Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
PRÁTICAS LÚDICAS E A CONSTRUÇÃO DO
CONHECIMENTO
A educação vista de forma divertida pelos alunos.
• Objeto da pesquisa
• Através das brincadeiras em sala de aula é
possível agregar conhecimento no processo
de ensino apre...
• OBJETIVO GERAL
Auxiliar o educador no processo lúdico
como instrumento mediador do
conhecimento cuja pesquisa observamos...
• justificativa
A construção do conhecimento vem sendo considerada
como um novo paradigma da aprendizagem. Nesse sentido a...
• REFERENCIAL TEÓRICO
O LÚDICO E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO
INFANTIL: A CRIANÇA LEITORA
Delgado (2014) diz ...
• O LÚDICO NA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
A atividade imaginativa é uma atividade
criadora por excelência, pois resulta da
refor...
• O LÚDICO NA MATEMÁTICA
Segundo Lippmann, (2009),
Por meio dos jogos, as crianças exercitam sua inteligência e
compartilh...
• O LÚDICO NAS CIÊNCIAS
• O LÚDICO NO MEIO AMBIENTE
De acordo com Vygotsky (1998), as maiores
aquisições de uma criança sã...
• O LÚDICO NA GINÁSTICA DA PRÉ-ESCOLA
Segundo LABAN, Rudolf, (1976),
os professores de educação física conseguem ensinar a...
10
PROCEDIMENTOS
METODOLÓGICOS
 Caracterização quanto ao seu objetivo: Pesquisa
exploratória
 Caracterização quanto sua ...
11
Caracterização quanto aos dados: ao todo
participaram da pesquisa 04 (quatro) professoras,
sendo duas da Escola Municip...
Após aplicação dos questionários, os dados foram
transcritos a seguir:
• Perguntou-se aos professores: Quais os benefícios...
Após aplicação dos questionários, os dados foram
transcritos a seguir:
• Perguntou-se aos professores: Quais os benefícios...
Quando se perguntou as professoras se na opinião delas,
agregar o brincar com o aprender facilita o desenvolvimento
das cr...
Em relação ao brincar, perguntaram-se as
professoras: Hoje com os videogames, jogos e desenhos
multimídias, celulares, tab...
Por último, perguntou-se as professoras: No
processo ensino-aprendizagem, com a utilização do
lúdico, como você avalia as ...
Considerações
Colorir, dançar, pular, cantar, contar, falar, pintar,
dramatizar, propicia o encantamento para que aconteça...
referências
A&E Revista do Sistema Positivo de Ensino. Ano 14. Nº 22, julho/2013, p.9,
29, 31.
A&E Revista do Sistema Posi...
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Slides célia

250 Aufrufe

Veröffentlicht am

Práticas lúdicas na educação

Veröffentlicht in: Bildung
  • Als Erste(r) kommentieren

Slides célia

  1. 1. PRÁTICAS LÚDICAS E A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO A educação vista de forma divertida pelos alunos.
  2. 2. • Objeto da pesquisa • Através das brincadeiras em sala de aula é possível agregar conhecimento no processo de ensino aprendizagem dos alunos?
  3. 3. • OBJETIVO GERAL Auxiliar o educador no processo lúdico como instrumento mediador do conhecimento cuja pesquisa observamos que interagir e brincar com as crianças é fundamental para que elas consigam desenvolver-se.
  4. 4. • justificativa A construção do conhecimento vem sendo considerada como um novo paradigma da aprendizagem. Nesse sentido a escola deve apresentar uma gama de atividades dentro dos conteúdos que favoreçam o desenvolvimento integral dos alunos. Sob o aspecto do entendimento e aprendizagem, existem várias matérias que são mais complexas e de difícil entendimento que outras, como por exemplo, a matemática principalmente nos primeiros conceitos na fase da educação infantil.
  5. 5. • REFERENCIAL TEÓRICO O LÚDICO E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO INFANTIL: A CRIANÇA LEITORA Delgado (2014) diz que: A percepção e a identificação dos elementos de sonoridade presentes no texto poético são importantes nessa fase, pois possibilitam que a criança perceba a relação entre as representações gráfica e sonora das letras, desenvolvendo à denominada consciência fonológica.
  6. 6. • O LÚDICO NA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS A atividade imaginativa é uma atividade criadora por excelência, pois resulta da reformulação de experiências vivenciadas e da combinação de elementos da vida real. A imaginação constitui-se, portanto, de novas imagens e conceitos que vinculam a fantasia á realidade. (FERRAZ; FUSARI, 1993, p.60).
  7. 7. • O LÚDICO NA MATEMÁTICA Segundo Lippmann, (2009), Por meio dos jogos, as crianças exercitam sua inteligência e compartilham experiências, o que ocasiona o desenvolvimento da autonomia e a descoberta das propriedades dos objetos e de suas formas lógicas.
  8. 8. • O LÚDICO NAS CIÊNCIAS • O LÚDICO NO MEIO AMBIENTE De acordo com Vygotsky (1998), as maiores aquisições de uma criança são conquistadas pelo brinquedo, aquisições que no futuro tornar-se-ão seu nível básico de ação real e moralidade.
  9. 9. • O LÚDICO NA GINÁSTICA DA PRÉ-ESCOLA Segundo LABAN, Rudolf, (1976), os professores de educação física conseguem ensinar a consciência corporal e o uso de equipamento. Não há exercícios reais, porém tarefas pequenas e simples envolvendo movimento.
  10. 10. 10 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS  Caracterização quanto ao seu objetivo: Pesquisa exploratória  Caracterização quanto sua natureza: pesquisa aplicada;  Caracterização quanto a sua abordagem: Classifica-se em pesquisa qualitativa;  Caracterização quanto suas técnicas: foram utilizadas a pesquisa bibliográfica e pesquisa de campo, com aplicação de questionário semiestruturado a professoras da educação infantil.
  11. 11. 11 Caracterização quanto aos dados: ao todo participaram da pesquisa 04 (quatro) professoras, sendo duas da Escola Municipal Vila Irene, uma professora da Escola Estadual Criança Cidadã - CAIC e uma professora da Escola Municipal Pequeno Sábio. Todas as professoras atuam na Educação Infantil e são pedagogas.
  12. 12. Após aplicação dos questionários, os dados foram transcritos a seguir: • Perguntou-se aos professores: Quais os benefícios de se utilizar o lúdico nas atividades para o desenvolvimento infantil? •P1 – A criança se integra com mais facilidade com o grupo, desenvolve a oralidade, criatividade e o equilíbrio corporal. •P2 – Facilitam a aprendizagem e torna mais prazerosa a inserção no mundo da leitura convencional. •P3 – Facilita o processo de ensino/aprendizagem. •P4 – Facilita o ensino aprendizagem, conseguindo um resultado melhor. Resultados e discussões
  13. 13. Após aplicação dos questionários, os dados foram transcritos a seguir: • Perguntou-se aos professores: Quais os benefícios de se utilizar o lúdico nas atividades para o desenvolvimento infantil? •P1 – A criança se integra com mais facilidade com o grupo, desenvolve a oralidade, criatividade e o equilíbrio corporal. •P2 – Facilitam a aprendizagem e torna mais prazerosa a inserção no mundo da leitura convencional. •P3 – Facilita o processo de ensino/aprendizagem. •P4 – Facilita o ensino aprendizagem, conseguindo um resultado melhor.
  14. 14. Quando se perguntou as professoras se na opinião delas, agregar o brincar com o aprender facilita o desenvolvimento das crianças da educação infantil, permitindo uma troca de conhecimento mútuo entre adulto – criança? Verificou-se que todas responderam SIM. Ao justificar, observou-se: • P1 – As modalidades artísticas possibilitam essa interação professor e aluno. • P2 – Desenvolve a capacidade de interação com regras, irritação e imaginação. • P3 – As crianças gostam muito de brincar, pois estão na fase das brincadeiras, aliando brincar com o aprender conseguiremos um bom resultado.
  15. 15. Em relação ao brincar, perguntaram-se as professoras: Hoje com os videogames, jogos e desenhos multimídias, celulares, tablets, computadores, você acredita que isso prejudica as crianças ao invés de brincarem como era no passado sem toda essa tecnologia? Qual sua opinião? – P1 – Não prejudicam o aprendizado, os recursos tecnológicos só têm a contribuir com o aprendizado. – P2 – O excesso prejudica porque empobrece o desenvolvimento corporal que acontece através do toque de experiências. – P3 – Os jogos tecnológicos atrapalham no sentido de que na maioria não há interação criança/criança. – P4 – Tudo tem um meio termo, é somente colocar limites no uso da tecnologia.
  16. 16. Por último, perguntou-se as professoras: No processo ensino-aprendizagem, com a utilização do lúdico, como você avalia as tentativas que não deram certo? • P1 – Eu não sei responder adequadamente esta pergunta, pois vejo somente pontos positivos da utilização do lúdico no processo ensino-aprendizagem. • P2 – Percebi em minhas atividades com crianças de 2 anos, que elas não sabem esperar o momento de fazer a atividade, isso ocorre por não ter noção do fazer coletivo. É nesse caso de alunos de dois anos as atividades devem ser individuais, o professor estar orientando cada um. • P3 – Falta de conhecimento, determinação e consciência de querer mudar. • P4 – Ainda não ocorreu comigo nenhuma tentativa inválida
  17. 17. Considerações Colorir, dançar, pular, cantar, contar, falar, pintar, dramatizar, propicia o encantamento para que aconteça a libertação da imaginação da criança, pois estamos trabalhando com crianças de múltiplas possibilidades, onde a diversidade propicia diferentes saberes, emergindo a vivência democrática da cultura onde é resgatada a memória coletiva e a heterogeneidade cultural.
  18. 18. referências A&E Revista do Sistema Positivo de Ensino. Ano 14. Nº 22, julho/2013, p.9, 29, 31. A&E Revista do Sistema Positivo de Ensino. Ano 14. Nº 23, outubro/2013, p.35-37. FERRAZ, Maria Heloísa C.de T., FUSARI, Maria Felisminda de Rezende e. Metodologia do Ensino da Arte. São Paulo: Cortez, 1993. GIL, Antônio Carlos. Projetos de Pesquisa. - 5. ed.- São Paulo: Atlas, 2010. HAETINGER, Max Gunther, 1964- Movimento- 1 ed. rev. –Curitiba PR: IESDE Brasil, 2012. 120p.

×