Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Bullying apresentação-flávia.

4.296 Aufrufe

Veröffentlicht am

Bullying

Veröffentlicht in: Bildung
  • Best counseling come from parents who should take responsibility in teaching their kids about the consequences of bullying. As a way of helping everyone especially the parents, who still find it quite hard to manage issues like this, I found this great application which featured a safety app which gets me connected to a Safety Network or escalate my call to the nearest 911 when needed, it has other cool features that are helpful for your kids with just a press of a Panic Button. #SafekidZone, Check it here: http://bit.ly/ZjYchC
       Antworten 
    Sind Sie sicher, dass Sie …  Ja  Nein
    Ihre Nachricht erscheint hier

Bullying apresentação-flávia.

  1. 1. SEDUC/CEFAPRO/MT BULLYING NAS ESCOLAS FLÁVIA CUNHA LIMA (PROFESSORA FORMADORA DA DIVERSIDADE) CEFAPRO – BARRA DO GARÇAS EMAIL.: [email_address]
  2. 2. ^ ESTOU FORA!!!
  3. 3. Você já foi alvo de gozação ou viu alguém sendo ofendido constantemente? Não era brincadeira. Era o bullying em ação.
  4. 4. O QUE É BULLYING ?
  5. 5. O QUE É VIOLÊNCIA? <ul><li>Vem do latim vis=força; </li></ul><ul><li>É uma força (ação destrutiva) se exerce contra uma pessoa ou coisa; </li></ul>
  6. 6. VIOLÊNCIA É USAR A FORÇA PARA: <ul><li>Oprimir; </li></ul><ul><li>Coagir; </li></ul><ul><li>Submeter; </li></ul><ul><li>Violar; </li></ul><ul><li>Torturar; </li></ul><ul><li>Constranger. </li></ul>
  7. 7. VIOLÊNCIA É USAR A FORÇA PARA: <ul><li>Abusar </li></ul><ul><li>Excluir </li></ul><ul><li>Ridicularizar </li></ul><ul><li>Fragilizar </li></ul><ul><li>Estigmatizar </li></ul><ul><li>Aterrorizar </li></ul><ul><li>Intimidar </li></ul><ul><li>Provocar </li></ul><ul><li>Ameaçar </li></ul><ul><li>Ofender </li></ul><ul><li>Atormentar </li></ul><ul><li>Tiranizar </li></ul>
  8. 8. VIOLÊNCIA Ex:Apelidos de mau gosto... = violência verbal, gestos, ameaças Violência física
  9. 9. <ul><li>O QUE É BULLYING ? </li></ul><ul><li>É toda agressão feita com a intenção de machucar outra pessoa ou até uma turma inteira. Mas, pra ser considerado bullying de verdade, também é preciso que essa atitude agressiva se repita uma porção de vezes. </li></ul>
  10. 10. ... Mas esse comportamento vai além dos apelidos maldosos. Ele também é uma característica de quem gosta de ofender, humilhar, discriminar, intimidar, enfim, de quem se diverte fazendo tudo o que faça uma menina (ou o menino) sofrer.
  11. 11. <ul><li>Ninguém nasce com um &quot;gene do bullying&quot;. Isso não é um defeito de fabricação. Normalmente, o chamado &quot;agressor&quot; começa com atitudes ruins na infância. &quot;Um exemplo é o caso da criança que fala palavrão, todo mundo acha bonitinho e ninguém impõe limites&quot;. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Quando ela se torna adolescente, leva suas &quot;brincadeirinhas&quot; de mau gosto na bagagem e atinge seus colegas da mesma idade. &quot;O agressor impõe o seu comportamento dentro do grupo e, com isso, atrai seguidores, que passam a fazer maldades também. </li></ul>
  13. 13. VIOLÊNCIA
  14. 14. AS CONSEQUÊNCIAS ... <ul><li>Quem já sofreu com o bullying sabe que não é fácil esquecer a humilhação. Por isso, é comum a vítima levar esse trauma para a vida adulta. Os efeitos mais comuns dessa agressão são depressão, insegurança, problemas na escola e síndrome do pânico. Em casos mais extremos, a vítima pode tornar-se violenta com os colegas ou, até mesmo, querer se matar. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>... Por isso, se você já foi , ou está sendo alvo de maldades, não tenha vergonha nem receio de procurar ajuda profissional. Um psicólogo poderá auxilia-lo a superar esses traumas e a reagir com mais facilidade diante das agressões. Uma outra forma de livrar-se desse peso é desabafar com um@ amig@ bacana ou com alguém em quem você confia pra valer. </li></ul>
  16. 16. PALAVRAS DA CULTURA DA PAZ!!! PAZ; DIÁLOGO; HUMANIDADE; LUTA; MEDIAÇÃO DOS CONFLITOS; RESPEITO; SOLIDÁRIO; NÃO-VIOLÊNCIA.
  17. 19. Bullying <ul><li>Conjunto de atitudes agressivas sem razões aparentes, decorrentes ou recorrentes, que causam angústia e sofrimento. </li></ul><ul><li>As brincadeiras de mau gosto, disfarçadas por um duvidoso senso de humor, é bullying, mas é usado quando crianças e adolescentes recebem apelidos que os ridicularizam e sofrem humilhações, ameaças, intimidação, roubo e agressão moral e física por parte dos colegas. </li></ul>
  18. 20. bullying <ul><li>Bullying, palavra de origem inglesa, é a prática de violência física e psicológica, intencional, repetitiva e sem motivação evidente. Pode ser praticada por um indivíduo (bully) ou grupos contra uma ou mais pessoas para intimidá-la ou agredi-la. </li></ul>Bullying = crime, sofrimento Alunos agressores = jovens populares(relação familiar-autoritarismo ou agressores) = reflete na vida adulta Cyber bullying- sites para ridicularizar colegas
  19. 21. bullying <ul><li>Alunos vítimas = </li></ul><ul><li>Jovens que não tem poder para se ver livre do problema; </li></ul><ul><li>Fora dos padrões(mais inteligente, gordo, magro, usa óculos....); </li></ul><ul><li>Baixa auto-estima; </li></ul><ul><li>Não aceita que é vítima. </li></ul>
  20. 22. bullying Alunos testemunhas =Se acostumaram com problema e não se mobilizam para a mudança, não se importam com o que está acontecendo. = Tem medo que sejam a próxima vítima. = se levarem a diante não vai acontecer nada. Podem se transformar em equipes de jovens solidários.
  21. 23. Brincadeiras que machucam a alma... A vítima se isola, muitas vezes não quer mais estudar. Gera medo.... Se sente excluída...
  22. 24. <ul><li>Se buscarmos o conceito no dicionário Houaiss(2001)” identifica-se que é ação exercida com ímpeto e uso da força e, portanto, a indisciplina ou transgressão que se surge pela força e pela prepotência caracteriza a violência”. </li></ul>
  23. 25. Violência gera violência !
  24. 26. Diga não para a violência urbana! TENHA atitudes positivas SEJA FELIZ........ Diálogo
  25. 27. TEM DIREITO, QUEM ANDA DIREITO!!!
  26. 28. RESPEITO RESPEITE AS PESSOAS MAIS VELHAS E APRENDAM COM ELAS. NÓS NÃO SEREMOS ETERNOS JOVENS....
  27. 29. Pratique esportes...
  28. 30. Pratique a leitura...
  29. 31. Viver em amizade pra vencer as dificuldades
  30. 32. Aprender a saber ouvir as pessoas, contribuir e dar opiniões. Aprender ajudar as pessoas.....
  31. 33. Cuidar da natureza, dos animais, do seu ambiente, do nosso mundo....
  32. 34. Família... Participação da família na escola é muito importante, seja composta de avós, tios...
  33. 35. LEMBRETES SEGURANÇA PESSOAL <ul><li>Procure ficar dentro da escola no início das aulas, no término vá para casa ou aguarde o veículo escolar na frente da escola. </li></ul><ul><li>Se você perceber que tem alguém seguindo você, peça ajuda de um adulto, entre em um estabelecimento comercial. </li></ul><ul><li>Procure andar em grupo para deslocar-se para a escola ou residência. </li></ul>
  34. 36. RESPEITO À DIFERENÇA EVITA O BULLYING Bullying machuca dentro e fora
  35. 37. <ul><li>BULLYING </li></ul>= (inglês) Valentão, brigão. (verbo) Ameaçar, amedrontar, tiranizar, oprimir, intimidar, maltratar. (português) Violência moral, vitimização, ou maltrato entre pares. Fora da escola, no ambiente de trabalho, tem outro nome assédio moral
  36. 38. AS CONSEQUÊNCIAS <ul><li>Para o agressor: </li></ul><ul><li>Dificuldade de conviver com outras pessoas; </li></ul><ul><li>Distanciamento e desinteresse dos objetivos escolares; </li></ul><ul><li>Conduta violenta na vida adulta; </li></ul><ul><li>Problemas de adaptação a vida profissional; </li></ul><ul><li>Delinqüência. </li></ul>
  37. 39. <ul><li>Para a vítima: </li></ul><ul><li>Timidez exagerada, insegurança e baixa alto-estima; </li></ul><ul><li>Traumas psicológicos; </li></ul><ul><li>Problemas de saúde: dor de cabeça, dor de estômago e tonturas; </li></ul><ul><li>Estresse, depressão (suicídio); </li></ul><ul><li>Queda de rendimento e evasão escolar. </li></ul>AS CONSEQUÊNCIAS
  38. 40. <ul><ul><li>Implantar política anti-bullying nas escolas, envolvendo professores, funcionários, alunos e pais. </li></ul></ul><ul><ul><li>Informar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Sensibilizar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Conscientizar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Mobilizar. </li></ul></ul>O QUE FAZER PARA COMBATER O BULLYING NAS ESCOLAS.
  39. 41. COMO RESOLVER O PROBLEMA <ul><li>Esclarecer o que é bullying; </li></ul><ul><li>Aplicação de um questionário aos alunos para identificar como o bullying ocorre na instituição; </li></ul><ul><li>Conversar com os alunos e escutar atentamente reclamações ou sugestões; </li></ul><ul><li>Estimular os estudantes a informar os casos (agressores e vítimas); </li></ul><ul><li>Reconhecer e valorizar as atitudes da garotada no combate ao problema; </li></ul>
  40. 42. <ul><li>Estimular lideranças positivas entre os alunos, prevenindo futuros casos; </li></ul><ul><li>Interferir diretamente nos grupos; </li></ul><ul><li>Prestar atenção nos mais tímidos e calados. Geralmente as vítimas se retraem . </li></ul>COMO RESOLVER O PROBLEMA
  41. 43. “ A escola não deve ser apenas um local de ensino formal mas também de formação cidadã, de direitos e deveres, amizade, cooperação e solidariedade.”
  42. 44. ATRAVÉS DA ESCOLA E DA FAMÍLIA, PODEMOS MUDAR O...
  43. 45. Bullying no Cinema

×