Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Die SlideShare-Präsentation wird heruntergeladen. ×

Jornal 130117102828-phpapp02

Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Nächste SlideShare
Jornal digital 05 04-18
Jornal digital 05 04-18
Wird geladen in …3
×

Hier ansehen

1 von 12 Anzeige
Anzeige

Weitere Verwandte Inhalte

Diashows für Sie (20)

Andere mochten auch (18)

Anzeige

Ähnlich wie Jornal 130117102828-phpapp02 (20)

Weitere von Flavio Chaves (19)

Anzeige

Jornal 130117102828-phpapp02

  1. 1. DICAS DE PORTUGUÊS com Dad Squarisi, PÁGINA 05 A língua é viva? Vivíssima. Como os humanos, muda ao longo dos anos. Pra evitar a anarquia e, em consequência, a desintegra- ção, dicionários e gramáticas estabelecem limites. RIO MAINAm Distrito vai ganhar Casa da Cultura O objetivo é unir forças com a comunidade do distrito para divulgar a cultura da comunidade, cuja população ultrapas- sa 60 mil moradores. Pro- jeto é da FCC. PÁGINA 04 ESPORTEm Zé Carlos diz estar confiante na campanha O atacante quer iniciar o Catarinense com gols e continuar com a boa mé- dia de gols conquistado durante o ano passado. Em 2012, Zé teve seu me- lhor anos. PÁGINA 10 Criciúma, 17 de janeiro de 2013 l Quinta-feira, edição concluída às 21h R$ 1,50 Mãe dá a luz ao 15º filho em Criciúma CANAL IÇARA.COM / HSUL “Foi criminal” A afirmação é do administrador Manoel Carlos Vieira logo após as chamas controladas..PÁGINA 09m Nos dias de hoje não é comum uma mulher chegar a ter 15 filhos. Precisa de ajuda. PÁGINA 03m
  2. 2. [ ]Dia dos Tribunais de Contas do Brasil 02 Criciúma, 17 de janeiro de 2013 l Quinta-feira Existe um paradoxo na política de cres- cimento do país em relação aos seus gra- ves problemas regionais ainda não solu- cionados e combatidos com o empenho e eficiência devidos. É inadmissível pensar-se em políticas desenvolvimentistas sem pri- meiro combater as suas mazelas internas, as quais são tratadas pelos governos como manobras de propagandas políticas visan- do a obter dividendos políticos em futuros projetos eleitorais. E assim, os graves pro- blemas nacionais não são arrostados, mas resolvidos de forma paliativa. O problema da gravidade da seca nas regiões castigadas, sem medidas eficazes de combates, já vem de muito tempo. E o culpado por este estado de coisa é a própria cúpula política regional, que se elege apenas para tirar vantagem dos cargos que exercem e se esquecem de solucionar os cruciais problemas de suas regiões. A bancada política do Nor- te e Nordeste, no Parlamento brasileiro, sempre foi muito expressiva, mas pouco eficien- te para se preocupar com as reais dificuldades enfrentadas por suas regiões e povos. Em vez de a bancada fazer fren- te solidária para no Congres- so ou junto ao governo federal encontrar alternativas positivas de curto, médio e longo prazo que possa elidir de vez os efeitos das estiagens, os políticos do Nor- te e Nordeste, no Congresso, preferem fazer politicagem - participar de fisiolo- gismo espúrio, ajudar governos corruptos, gozar das mordomias e prebendas públi- cas – a encontrar solução definitiva para as questões de suas regiões, abandonan- do assim as angústias de seus irmãos des- camisados, os quais só são lembrados em épocas de eleições. As regiões Norte e Nordeste não são pro- dutivas e desenvolvidas em relação ao Sul do país por culpa exclusiva de seus políticos, mal-intencionados, em que boa parte só quer tirar vantagem dos cargos que exercem e das glórias do poder. Quantas famílias de políti- cos do Norte e Nordeste vivem nababesca- mente, cuja riqueza foi extraída de ativida- des ilícitas políticas? Veja o caso emblemático da família Sarney! Veja a dinastia familiar de filhos de políticos no Norte e Nordeste, os quais não sabem fazer outra coisa senão exercer política remunerada. En- quanto isso, problemas de secas, misérias, analfabetismos, educa- ção, saúde, segurança etc. conti- nuam sendo tratados por esses políticos de forma vergonhosa. Quando eu vejo as medidas provisórias paliativas de socorro à estiagem, ou as considerações de alguns políticos das banca- das Norte-Nordeste, na tribuna da Câmara ou do Senado, acer- ca do problema da seca, não me causa mais impacto porque esses discursos políticos já são de conhecimento de todos: muita retórica e pouco resultado. Na verdade, o que sufoca o país são os gastos astronômicos para sustentar, por exemplo, um Congresso Nacional inchado, inoperante, bem como os legislativos em geral, cujas despesas inúteis com a quan- tidade de parlamentares no Brasil pode- riam estar sendo canalizadas para resol- ver muitos problemas sociais brasileiros, como as prevenções contra o período de escassez de chuvas. ARTIGO Júlio César Cardoso Bacharel em Direito e servidor federal aposentado Na verdade, o que sufoca o país são os gastos astronô- micos para susten- tar cujas despesas inúteis poderiam estar sendo canali- zadas para resolver muitos problemas sociais brasileiros Escassez de chuvas expediente Rua Santo Antonio, 680 - Centro - CEP 88811-040 | Criciúma - Santa Catarina FALE CONOSCO: (48) 3430-1530 redacao@horadosul.com.br comercial@horadosul.com.br Representante Central de Comunicação S/S, (48) 3216-0600 DIRETOR EXECUTIVO: Régis Cristiano S. da Silva Produtores com mais opções PeloEstado P equenos e médios produtores de carnes, aves, suínos e laticínios de Santa Catarina terão um novo aliado no aumento da competitivi- dade. O governador Raimundo Colombo e o ministro da Agricul- tura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, assinaram ontem o termo de cooperação técnica para a instalação do projeto piloto de cre- denciamento do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produto de Origem Animal (Sisbi–POA). O selo autoriza os produtores catarinenses a vende- rem seus produtos em todo o Brasil. A medida beneficia principalmente os pequenos e médios produtores. “É o aumento da competitividade da produção. Aumenta o valor agregado e vai desenvolver todo setor. Isso para nós é fundamental para valorizar todos os produtores rurais de San- ta Catarina”, destacou o governador. Para o ministro, a entrada de San- ta Catarina no programa valoriza o estado. “O sistema rompe barreiras que impedem a expansão da agricultura. Agora, quem produz e tiver o certificado pode vender para todo o país e obter renda, isso é um avan- ço”, ressaltou Mendes Ribeiro. Para garantir o ingresso no Sisbi-POA, as indústrias passam por auditorias realizadas pelo Cidasc, que avalia pro- cedimentos de serviço, documentos e planilhas. O agricultor que tiver interesse em fazer a inclusão no Sisbi-POA pode procurar as superinten- dências regionais do Cidasc. A adesão é voluntária. Na ocasião, também foi anunciada a instalação de uma Unidade de Vigilância Agropecuária no Porto de Itapoá.Aunidade é uma antiga reivindicação do Estado para inspeção e fiscalização do trânsito internacional de vegetais. Pacto Seguindo o cronograma do pro- grama Pacto por Santa Catarina, o go- vernador e o secretário de Infraestru- tura, Valdir Cobalchini, entregam hoje a autorização para pavimentação de 32 quilômetros na Serra do Corvo Bran- co, entre Grão Pará e Urubici, no Sul do estado. Também serão autorizadas as restaurações da rodovia AE-101M, entre Passo de Torres e a BR-101, e do trecho que liga a BR-116 a Capão Alto e Campo Belo do Sul, no Planalto Ser- rano. São mais de R$ 100 milhões in- vestidos nas três obras. Nacional O catarinense José Sebastião Nunes é um dos nove administrado- res que compõem Conselho Federal de Administração (CFA), represen- tando o CRA-SC na autarquia. Nunes foi presidente do CRA-SC por quatro anos. Sua principal cobrança junto ao CFA será a instalação de uma Câmara de Fiscalização, ação inédita no siste- ma. O ex-presidente também assumiu a vice-coordenadoria da Comissão Permanente de Tomada de Contas. Mais financiamentos O Banco de De- senvolvimento de Santa Catarina (Ba- desc) teve crescimento de 21,28% nos financiamentos aprovados em 2012, em comparação com 2011. Também percebeu-se um equilíbrio no volume repassado aos setores público e priva- do. Antes, as prefeituras solicitavam mais financiamentos para o banco. Para 2013, pelo menos outros R$ 400 milhões em aplicações já estão pro- jetados em todas as regiões de Santa Catarina. Negócio Certo O Sebrae de Santa Ca- tarina passa a oferecer, nesta semana, uma ferramenta de autoatendimento à distância para os empresários que precisam de auxílio em administra- ção. O programa Negócio Certo vai ajudar no planejamento e gestão de negócios, abordando noções bási- cas de como legalizar e administrar um empreendimento. As inscrições podem ser feitas pelo telefone 0800- 643-0401 ou pelo site do Sebrae/SC: www.atendimento.sebrae-sc.com.br. Nícola Martins (Interino) �lorian�polis ���lorian�polis �� 17Jan13 CENTRAL DE DIÁRIOS TRINTA INTEGRADOS DIÁRIOS INTEGRADOS PRESENÇA EM 62% DE SC PeloEstado Um produto CNR peloestado@centraldediarios.com.br www.centraldediarios.com.br ............ Contra violência JamesTavares/SECOM Diversas empresas de serviço do estado terão de ade- quar-se à lei que foi sancionada pelo governador Rai- mundo Colombo nesta semana. A lei nº 15.974 abrange hotéis, motéis, pensões, pousadas, bares, restaurantes, casa noturnas, clubes sociais, agências de viagem, sa- lões de beleza, saunas, academias, postos de combus- tíveis e “estabelecimentos que ofereçam serviços me- diante pagamento e voltados ao mercado ou ao culto da estética pessoal”. Todos esses locais deverão fazer a divulgação do Disque-Denúncia Nacional de Violência Contra Mulher, o Disque 180. As informações deverão estar em local visível e em formato A3. Quem não cumpria nova lei, corre risco de ser advertido, multado em R$ 500 ou até mesmo ter o alvará de funcionamento suspenso. Os estabelecimentos têm 90 dias para se adequarem. DIVULGAÇÃO / HSul
  3. 3. 03Criciúma, 17 de janeiro de 2013 l Quinta-feira Você também pode participar da coluna com sugestões, dicas, críticas, elogios ou agradecimentos. Participe: redacao@horadosul.com.br@ Mais uma rua recebe asfalto na área central de Criciúma m Clínicas da unesc As Clínicas Integradas da Unesc ini- ciaram esta semana os agendamentos de alguns serviços e especialidades para o primeiro semestre de 2013. Para agendar é necessário compareça à Cen- tral de Agendamentos das Clínicas ou ligar para o telefone (48) 3431-2532, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas. Para agendar e consultar é necessário ter em mãos o CPF e o Cartão Nacional de Saú- de, sendo que algumas especialidades também necessitam de encaminhamen- to médico. O serviço, que é gratuito, oferece as especialidades de Cardiolo- gia, Cirurgia Geral, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Der- matologia, Endocrinologia, Endocri- nologia Pediátrica, Gastroenterologia, Gastroenterologia Pediátrica, Geriatria, Ginecologia, Mastologia, Medicina do Adolescente, Nefrologia, Neurologia, Neurologia Pediátrica, Oncologia, Or- topedia, Pediatria, Pneumologia, Proc- tologia, Reumatologia e Urologia. Os moradores e motoristas que trafe- gam todos os dias pela Rua Engenheiro da Fiuza Rocha, próximo à Gruta Nossa Senhora de Lourdes, agora contam com o trecho mais íngreme asfaltado. O Gover- no do Município iniciou a pavimentação de aproximadamente 70 metros da via na manhã de ontem. O asfaltamento ocorre devido a uma parceria com a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan). De acordo com o secretário do Sistema de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, José Sérgio Búrigo este trecho será muito importante para a trafegabilidade, já que o aclive é deveras acentuado. “A pavimentação que havia naquela região não era adequada. Em dias de chuva era praticamente impos- sível subir e para descer era necessário muito cuidado”, conta Búrigo. O secre- tário afirma que o prazo para a conclusão das obras é de dois dias. A previsão es- tipula para hoje a liberação do local para trânsito de veículos. MANHÃ TARDE NOITE Quinta-feira: Sol, com chuva de manhã e diminuição de nuvens à tarde. Noite com pouca nebulosidade. FONTE: Climatempo30º Máxima 20º Mínima m Clínicas da unesc Os artistas interessados em expor seus trabalhos no Espaço Cultural da Unesc em 2013 podem inscrever suas obras. Serão selecionadas ape- nas cinco propostas de exposições, sendo que os interessados podem obter mais informações no Setor de Arte e Cultura, na sala 11 do Bloco P, ou pelo telefone (48) 3431-2622. A Propex (Pró-Reitoria de Pós-Gradua- ção, Pesquisa e Extensão) lançou o edital Espaço Cultural Unesc - Proje- to Toque de Arte, que tem inscrições até o dia 28 de fevereiro de 2013. O Espaço Cultural é destinado à reali- zação de exposições temporárias de produções artísticas nas modalida- des de pintura, escultura, desenho, fotografia, instalações, possibilitan- do também, no ato de abertura das exposições, apresentações musicais, danças e performances. Criar um filho nos dias de hoje não é fácil. Para Raquel Cardoso, 35 anos, moradora da Cidade Mi- neira Velha, a dificuldade é multiplicada por 15. É esta a quantidade de filhos que a mãe possui. O últi- mo nasceu nessa terça-fei- ra com um pouco mais de quatro quilos, na materni- dade do HSJosé. A grande família, no entanto, precisa de ajuda. Com uma renda de aproximadamente R$ 1.300, a dificuldade se tor- na ainda maior com a che- gada de mais uma criança. “Todos nós do centro obstétrico nos sensibili- zamos com a história da Raquel. Ela chegou até o HSJosé sem nenhum en- xoval para a criança. Por isso resolvemos fazer uma mobilização. Compramos fraldas e conseguimos algumas roupinhas para o bebê. Ela chegou aqui sem nada e precisando de tudo”, explica a enfermei- ra responsável pelo centro obstétrico Sirlei A. Canto. Além do parto, que foi realizado com cesariana, foi feita uma laqueadu- ra na mãe. Dos 15 filhos, apenas cinco são meni- nas e o penúltimo parto, que ocorreu há um ano de dois meses, foi de gê- meos. “Senti as primeiras dores e vim para o hospi- tal. O que mais preciso é o enxoval para a criança que nasceu agora”, relata a mãe. A família morava no Paraná e há 15 anos re- side em Criciúma. Os interessados em aju- dar, principalmente com fraldas e materiais de uso para o recém nascido po- dem entrar em contato com o Centro Obstétrico do Hospital São José pelo telefone 3431-1546 e falar diretamente com a enfer- meira Sirlei, responsável por recolher as doações. Mulher de 35 é mãe pela 15ª vez Criança nasceu nessa terça-feira no Hospital São José e família precisa de ajuda para o enxoval DIVULGAÇÃO / HSul CRICIÚMA DIVULGAÇÃO / HSul
  4. 4. 04 Criciúma, 17 de janeiro de 2013 l Quinta-feira A maioria, não a unani- midade, dos trabalhadores das indústrias químicas e farmacêuticas de Criciúma e região, aprovou em assem- bléias concluídas na noite de terça-feira, em Praia Grande, a proposta patronal de re- ajuste de salários do setor, com 8% para todos os sa- lários e até 15,02% no piso da categoria. Os valores são retroativos a novembro de 2012, data base dos traba- lhadores, e as diferenças nos salários de novembro, de- zembro e 13º salários devem ser pagas na folha de janeiro, a ser quitada até o quinto dia útil de fevereiro. A categoria ocupa cerca de 2,5 mil pos- tos de trabalho em aproxi- madamente 120 empresas. “Assim como na direto- ria do sindicato, não houve unanimidade entre os tra- balhadores, mas a proposta acabou aprovada e represen- ta avanços, principalmente em relação ao piso, objeti- vo maior da nossa diretoria nesta negociação”, contabi- liza Carlos de Cordes, o Dé, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Plásticas, Químicas e Far- macêuticas de Criciúma e Região. Segundo Dé, a boa participação dos profissio- nais nas sete assembleias re- alizadas em Criciúma, Içara e Praia Grande foram funda- mentais para o resultado das negociações. “Tivemos sete rodadas de negociações com o sindicato patronal desde outubro do ano passado até este mês; foram momentos de ten- são, intensos debates, mas acreditamos que ao final do processo podemos come- morar um bom acordo para os trabalhadores”, acrescen- tou Dé. O novo piso passa a ser de R$ 855,00 a partir de novembro de 2012, se ele- va a R$ 870,00 em abril de 2013 e a 885,00 em 1º de agosto deste ano. A partici- pação nos lucros/resultados (PLR) também terá aumento de 8% e deve ser paga até junho. A PLR em empresas com até 30 trabalhadores será de R$ 440,00 e nas de- mais R$ 680,00. Com o crescimento de Criciúma, a necessida- de de criar alternativas culturais se tornou ine- vitável. Pensando nisso, a Fundação Municipal de Criciúma (FCC) vai criar uma Casa da Cultura no Rio Maina. O objetivo é unir forças com a comu- nidade do distrito para divulgar a cultura da comunidade, cuja popu- lação ultrapassa 60 mil moradores. Uma sala na Subprefei- tura do Rio Maina já está destinada para a Casa da Cultura. “Vamos contar a história de uma região tão rica culturalmente. Não podemos deixar de lado a cultura de uma comunidade como essa”, Casa da Cultura no Rio Maina Trabalhadores aceitam propostaressalta o presidente da FCC, Sérgio Zappelini. A Casa da Cultura Neusa Nunes Vieira, lo- calizada na Praça Nereu Ramos, conta com um grande acervo histórico. Lá podem ser encontra- dos fotos e documentos que resgatam a história do município, ressalta Zappelini. “No Rio Mai- na, será uma extensão deste espaço, mas con- tendo a história daquela comunidade”, explica. Para o presidente da FCC, as iniciativas cul- turais devem invadir os bairros da cidade. “Nós temos que chegar perto das comunidades, ter as instituições como par- ceiras para promover a história e a cultura de cada localidade”, des- taca. Outro projeto que a Fundação Cultural deve- rá implantar no distrito é a Feira do Livro. “A exemplo do evento que realizamos anualmente na Nereu Ramos, vamos oferecer aos riomainen- ses um contato mais pró- ximo com a literatura”.Objetivo é unir forças com a comunidade do distrito para divulgar a cultura da comunidade DECOM / HSul CRICIÚMA CRICIÚMA
  5. 5. 05Criciúma, 17 de janeiro de 2013 l Quinta-feira Dr. Anderson Rodrigues, OAB/SC 25.833 consumidor Dúvidas do * Dad Squarisi Português Dicas de acertos que garantem vagas (1) Muitos consideram o português umalínguamuitodifícil.Nãofalta quem jure que é a mais difícil de todas as conhecidas. Verdade? Não. É mito. Como todas as lín- guas de cultura, o português tem umsistemafonético,morfológicoe sintático que precisa ser domina- do. Pra chegar lá, impõe-se estu- dar.Imagineimensaescadaria.A cada nova aquisição, subimos um degrau. Até atingir o topo, longo percurso precisa ser percorrido. Vale a pena, não vale? Como dizem os chineses, toda marcha começa com o primeiro passo. Um dos calos do nosso por- tuguês de todos os dias são as semelhanças que confundem. É o caso do pequenino e aparen- temente inofensivo a. O danado ora aparece com acento agudo (á),oracomacentograve(à),ora livre e solto, sem lenço e sem do- cumento (a). Mais: o há, do verbo haver, soa do mesmo jeitinho. E daí? Como driblar tantas arma- dinhas?Arespostaéumasó–se- guir o conselho do esquartejador. “Vamos por partes”, diz ele. ám Nome da primeira letra do alfabeto. O plural é ás ou aa: Leu o texto de á a zê. Não disse nem á nem bê. Quantos ás tem o nome dele? Não sei ao certo. Mas são muitos aa. a ou à?m Epa! O acento grave não deixa dúvidas. Trata-se da crase. A danada ocorre se dois aa se encontrarem. O casório se dá quando a preposição a encontra o artigo definido a, ou o demonstrativo a, ou o a inicial dos pronomes demonstrativos aquele, aquela, aquilo: O êxito é obstáculo à liberdade. Entreguei o relatório àquele homem. Excluindo-se o caso dos pronomes demonstrativos, só haverá crase antes de palavra feminina, clara ou subentendida: Obedecemos à lei. Fui à Editora Nacional e à (editora) José Olympio. Canta à (moda de, maneira de) Roberto Carlos. Forma fácil de descobrir se ocorre crase é substituir a palavra feminina por uma mas- culina (não precisa ser sinônima). Apareceu ao? Sinal de acento grave: Por exemplo: Fui a cidade. Com crase ou sem crase? Trocando-se cidade por teatro, temos: Fui ao teatro. Logo, fui à cidade. Outros exemplos: Obedecemos à lei (ao regulamento). Dirigiu-se à cidade (ao par- que). Comprou as obras (os livros). Prêmio natural às ambições espirituais (aos traba- lhos). Fez referência à tradução (ao texto) à qual (texto ao qual) nos temos dedicado. Com o verbo ir, siga estes passos: substitua-o por voltar e oriente-se pela quadra: Se, ao voltar, volto da, Craseio o a. Se, ao voltar, volto de, Crasear pra quê? Vou a Paris, a Roma e a Londres (Volto de Paris, de Roma e de Londres). Crasear pra quê? Vou à Paris da alta costura, à Londres do fogo e à Roma do Coliseu (Volto da Paris da alta costura, da Londres do fog e da Roma do Coliseu). Então crase no a. a ou lhe?m Ops! Ambos são pronomes pessoais do caso oblíquo. Quando empregar um e outro? Lhe tem duas funções. Uma: objeto indireto -- complementa verbo transitivo indireto. É o caso de oferecer, agradecer, obedecer: Ofereci-lhe um cafezinho (quem oferece oferece alguma coisa a alguém). Agradeço-lhe o favor (quem agradece agradece alguma coisa a alguém). Obedecemos- lhe sem discussão (quem obedece obedece a alguém). A outra: funciona como adjunto adnominal. Substitui o possessivo seu, sua, dele, dela: Acariciou-lhe os cabelos (acariciou seus cabelos). Invejou-lhe o vestido (invejou vestido dela). Encheu-lhe os bolsos de balas (encheu seus bolsos de balas). O a e o o funcionam como objeto direto: João ama Maria. (João a ama). O diretor cumprimentou os funcionários (o diretor os cumprimentou). Comprei o material exigido pela escola (comprei-o). Vi a professora entrando no shopping (vi-a entrando no shopping). a ou Há?m Na referência a tempo, a preposição a indica futuro: O curso se inicia daqui a dois dias. A dois meses das eleições, não se tem a definição dos favoritos. O filme começa daqui a pouco. Daqui a poucos dias, Barack Obama assume o segundo mandato. Há exprime passado: Chegou há pouco. Moro em Brasília há oito anos. Há dois anos Dilma Rousseff preside o Brasil. O filme Lincoln ainda não estreou no Brasil. Vi-o em Nova York há uma semana. Gostei. Devido a grande e desenfreada expansão imobili- ária, as construtoras vem estipulando em seus contratos de aquisição de “imóvel na planta”, inúmeras cláusulas abusivas, que devem ser combatidas e invalidadas me- diante ação judicial. Hodiernamente, com a grande e desenfreada ex- pansão imobiliária ocorrendo nas grandes cidades aliada às tentadoras ofertas e promessas das constru- toras para aquisição de “imóvel na planta”, inúmeros negócios têm sido realizados para aquisição de imóvel antes do início das obras com termo de entrega pré- fixado, entretanto, muitas vezes os adquirentes dessas unidades imobiliárias acabam sendo lesados por práti- cas ilegais e abusivas por parte das construtoras. É necessário atenção e cautela do adquirente antes de firmar o contrato de compra e venda do imóvel de- sejado. Além de verificar o prazo de entrega do bem, o comprador precisa ficar atento e pesquisar acerca da existência de reclamações de outros adquirentes quan- to a atrasos ocorridos em outras ocasiões e solidez da construtora, também deve questionar, no momento da aquisição, se existe incidência de taxa de corretagem, previsão de multas contratuais e juros de mora para ambas as partes do contrato caso haja inadimplência contratual. Como repúdio às práticas ilegais das construtoras, o consumidor tem constantemente acionado o Poder Judi- ciário brasileiro visando buscar a reparação dos danos experimentados, bem como a modificação e nulidade das cláusulas abusivas constantes dos contratos, fatores que vem causando um aumento significativo de proces- sos ajuizados nesse sentido. Entretanto, ainda existem muitas dúvidas a serem es- clarecidas aos adquirentes que, em grande parte, de- vido ao entusiasmo para aquisição do imóvel, acabam deixando de verificar a eficiência da construtora, de observar as cláusulas contratuais e a incidência da taxa de corretagem que em muitos casos são indevidamente repassadas ao adquirente. É primordial que o adquirente tenha conhecimento de que lhe são assegurados por lei direitos e garantias que devem ser respeitados e podem ser pleiteados junto ao Poder Judiciário em caso de inadimplemento contratual e ilegalidades perpetradas pelas construtoras. Uma das principais abusividades atualmente prati- cada por algumas construtoras diz respeito à morosi- dade quanto ao prazo de entrega do imóvel. Ora, o prazo de entrega de um imóvel residencial é uma das principais causas que levam o consumidor a contratar, a maioria dos adquirentes planeja nele estruturar um lar para si e para seus familiares, aliado ao sonho da casa própria. De fato, o atraso na entrega da unidade imóvel, seja por falta de documentação da construtora hábil para liberação de financiamento ou por atraso nas obras, frustra todas as expectativas do adquirente, eis que desestrutura todo planejamento de vida elaborado ao longo do tempo, o que por sua vez gera dano moral, sem prejuízo da ocorrência de inadimplemento contra- tual pelo descumprimento da cláusula que estipula o prazo de entrega do bem, ou seja, o atraso injustificado da entrega do bem imóvel acarreta inadimplemento contratual e dano moral. Nesses casos, o adquirente pode ingressar com uma demanda judicial, pleiteando em face da construtora a entrega forçada do imóvel adquirido ou, em caso de impossibilidade, exigir que a construtora assuma os en- cargos locatícios de outro imóvel semelhante para que o adquirente resida até a finalização das obras do imóvel adquirido. Ainda, pode de ser pleiteada pelo adquirente, no mesmo processo judicial, uma reparação em forma de indenização pelos danos morais sofridos em razão do atraso do prazo estipulado contratualmente para en- trega da obra. Sobre o tema, existe entendimento dos tribunais no sentido de que a indenização por danos morais apenas é devida nos casos em que o adquirente prove a situação prejudicial e angustiante que o atraso da obra lhe causou, porém, também há entendimento contrário no sentido de que o atraso na entrega da obra, por si só, acarreta dano moral passível de inde- nização. São situações que comprovam o dano moral, por exemplo, a organização prévia do casamento baseada no prazo prometido pela construtora; a aquisição de um imóvel maior ou próprio planejando a chegada de um filho, entre outras hipóteses que acarretam efetivas perdas e frustrações nas expectativas do comprador. Importante ressaltar que, consoante entendimento jurisprudencial dominante, o dano moral, caracterizar- se-ia apenas naquelas ocasiões em que o adquirente destinar o imóvel para fins residenciais. No mais, caso a aquisição tenha objetivo comercial (locação) é possí- vel pleitear lucros cessantes, no valor dos aluguéis que o adquirente deixou de receber durante o período de atraso das obras. Caso o adquirente se veja obrigado a alugar um imóvel para residir até a conclusão da obra do imóvel adquirido, é possível pleitear dano material, consistente em indenização no valor dos aluguéis que suportou em virtude da locação de residência substitutiva, durante o período de atraso. Havendo taxas de corretagem cobradas sem que o consumidor contrate tal serviço profissional, a construto- ra deve restituir o adquirente no valor que ele pagou pela corretagem, mas repita-se, somente nos casos em que o corretor não for contratado pelo adquirente. Pois bem, o pagamento dos serviços de corretagem só pode ser exigido do comprador do imóvelquando ele contrata o profissional ou quando há livre negocia- ção entre as partes. Se a contratação da corretagem foi feita pela construtora ou incorporadora, tais valores não devem ser repassados ao consumidor, é o que vem decidindo os tribunais. Outra manobra vista em muitos contratos para aqui- sição de imóvel na planta é a chamada cláusula de tolerância acrescentada nos contratos por parte de muitas construtoras. Tal cláusula permite que a obra do imóvel adquirido atrase, muitas vezes é acrescentada nos contrato tolerância de 6 meses de atraso, trata-se de cláusula abusiva, portanto, passível de ser anulada. Importante salientar que mesmo diante de atraso na entrega do imóvel, o adquirente não deve deixar de efetuar o pagamento das parcelas acordadas com a construtora, pois nesse caso será considerado inadimplente o que permite à construtora aplicar mul- tas e juros de mora eventualmente estipuladas contra- tualmente. Esses contratos firmados entre construtora e adqui- rente tendo como objeto a aquisição de imóvel residen- cial são denominados “contratos de adesão”, ou seja, os termos já são previamente formulados e impostos aos “consumidores”, não havendo possibilidade de discussão ou qualquer mudança sobre o seu conteúdo, de modo que essa relação contratual é vista como uma relação de consumo, ora disciplinada pelo Código de Defesa do Consumidor. O CDC, por sua vez, como instrumento de proteção ao consumidor, acrescenta que as relações de consumo devem ser equilibradas, não podendo haver desigual- dade na relação contratual, regra muitas vezes não observada pelas construtoras. Infelizmente, ainda é bastante comum a existência de cláusulas abusivas e desproporcionais em contratos de adesão elaborados por algumas construtoras, bem como algumas ilegalidades cometidas por elas quando da assinatura do contrato e durante o período de obra, situações que acabam lesando o consumidor do pro- duto, cujo abalo sofrido faz com que, inevitavelmente, o consumidor lesado bata às portas do Poder Judiciá- rio para questionar o contrato firmado e a postura da contratada. Atraso na Entrega do Imóvel e Práticas Ilegais: Direitos e Garantias
  6. 6. 06 Criciúma, 17 de janeiro de 2013 l Quinta-feira Destilando veneno! Nelson Rubens Você pode acompanhar o Nelson Rubens na Rede TV!, no programa TV Fama, de segunda a sexta, às 19h50’ e, aos sábados, às 20 horas malhação lado a lado guerra dos sexos salve jorge Fatinha tenta participar da reunião do CRAU, mas é rejeitada por Bruno, Ana e Rita. Lia leva Dinho para sua festa-surpresa. Valentina descobre sobre a festa de Dinho. Rita diz a Fatinha que apoia sua entrada no CRAU se ela realmente contribuir com a cau- sa. Lia toca a canção que fez para Dinho e todos se surpreendem. Valentina chega à fes- ta e Rômulo tenta impedir a suposta afilhada de se aproximar de Dinho. Todos vibram com a vitória de Ulisses e Carolina fica furiosa. Ulisses agride Zenon. Nando chega com Roberta para a comemo- ração de Ulisses e todos ficam constrangidos. Vânia leva Felipe para casa. Nando levan- ta um brinde para Ulisses, que se emociona. Zenon engana Carolina. Frô vai embora com Ronaldo. Olívia tem uma ideia para desco- brir o mistério de Otávio. Juliana fica pertur- bada ao ver Nando com Roberta. Isabel afirma a Jurema que humilhará Constância em público. Isabel, Etelvina e Ju- rema castigam Berenice e Zenaide. Catarina revela a Neusinha que sabotará o palco para Isabel escorregar. Assunção insiste para Cons- tância ir ao evento beneficente. Isabel exige que Catarina limpe o óleo que derramou no palco. Jonas fica atordoado ao ver Alice com Gustavo. Constância é vaiada no teatro. Théo e Morena se beijam. Jéssica entra no hotel de Lívia e reconhece o local. Morena mente para Théo e afirma que não esteve em Copacabana. Morena afirma a Théo que não vai mais se separar dele. Jéssica conta para Morena que encontrou o hotel para onde fo- ram levadas. Érica descobre que Théo não dormiu em casa. Élcio insiste em se fazer de amigo íntimo do coronel na mansão dos Flores Galvão. Théo discute com Áurea e Érica. 17h30 18h 19h 21h l Todos já sabiam... Yoko Ono fala o que todo mundo já sabia: Paul foi o único que tentou manter os Beatles juntos. Mas os outros três acharam que ele queria manter o grupo junto desde que aceitassem sua liderança. Deu no que deu... l Chá de Camomila Até o Pedro Bial estaria chateado com sua atu- ação frente à nova edição do “BBB”. É que narrar prova de quem calça meia mais rápido ninguém merece... Bial estaria até tomando chá de camo- mila para dormir... l Olha a Blitz Parada de novo na blitz da Lei Seca, Nívea Stelmann perguntou para o guarda se ela tem cara de bêbada... É a décima vez que tem que soprar o bafômetro. Nívea não bebe... Juliana Paes com sorriso de orelha a orelha! Foi a celebridade mais comentada do país, nos últimos 12 meses. Logo, também faturou mais... l Só 50 milhões... Aquelas moças que processam Michel Teló não desistem! Exi- gem uma gorda indenização por, supostamente, terem criado o verso “Aí se eu te pego”! Elas querem só 50 milhões de reais! Bomba! A mudança do can- tor Seu Jorge para os Estados Unidos teria motivo: ele pode estrelar filme na pele do lendário guitarrista Jimi Hendrix. Com estreia marcada para março, Saia Justa terá Astrid Fontenelle e elenco inédito O programa Saia Justa, exibido desde 2002 pelo GNT, es- treará sua nova tem- porada em março com um elenco totalmen- te novo. No comando estará a jornalista e apresentadora Astrid Fontenelle, que discu- tirá temas da atuali- dade, comportamento e relacionamento com a também jornalista Barbara Gancia e com as atrizes Maria Ribei- ro e Mônica Martelli. “É mais uma renovação do ‘Saia’ que volta com um time formado somente por mulheres, que aliam leveza, humor e sabedo- ria”, diz Daniela Migna- ni, diretora do GNT. Para a nova tem- porada está sendo produzido um novo cenário e no time de roteiristas estão Nina Lemos e Fred Coelho. Até a data da es- treia o programa exi- birá especiais de ve- rão com Dan Stulbach, Eduardo Moscovis, Xico Sá e Leo Jaime.
  7. 7. 07Criciúma, 17 de janeiro de 2013 l Quinta-feira O astral adquire certa leve- za, apesar de Vênus estar de mãos dadas com Plutão ainda promovendo mudanças em sua vida financeira e profissional. Seu regente, já livre da pressão de Saturno, promete ações e reações assertivas e produtivas. A intensidade e a profun- didade mexem com seu co- ração e prometem trazer à tona sentimentos e emoções antes negados por você. O momento é de transformação e um romance pode ficar mais sério do que você esperava. Seu regente unido ao Sol traz leveza ao astral do dia por um lado e profundidade por outro, através da união de Vênus e Plutão. A Lua se une a Urano em Áries e movimenta sua vida social e amizades. O dia está bem movimentado. Seu regente se une a Urano em Áries e movimenta seu tra- balho, fazendo com que alguns planos de carreira possam ser reavaliados e refeitos. Um novo caminho pode começar a ser desenhado a partir de hoje. Seja racional ao máximo. SeuregenteunidoaMercúrio abre portas e traz boas oportu- nidades de acordo e de novos negócios. Um projeto esperado pode ser aprovado ou um já em andamento pode começar a dar seus frutos. Promoção e mudança de trabalho. As energias estão ainda voltadas para sentimentos e emoções que devem ser trabalhados na construção do amor e de uma maneira equilibrada de amar. Roman- ces e paixões podem dar a partida nesse processo. Seu regente ainda unido a Plutão traz profundidade e intensidade em suas emoções. A paixão aumenta e o amor pode acontecer. Um namoro pode começar nesse período. Ótimo momento para receber amigos em casa. Seu regente recebe a visita de Vênus e seu coração pode ser chacoalhado pelo amor ou por uma nova paixão. O momento é ótimo para come- çar um namoro que promete ser intenso e profundo. Ótima fase para os estudos. MercúriounidoaoSolprome- te movimentar suas finanças de maneira rápida e positiva. O momento é ótimo para fechar negócios e efetivar acordos. Um novo contrato pode ser firmado nos próximos dias. Fique atento às oportunidades. O momento é de intensida- de e profundidade nos relacio- namentos. Uma nova paixão pode acontecer e um namoro começar nos próximos dias. Mercúrio e Sol unidos prome- tem movimento, amizades e bons acordos de negócios. Você ainda está bem fe- chado em seu mundo de emoções, questionando e in- vestigando tudo o que deve ser mudado no próximo ano astral. Um amor do passado pode surgir e mexer nova- mente com seu coração. As energias ainda estão voltadas para as amizades e os trabalhos em equipe, que podem mostrar novos ca- minhos através de algumas mudanças em seus projetos. Aproveite a boa fase social para se divertir e relaxar. EMERGÊNCIA Hosp.SãoJosé............................3431-1500 Hosp. São J. Batista...................3461-6111 Hosp.SantaCatarina................3445-8780 Samu...................................................192 Bombeiros...........................................193 SERVIÇO AO CIDADÃO IML..........................................3478-5123 Casan.......................................3461-7000 Celesc.......................................3461-5000 Conselho Tutelar.....................3445-8922 Defesa Civil................................3244-0600 Vigilância Sanitária...................3445-8700 Procon......................................3445-8522 Rodoviária................................3433-3999 Prefeitura.................................3431-0200 POLÍCIAS RodoviáriaFederal....................3522-0411 RodoviáriaEstadual..................3462-0330 Ambiental................................3431-7400 GuardaMunicipal..........3462-3800ou153 Polícia Militar.........................................190 você Fonte: Guia dos Curiosos Quanto tempo dura um sonho? Antes acreditava-se que os sonhos aconteciam em frações de segundos, mas hoje sabemos que eles acontecem em tempo real na nossa mente, na mes- ma velocidade que imaginamos estar vivenciando-os. Um sonho costuma durar de 10 a 40 min e relaciona-se sempre com nossos medos, preocupações, dese- jos oucoisas que estão para acontecer. Há pessoas que acreditam não sonhar, mas elas apenas não se recordam com o que sonharam. Para lembrarmos de um sonho, é preciso acordar no momen- to em que ele acontece. PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS Solução www.coquetel.com.br © Revistas COQUETEL 2011 BANCO69 TME MAMULENGOS MEDUSAPP BRAQUETE LOGORUMAC ERRAIARI DIRETORA GELEIAREAL CANALD RISCAALE IMETROLN MONOGRAFIA UDAAART LASTRORA RAZÃOSOCIAL Fanto- ches Profeta do Antigo Testamen- to (Bíblia) Pablo Picasso, pintor de "Guernica" Interjei- ção de chama- mento Letra que, dobrada, forma dígrafo Adelaide (?), autora de "O Es- tudante" Estrela principal da cons- telação Tipo de cerveja inglesa Interjei- ção que exprime raiva (?) déco, estilo de- corativo (anos 30) Rádio (símbolo) Programa televisivo exibido na noite de 24 de dezembro Decidir-se por Templo dos muçulmanos Entidade ruralista O clarão da noite Dança em louvor a São Bene- dito (MA) Monstro com co- bras no lugar de cabelos (Mit.) Portanto Falha; engana-se Autoridade de escolas Item do jo- go de tênis O maior primata Actínio (símbolo) Medida agrária A bebida do pirata Rocha se- dimentar Alimento da abelha rainha Engodo do anzol Falso; hipócrita Alcoólicos Anônimos Sadia; saudável Tipo de hepatite Tudo, em inglês Trabalho escrito apresen- tado no fim da graduação Poder, em inglês O nome registrado de uma empresa Base; fun- damento (fig.) Tive medo Lista Felídeos (?) Peixoto, repórter Reza R U M 3/ale—all—art—can.4/naum.6/lastro—mendaz.7/carraro.15/tambordecrioula. PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS Solução www.coquetel.com.br © Revistas COQUETEL 2011 BANCO83 ZF NEOLOGISMO CEENOP CARISMATICA PMTICOR CAPAEESPADA AGARLNL OIBI SDOSE V A DEARBISEL INDICARA L E INDAGAIM OP HPARAGUAI ROBEPO T ESP ENTERNECE BAHTTAD TES TADEFERRO Status da palavra "esca- near" Que tem o dom de liderar (fem.) Edward Elgar, composi- tor inglês Feitio do bar- beador Gênero de comédia do teatro espanhol Estado do Círio de Nazaré (sigla) A Pi- mentinha da MPB Percep- ção dis- torcida do daltônico Evento condena- do pelo pacifista Assento pesado na corrida hípica Ingredien- te de sor- vetes e gelatinas Tipo de corte en- viezado Piso lim- pado com aspirador de pó Periférico ausente no laptop (Inform.) Cerveja comum no Reino Unido Recipien- tes de cremes Stock (?), categoria automo- bilística (?) e E: as classes pobres (Econ.) O som do "ph" em palavras inglesas Alberto Dines, jornalista brasileiro Suaviza; abranda Berílio (símbolo) Roupão pós- banho Homem de palha Interjei- ção do gaúcho Interroga; pergunta A hora decisiva Atravessar trecho ra- so de rio Revelar Sambista carioca de "Beija-me" Beneficia a mulher vítima de violência Etapas decisivas de torneios eliminatorias (Esport.) Material típico do calça- mento de cidades históricas Newton (símbolo) Massa (abrev.) Time de PE (fut.) Fim, em inglês Âmago Profissão de Lima Duarte País sul- americano Besta, em inglês Gestor O limite entre o envene- namento e a cura "O Último dos (?)", filme com Daniel Day-Lewis (1992) Grama (símbolo) Costa (?), localização da Califórnia nos EUA Oxigênio (símbolo) Código (abrev.) E L I S 3/ale—car—end.5/beast—bisel—mouse.6/vadear.
  8. 8. 08 Vaga para Mormorista Carga horaria de segunda a sexta das 08:00 as 18:00 um hora de intervalo para almoço 15 minutos de café na parte da manha e da tarde. Ter ex- periência. Telefone: (48) 3439- 7326 (Falar com Falar com Patricia) / E-mail: sul_artemar- moraria@hotmail.com Empresa esta selecionando para vaga de Analista/Gerente financeiro para atuar no setor de contas a pagar/receber. Ter conhecimento em DRE, Balance- tes e fluxo de caixa em tempo real, para geração de relatórios diarios . Conhecer todo procedi- mento do setor financeiro, ser di- nâmico e com vontade de cres- cer junto com a empresa. E-mail: rh@ontopjeans.com.br Descrição do Cargo Atenden- te – Help Desc TI. Executar atividades de atendimento ao cliente, dando suporte no esclarecimento de dúvidas, re- gistro de reclamações, ofereci- mento de serviços e produtos, realização de pesquisas, pres- tação de suporte técnico, entre outros auxílios e informações diversas. Formação necessária para ser Atendente: Cursando (Administração ou Sistemas de Informação). Bom vocabulário, fluência verbal, boa dicção, bom relacionamento interpes- soal, dinamismo, conhecimen- tos de informática e digitação são requisitos fundamentais para o cargo. Forma de con- tratação: CLT. Beneficio: Vale refeição. Telefone: (48) 2101- 2175 (Falar com Denise ) / E-mail: denise@agrosys.com. br Descartáveis Zanatta selecio- na profissional para trabalhar como auxiliar de expedição. Atividade principal: Carregar caminhão, auxiliar nas entregas, receber devoluções, auxiliar na organização e limpeza do setor. Horário de trabalho: 7h30 às 17h30. Requisito: Ensino médio completo, ou experiência com- provada na carteira de trabalho na mesma função. Interessados: Enviar currículo para recruta- mento@grupojorgezanatta. com.br, até o dia 17/01 com o título da Vaga: Expedição. VENDEDORA LOJA ROUPAS Salário: 840,00 +comissão Horário: 9:30 as 18:30 e sá- bado manhã. Idade mínima: 18 anos. Escolaridade: en- sino médio completo. Prin- cipais tarefas: atendimento ao cliente, vendas de rou- pas femininas, masculinas e infantil, organização da loja e reposição de peças na loja. Conhecimentos desejáveis: experiência na área de vendas. Benefícios: auxílio vale transporte, vale alimentação após três me- ses de experiência Telefone: (48) 3433-3202 (Falar com Rocheli Goulart ou Gesie- le) / E-mail: selecao@exce- lenciarh.net Vaga para Mecânico Calderei- ro: Interpretar desenho técnico mecânico, traçar, cortar, dobrar (chapas e perfis), montar equi- pamentos. É necessário algum conhecimento em soldagem. Te- lefone: (48) 9904-6553 (Falar com Valmir) Auxiliar Administrativo/Financeiro Horario: de segunda a sexta das 8:00 a 18:00. Conhecimen- to em: Contas a Pagar e Rece- ber, Faturamento, Nota fiscal eletronica, Compras de mate- rial de uso e expediente, En- trada e Saida de mercadorias. Ser paciente, organizada, Ter conhecimentos em Word e Ex- cel. Telefone: (48) 3442-8636 (Falar com Luana Stacoski) / E- mail: financeiro@metallomix. cm.br Professor/ Instrutor para o Curso de Auxiliar de Farmácia Pré-Requisitos: Ter experiência na área do curso, Ter disponi- bilidade de horário. (após 18 horas e Sábado), Residir em Cri- ciúma, ou próximo, Ser um bom comunicador(a). Oferecemos: Remuneração compatível com o mercado.(sistema de hora aula), Certificado de horas de curso mi- nistrado. Interessados encaminhar currículo para criciuma@icata- rinense.com.br com o nome da vaga no assunto, ou ligar para 3045-1322 falar com Pablo. Estágio Lab. Desenvolvimento Indústria Química Principais atribuições: Auxiliar no desenvolvimento de produtos e processos sob orientação. Acom- panhar a produção e controle de qualidade na fabricação de produtos com supervisão. Requi- sitos: Cursando Engenharia Quí- mica, Engenharia de Materiais ou áreas afins a partir da 5ª fase. Be- nefícios que a empresa oferece: Vale-refeição e vale-transporte. Horário de Trabalho: de segunda a sexta das 08h às 15h. Telefone: (48) 3431-3318 (Falar com Fabí- ola) / E-mail: rh@mqb.com.br La Moda contrata: CRONOANALISTA Atividades: Cronometrar e anali- sar novas operações em facção; Elaborar sequência operacional para facilitar cronoanálise. Re- quisitos: Ensino Médio Completo; Desejável experiência em con- feccção. Diferencial: Experiência em cronoanálise. Interessados enviar currículo para ananda. rocha@lamoda.com.br ou en- tregar pessoalmente na sede da empresa, nas segundas ou quar- tas-feiras, das 8 às 12h. Vaga para Nutricionista Nutricionista com experiência para atuar na área de produ- ção de refeições. 2 vagas para região de Laguna. Necessário possuir carro. Telefone: (48) 3628-1982 (Falar com Camila) / E-mail: camila@cooks.com.br Vaga para Assistente de Recuperação de Crédito: Estamos Contratando para vaga de ASSISTENTE DE RE- CUPERAÇÃO DE CRÉDITO, pessoas dinâmicas e com boa dicção. Telefone: (48) 3045-3133 (Falar com Falar com Michele Amândio) / E-mail: contra- tacoesr@gmail.com EMPREGOS CONCURSOS O Departamento de Ensi- no da Aeronáutica do Brasil (DEPENS), divulgou edital de concurso público para o Exa- me de Admissão ao Curso de Formação de Taifeiros da Aeronáutica do ano de 2013 (EA CFT 2013). O candidato matriculado no curso passará a ser aluno, em situação de equivalência à graduação de Taifeiro de Segunda Classe e, durante esse período, recebe- rá remuneração fixada em lei, além de alimentação, aloja- mento, fardamento, assistência médica e odontológica. São oferecidas 118 vagas para a especialidade Arrumador e 62 vagas para a especialidade Cozinheiro, distribuídas entre as cidades de Belém/PA, For- taleza/CE, Recife/PE, Natal/ Parnamirim/RN, Rio de Janei- ro/RJ, São Paulo e Guarulhos/ SP, Pirassununga/SP, Campo Grande/MS, Florianópolis/SC, Brasília/DF, Boa Vista/RR, Por- to Velho/RO, Canoas e Porto Alegre/RS, Barbacena/MG, São José dos Campos/SP, San- ta Maria/RS e Manaus/AM. Para concorrer, os candidatos deverão ser brasileiros, ser do sexo masculino, possuir o Ensino Médio Completo e, se menor de 18 anos, estar autorizado por seu responsável. Os inte- ressados deverão se inscrever no período entre as 10h do dia 1º de fevereiro até às 15h do dia 18 de fevereiro de 2013, pelo site www.fab.mil. br. A taxa de inscrição será de R$ 60,00. A Celesc Distribuição S/A, em Santa Catariana, lançou edital Nº 001/2012 de concurso pú- blico destinado a prover 190 vagas para cargos de níveis médio/técnico e superior. O concurso público será realiza- do sob a responsabilidade da Fundação de Estudos e Pesqui- sas Socioeconômicos - FEPESE. A inscrição somente será efetu- ada via internet, no endereço eletrônico celesc2012.fepese. org.br, até às 16 horas de 21 de janeiro de 2013. O valor da taxa de inscrição é de: Para os cargos com exigência de curso superior: R$ 90,00; Para os cargos com exigência de curso médio ou técnico: R$ 70,00. A prova escrita será realizada na data provável de 3 de fevereiro de 2013 nas cidades de Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville e Lages, em locais que serão divulgados por aviso publicado no sitio do concurso na Internet, na data provável de 29 de janeiro de 2013. O prazo de validade do concur- so público será de 2 anos, con- tados da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da CELESC. O Banco Nacional de Desen- volvimento Econômico e So- cial, empresa pública fede- ral fundada em 1952, acaba de publicar o Edital 1/2012 para realização de Seleção Pública com o intuito de for- mar cadastros de reserva de pessoal. As oportunidades são para os cargos de Profis- sional Básico (nível superior), com remuneração inicial de R$ 9.182,01, e Técnico Ad- ministrativo (nível médio), cuja oferta salarial é de R$ 2.925,39. A taxa de inscrição para o cargo de Profissional Básico será de R$ 64,00 e para Técnico Administrativo, R$ 35,00. Os interessados deverão, entre os dias 03 a 27 de janeiro de 2013, aces- sar a página da FUNDAÇÃO CESGRANRIO para efeti- var a inscrição, no endereço http://www.cesgranrio.org. br, devendo o candidato es- colher a cidade onde deseja realizar as provas. O Cartão de Confirmação de Inscrição será enviado por via postal (Correios), até o dia 27 de fevereiro de 2013. Criciúma, 17 de janeiro de 2013 l Quinta-feira Faculdade Senac Criciúma oferece cusos técnicos gratuitos Em parceria com o Governo Federal o Se- nac abre vagas para o Pronatec. A Faculdade Senac Criciúma está com ins- crições abertas para os cursos gratuitos do Pronatec. Os cur- sos são de Técnico em Marketing e Adminis- tração e têm previsão de início no dia 04 de março. Os requisi- tos para ingresso são: ter 16 anos completos e estar cursando o 2º ou 3º ano do Ensino Médio da rede públi- ca estadual. As inscri- ções devem ser feitas na secretaria de cada escola. Informações: (48) 3437 9801. Conselho de Serviço Social de SC abre 3 vagas e cadastro O Conselho Regional de Serviço Social da 12ª Região (Santa Ca- tarina) abriu 3 vagas e formação de cadas- tro de reserva em car- gos de nível médio. O salário é de R$ 1.531. As oportunidades são para Florianópolis. As vagas de nível médio são para as- sistente administrativo e assistente de infor- mática. A jornada de trabalho é de 30 ho- ras semanais. As inscrições devem ser feitas até o dia 22 de fevereiro pelo site www.cress-sc.ieses.org. A taxa é de R$ 60. As provas objetivas serão aplicadas na data provável de 24 de março e terão 4 ho- ras de duração. O concurso público terá 2 anos de vali- dade e poderá ser prorrogado pelo mes- mo período.
  9. 9. 09Criciúma, 17 de janeiro de 2013 l Quinta-feira A Polícia Militar de Criciúma encontrou um desmanche de carros em um galpão às margens da rua Nicolau Machado de Souza, na localidade de Recanto Verde, no bairro São Luiz,. Com a presença das viaturas da PM, dois homens que estavam no galpão fu- giram do local. Na fuga os homens realizaram alguns disparos e fugi- ram por um matagal nos fundos do galpão. Eles seguiram em direção ao bairro Renascer. Populares ouviram dois disparos por volta do meio dia, horário que a PM chegou ao local. Ao todo, quatro viaturas mais o Pelotão de Patru- lhamento Tático (PPT) atuam nas buscas dos envolvidos. No galpão havia quatro carros em processo de desmanche: uma Eco Sport, um Gol, um Voyage e outro não identificado, pois estava com o chassi raspado. Além destes veículos, um Vectra intacto tam- bém estava no galpão, e o automóvel era utilizado por um dos envolvidos. Os carros em processo de desmanche possuem registro de furto e são do Rio Grande do Sul. Conforme os populares, o galpão ficava de portas fechadas durante o dia, mas havia um som seme- lhante a uma furadeira, a qual seria usada no des- manche dos carros. Segundo o proprietá- rio do galpão, Cesar Au- gusto, o aluguel não era pago há quatro meses. “Este galpão está loca- do há um ano, no início ele era utilizado como armanezamento de fios, inclusive, tinha algumas máquinas aqui dentro”, destaca. “Mas nos últi- mos quatro meses não consegui mais contato com ninguém. Passava aqui pela frente e não via ninguém. Todos sumi- ram”, ressalta Augusto. Dois jovens de 17 e 15 anos acabaram baleados em ação policial em La- goa dos Freitas na ma- drugada de ontem. Um deles teve ferimento na perna, braço e peito. Ou- tro foi atingido na perna. Ambos mobilizaram o Corpo de Bombeiros e tiveram encaminhamento ao Hospital São Donato. Junto com eles também estava FOB, de 23 anos. Conforme a Polícia Mili- tar, ele tentou se escon- der, mas acabou detido. Uma quarta pessoa con- seguiu fugir. Também segundo re- gistrado pelos PMs de Içara, o contrataque ocorreu depois do quar- teto cercar um veículo descaracterizado e pedir carona para Criciúma. Sem sucesso, os rapazes voltaram ao local, desta vez, armados. Com eles foi recolhido um revól- ver e uma pistola tam- bém de calibre 22. A in- vestigação por tráfico de drogas virou uma opera- ção com cerca de 25 po- liciais e 11 viaturas. Os moradores do bair- ro Próspera se assusta- ram na tarde de ontem, por volta das 14h30, pela densa fumaça preta que se alastrou no começo da tarde. Tratava-se de um incêndio na empre- sa MCV Consultoria no bairro Presidente Vargas. O fogo consumiu mate- rial com plástico na com- posição. Além do Corpo de Bombeiros de Içara, a combustão mobilizou o batalhão de Criciúma e a Polícia Militar. Todo o terreno na mar- gem da SC-443 foi cerca- do e todos foram impe- didos de entrar no local enquanto as chamas ain- da estavam altas. Curio- sos se amontoaram nos limites do terreno. Além disso, o tráfego no tre- vo próximo ao Anel de Contorno Viário Regional tornou-se lento. “Buscamos isolar ra- pidamente o material e contratamos caminhões com água para dar apoio. Pedimos desculpas a toda a comunidade”, coloca o administrador Manoel Carlos Vieira. A empresa atua há 10 anos na con- sultoria, licenciamento e recolhimento de resíduos sólidos industriais. Con- tudo, desde novembro de 2011 já havia sido embar- gada pela Fundação do Meio Ambiente de Içara por inconformidades no armazenamento dos mate- riais. Sobre o assunto, ele não quis se manifestar. O administrador Ma- noel Carlos Vieira afir- mou que o incêndio teve origem criminosa. Em entrevista coletiva, ele afirmou inclusive que foi visto um jovem no pátio da empresa durante o dia de ontem. O acesso teria ocorrido num bar- ranco com quase nove metros de altura. “O que a região Sul vai ver é o resultado de um ato criminoso motivado pela conduta ambiental- mente adequada da nossa empresa e que podemos comprovar nestes 10 anos de atividade”, colocou. A MCV é licenciada para receber materiais de de alta periculosidade (Clas- se 1). Variavelmente, re- cebia também materiais de Classe 2. Conforme a Fundação do Meio Am- biente de Içara, desde novembro de 2012 o local já havia sido embargado por inconformidades no depósito de materiais. Incêndio pode ter sido de forma criminal PM baleia adoloscentes Desmanche é descoberto No local estavam carros furtados no Rio Grande do Sul e duas pessoas fugiram com a PM DIVULGAÇÃO / HSul Indústria pegou fogo no começo da tarde e deixou a população do bairro Próspera preocupada CANAL IÇARA / DIVULGAÇÃO / HSul CRICIÚMA Balneário Rincão CRICIÚMA
  10. 10. 10 Criciúma, 17 de janeiro de 2013 l Quinta-feira (48) 9106-6277 / 3433-3300 www.emicril.com.br CRECI665J VENDA LOCAÇÃO GALERIA LUCIO CAVALER - Apto. 202, c/ 3 dormit., cozinha, sala, bwc, dep. de empregada. Valor R$ 700,00 + taxas MACHADO DE ASSIS - Bl. B - Apto. 406, c/ 3 dormit., cozinha, sala, bwc, área serviço e garagem. São Luiz. Valor R$ 450,00 + taxas MONT ROYAL - Apto. 804 c/ 3 dormit.(1 suite), cozinha, sala, bwc, á. serviço,sac. c/churr., 1 vaga. Centro. Valor R$ 900,00 + taxas MONT ROYAL - Apto. 904 c/ 3 dormit.(1 suite), cozinha, sala, bwc, á. serviço,sac. c/churr., 2 vagas. Centro. Valor R$ 950,00 + taxas MERIDIAN - Apto. 304 c/ 3 dormit.(1 suite c/sac.), cozinha, sala, bwc, á. serviço, depósito, 1 vaga. Centro. Valor R$ 1.100,00 + taxas CASA DE MADEIRA c/ 3 dormit., cozinha, sala, bwc, área serv., 1 vaga. Bairro Próspera. Valor R$ 400,00 + taxas SALA TÉRREA com 275,00m², mezanino c/ 74,00m², estac. p/ 4 carros. Rua Joaquim Nabuco. Valor R$ 8.500,00 + taxas SALA TÉRREA nº 1, com 500,00m². Rua Joaquim Nabuco, 100 - Ed. Jean de Cesaro - Centro. Valor R$ 3.800,00 + taxas SALA TÉRREA nº 2. Rua Joaquim Nabuco - Ed. Costa do Sol - Centro. Valor R$ 1.000,00 + taxas SALA TÉRREA c/ 380,00m² e 2 bwcs. Rua Dolário dos Santos, em frente ao Bistekinho - Ed. Cayman. Valor R$ 4.200,00 + taxas SALA TÉRREA I, com aprox. 164,00m², localizada na rua Palamede Milioli, 230. Valor R$ 1.600,00 + taxas SALA TÉRREA II, com aprox. 150,00m², localizada na rua Palamede Milioli, 230. Valor R$ 1.600,00 + taxas SALA TÉRREA, com 25,00m², bwc e recepção. Rua Victor Meirelles 257. Ótima p/ psicólogo, nutric. R$ 450,00 + taxas PAVILHÃO com 3.200,00m², localizado no Bairro São Luiz. Valor R$ 10.000,00 + taxas OFERTA DA SEMANA IMPERDÍVEL RES. VILLA DI MÔNACO 2 dormit., área de convivencia, bwc, área de serviço, sacada com churrasqueira, salão de festas, 1 ou 2 vagas, pista de caminhada, playground, campo de areia. Bairro Ana Maria Incorporação nº R-4-55.488 Ed. Meridian 3 dormit.(1 suite c/sacada), cozinha, sala estar/jantar, bwc, área serviço, depósito. 1 vaga. Mobiliado - Centro Ed. Vitório Venetto 3 dormit.(1 suite), sacada com churr., salão de festas, 1 vaga e demais dep. Semimobiliado. Centro Ed. Solar das Hortencias 3 dormit.(1 suite com closet), sacada com churr., salão de festas, 1 vaga dupla e demais dep. Centro Ed. Brandemburg 3 dormit.(1 suite), sacada com churr., salão de festas, 1 vaga e demais dep. Santa Bárbara - Inc. 73.836 CASA DE ALVENARIA com 120m² aprox., 2 dormit., copa/coz./sala, bwc, garagem para 2 carros. Semi. Baln.Arroio do Silva CASA DE ALVENARIA com 4 dormit.(1 suite), coz./sala estar/jantar, bwc, área serviço e garagem para 3 carros. Bairro Michel GALERIA BELUNO - Apto. com 3 dormit.(1 suite), coz., sala estar/jantar, bwc, 2 sacadas (1 com churr.) e 1 vaga. Siderópolis IMPERIAL - Apto. c/ 3 dormit.(1 suite), cozinha, sala estar/jantar, bwc, área serviço, sacada e 1 vaga. Próx. Supermercado Althoff 2 TERRENOS (1 com 420,00m² 14 x 30m de frente e 1 com 140,00m² 10 x 14 de fundos) em frente a igreja do bairro Próspera Um dos principais joga- dores do Criciúma no ano passado está preparado para fazer uma grande tem- porada 2013. O atacante Zé Carlos, artilheiro da última edição da Série B do Cam- peonato Brasileiro, quer co- meçar a Divisão Principal do Catarinense com o pé direito. “Espero fazer um grande ano. O ano de 2012 já passou A gente espera continuar em 2013 com mui- tos gols e ajudando a minha equipe e dando alegria para a torcida. É assim que eu espero. Vou tentar fazer o meu melhor”, aponta o ata- cante do Criciúma. Segundo Zé Carlos, a pré- temporada do Tigre tem sido bem conduzida. “Nos preparamos da melhor for- ma possível. Esperamos na estreia fazer um grande trabalho, mas sempre res- peitando o adversário para conseguirmos conquistar os nossos objetivos que são as vitórias”, analisa o joga- dor. O atacante quer iniciar o Catarinense com gols. “Estou muito concentrado nos objetivos do Criciúma. A gente já espera estrear marcando gols”, conta Zé Carlos. A estreia do Tigre no Campeonato Catarinen- se será contra o Camboriú neste sábado, às 19h30, no estádio Heriberto Hülse. O atacante Douglas está se recuperando bem da entorse sofrida no joelho direito durante a última semana. Na tarde dessa terça-feira o jogador, orien- tado pelo fisioterapeuta do Criciúma, Alessandro Dal Pont, realizou trabalhos no estádio Heriberto Hülse. De acordo com Dal Pont, o atleta vem respondendo bem ao tratamento e em breve deverá ser liberado para voltar a trabalhar a par- te física, juntamente com os demais atletas tricolores. “Ele está evoluindo muito bem. Estamos aumentando gradativamente a carga de trabalho. Hoje o Douglas correu pela primeira vez no campo. Vamos avaliar como será a resposta dele nos próximos dias. Se con- tinuar com a mesma evo- lução, na próxima semana será reintegrado ao grupo”, avalia o fisioterapeuta. O poderio financeiro do Corinthians anda chamando a atenção. Segundo um leva- mento feito pelo site alemão Transfermarkt, o clube só não gastou mais do que o Paris Saint-Germain em contrata- ções para 2013. No ranking, a agremiação paulista apa- rece à frente de Shakhtar Donetsk (UCR), Liverpool (ING) e Chelsea (ING). A quantia somada para viabi- lizar as chegadas de Gil (Valen- ciennes-FRA), Renato Augusto (Bayer Leverkusen-ALE) e Ale- xandrePato(Milan-ITA)chegou a 22,3 milhões de euros (cerca de R$ 62,5 milhões). Com este valor, só fica atrás dos france- ses, que pagaram 40 milhões de euros (R$ 108,6 milhões) por Lucas, do São Paulo. Apesar da transferência do brasileiro para a França estar sacramentada desde a janela de verão,odesfechoeconômicosó se dá oficialmente no momento que o atleta se integra à equipe. O valor investido em Pato, aliás, é um dos maiores des- te ano. Só perde para Lucas e Taison, que deixou o Metalist para atuar no Shakhtar por 15,2 milhões de euros. Daniel Sturridge, que foi do Chelsea para o Liverpool, custou os mesmos 15 milhões de euros que o novo atacante alvinegro. O argentino Lionel Messi, cotado em 140 milhões de euros (R$ 385 milhões), é o jogador com maior valor de mercado em 2012, segundo uma classificação divulgada pela empresa brasileira de consultoria “Pluri”, que colo- ca Neymar na 6ª posição. De acordo com o relatório, o português Cristiano Ronal- do é o segundo jogador mais valioso do mundo, avaliado em 96,3 milhões de euros (R$ 265 milhões), seguido pelo espanhol Andrés Iniesta, que vale 68,4 milhões de euros (R$ 188 milhões). A empresa divulgou a lis- ta e revelou que, se forem somados os 60 jogadores mais valiosos do mundo, eles chegariam a uma valor de 2,4 bilhões de euros em 2012, 20% a mais do que no ano passado. O atacante argentino do Barcelona lidera a lista pelo segundo ano consecutivo, assim como Cristiano Ronal- do, que também repete sua posição do ano passado. Astrêsprimeirascolocações do ranking, ocupadas por jo- gadores que atuam em clubes espanhóis,coincidemtambém com os atletas que concorrem ao prêmio Bola de Ouro 2012, que será entregue em janeiro pela Fifa e pela revista france- sa France Football. O quarto colocado é o bri- tânico Wayne Rooney, do Manchester United, com 60,2 milhões de euros (R$ 165,6 milhões). O colombiano Falcao Gar- cía, que atua no Atlético de Madrid, teve uma ascensão meteórica passando do 40° lugar para a quinta colocação, com um valor de mercado de 56,1 milhões de euros (R$ 154,3 milhões). Falcao, que foi valorizado em 87% neste ano, supera Neymar, que ficou na sexta colocação com um valor de mercado de 55 milhões de eu- ros (R$ 151,3 milhões). Zé Carlos mostra confiança e quer começar com gols Messi ainda é o mais caro Corinthians só atrás do PSG CRICIÚMA São Paulo São Paulo Zé Carlos disse estar confiante em fazer um bom Catarinense e que iniciar o ano com gols FERNANDO RIBEIRO / DIVULGAÇÃO / HSul
  11. 11. 11Criciúma, 17 de janeiro de 2013 l Quinta-feira Bedeu Fernandes Esporte 4670 02 03 07 08 09 11 12 13 15 16 19 20 22 23 25 04 14 27 38 50 52 06 19 49 76 80 78 82 86 90 96 57 61 62 63 77 29 32 46 51 56 13 14 21 24 28 07 09 23 24 34 44 64 856 385 1460 3096 1315 250.000 27.676 03.704 03.815 06.990 35.640 16.300 15.500 15.000 13.768 TUNA LUSO/PA 3403 4728 Todo início de competição, e isso é regra nacional, as do- cumentações de transferências sempre acabam complicando as preparações dos treina- dores. Além de contar com os jogadores bem aquém das condições ideais no aspecto físico, as pessoas responsáveis pelas documentações nem sempre estão atentas e aptas a lidar com isso com a agili- dade necessária. Nesse momento as recla- mações não provocam eco. Todos os clubes já deveriam estar preparados para en- frentar essa situação e se antenar já no final da tempo- rada anterior, mantendo uma base importante. Problemas Naturais Tratar desse tipo de problema sempre causa desconforto e chateação para todo mundo. Agora, não dá para isentar os dirigentes da responsabilidade de haver planejado de forma equivocada a temporada anterior. reflexosm É exatamente nessa situação que os clubes brasileiros deveriam estar com suas divisões de base devidamente montadas, profissiona- lizadas, com jogadores nas equipes juniores que possam ajudar na formação da equipe que inicia a temporada. reforço caseirom Quem larga na frente e, contando com a projeção favorável da tabela do campeonato, coloca pressão em todos os concorrentes para a segunda fase. A obrigação de vencer, em início de dispu- ta, é sempre prejudicial ao rendimento coletivo de uma equipe. importãnciam Por mais que eu tente entender o motivo real que leva algumas pessoas a afirmar que jogador bom é aquele feito em casa, na base sinceramen- te fico com os dois pés atrás. Obviamente que isso não pode ser levado ao pé da letra, até pode acontecer, mas, nem sempre isso vira regra. Jogador bom é aquele que tem qualidade nos pés, que tem boa formação familiar, que estuda para entender o que lhe é recomenda- do, que não espera acontecer, vai atrás do su- cesso. Também é aquele planeja suas metas e sai em busca da solução. O “cara” não está à venda em qualquer livra- ria. Ele representa o conjunto de itens agregados, o suprassumo da qualidade que trilha seus cami- nhos com a maior naturalidade. combinação “xero”m Esse adjetivo se encaixa ao perfil da pessoa que levanta para vencer. Não perde tempo, encara os desafios de frente, não se deixa abater e bate no peito afirmando que o fim do dia vai ter sim um resultado positivo. Só que, para a confirmação disso tudo, ele vai ter que ter consciência plena de que seus propósitos precisarão estar sempre atrelados à busca de conhecimentos e aplicação de tudo o que aprendeu. vitoriosom Pois é. Recebi alguns e-mails e telefonemas sobre os garotos da base do Criciúma. Entre eles, Bruno, Ezequiel, Diego Felipe, Diego Oli- veira e André Gava. Sobre eles, e já deu para perceber que re- tirei da lista o Lucca, incomparável com qual- quer um deles, acho que nenhum vingou como algumas pessoas esperavam. Supervalorizaram os jogadores da casa e ne- nhum deles encerrou o ano com bom aproveita- mento. Não adianta querer escalar um jogador por que é de casa. Isso representaria uma pena- lização muito grande para o atleta ali na frente, quando ele descobrir que foi mal orientado na sua formação inicial. Tem hora que não podemos ser simpáticos. A realidade é nua e crua, não perdoa. Se omitirmos averdadelogo,logoelavainoscolocardefrente com a “verdade” e aí as coisas podem ter cau- sado um estrago danado naquele que ouvia de alguns amigos que era um “bom” jogador. Melhor ser transparentes, verdadeiros, realistas. Mais dia, menos dia, tudo vem à tona e a reali- dadedemonstraclaramentequeestamosdolado dela, sem fantasiar e criar expectativas mirabo- lantes só para agradar. e o criciúma?m Mais de 400 tenis- tas estão reunidos até a próxima segunda-feira, na Sociedade Recreativa Mampituba: o clube está sediando duas etapas do Torneio Sul Brasileiro In- fanto Juvenil de Tênis. Os jogos são organizados pela Confederação Brasi- leira de Tênis e reúnem atletas de Santa Catarina e de vários outros estados como Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Pa- raná e Rio Grande do Sul. Os tenistas participantes das etapas do Torneio Sul Brasileiro Infanto Juvenil de Tênis são divididos em categorias de 10 a 18 anos, em naipes masculi- no e feminino. A primeira etapa do Torneio, segun- do o árbitro geral, Rafa- el Melato, encerra nesta quinta-feira, 17. Esta é a primeira vez que a Sociedade Recre- ativa Mampituba sedia etapas do Torneio Sul Brasileiro Infanto Juvenil de Tênis, contudo, con- forme o diretor de tênis da Sociedade Recreativa Mampituba e diretor do torneio, Alexandre Fa- rias, várias outras opor- tunidades virão. “Esta- mos sediando, de uma só vez, duas etapas do Brasileiro, provando que temos estrutura suficien- te para receber, em ape- nas uma semana, mais de 400 atletas”, afirma. Para Farias, o clube ten- de a ganhar bastante visi- bilidade com a realização dos jogos. “Atletas, pro- fessores e integrantes de comissões técnicas fica- ram surpresos com nos- sa estrutura”, destaca. Segundo ele, muitos pais acompanham os filhos e ficam encantados com o clube. “Estamos receben- do atletas de todo o país e pretendemos colocar o clube no cenário nacional desta competição”, res- salta o diretor. Nopróximosábadoasareias do Balneário Rincão serão pal- co do 1ª Futevôlei 4 x 4 das Feras. A competição contará com a presença de alguns ex- jogadores do Criciúma, além de praticantes da modalidade. O evento acontece a partir das 10 horas, em frente ao restau- rante Verdão. “Serão realizados jogos de exibição, apenas com convi- dados. Estamos trazendo essa competição para o Sul do Es- tado para divulgar o esporte. O evento é aberto ao público e esperamos contar com a pre- sença de um bom número de espectadores”, explica Sandro Marcelino, um dos organiza- dores do evento. Já confirma- ram presença na competição os seguintes atletas: Alexandre Lopes, Alexandre Pandóssio, Itá, Vanderlei, Wilsão, Sandro Motta, Beto Cachoeira, Ro- berto Gaúcho, Sandro Cocal, Alexandre Laguna, Juninho Deleon e Clesinho. Torneio de tênis Vôlei 4x4 chega as areias do Rincão DIVULGAÇÃO / HSul Jogos começaram a ser realizados ontem no clube Mampituba CRICIÚMA Balneário rincão
  12. 12. 12 Criciúma, 17 de janeiro de 2013 l Quinta-feira

×