqui. Na verdade, você está fazendo o que precisa para ajudar esse comportamento a SE TORNAR intencional. Por outro lado, se você está tratando um comportamento como aleatório/não intencional quando na verdade é uma verdadeira tentativa de comunicação, você está diminuindo A POSSIBILIDADE DA OUTRA tente novamente. Não tão bom. A mensagem final é esta: Se você não tiver certeza, trate o comportamento COMO SE fosse uma verdadeira tentativa de comunicação . Fazer isso aumenta as chances DE ESTABELECR INTERAÇÃO CONTINUADA. E isso, claro, é exatamente o que queremos. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  40. 40. [...] “Quais são algumas boas maneiras de avaliar comunicadores como este e monitorar seu progresso?” Obviamente, esses não são comunicadores que podem sentar-se à sua mesa e fazer uma bateria de testes. Na maioria das vezes, a avaliação é observacional ou informal. No entanto, podemos coletar alguns dados muito úteis. Aqui estão algumas ideias. 1. Faça uma contagem de frequência : mantenha uma guia contínua de comportamentos, conforme descrito anteriormente neste post, categorizando cada ocorrência em categorias de provavelmente intencional e provavelmente não intencional. 2. Envolva a equipe : explique o que procurar e como pontuar/tabelá-lo. 3. Assistir a um vídeo : Grave o vídeo do cliente e assista com cuidadores de confiança. Peça-lhes para alertá-lo sempre que virem o cliente fazendo algo que interpretem como comunicação. Pause o vídeo para discutir. 4. Resuma os resultados : Use um gráfico ou gráfico para procurar mudanças ao longo do tempo COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  41. 41. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL 0 0.5 1 1.5 2 2.5 3 3.5 4 4.5 5 Intencional não intencional Intencional não intencional
  42. 42. Communication Matrix : ferramenta on-line baseada em pesquisa por sua capacidade de nos fornecer informações sobre o nível geral de funcionamento comunicativo dos comunicadores iniciantes, juntamente com informações sobre os propósitos para os quais eles se comunicam e as maneiras pelas quais eles se comunicam. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  43. 43. A comunicação intencional é uma forma de comunicação que promove deliberadamente o desenvolvimento de habilidades sociais e emocionais. Simplificando, as habilidades sociais e emocionais incluem compreender e gerenciar a si mesmo, relacionando-se com os outros, e fazer escolhas responsáveis ​​com base em si mesmo e nos outros. COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  44. 44. A comunicação intencional cria um ambiente seguro que permite que você aumente sua consciência sobre o que você esta sentindo, o que você quer, e o que você precisa (self). COMUNICAÇÃO INTENCIONAL
  45. 45. • Facilita a compreensão dos princípios fundamentais para uma comunicação eficaz • Promove o reconhecimento e a compreensão de como os padrões de linguagem motivam e influenciam comportamentos • Usa técnicas práticas para promover a compreensão compartilhada • Usa técnicas desenvolver melhores comunicações. ... COMUNICAÇÃO INTENCIONAL A comunicação intencional
  46. 46. • Desenvolve habilidades em torno de seus hábitos de linguagem corporal, especialmente o tom de voz.... • Promove o Cuidado com as palavras. ... • Facilita que você Observe o que você está sentindo em todas as suas comunicação OS “PRINCÍPIOS BÁSICOS” DA COMUNICAÇÃO INTENCIONAL: A comunicação intencional
  47. 47. [...]. Intencionalidade NA COMUNICAÇÃO significa encontrar tempo para se conectar com cada PESSOA COM A QUAL INTERAJE, mas também encontrar tempo para se conectar com você mesmo a fim de ser mais intencional com suas ações e reações.
  48. 48. Criação de Metáforas sensoriais 5ª Aula _
  49. 49. Tipos de metáforas que podem ser construídas usando linguagem sensorial Usar metáforas repletas de linguagem sensorial é uma ótima maneira de oferecer descrições vívidas sem forçar a linguagem sensorial, principalmente ao escrever sobre assuntos que são muito secos para extrair narrativas. Nesse caso, as metáforas podem ajudá-lo simultaneamente a envolver e informar seus leitores. Por exemplo, ao escrever uma postagem de revisão para uma plataforma de criação de cursos, você pode chamá-la de “Cadillac das plataformas de cursos online”. Os leitores se conectarão imediatamente (desde que entendam que um Cadillac é um veículo de alta qualidade) e entenderão que você quer dizer que a plataforma de cursos online é a melhor em sua categoria.
  50. 50. Palavras sensoriais de Tato 5ª Aula _
  51. 51. Palavras Sensoriais de tato 4. O monstro de olhos verdes A frase significa ser invejoso. O verde está associado a doenças ou enfermidades, talvez porque a pele das pessoas às vezes adquire uma tonalidade ligeiramente amarela/esverdeada quando estão gravemente doentes. Verde também é a cor de muitas frutas verdes que causam dor abdominal. A frase foi usada e talvez inventada por Shakespeare para significar ciúme. Em O Mercador de Veneza , assim como em Otelo , Shakespeare se refere aos gatos como monstros de olhos verdes porque eles brincam com ratos antes de matá-los.
  52. 52. Palavras Sensoriais de tato [...] Inclui coisas que você pode sentir, como texturas, diferenças de temperatura ou sensações humanas ao tocar em algo. Suave Suave Rude Duro Escorregadio Resfriado Quente Espinhoso Viscoso
  53. 53. Palavras Sensoriais de tato [...]
  54. 54. Palavras sensoriais de Visão 5ª Aula _
  55. 55. Palavras Sensoriais de Audição 2. O amor é cego Todos entendem o significado disso. Durante séculos, a frase foi lida em várias peças de Shakespeare – Dois Cavalheiros de Verona , Henrique V e O Mercador de Veneza . A frase não foi, de fato, inventada por Shakespeare, mas ele aproveitou e a trouxe ao público, sendo desde então considerado o autor da expressão.
  56. 56. Palavras Sensoriais de Audição 4. O monstro de olhos verdes A frase significa ser invejoso. O verde está associado a doenças ou enfermidades, talvez porque a pele das pessoas às vezes adquire uma tonalidade ligeiramente amarela/esverdeada quando estão gravemente doentes. Verde também é a cor de muitas frutas verdes que causam dor abdominal. A frase foi usada e talvez inventada por Shakespeare para significar ciúme. Em O Mercador de Veneza , assim como em Otelo , Shakespeare se refere aos gatos como monstros de olhos verdes porque eles brincam com ratos antes de matá-los.
  57. 57. Palavras Sensoriais de Visão [...] 1. Palavras sensoriais da visão As palavras de visão estão relacionadas à visão e descrevem a aparência de algo (sua cor, tamanho, forma e assim por diante). Exemplos de palavras visuais: Seu cabelo dourado parecia desgrenhado graças à rajada de vento. Ele era uma presença imponente . Pedi um suco de laranja grande, mas o garçom me trouxe um copo minúsculo do tamanho de um dedal.
  58. 58. Palavras Sensoriais de Visão [...] 1. Palavras Visuais (Visão) As imagens visuais envolvem o sentido da visão. Inclui coisas que você pode ver, bem como descrições visuais e atributos físicos, como tamanho, cor, forma, etc. Colorido Leve Escuro Superlotado Pacífico Brilhante Deserta
  59. 59. Palavras Sensoriais de Visão [...]
  60. 60. Palavras sensoriais de Audição 5ª Aula _
  61. 61. Palavras Sensoriais de Audição Palavras Auditivas (Som) 1. Toc toc! Quem está aí? Embora não haja evidências diretas, é possível que o nascimento da piada “Knock knock” no século XX possa ser atribuído à famosa cena do porteiro na peça Macbeth . O porteiro tenta passar pelo portão do castelo de Macbeth, onde o rei da Escócia acaba de ser assassinado. Na cena anterior, em que Macbeth e sua esposa cometem o crime, eles ouvem um som de batida que cristaliza sua culpa. O castelo de Macbeth é e continuará sendo o quartel-general da dupla diabólica e o local de inúmeros crimes hediondos.
  62. 62. Palavras Sensoriais de Audição Palavras Auditivas (Som) As imagens auditivas dizem respeito à forma como as coisas soam . Aliteração, onomatopéia e outros artifícios literários ajudam a criar sons na escrita. Alto Tranquilo batendo Devagar Zumbido borbulhando Cantarolando
  63. 63. Palavras sensoriais de Olfato 5ª Aula _
  64. 64. Palavras Sensoriais de Olfato [...] Palavras Olfativas (Cheiro) Sabor e cheiro estão intimamente ligados, o que significa que muitas vezes você encontrará as mesmas palavras usadas para descrever ambos, como “ doce ” ou “ picante”. ” Fresco Podre esfumaçado terroso Queimado mofado Fedido
  65. 65. Palavras sensoriais de Paladar 5ª Aula _
  66. 66. Palavras Sensoriais de Paladar [...] Eles incluem cinco sabores básicos: doce, salgado, azedo, amargo e umami. As palavras gustativas também envolvem as texturas e sensações ligadas ao ato de comer. Doce Apimentado Azedo Salgado Amargo Noz Brando Picante
  67. 67. Palavras Sensoriais Cinestésicas 5ª Aula _
  68. 68. Palavras Sensoriais Cinestésicas 5. O mundo é minha ostra Uma frase bastante única que significa que existem muitas possibilidades e oportunidades no mundo. Vem de As Alegres Comadres de Windsor , de Shakespeare . Uma frase popular com significado semelhante é “carpe diem” (“aproveite o dia”). Para conseguir algo neste mundo, é preciso aproveitar todas as oportunidades.
  69. 69. Palavras Sensoriais Cinestésicas [...] A cinestesia está relacionada com a sensação de movimento. Algumas das palavras podem ser semelhantes às palavras táteis, mas as imagens cinestésicas estão mais preocupadas com as sensações do corpo inteiro. asas batendo Corações batendo forte Água correndo fluxo gorgolejante Luzes piscando/cintilando cavalos galopando Medo subindo Bater os cílios
  70. 70. Palavras de Poder Palavras e Usos 5ª Aula _
  71. 71. Palavras de poder Palavras de poder são palavras persuasivas e emocionais que desencadeiam uma resposta positiva ou negativa. Eles podem nos fazer sentir assustados, encorajados, excitados, zangados, gananciosos, seguros ou curiosos. Pessoas que são boas argumentadoras usam “palavras poderosas” para incrementar seu conteúdo e obrigar uma audiência a agir.
  72. 72. Palavras e usos As 5 palavras mais persuasivas em todos os idiomas 1. Você 2. Livre 3. Porque/ como 4. Imediatamente 5. Novo A pesquisa por trás dessas palavras mostrou repetidamente que elas funcionam. Onde usar estas palavras: frases de chamariz, títulos, linhas de assunto, cabeçalhos, frases de abertura e parágrafos 68% 74%
  73. 73. Palavras e usos 3 palavras para incentivar a comunidade 1. Junte-se 2. Torne-se um membro 3. Venha comigo Essas frases comunitárias fornecem uma sensação de união ao usuário; eles sentem que estão participando de algo maior que eles mesmos. Onde usar estas palavras: Convite para participar de clubes – participar de ações voluntárias - Inscrições de e-mail, ofertas de teste, mensagens no aplicativo... 69% 89%
  74. 74. Palavras e usos 69% 89% 12 frases que implicam exclusividade • Apenas membros • Turma completa • Adesão agora fechada • Peça um convite • Inscreva-se para ser um “testers” • Disponível apenas para assinantes • 12 frases que implicam exclusividade • Ofertas exclusivas • Torne-se um insider • Seja um dos poucos • Pegue antes de todo mundo • Seja o primeiro a saber disso • Agora
  75. 75. Palavras e usos 69% 89% • Segredo • Nos digam • Inspira • Toma • Socorro • Promover • Aumentar • Crio • Descobrir 9 palavras para conteúdo compartilhável Onde usar: formulários de inscrição, links, apelos à ação...
  76. 76. Palavras de poder Os 7 tipos diferentes de palavras de poder Palavras do poder do medo Palavras de poder de encorajamento Palavras de poder de luxúria Palavras de poder de raiva Palavras de poder de ganância Palavras de poder de segurança Palavras proibidas do poder
  77. 77. Palavras de poder 1. Palavras do poder do medo O medo é, sem dúvida, a emoção mais poderosa para agarrar e manter a atenção de uma audiência. Para garantir que você nunca altere o canal, as redes de notícias carregam palavras de medo, fazendo com que você se preocupe com a possibilidade de perder algo importante. Essas palavras realmente conectam pessoas. 58% 64%
  78. 78. Palavras de poder 1. Palavras do poder do medo Eu estava em agonia. Ondas de fraqueza inimagináveis caíram pela minha espinha, fazendo com que todos os músculos do meu corpo se desmanchassem, como se eu tivesse virado um pudim. Minhas costas arquearam-se em um ângulo nunca natural. Meus braços e pernas começaram a tremer. Em um momento, eu estava em __________________conversando com pessoas sobre ______________explicando como iniciar _________e torná-lo popular. No dia seguinte, tudo ficou escuro. Eu ainda estava consciente, mas apenas mal. Cuide da sua saúde – Sempre mais do que eu. 58% 64%
  79. 79. Palavras de poder 2. Palavras de poder de encorajamento Vamos encarar. Você está aqui a ouvir - e a maioria - das pessoas nunca está exatamente pulando nas paredes com energia e entusiasmo. Elas provavelmente estão entediadas, talvez um pouco deprimidos e quase definitivamente cansados. [...] estão procurando por algo, qualquer coisa, que as desperte e faça com que se sintam melhor – e procuram receitas... 63% 744%
  80. 80. Palavras de poder 2. Palavras de poder de encorajamento 1. Você 2. Livre 3. Porque/ como 4. Imediatamente 5. Novo Vou encorajar você a permanecer ouvindo...Com duas palavras encorajadoras - mudança de vida e magia. Ou qualquer dessas que estão mostradas. Surpreendente Milagre Miraculoso Esperança Ganhar Tirar o fôlego Arranca Sensacional Incrível Maravilhoso Vencer Honra Desafio De cair o queixo Maravilhoso 3 palavras para incentivar a comunidade 1.Junte-se 2.Torne-se um membro 3.Venha comigo 63% 74%
  81. 81. Palavras de poder 5 tipos diferentes de palavras de poder 1.Palavras de poder de luxúria 2.Palavras de poder de raiva 3.Palavras de poder de ganância 4.Palavras de poder de segurança 5.Palavras proibidas do poder
  82. 82. 3. Palavras de poder de luxúria A luxúria é uma das principais emoções humanas. Basta olhar para as revistas masculina e feminina e você verá o que quero dizer. Quase todas as manchetes da capa são explícitas ou indiretas sobre sexo. E funciona, nunca apenas para revistas masculinas e femininas, mas para qualquer coisa. [...] você pode usar palavras que inspiram a luxúria para tornar quase tudo intrigante. COMO AUMENTAR A EMOÇÃO COM PALAVRAS DE LUXÚRIA Avançar - Palavras de poder Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] 54% 73%
  83. 83. 3. Palavras de poder de luxúria Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] Despertar Implorando Proibido Arrepios Tentador Sem censura Sedutor Insolente Atrevido Beijo Saudade Cativante Clímax Atrevido Satisfazer Molhado Provocante Almejar Abraço Sensual Hipnótico Picante Impulso Encantar Segredo Tentador Ousado Selvagem Fascinante Ligar Avançar - Palavras de poder 54% 73%
  84. 84. 3 a) Escreva a sua argumentação usando Palavras de Luxúria Vamos encarar. Você está aqui a ouvir a mais ______________ - e a maioria - das pessoas nunca está exatamente _________________com _______________. Vamos mudar isso ___________vamos dar___________________. [...] Vou entregar a você - a cada uma _____________________que vai dar e fazer com que se sinta ____________________ – e _______________... Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] Na Prática - Palavras de poder 54% 73%
  85. 85. 4. Palavras de poder de Raiva De todas as emoções, a raiva é, sem dúvida, a mais crítica. É também o mais moralista, farisaico e repudiador. Portanto, por mais consciente que você seja, recorrer à raiva permite-lhe confortavelmente desconfirmar a validade, ou legitimidade, da perspectiva do outro. Se você quiser se conectar com a raiva das pessoas e, lentamente, mas com certeza, colocá-las em um frenesi, use as palavras poderosas abaixo. Apenas tenha cuidado com quem você alveja. Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] Avançar - Palavras de poder 44% 56%
  86. 86. 4. Palavras de poder de Raiva Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] Abominável Derrotar Valentão Poluir Grosseiro Abuso Boca grande Traquinas Arruinado1 Repugnante Irritante Brutal Falso Maldição Repelindo Desonesto Bruto Mentiras Repugnante Fracassado Enganoso Sem utilidade Dissimulado Esnobe Explorar Absurdo Palhaço Pretensioso Corrupto Covarde Avançar - Palavras de poder 44% 56%
  87. 87. 4 a) Escreva a sua argumentação usando Palavras de Raiva Vamos encarar. Você está aqui a ouvir a mais ______________ - e a maioria - das pessoas nunca está exatamente _________________com _______________. Vamos mudar isso ___________vamos dar___________________. [...] Vou entregar a você - a cada uma _____________________que vai dar e fazer com que se sinta ____________________ – e _______________... Na Prática_ Palavras de poder Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] 44% 56%
  88. 88. 5. Palavras do poder da ganância Se você quer que as pessoas façam algo, pise em suas glândulas gananciosas até sangrarem. A verdade é que quase todo ser humano no planeta está interessado em economizar – gastar menos energia ou ganhar - fazer mais com menos - ou fazer (ganhar) dinheiro. Se você quiser pisar nas glândulas de ganância das pessoas para conduzi-las use as palavras poderosas que está a seguir. Avançar - Palavras de poder Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] 61% 79%
  89. 89. 5. Palavras do poder da ganância Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] Barganha Menor preço Melhor Luxuoso Bilhão Barato Poupar dinheiro Pagar menos Pague zero Desconto Dinheiro Drenar dinheiro Clímax Atrevido Satisfazer Prêmio Em dobro Menos esforço Extra Subindo sempre Triplo Muito mais Riqueza Gritante Fortuna Dólar Luxuoso Quadruplicar Rico Seis dígitos Avançar - Palavras de poder 61% 79%
  90. 90. 5 a) Escreva a sua argumentação usando Palavras da Ganância Vamos encarar. Você está aqui a ouvir a mais ______________ - e a maioria - das pessoas nunca está exatamente _________________com _______________. Vamos mudar isso ___________vamos dar___________________. [...] Vou entregar a você - a cada uma _____________________que vai dar e fazer com que se sinta ____________________ – e _______________... Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] Na Prática - Palavras de poder 61% 79%
  91. 91. 6. Palavras de poder de segurança A ganância nunca é a única emoção que você quer que os compradores sintam. Você também quer que eles se sintam seguros. Eles precisam confiar em você e em seu produto ou serviço. Eles precisam ter confiança que você vai cumprir o que promete – implicitamente ou explicitamente. Precisam acreditar que obterão resultados. Se você quiser aumentar a emoção e a segurança das pessoas para conduzi-las use as palavras poderosas que está a seguir. Avançar - Palavras de poder Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. 54% 69%
  92. 92. 6. Palavras de poder de segurança Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] Resultados Comprovado Livre de risco Acima e além Privacidade Anônimo Autêntico Pagar menos Protegido Apoiado Prova de recessão Prova de crises Best-seller Confiável Cancelar a qualquer... Certificado Infalível Científico Garantido Seguro Legítimo Testado Nenhuma obrigação Isso nunca falha Experimente antes... Oficial Verificar Permanente Classe mundial Sem perguntas Avançar - Palavras de poder 54% 69%
  93. 93. 6 a) Escreva a sua argumentação usando Palavras de poder de segurança Vamos encarar. Você está aqui a ouvir a mais ______________ - e a maioria - das pessoas nunca está exatamente _________________com _______________. Vamos mudar isso ___________vamos dar___________________. [...] Vou entregar a você - a cada uma _____________________que vai dar e fazer com que se sinta ____________________ – e _______________... Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] Na Prática - Palavras de poder 54% 69%
  94. 94. 7. Palavras de Poder Proibidas Lembra quando você era criança e alguém lhe disse para nunca fazer alguma coisa? Daquele ponto em diante, você poderia pensar em pouco mais, certo? A verdade é que todos somos fascinados pelo misterioso e proibido. É como se estivesse programado em nossa própria natureza. Então, vamos tirar o máximo dessa programação. Sempre que você quiser acionar a programação do “proibido” espalhe palavras de poder por toda a sua argumentação. Vamos conhecer as palavras do proibido? Avançar - Palavras de poder Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] 64% 75%
  95. 95. 7. Palavras de Poder Proibidas Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] Porta dos fundos Nunca visto antes Fora dos limites Proibido Privado Na lista negra Segredo Oculto Tentou esconder Apoiado Mercado negro Censurado Classificado Confissões Confidencial Sob sigilo Controverso Sob sigilo Disfarçado Exótico Subterrâneo Esquecido nunca revelado Inesperado Inacessível Revelado Pouco conhecido Do cofre Exótico Debaixo da mesa Avançar - Palavras de poder 64% 75%
  96. 96. 7 a) Escreva a sua argumentação Palavras de Poder Proibidas Vamos encarar. Você está aqui a ouvir a mais ______________ - e a maioria - das pessoas nunca está exatamente _________________com _______________. Vamos mudar isso ___________vamos dar___________________. [...] Vou entregar a você - a cada uma _____________________que vai dar e fazer com que se sinta ____________________ – e _______________... Desafio: escreva uma argumentação voltada ao sem empreendimento usando palavras de poder no enunciado dos seus argumentos. O Prêmio – Sensibilizar para sempre. [...] Na Prática - Palavras de poder 64% 75%
  97. 97. Português Instrumental 28/11/2022
  98. 98. Os objetivos deste projeto se concentra em sua seleção de palavras e frases: 1. Escolha palavras e gramática que comunicam claramente. 2. Escolha palavras e gramática que apelem aos sentidos. Elimine o jargão. Escolha Tópicos Descritivos ou Baseados em História Qualquer tópico pode funcionar, mas para flexionar seus músculos da redação de discursos, escolha um tópico que se preste a descrições vívidas. Discursos baseados em histórias ou experiências irão desafiá-lo a selecionar palavras e frases para transportar seu público de suas cadeiras para o cenário onde seu discurso ocorre. Português Instrumental
  99. 99. 2. Use linguagem sensorial Faça o seu público ver o que você vê, sentir o que você sente, provar o que você prova, cheirar o que você cheira e ouvir o que você ouve. Resumindo, use todos os cinco sentidos para criar uma descrição completamente envolvente. Transporte seu público para um cinema, descrevendo: Visão: os efeitos especiais estonteantes do cenário das artes marciais Cheiro: o aroma flutuante de pipoca com manteiga Som: os efeitos de som surround estrondosos que o fizeram pular da cadeira Sabor: o doce XXXXX de alcaçuz que derrete na boca Toque: o aperto claustrofóbico de seus joelhos pressionados no encosto do banco à sua frente. Português Instrumental
  100. 100. 2. Use linguagem sensorial Visão - “pode fazer com que as chamas subam, envolvendo seus hambúrgueres”, “padrão hachurado agradável”, “festa para os olhos e também para a paleta” Cheiro - “A manteiga com especiarias vai começar a infiltrar-se na carne e vai libertar aromas que vão fazer inveja na vizinhança” Som - “você ouvirá o estalido agradável do churrasco” Prove - “mistura de manteiga picante”, “alface crocante, tomate maduro, cebola com pop, picles doces, pimenta, bacon defumado” Toque - “pegue cada hambúrguer na palma da sua mão e pressione para baixo formando um vale”, “massageie o hambúrguer em uma espessura e forma agradáveis” Português Instrumental
  101. 101. Frases sensoriais Aliteração: “A tarefa parece impossível, intransponível, a ideia é incompreensível!”, “Às vezes é staccato, às vezes suave” Repetição: “cheire” repetidamente (veja abaixo), “Agora EU AMO mangas. Amor em maiúsculas AMOR mangas. ”; “Eu aprendi como ...” usada em três frases consecutivas; “Burkina Faso tem…” em quatro frases consecutivas perto da conclusão. Símile: “o tempo como a areia escorregando pela ampulheta”, “acertando você como uma parede de tijolos”, “a força e a intensidade do calor fazem você sentir como se o sol se desviasse e estivesse em uma trajetória indo direto para você ” Metáfora: “cores que podem levantar até o mais triste dos humores” Português Instrumental
  102. 102. Frases sensoriais Visão - “um rio de motos passando rapidamente”, “Babados e penas e linhas em zigue-zague” Som - descrições de música, "quando não há música ... o som da língua é o que é fascinante", "cante música, para cima e para baixo... Toque - descrições de poeira seca e avermelhada em todos os lugares; calor extremo Cheiro - “existem vários tipos de cheiros; há cheiros rançosos, cheiros de urina, o cheiro de lixo, um cheiro de odor corporal, cheiros de peixe seco e não se esqueça do cheiro de exaustão ou o odor desagradável de plástico queimado que de alguma forma flutua por sua casa sem aviso prévio. ” Sabor - manga e outras frutas, arroz com molho vermelho, etc. Português Instrumental
  103. 103. Frases sensoriais Faça seu motor funcionar por Karen Woodson (vídeo) Simile : “me atingiu como uma tonelada de tijolos” [0:57] Som : “e então a poderosa declaração 'Senhores, liguem seus motores' é anunciada sobre o rugido alto da audiência” [1:25] Visão : “uma corrida noturna quando as luzes refletem na pintura brilhante” [2:25]; numerosas referências a bandeiras de cores diferentes voando Tríade : “quebra de ossos, ranger de dentes, barulho de roda girando” [4:05] Aliteração e tríade : “coberto de confete e champanhe, coca-cola ou gatorade” [5:55] Outra frase descritiva : “enquanto a borracha queima ... ronco dos motores ... somente durante os 'avisos' a multidão relaxa o suficiente para se sentar” [3:35]; Português Instrumental
  104. 104. Frases sensoriais Exemplo # 4 FIXADO EM DUAS SÍLABAS The House on Silver Spring Lake por Leena Oh (vídeo) O parágrafo inicial incorpora maravilhosamente os objetivos deste projeto. Cinqüenta e nove palavras, e Leena usa frases sensoriais que se baseiam em todos os cinco sentidos : Imagine acordar de manhã, o sol entrando pelos galhos do pinheiro na janela do seu quarto (visão). Você ouve o chilrear dos pássaros (som) e os pica-paus batendo para ouvir o seu café da manhã (som) . Está frio, então você tenta ficar no calor das cobertas (toque) o maior tempo possível, mas não consegue resistir ao cheiro do café da manhã e do café (cheiro) que vem da cozinha. Além disso, observe que dessas 59 palavras, apenas três têm mais de duas sílabas: imagine, pica-paus e possível. Português Instrumental
  105. 105. A sua voz adormece o seu público? Isso te faz dormir? Você acha difícil transmitir emoções com sua voz? Você é fácil de ouvir ou sua voz o decepciona? Os objetivos da variedade vocal é usar sua voz para complementar sua mensagem, aprimorando: 1. ritmo, 2. tom, 3. poder, e 4. faz uma pausa. Sua voz é a melhor ferramenta em sua caixa de ferramentas de entrega. Você deve aprender a usá-lo de forma eficaz para aprimorar sua apresentação. Variedade Vocal
  106. 106. Na Prática 1. Planeje em torno dos 4 grandes da fala: ritmo, tom, potência e pausas Esteja ciente de todas as quatro variáveis ​​vocais principais e trabalhe todas elas em sua fala. Ritmo - uma das maneiras mais fáceis de incorporar ritmo variável é desacelerar por meio de declarações-chave. Pitch - Uma maneira conveniente de atingir diferentes pontos de pitch é jogar com diferentes conteúdos emocionais. Uma voz triste assume um tom diferente de uma voz contente, que é distinta de uma voz excitada e assim por diante. As histórias são bons blocos de construção de discurso por muitos motivos, incluindo como eles trazem a voz do falante à vida por meio de emoções diferentes. Energia (Volume) - Não exagere com mudanças de volume. Novamente, alinhe suas variações de volume com o conteúdo emocional. Raiva ou alegria tende a trazer uma voz alta. O medo ou a tristeza exigem uma voz baixa . Pausas - Há uma infinidade de maneiras de incorporar as pausas de uma forma significativa (veja um artigo futuro do Six Minutes dedicado às pausas). Para este discurso, seja direto. Certifique-se de que você tenha pausas curtas após cada frase e pausas mais longas no final dos parágrafos ou transições dentro de sua fala . Variedade Vocal
  107. 107. Na Prática 2. Seja deliberado (mantenha a pontuação se for necessário) “ Sua voz é a melhor ferramenta em sua caixa de ferramentas de entrega. Você deve aprender a usá-lo de forma eficaz para aprimorar sua apresentação. ” Não basta escrever um discurso e tentar incorporar a variedade vocal na hora que você o profere. Conforme você escreve, edita e ensaia seu discurso, selecione palavras ou frases nas quais você irá variar sua voz conscientemente em cada um dos quatro Grandes. À medida que você cresce como um alto-falante, você atingirá todos os quatro fatores inconscientemente, mas quando estiver aprendendo, é normal ser um pouco mais deliberado. Considere fazer anotações em seu discurso com caneta colorida para destacar as oportunidades de variação vocal. Você pode até considerar fazer um “cartão de pontuação” na margem de sua página e dar a si mesmo um ponto para cada manobra vocal. Atire para uma pontuação de pelo menos 3 para cada gRANDE. Variedade Vocal
  108. 108. Na Prática 3. Alinhe sua voz com gestos expressivos Uma das melhores maneiras de trazer sua voz mais expressiva é usar gestos FACIAIS expressivos. Se participar de teleconferências ou webinars, você pode ter aprendido esse truque. Mesmo que ninguém possa ver você, realmente ajuda ficar de pé em seu escritório e fazer gestos corporais, manuais e faciais enquanto fala ao telefone. Sua voz ganhará vida naturalmente, como se sincronizada com seus gestos. O mesmo truque também se aplica às apresentações face a face. Se você é expressivo com seu rosto e outros gestos, sua voz tende a se alinhar naturalmente. 4. Livre-se das anotações, mantenha a cabeça erguida e projete sua voz Sem notas , você será capaz de manter a cabeça erguida e os olhos no público. Com a cabeça erguida, o pescoço e a garganta ficarão esticados, e a qualidade da sua voz PODE SER RESSOADA. PRATICAR O ZUMBIDO 5. Palavras exageradas “ Se você é expressivo com seu rosto e outros gestos, sua voz tende a se alinhar naturalmente. ” Se sua fala permitir, encontre algumas palavras com as quais você possa brincar com a pronúncia para adicionar um toque vocal ao seu discurso. Por exemplo: Em vez de dizer “O carro estava muito longe da praia”, você poderia dizer “O carro era um looooooong caminho da praia”. Em vez de dizer "O hambúrguer estava delicioso", experimente "O hambúrguer estava delicioso ". Variedade Vocal
  109. 109. PRINCÍPIO DE REPETIÇÃO Princípio Se algo acontecer com bastante frequência, eventualmente serei persuadido. Padrão Nossos cérebros são excelentes combinadores de padrões e nos recompensam por usarmos essa habilidade muito útil. A repetição cria um padrão que, conseqüentemente e naturalmente, chama nossa atenção no início e, em seguida, cria o conforto da familiaridade. Familiaridade A repetição cria familiaridade, mas a familiaridade gera desprezo? Embora possa acontecer, a realidade é que a familiaridade leva muito mais ao gosto do que ao desprezo. Quando estamos em um supermercado, é muito mais provável que compremos marcas conhecidas, mesmo que nunca tenhamos experimentado o produto antes. Os anunciantes sabem disso muito bem. nunca escassez Um efeito que pode acontecer é que a repetição repele qualquer efeito de escassez , tornando algo inicialmente menos atraente. Quando trabalho com uma pessoa famosa, meu estado inicial de intimidação pode logo ser substituído pela antipatia por seus hábitos irritantes. Com o tempo, entretanto (se eles nunca forem muito desagradáveis), provavelmente vou me acostumar com eles e até mesmo começar a apreciar e gostar do melhor de sua natureza.
  110. 110. Técnicas de pausa Agora que examinamos os benefícios das pausas de fala, vamos examinar os vários tipos de pausa e quando devem ser usadas. “ Assim como o comediante deve deixá-los rindo, o orador deve deixá-los pensando. ”
  111. 111. A.A cláusula de pausa ( ou a pausa da vírgula) Use pequenas pausas em seu discurso sempre que uma vírgula for usada na linguagem escrita para separar duas cláusulas ou para separar itens de uma lista claramente. Por exemplo: Querendo impressionar minha esposa no nosso aniversário [pausa] , preparei ovos [pausa] bacon [pausa] e panquecas para o café da manhã. Em Speak Like Churchill, Stand Like Lincoln , James C. Humes defende quebrar o texto do seu discurso em uma série de frases curtas, uma por linha. Por meio do ensaio, pequenas pausas são introduzidas sempre que a linha termina - no final de cada cláusula.
  112. 112. B. A Pausa da Sentença Use pausas médias em sua fala sempre que um ponto final (ou ponto de interrogação ou exclamação) for usado na linguagem escrita para separar duas frases. Por exemplo: Nós nos casamos há dez anos [pausa]. Ainda me lembro da primeira vez que olhei para ela subindo o altar. Uma pausa de frase geralmente deve ser mais longa do que uma pausa de cláusula, da mesma forma que um ponto final é um sinal de pontuação mais forte do que uma vírgula. Cuidado com a tendência de conectar sentenças com “e” infinitamente. Fazer isso rouba do seu público essa quebra de semântica crítica.
  113. 113. C. A pausa do parágrafo Use pausas mais longas em seu discurso sempre que estiver fazendo a transição de uma ideia para a outra, da mesma forma que os parágrafos são usados ​​na linguagem escrita. Duas aplicações muito comuns para esse tipo de pausa são: Separe dois “pontos” um do outro. Por exemplo, o segundo benefício desta abordagem é ... [pausa] O terceiro benefício desta abordagem é ... Separe um desvio de história / anedota do discurso “normal” com pausas de parágrafo antes e depois da história.
  114. 114. D. A pausa de ênfase Quando você quiser enfatizar uma palavra-chave (ou frase), tente fazer uma pausa imediatamente antes e imediatamente após a palavra-chave (ou frase). Junto com as variações de tom, volume ou entonação, essas pausas chamam a atenção para a palavra- chave. A pausa anterior sinaliza "ouça", enquanto a pausa seguinte diz "coloque isso na sua memória". Antes / depois de uma transição ou palavra de contraste: A sabedoria popular sugere que você imagine seu público nu [pausa], entretanto [pausa] acho que esse é um conselho terrível. Antes / depois de uma palavra-chave: Olivia Mitchell oferece uma cura [pausa] chamada chunking [pausa] para eliminar ahs e ums. [...] um atraso de qualquer tipo imediatamente antes de uma palavra-chave ajuda os ouvintes a lembrá-la .
  115. 115. E. Pausa de pergunta retórica Depois de fazer ao seu público uma pergunta retórica, faça uma pequena pausa. Isso estimula o seu público a se envolver, a pensar internamente sobre a resposta à sua pergunta. Exemplo pregunta retórica: Quem não quer ser feliz? Você pensa que eu sou bobo? O mesmo se aplica a outras formas de convidar a participação silenciosa do seu público, por exemplo, “ Pense por um momento sobre como você se sentiria se ... ” Por outro lado, deixar de fazer uma pausa após uma pergunta retórica frustra o público. (Eles fizeram uma pergunta e agora você está seguindo em frente sem lhes dar tempo para pensar sobre isso!)
  116. 116. F. Nova pausa visual Ao falar com imagens de slides, geralmente é bom fazer uma pausa ao alternar para um novo slide para dar ao público um momento para estudar o visual em silêncio. Ao continuar a falar, você sinaliza que o foco deve voltar para você. Imagens simples requerem apenas uma pequena pausa antes de continuar; visuais mais complicados requerem uma pausa mais longa. (Claro, você deve simplificar o visual tanto quanto possível ...)
  117. 117. G. Pausa “Estou pensando” Apesar de suas melhores intenções ao preparar o discurso e moderar o ritmo, às vezes você descobrirá que está se adiantando, com os lábios travados enquanto o cérebro busca a próxima palavra. Você pode sentir uma tendência de preencher este espaço com uma palavra de preenchimento - ah, er, hum - mas é muito melhor apenas fazer uma pausa até que você se recompõe. Essa técnica também pode ser usada como uma pausa deliberada para um efeito dramático, mesmo se você souber exatamente o que vai dizer a seguir. Embora, talvez isso o torne um ...
  118. 118. H. Pausa dramática Parte retórica e parte teatral, uma pausa dramática é usada sempre que você deseja gerar algum drama ou suspense. Uma pausa dramática pode ser usada antes de continuar seu discurso falado ou pode ser usada antes de exibir um slide ou um adereço. Bastante autoexplicativo, a pausa dramática é uma batida ou duas de silêncio sem diálogo e com pouca ou nenhuma música / som de fundo. Normalmente feito para aumentar a expectativa antes do The Reveal. Também chamada de " Pausa da gravidez ", também pode seguir a revelação ... é simplesmente chocante!
  119. 119. Punchline Pause Comediantes profissionais argumentam que as pausas devem ser usadas antes de uma piada engraçada, e a pesquisa concorda! Archakis, et. al. ( Papel PDF ) conclui que, junto com as variações na velocidade e intensidade da fala, as pausas são usadas antes e depois das piadas nas piadas . Faça uma pausa imediatamente antes do final da história para criar uma antecipação elevada e sinalizar uma recompensa. Faça uma pausa imediatamente após a conclusão para permitir que o público solte o riso. Prolongue a pausa enquanto houver risadas. Caso contrário, suas palavras estão competindo por atenção e serão diminuídas. Da mesma forma, nunca tente falar sobre aplausos.
  120. 120. “ Assim como o comediante deve deixá-los rindo, o orador deve deixá-los pensando. ” Estude os 10 modelos a seguir e adapte seu discurso para terminar com um estrondo: Fechar livro Desafio Fechar Eco Fechar Fechar Repetitivo Título Fechar Cante a música perto Callback Close Fechar filme Fechar cotação Fechamento de Terceiros
  121. 121. Táticas de liderança carismática 5ª Aula _
  122. 122. Táticas de liderança carismática A abertura A abertura do discurso é muito forte. As primeiras palavras do discurso - “ Eu preciso fazer uma confissão ... ” - criam mistério e atraem o público imediatamente. O humor tecido nesta abertura provocou gargalhadas do público, mas pode não ter sido a melhor escolha. (ver abaixo) O outro elemento digno de nota da abertura é a maneira como Pink enquadra seu discurso não como uma história , mas como um caso [...] “Eu não quero te contar uma história. Eu quero fazer um caso. Eu quero fazer um caso, baseado em evidências, ouso dizer para repensar como dirigimos nossos negócios. ”
  123. 123. Táticas de liderança carismática A abertura “Esta é uma das descobertas mais robustas nas ciências sociais [pausa] ... e também uma das mais ignoradas .” “Na verdade, isso é bom para muitos tipos de tarefas do século 20 . Mas para as tarefas do século 21 ... ”[5:40] “Tipo de trabalho rotineiro, baseado em regras, do cérebro esquerdo” [7:25] versus “Cérebro direito, criativo, conceitual ..” [7:45] “... a produtividade vai para cima , o engajamento dos trabalhadores vai -se , a satisfação do trabalhador vai para cima , volume de negócios vai para baixo ” [15:53] “Esta é a batalha titânica entre essas duas abordagens. Este é o Ali-Frasier da motivação. ” “ Motivadores intrínsecos versus motivadores extrínsecos ... autonomia, domínio e propósito versus cenouras e porretes” [17:05] - Pink amplifica o contraste entre essas abordagens ao invocar uma comparação com a histórica luta de boxe.
  124. 124. Táticas de liderança carismática [...] decidi analisar as táticas de liderança carismática. Embora existam 12 táticas identificadas na pesquisa, nosso estudo concentra-se nestas 8: Demonstre convicções morais. Vincule suas mensagens aos princípios morais subjacentes e declare sua intenção de "fazer a coisa certa". Reflita o sentimento do grupo. Ouça as preocupações do seu público e enfatize a história compartilhada, as lutas ou os desejos.
  125. 125. Táticas de liderança carismática Defina altas expectativas. Estabeleça metas ousadas para você e seu público. Comunique confiança. Assegure ao seu público que os objetivos elevados podem ser alcançados. Use metáforas, sorrisos e analogias. Ajude seu público a entender suas mensagens em termos de conceitos ou experiências que eles já conhecem. Use contraste. Defina-se (e suas idéias) claramente, enfatizando o que você (e suas idéias) não são.
  126. 126. Táticas de liderança carismática Organize o conteúdo em tríades (listas de três partes). Aproveite a regra mágica de três para tornar suas mensagens mais fáceis de lembrar. Faça perguntas retóricas. Envolva seu público com perguntas que os levem a se envolver cognitivamente. Para cada uma dessas 8 táticas, nós: Mostramos exemplos de seu uso.
  127. 127. Táticas de liderança carismática Tática 1: Demonstrar convicções morais. “ ... aprenda como usar essas táticas em um discurso real e como combinar essas táticas para criar passagens particularmente poderosas. ” [...] promete dar o seu: conselho verdadeiro e fiel... Na verdade, ele sinta o dever de fazer isso: use uma frase como: No entanto, é meu dever, pois estou certo de que deseja que eu exponha os fatos da forma como os vejo, apresentar a vocês alguns fatos sobre a atual situação [...] Mais tarde, ele repete este dever: Sinto o dever de falar abertamente agora que tenho a ocasião e a oportunidade de fazê-lo. Essas palavras implicam que seus motivos pessoais são altruístas e puros . E depois: Nosso objetivo não é nada além de assistência mútua e colaboração.
  128. 128. Táticas de liderança carismática Tática 2: Refletir o sentimento do grupo. [...] reflita os pensamentos de seu público ao afirmar o que eles já acreditam: Também é uma honra, talvez quase única, para um visitante particular ser apresentado a uma audiência acadêmica pelo Presidente dos Estados Unidos. Os Estados Unidos estão, neste momento, no auge do poder mundial. É um momento solene para a Democracia Americana.
  129. 129. Táticas de liderança carismática Tática 2: Refletir o sentimento do grupo. [...] reflita os pensamentos de seu público ao afirmar o que eles já acreditam: [...] conhecemos as terríveis perturbações em que a família comum é mergulhada quando a maldição [...] se abate sobre o ganha-pão e sobre aqueles para quem ele trabalha e planeja.
  130. 130. Táticas de liderança carismática Tática 2: Refletir o sentimento do grupo. [...] reflita os pensamentos de seu público ao afirmar o que eles já acreditam: [...] poucas vezes em nossa vida, vimos...chamados, contra nossos desejos e tradições, contra argumentos, cuja força é impossível não compreender, atraídos por forças irresistíveis, para essas lutas a tempo de garantir a vitória da boa causa...
  131. 131. Táticas de liderança carismática [...] Tática 3: Defina altas expectativas. Os líderes carismáticos nunca estabelecem metas facilmente alcançáveis ​​para seus ouvintes. Em vez disso, desafia seus ouvintes com grandes objetivos que exigem um grande compromisso e perseverança. [...] É nada menos do que a segurança e o bem-estar, a liberdade e o progresso de todas as casas e famílias de todos os homens e mulheres em todas as terras.
  132. 132. Táticas de liderança carismática [...] Tática 4: Comunicar confiança. [...] Qualquer um pode ver com os olhos abertos que nosso caminho será difícil e também longo, mas se perseverarmos juntos como fizemos nos momentos difíceis - embora não, infelizmente, no intervalo entre elas - não posso duvidar que alcançaremos nosso propósito comum no final. Eventualmente pode chegar - eu sinto que eventualmente chegará - o princípio da cidadania comum,
  133. 133. Táticas de liderança carismática [...] Tática 4: Comunicar confiança. ...] freqüentemente combina as altas expectativas com declarações de confiança de que elas podem ser alcançadas. Por exemplo, considere o seguinte (com palavras-chave de confiança em negrito ): Devemos, e acredito que devemos, nos mostrar à altura desse requisito severo.
  134. 134. Táticas de liderança carismática [...] Tática 5: Use metáforas, símiles e analogias. O título do discurso de Churchill é em si uma metáfora: “Os tendões da paz” (tendão = “músculo”, o que significa que apenas uma demonstração de força pode levar à paz). A frase mais citada deste discurso é uma metáfora que fornece imagens vívidas e emocionais da separação entre a Europa ocidental e oriental.
  135. 135. Táticas de liderança carismática [...] Tática 5: Use metáforas, símiles e analogias. NO Templo da Paz. Trabalhadores de todos os países devem construir esse templo. Se dois dos trabalhadores se conhecem particularmente bem e são velhos amigos, se suas famílias estão misturadas e se eles têm "fé no propósito um do outro, esperança no futuro um do outro e caridade para com as deficiências um do outro" - para citar alguns Boas palavras que li aqui outro dia - por que COMO eles não podem trabalhar juntos na tarefa comum como amigos e parceiros? COMO eles não podem compartilhar suas ferramentas e, assim, aumentar os poderes de trabalho uns dos outros? Na verdade, eles devem fazê-lo ou então o templo não pode ser construído, ou, sendo construído, pode desabar, e todos seremos novamente incapazes de serem ensinados e teremos que tentar aprender novamente pela terceira vez em uma escola de guerra, incomparavelmente mais rigoroso do que aquele de que acabamos de ser libertados.
  136. 136. Táticas de liderança carismática [...] Tática 5: Use metáforas, símiles e analogias. As metáforas fazem a conexão dessa nova ideia com um objeto que o público já conhece. Metáforas são pontes significativas em discursos Pense em uma metáfora como uma conexão ou ponte entre o novo e o familiar. Essa conexão fornece uma nova perspectiva e um novo significado que pode persuadir o público a reconsiderar sua atitude cética ou apática. As metáforas são tão poderosas que Aristóteles disse: “ A maior coisa, de longe, é ter dominado a metáfora. E o filósofo e escritor espanhol Jose Ortega y Gasset acrescentou: “ A metáfora é provavelmente o poder mais fértil que o homem possui. ”
  137. 137. Táticas de liderança carismática [...] Tática 5: Use metáforas, símiles e analogias. Considere os seguintes exemplos de metáforas de fala: Provavelmente, seu público veria mais valor em marcar uma consulta para ver um estilista de sorrisos em vez de um dentista. Provavelmente, seu público estaria mais interessado em aprender como comprar joias para suas janelas em vez de acessórios para janelas, como hastes de cortina, anéis, cordões e brindes. É provável que seu público goste mais de exercícios físicos se pensar na esteira como um simulador de vôo . Provavelmente, seu público comeria mais frutas se pensasse que está comendo o doce de Deus . E as chances são de que os membros de seu público possam se voluntariar mais prontamente para se tornarem o motorista designado se todos continuarem a chamá-lo de a Vida do Partido .
  138. 138. Táticas de liderança carismática [...] Tática 6: Use contraste. Palavras e frases contrastantes são salpicadas ao longo do discurso: deve guiar e governar a conduta dos povos de língua inglesa em paz, como fizeram na guerra contra a pandemia e a resseção e a depressão... Devemos ter certeza de que seu trabalho é frutífero, que é uma realidade e não uma farsa , que é uma força para a ação , e não apenas uma espuma de palavras , que é um verdadeiro templo de paz no qual os escudos de muitos nações podem algum dia ser suspensas, e não apenas uma cabine de comando em uma Torre de Babel .
  139. 139. Táticas de liderança carismática [...] Tática 7: Organize o conteúdo em tríades (listas de três partes). Assim como o contraste, as tríades são usadas em todo o discurso, conforme demonstrado por estes exemplos: [...] política, dialética, retórica [...] [...] encargos, deveres e responsabilidades [...] A oportunidade está aqui agora, clara e brilhando para ambos os nossos países. Para [1] rejeitá-lo ou [2] ignorá-lo ou [3] desperdiçá-lo trará sobre nós todas as longas reprovações do tempo posterior. É necessária aquela constância de espírito, persistência de propósito e a grande simplicidade de decisão [...] Devemos ter certeza de que seu trabalho é frutífero, [1] que é uma realidade e não uma farsa, [2] que é uma força para a ação, e não apenas uma espuma de palavras, [3] que é uma verdadeira templo da paz no qual os escudos de muitas nações podem algum dia ser pendurados, e não apenas uma cabine de comando em uma Torre de Babel.
  140. 140. Táticas de liderança carismática [...] Tática 7: Organize o conteúdo em tríades (listas de três partes). Assim como o contraste, as tríades são usadas em todo o discurso, conforme demonstrado por estes exemplos: [...] política, dialética, retórica [...] [...] encargos, deveres e responsabilidades [...] A oportunidade está aqui agora, clara e brilhando para ambos os nossos países. Para [1] rejeitá-lo ou [2] ignorá-lo ou [3] desperdiçá-lo trará sobre nós todas as longas reprovações do tempo posterior. É necessária aquela constância de espírito, persistência de propósito e a grande simplicidade de decisão [...] Devemos ter certeza de que seu trabalho é frutífero, [1] que é uma realidade e não uma farsa, [2] que é uma força para a ação, e não apenas uma espuma de palavras, [3] que é uma verdadeira templo da paz no qual os escudos de muitas nações podem algum dia ser pendurados, e não apenas uma cabine de comando em uma Torre de Babel.
  141. 141. Táticas de liderança carismática [...] Tática 8: Faça perguntas retóricas. Churchill faz apenas quatro perguntas retóricas, com duas delas juntas. Qual é, então, o conceito estratégico geral que devemos inscrever hoje? Seria uma relação especial entre os Estados Unidos e a Comunidade Britânica inconsistente com nossa lealdade dominante à Organização Mundial? Por que eles não podem trabalhar juntos na tarefa comum como amigos e parceiros? Por que eles não podem compartilhar suas ferramentas e, assim, aumentar os poderes de trabalho uns dos outros?
  142. 142. Pausas 5ª Aula _
  143. 143. Usar Pausas em suas argumentações dão poder a sua fala. As pausas podem ser adicionadas em muitos lugares para adicionar impacto às suas comunicações. ❑Faça uma pausa após alguém ter falado e antes de você falar. ❑Faça uma pausa antes de uma piada ou ponto particularmente importante para aumentar a tensão e adicionar ênfase. Pausar em pontos irregulares também pode aumentar a tensão. ❑Faça uma pausa após uma piada ou pontos importantes para poder absorvê- la. ❑Faça uma pausa entre uma frase de solicitação e uma frase de comando na mesma frase de solicitação. ❑Combine pausas com ações dramáticas, como descobrir um novo produto, apontar para algo importante, etc.
  144. 144. Usar Pausas Ao usar as pausas, certifique-se de que vale a pena esperar. Se o resultado nunca corresponder ao drama, você causará desilusão e decepção, além de perder credibilidade. As PAUSAS, NUNCA devem ser vocalizadas, por exemplo, preenchendo o espaço com 'ummm'. Um silêncio completo é muito mais poderoso. Cuidado para nunca usar pausas demais, pois isso pode transformar a tensão em irritação. Exemplo E aqui está ... o bolo de aniversário! Você pode, por favor ... sentar-se. Há pessoas aqui ... e elas sabem quem são ... ah, sim ... que estão prontas para fazer
  145. 145. Usar Pausas Uma pausa entre uma solicitação e um comando os separa, tornando o comando mais poderoso enquanto mantém o enquadramento geral polido de uma solicitação. Combinar a linguagem facial/corporal com a pausa cria alinhamento e, portanto, aumenta a confiança. Misturar linguagem facial e corporal com a fala cria mensagens confusas e o efeito oposto. A fala normal contém cerca de quatro ou cinco pausas por minuto. Se você quiser soar normal, combine isso. Se deixar de fazer, você vai
  146. 146. Entendimento A repetição também pode levar à compreensão, pois dá tempo para o centavo cair. O que no início pode ser estranho, após a exposição repetida torna-se claro e compreensível. Isso é importante para empresas que trazem novos produtos inovadores ao mercado, onde os usuários podem inicialmente nunca estar familiarizados com o produto ou seu uso. Memória Lembra-se de ter aprendido a tabuada na escola primária? Temos que repetir as coisas mais de uma vez para que eles finalmente mergulhem em nossas memórias. Nossas memórias de curto prazo são notoriamente de curto prazo e podem esquecer algo (como o nome de uma pessoa) em menos de um segundo. A repetição serve para colocar as coisas na memória de longo prazo e, portanto, é um método fundamental para o aprendizado. Convincente Algumas pessoas simplesmente precisam fazer as coisas várias vezes antes de se decidirem. Pense na última vez que você comprou um par de sapatos. Você os escolheu e depois os largou várias vezes antes de experimentá-los. Você voltou para tentar novamente? Se sim, você está em boa companhia. Muitas pessoas têm de repetir as coisas várias vezes antes de se convencerem. Três vezes é um número comum. Os vendedores espertos sabem disso quando mostram algo e depois outra coisa, e voltam à primeira coisa algumas vezes.
  147. 147. Ranzinza Também podemos ser persuadidos de uma forma negativa e repetitiva. Todos os filhos sabem que, se repetirem um pedido com frequência suficiente, seus pais desabarão. Alguns se lembram disso quando crescem e se casam - o cônjuge irritante é um ícone lendário. Pistas Como Pavlov descobriu com seus cães, com a repetição você pode conectar uma deixa ou gatilho com uma ação selecionada. Pode ser uma cor, uma forma, uma melodia ou uma série de outras coisas. O ideal que os anunciantes buscam é que ao ver o produto na loja, as sensações agradáveis ​​ou engraçadas que o anúncio evocou sejam despertadas, fazendo com que você de alguma forma queira comprar o produto (de preferência em grande quantidade!). Música Um princípio fundamental da música é a repetição. Ele aparece em corridas, trinados e estrofes, bem como em ritmos de rock violento e música de dança. Pessoas dançando em clubes e salas de valsa geralmente entram em estados de transe. Música, ritmo e repetição têm um efeito hipnótico que pode induzir as pessoas a seguir um padrão de maneiras irrefletidas. .
  148. 148. Transe A repetição também é a base para os estados de transe e, conseqüentemente, a base da hipnose e das técnicas hipnóticas. E daí Use a repetição amigável para criar familiaridade e, portanto, simpatia. Use-o para ajudar a outra pessoa a se lembrar das coisas que você deseja que ela se lembre. E enquanto você está nisso, associe a repetição a um gatilho que pode re-estimular bons sentimentos. Algumas pessoas têm um número maior ou menor de vezes que algo precisa acontecer para que sejam convencidas. Descubra esse número conversando com eles, no passado, em que se convenceram.
  149. 149. PRINCÍPIO DE ALINHAMENTO Quando tudo se alinha, nunca há contradições que causem desacordo. Quando uma pessoa recebe uma comunicação sua, uma das maneiras de ela avaliar se pode confiar em você e em sua mensagem é compará-la com outras coisas que você disse e fez. Se todos eles concordarem (ou seja, eles se alinham), é provável que confiem totalmente em você. Por outro lado, quanto mais você estiver desalinhado, menos eles confiarão em você. Sem mensagens misturadas O oposto de comunicação alinhada é uma mensagem mista, onde crenças, valores, atitudes e palavras e ações anteriores nunca contam a mesma história. Se você exibir valores que indicam que você é egoísta ou se tem um histórico de insegurança, pedir a alguém que lhe empreste algum dinheiro pode nunca ter sucesso. Alinhamento interno O alinhamento externo ocorre quando as palavras e ações de uma pessoa se alinham com as motivações internas de outras pessoas. Normalmente, isso envolve pelo menos o alinhamento com valores comuns, como respeitar os outros e ajudar os que estão em perigo.
  150. 150. PRINCÍPIO DE ALINHAMENTO Alinhamento externo O alinhamento externo ocorre quando as palavras e ações de uma pessoa se alinham com as motivações internas de outras pessoas. Normalmente, isso envolve pelo menos o alinhamento com valores comuns, como respeitar os outros e ajudar os que estão em perigo. Alinhamento total O alinhamento total ocorre quando duas pessoas têm alinhamento interno e externo. Isso é extremamente raro, embora possa ser abordado quando as pessoas trabalham em uma cultura compartilhada e colaborativa.
  151. 151. PRINCÍPIO DA LIGAÇÃO Eu farei o que meus amigos pedem de mim. Como animais sociais, construímos amizades com outras pessoas. E uma parte da amizade é ajudar um ao outro sem ter que negociar uma troca a cada passo, em parte porque sabemos que com o tempo, a troca e o capital social vão se equilibrar. O vínculo também acontece com pais e irmãos - 'O sangue é mais espesso que a água' é um ditado comum. Também pode acontecer com substitutos familiares, incluindo empregadores e outras organizações e instituições às quais aderimos. Ligação emocional Um dos efeitos de nos tornarmos amigos é um processo de vínculo muito humano , por meio do qual sentimos uma conexão emocional com a outra pessoa, de modo que nossas identidades estão conectadas. Em tal situação, com identidades conectadas, se faço algo para mim, também o faço para a outra pessoa e vice-versa. Títulos variáveis Os laços emocionais variam. Temos família, amigos íntimos e conhecidos em geral, e o grau em que os ajudaremos varia de acordo. Gosto Os vínculos ocorrem mesmo quando simplesmente gostamos das pessoas, inclusive no curto prazo. Para persuasão, isso fornece uma ferramenta poderosa - ser simpático também o torna mais persuasivo.
  152. 152. PRINCÍPIO DA LIGAÇÃO Ligação primitiva Na teoria psicanalítica é o princípio da fase neonatal em que um bebê está literalmente "em unidade " com o mundo e antes que sua identidade separada seja formada por meio da fase do espelho . A vida depois disso é um dilema de querer uma identidade separada e também de retornar a essa unidade primitiva. O vínculo com outras pessoas ajuda a criar algum sentido disso à medida que introjetamos seus objetos bons . A busca pela unidade também é encontrada em muitas religiões, seja conectando-se com Deus ou alcançando o Nirvana ou a iluminação. Apego e Perda Particularmente na psicologia e no início da vida, o termo " apego " é comumente usado para descrever nunca apenas uma conexão, mas uma sensação de apego. O apego pode, portanto, ser motivado pelo medo da perda. A sensação de perda é novamente profunda e primitiva e pode ser muito angustiante, tornando-se um pensamento compreensivelmente amedrontador. Grupos As pessoas são, em geral, pegajosas. Eles se agrupam e formam grupos coesos com desculpas mínimas . Como os átomos, eles costumam ser instáveis ​​quando estão juntos e parecem programados para se formar em "moléculas" reconhecíveis. E daí? Faça amizade com a outra pessoa. Construa laços emocionais. Encontre coisas em comum. Portanto, quando você pede a eles que façam algo por você, eles se sentirão como se estivessem fazendo por eles mesmos.
  153. 153. ROLO DE VOZ- TRANSE O 'rolo de voz' é uma técnica usada para criar um estado de transe em uma audiência usando padrões que ocorrem em uma taxa regular, normalmente 45 a 60 por minuto. O padrão pode estar no uso de pausas , ênfase , repetição de uma palavra-chave ou qualquer combinação. Pode estar em primeiro plano ou pode estar em segundo plano e pode até estar no ritmo da música. Ele pode ser executado por um curto período de tempo ou um pouco mais. O rolo de voz em si pode incluir o conteúdo principal ou pode aparecer de outras maneiras, desde uma locução até a entrega de um prato de coleta. Exemplo Agora ouça aqui ... estou lhe dizendo ... você tem que ... se deixar levar ... se liberar ... para receber ... a vontade de cima ... Você está prontos agora, você está realmente pronto , porque quando você está pronto , você pode pisar em cima , você pode entrar em , e você pode pisar fora . Discussão A taxa de batimento de 45-60 repetições por minuto destina-se a alinhar e causar ritmos alfa no cérebro, que estão associados a um relaxamento, meditação e transe. Este método é particularmente popular em algumas formas de cerimônia religiosa, onde é usado para enviar o público (que pode já estar na metade do caminho) a um estado de transe extático.
  154. 154. Preferencias ao ouvir As preferências são mais do que apenas tomar decisões •Tipos de excitação : Quatro tipos de excitação. •Estilo de atribuição : explicando a falha. •Quatro tipos : quatro classificações que surgiram ao longo da história. •O efeito do contexto : Nossas preferências mudam com o contexto ambiental. •Tipos de identidade de controle : com base em duas necessidades principais. •Cultura : os modelos culturais aqui geralmente são baseados em preferências compartilhadas. •Tolerância e ação na crença : como vemos outras crenças. •Tipos e digitação : Combinar preferências em tipos de caracteres.
  155. 155. Preferencias ao ouvir Existem muitas escalas de preferência. Observe que há dois estilos comumente usados. A primeira é uma pontuação absoluta em uma única escala ('Quão feliz você está?') E a segunda é uma posição ao longo de um espectro entre (geralmente duas) alternativas ('Quão feliz ou triste você está?'). Aqui estão apenas alguns (veja também crenças sobre as pessoas ). • Atração vs. Evitação : Podemos ser movidos mais por medos ou desejos. • Culpar vs. Explique : Quando as coisas dão errado, culpamos os outros ou o contexto. • Contrarian vs. Conformista : Vá contra o que é pedido ou siga todas as regras. • Preferências de entretenimento : cinco tipos diferentes. • Extroversão vs. Introversão : Motivação que vem das pessoas ou do pensamento. • Cabeça, mãos e coração: Somos dirigidos cognitivamente, comportamentalmente ou afetivamente. •Imperativo : a resposta ao comando pode ser conformidade, independência ou contradição. • Gratificação Instantânea vs. Atrasada : Quando receber recompensas. • Julgando vs. Percebendo : Vivendo um estilo de vida estruturado ou nunca estruturado. • Locus de controle : visão interna vs. externa de onde o controle ocorre. • Maximizando vs. Minimizando : Tirando o máximo proveito da vida ou de uma vida simples. • Otimismo e pessimismo : maneiras de ver o mundo. • Pensamento reflexivo vs. reativo : velocidade e profundidade de pensamento. •Direitos vs Deveres : Eu e os outros. • Viés de risco : preferência por assumir ou evitar riscos. • Limiares de dor : onde a ação é acionada. • Sensing vs. Intuiting : Atenção e significado baseados em dados imediatos ou pensamentos mais profundos. • Similaridade x diferença : enfocar o que é igual ou diferente nas coisas. • Espiritualidade : Extensão de maior integridade. • Estilo vs. Substância : Preferência pela realidade ou percepção. • Subjetividade vs. Objetividade : Ponto de vista ao perceber o mundo pode ser subjetividade engajada ou objetividade destacada. • Tarefa vs. Pessoa : Fazer o trabalho por tarefa ou foco na pessoa. • Pensar versus sentir : decidir com base na lógica ou na consideração dos outros. • Previsão de ameaça : podemos prever o futuro como negativo e ameaçador ou positivo e esperançoso.

×