Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Biblioteca Digital
Brasileira de
Teses e
Dissertações:
Dez anos de
interoperabilidade
Autores: Diego J. Macêdo,
Milton Shi...
Biblioteca Digital
Brasileira de
Teses e
Dissertações:
Dez anos de
interoperabilidade
Autores: Diego J. Macêdo,
Milton Shi...
Biblioteca Digital
Brasileira de
Teses e
Dissertações:
Dez anos de
interoperabilidade
Autores: Diego J. Macêdo,
Milton Shi...
Biblioteca Digital
Brasileira de
Teses e
Dissertações:
Dez anos de
interoperabilidade
Autores: Diego J. Macêdo,
Milton Shi...
Biblioteca Digital
Brasileira de
Teses e
Dissertações:
Dez anos de
interoperabilidade
Autores: Diego J. Macêdo,
Milton Shi...
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações: dez anos de interoperabilidade

465 Aufrufe

Veröffentlicht am

Pôster apresentado à CONFOA 2013 (06 a 09 de outubro de 2013 - São Paulo, SP, Brasil) - Diego José Macedo, Milton Shintaku, Gabriel Franklin Mathias, Roberto Novaes

Veröffentlicht in: Bildung
  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações: dez anos de interoperabilidade

  1. 1. Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações: Dez anos de interoperabilidade Autores: Diego J. Macêdo, Milton Shintaku, Gabriel F. Mathias e Roberto Novaes A Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações é um marco do Movimento de Acesso Aberto à Informação Científica no Brasil. Nascida em 2002, completou em 2012 dez anos, com uma história de grandes feitos, sendo a primeira iniciativa que integrou sistemas de informação, via os preceitos da interoperabilidade, de quase todos os estados brasileiros.
  2. 2. Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações: Dez anos de interoperabilidade Autores: Diego J. Macêdo, Milton Shintaku, Gabriel F. Mathias e Roberto Novaes A interoperabilidade na BDTD emprega um modelo distribuído utilizando tecnologias de arquivos abertos. As IES são provedoras de dados e o Ibict opera nesta rede como agregador, coletando os metadados, provendo serviços de informação sobre estes metadados e disponibilizandoos para serem coletados por outros provedores de serviços.
  3. 3. Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações: Dez anos de interoperabilidade Autores: Diego J. Macêdo, Milton Shintaku, Gabriel F. Mathias e Roberto Novaes O Padrão Brasileiro de Metadados de Teses e Dissertações (MTD-BR), que abrange todos os principais metadados dos esquemas de metadados Dublin Core e Eletronic Theses and Dissertation Metadadata Schema da NDLTD e implantou a camada do Protocolo OAI-PMH, para expor os metadados referentes as teses e dissertações publicadas nas IES. etd-ms Mtd-br DC
  4. 4. Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações: Dez anos de interoperabilidade Autores: Diego J. Macêdo, Milton Shintaku, Gabriel F. Mathias e Roberto Novaes Implementou-se no Ibict um coletador (harvester), que é um programa que utiliza a interface oferecida pelo protocolo OAI-PMH para coletar metadados, baseado na tecnologia distribuída pela Virginia Tech.
  5. 5. Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações: Dez anos de interoperabilidade Autores: Diego J. Macêdo, Milton Shintaku, Gabriel F. Mathias e Roberto Novaes O histórico apresentado, baseado em questões mais tecnológicas, revelou o início inovador da BDTD. Da mesma forma, revela o espirito empreendedor do Ibict, implementando no Brasil o primeiro serviço a se pautar nos preceitos, tanto do acesso aberto, quanto dos arquivos abertos.

×