SlideShare ist ein Scribd-Unternehmen logo
1 von 38
Downloaden Sie, um offline zu lesen
Eixo Ciência e
Tecnologia
Curso de Redação
Prof.ª Jamille
O eixo Tecnologia
na redação
Considerando que o tema da sua
prova versa sobre questões da
atualidade, é importante cogitar
discussões problema as quais
envolvam a globalização e o mundo
tecnológico. Os indivíduos estão –
cada vez mais – suscetíveis às
influências da seara tecnológico, sob
aspectos econômicos, sociais,
ambientais e que envolvem a saúde
mental.
Palavras-chave: Acessibilidade;
Globalização; Internet;
Comunicação; Socialização; Liquidez;
Segregação.
Como esse eixo já apareceu
em provas do INEP?
ENEM PPL 2019 - Combate ao uso
indiscriminado das tecnologias
digitais de informação por
crianças;
2019 - Encceja nacional regular -
Ensino Médio - A organização do
tempo e o acesso às redes sociais.
ENEM 2018 – Manipulação do
comportamento do usuário pelo
controle de dados na internet.
Temas relacionados ao eixo tecnologia
Letramento digital; Inclusão Digital; Acesso à informação; Tecnologia nas escolas;
Ensino a distância; Celular em sala de
aula;
Crimes Virtuais; Redes sociais e
relações interpessoais;
Temas relacionados ao eixo tecnologia
Cultura do
Cancelamento;
Geração Tik
Tok;
Digitais
influencers;
Aplicativos e
trabalho;
Cybercondria; Tecnologia e
saúde mental;
Crime de
Stalking;
Nomofobia;
Pensadores
“Nem tudo que a técnica produz é positivo à
humanidade” – Jürgen Habermas
“As redes sociais são úteis, oferecem serviços
poderosos, mas são uma armadilha” – Bauman
“A era da informação mudou as relações de
poder” – Manuel Castells
“A internet gerou uma legião de imbecis” –
Umberto Eco.
27/05/2022
ZIGMUNT BAUMAN
“Vive-se na pós-modernidade um período de liberdade ilusória, com
novas formas de interação e também alienação e manipulação.”
Instituição Zumbi
Com base nas ideias de
Gilberto Dimenstein,
autor do livro "O Cidadão
de Papel - a infância, a
adolescência e os direitos
humanos no Brasil"
(1993), a expressão
"cidadão de papel" se
refere a “um cidadão com
direitos adquiridos, mas
não usufruídos e isso
acontece na grande
maioria, por falta de
informação.
“MORTIFICAÇÃO DO EU”
Teoria do sociólogo Erving Goffman, a qual trata do comportamento alienado, perde-se seu
pensamento individual e junta-se a uma massa coletiva.
Teoria da ação social: defende que a
conduta humana depende de seus cenários e
relações pessoais. Portanto, estamos todos imersos
em uma gestão constante da nossa imagem diante
do resto do mundo.
A teoria da ação social
explicaria os diferentes
papéis que interpretamos
em função da demanda de
cada uma das nossas
interações sociais e da
imagem que queremos
projetar.
NOVO DILÚVIO
“Segundo o sociólogo Pierre Levy, as sociedades modernas vivem um fenômeno por ele denominado
“Novo dilúvio”- termo usado para caracterizar a dificuldade de escapar do uso da internet.
Sociologia e cognição preguiçosa.
Para Lévy, a essência da cibercultura é paradoxal, na
medida em que a Internet é uma universalidade
desprovida de um significado central, um verdadeiro
sistema caótico global, o "universal sem totalidade".
Nesse sentido, o autor nos remete à ideia de
"segundo dilúvio", originalmente concebida por Roy
Ascott, que consiste em um paralelo entre a atual
explosão de informações, possível graças ao enorme
desenvolvimento das telecomunicações (incluindo a
Internet), e o dilúvio bíblico. Perante a Internet, como
Noé, nos sentimos à deriva em um mar
informacional, sem saber que informações
essenciais deveríamos salvar em nossa arca. No
entanto, esse segundo dilúvio nunca cessará, como o
primeiro. A arca jamais pousará no Monte Ararat;
não há fundo sólido sob o oceano das informações.
CONCEITO DE MENORIDADE
Immanuel Kant define essa
menoridade como a incapacidade do
homem de fazer uso do seu próprio
entendimento. Segundo Kant, a
permanência do homem na
menoridade se deve ao fato de ele
não ousar pensar. A covardia e a
preguiça são as causas que levam os
homens a permanecer na menoridade.
Um outro motivo é o comodismo.
Filmes e Séries
Episódios
T1, E3. – Toda a
sua história
T3, E1. – Queda livre T3, E3. – Manda quem pode T3, E3. – Engenharia reversa
T4, E2. – Arkangel
T5, E2. – smithereens
T3, E6. – Odiados pela nação
Star Wars
A saga “Star Wars”, com nove filmes, conta
a história de Leia, uma princesa que é
mantida refém por Darth Vader, com isso,
Luke Skywalker e Han Solo precisam libertá-
la e restaurar a justiça e a liberdade da
galáxia.
Com isso, diversos filmes da saga podem ser
usados como repertórios em suas redação.
O desenvolvimento científico e a
tecnologia, apesar de benéficos, também
possuem um lado sombrio, que é
abordado no filme. Além disso, temas
como religião, uso da violência e
transtornos mentais estão presentes na
saga.
O dilema das redes (2020)
O documentário “O Dilema das Redes” retrata os
problemas que as redes sociais, sites e aplicativos
podem causar à saúde mental das pessoas. Nele,
ex-funcionários da área de tecnologia explicam
como funcionam os algoritmos e como os mesmos
influenciam nas redes.
Esses especialistas confirmam que a dependência
tecnológica prejudica a saúde mental, ao passo
que os usuários são moldados pelas plataformas
que acessam e como o uso excessivo da
tecnologia resulta em problemas como
dependência e doenças crônicas.
O filme “Rede de ódio” é um thriller e
drama polonês descreve a história de um
estudante que é conhecido por promover
campanhas de ódio nas redes sociais,
entretanto, sua crueldade virtual acabava
acarretando problemas no mundo real.
O filme pode ser usado como citação em
diversos temas de redação, como do
Enem 2010 “O trabalho na construção da
dignidade humana” e do Enem 2018, que
discutiu “Manipulação do comportamento
do usuário pelo controle de dados na
internet”.
História e Artes
TERCEIRA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
A Terceira Revolução Industrial, chamada também de Revolução Informacional, começou em
meados do século XX, momento em que a eletrônica aparece como verdadeira modernização da
indústria. Isso aconteceu após a segunda guerra mundial (1939-1945) e abrange o período que vai
de 1950 e até a atualidade.
CAPITALISMO, ESTÍMULO AO CONSUMO EM MASSA
A posse de bens materiais e ao poder das coisas se tornaram meios de felicidade e prestígio.
Segundo Karl Marx, somente pelo consumo o produto se torna realmente produto.
Fetichismo da mercadoria é a
percepção das relações sociais envolvidas na
produção, não como relações entre as pessoas,
mas como as relações econômicas entre o
dinheiro e as commodities negociadas no
mercado. Sendo assim, o fetichismo da
mercadoria transforma os aspectos subjetivos
em objetivos.
Manifesto Futurista
Na esfera das Leis
Marco Civil da Internet
(Lei nº: 12.965/2014)
Essa lei que também é conhecida como
Constituição da Internet Brasileira,
estabelece princípios, direitos, deveres,
garantias e regulamenta o uso da internet
no Brasil, ou seja, a lei estabelece
diretrizes para a utilização da internet em
nosso país.
Os principais pontos da lei, são:
1. Neutralidade da rede;
2. Privacidade na web;
3. Registro de acessos;
4. Responsabilização pelo conteúdo.
Lei Geral de Proteção
de Dados Pessoais
(Lei nº 13.709)
A lei que também é conhecida
como LGPD, foi aprovada em agosto
de 2018 e entrou em vigor na
última sexta-feira (18). Inspirada no
Regulamento Geral de Proteção de
Dados (GDPR), dispõe sobre a
proteção de dados pessoais, no
meio digital, tanto de pessoa física
quanto de pessoa jurídica.
Empresas privadas e empresas do
setor público devem se adequar aos
parâmetros da lei e rever seus
processos de coleta,
armazenamento, descarte e
tratamento de dados que são
coletados.
4ª Geração de Direitos Humanos
Apesar de ser pouco discutido na
doutrina, os direitos fundamentais de
quarta geração são importantíssimos
pois compreendem os direitos à
democracia, a informação e ao
pluralismo.
Conclui-se, portanto, que tendo
consciência de que a dignidade da
pessoa humana é um princípio
axiológico fundamental e base para
elaboração das legislações ao redor
do mundo, cada pessoa deve ser
tratada com um fim em si mesma e
não como objeto, pois ao nascer com
vida o indivíduo adquire muito mais
que direitos fundamentais, adquire o
direito e a garantia de ser.
O art. 5°, inciso XIV, da
Constituição Federal diz o seguinte
“é assegurado a todos o acesso à
informação e resguardado o sigilo
da fonte, quando necessário ao
exercício profissional”; logo,
interpreta-se a internet como um
dos maiores meios existentes de
obtermos informações, pode-se
dizer que ela pode ser também
incluída nessa espécie de direito
fundamental.
Art. 218. O Estado promoverá e
incentivará o desenvolvimento
científico, a pesquisa, a
capacitação científica e
tecnológica e a inovação.
Redação nota 1000 – ENEM 2018
Clara de Jesus, 19 anos
“Black Mirror” é uma série americana que retrata a influência
da tecnologia no cotidiano de uma sociedade futura. Em um
de seus episódios, é apresentado um dispositivo que atua
como uma babá eletrônica mais desenvolvida, capaz de
selecionar as imagens e sons que os indivíduos poderiam
vivenciar. Não distante da ficção, nos dias atuais, existem
algoritmos especiais ligados em filtrar informações de acordo
com a atividade “on-line” do cidadão. Por isso, torna-se
necessário o debate acerca da manipulação comportamental
do usuário pelo controle de dados na internet.
A princípio, é notável que o acesso a esse meio de
comunicação ocorre de maneira, cada vez mais, precoce.
Segundo pesquisa divulgada pelo IBGE, no ano de 2017,
apenas 35% dos entrevistados, que apresentavam idade igual
ou superior a 10 anos, nunca haviam utilizado a internet. Isso
acontece porque desde cedo a criança tem contato com
aparelhos tecnológicos que necessitam da disponibilidade de
uma rede de navegação, que memoriza cada passo que esse
jovem indivíduo dá para traçar um perfil de interesse dele e,
assim, fornecer assuntos e produtos que tendem a agradar ao
usuário. Dessa forma, o uso da internet torna-se uma
imposição viciosa para relações socioeconômicas.
Além disso, o ser humano perde sua capacidade de escolha.
Conforme o conceito de “Mortificação do Eu”, do sociólogo
Erving Goffman, é possível entender o que ocorre na
internet que induz o indivíduo a ter um comportamento
alienado. Tal preceito afirma que, por influência de fatores
coercitivos, o cidadão perde seu pensamento individual e
junta-se a uma massa coletiva. Dentro do contexto da
internet, o usuário, sem perceber, é induzido a entrar em
determinados sites devido a um “bombardeio” de
propagandas que aparecem em seu dispositivo conectado.
Evidencia-se, portanto, uma falsa liberdade de escolha
quanto ao que fazer no mundo virtual.
Com o intuito de amenizar essa problemática, o Congresso
Nacional deve formular leis que limitem esse assédio
comercial realizado por empresas privadas, por meio de
direitos e punições aos que descumprirem, a fim de acabar
com essa imposição midiática. As escolas, em parceria com
as famílias, devem inserir a discussão sobre esse tema tanto
no ambiente doméstico quanto no estudantil, por
intermédio de palestrantes, com a participação de
psicólogos e especialistas, que debatam acerca de como agir
“on-line”, com o objetivo de desenvolver, desde a infância, a
capacidade de utilizar a tecnologia a seu favor. Feito isso, o
conflito vivenciado na série não se tornará realidade.

Weitere ähnliche Inhalte

Was ist angesagt?

8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 respSEMEC
 
Atividades de redação do 9º ano 2009 2º semestre
Atividades de redação  do 9º ano 2009  2º semestreAtividades de redação  do 9º ano 2009  2º semestre
Atividades de redação do 9º ano 2009 2º semestreOlivier Fausti Olivier
 
Aula 2 Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
Aula 2  Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe AssunçãoAula 2  Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Avaliação se sociologia 1º ano
Avaliação se sociologia 1º anoAvaliação se sociologia 1º ano
Avaliação se sociologia 1º anoananiasdoamaral
 
Proposta de redação enem
Proposta de redação enemProposta de redação enem
Proposta de redação enemmariana lauar
 
Interpretação texto arnaldojabor democracia, cidadania, direitos (1)
Interpretação texto arnaldojabor democracia, cidadania, direitos (1)Interpretação texto arnaldojabor democracia, cidadania, direitos (1)
Interpretação texto arnaldojabor democracia, cidadania, direitos (1)Atividades Diversas Cláudia
 
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)Cynthia Funchal
 
Redação - Textos argumentativos 2022.pptx
Redação - Textos argumentativos 2022.pptxRedação - Textos argumentativos 2022.pptx
Redação - Textos argumentativos 2022.pptxCrisBiagio
 
Oficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º anoOficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º anoClaudiaAdrianaSouzaS
 
Atividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amarelo
Atividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amareloAtividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amarelo
Atividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amareloMaria de Lourdes Lourenço
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...Prof. Noe Assunção
 
1 filosofia prov. bimestral 4 bimestre
1 filosofia    prov. bimestral  4 bimestre1 filosofia    prov. bimestral  4 bimestre
1 filosofia prov. bimestral 4 bimestreFelipe Serra
 
PLANO DE AULA – A ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA E SEUS PERSONAGENS E A DEFICIÊNCIA ...
PLANO DE AULA – A ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA E SEUS PERSONAGENS E A DEFICIÊNCIA ...PLANO DE AULA – A ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA E SEUS PERSONAGENS E A DEFICIÊNCIA ...
PLANO DE AULA – A ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA E SEUS PERSONAGENS E A DEFICIÊNCIA ...Tissiane Gomes
 

Was ist angesagt? (20)

8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
8ª ano revisão unidade 4 tema 1 resp
 
Atividades de redação do 9º ano 2009 2º semestre
Atividades de redação  do 9º ano 2009  2º semestreAtividades de redação  do 9º ano 2009  2º semestre
Atividades de redação do 9º ano 2009 2º semestre
 
Aula 2 Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
Aula 2  Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe AssunçãoAula 2  Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
Aula 2 Diferentes ou desiguais - Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Assunção
 
Plano de aula 1 liberdade de expressão
Plano de aula 1 liberdade de expressãoPlano de aula 1 liberdade de expressão
Plano de aula 1 liberdade de expressão
 
Avaliação se sociologia 1º ano
Avaliação se sociologia 1º anoAvaliação se sociologia 1º ano
Avaliação se sociologia 1º ano
 
Prova de-lingua-portuguesa 5
Prova de-lingua-portuguesa 5Prova de-lingua-portuguesa 5
Prova de-lingua-portuguesa 5
 
Humor e ironia
Humor e ironiaHumor e ironia
Humor e ironia
 
Proposta de redação enem
Proposta de redação enemProposta de redação enem
Proposta de redação enem
 
Escolas literarias - 2º ano
Escolas literarias -  2º anoEscolas literarias -  2º ano
Escolas literarias - 2º ano
 
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano  - Renascimento CulturalProva de História 7º Ano  - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
 
Interpretação texto arnaldojabor democracia, cidadania, direitos (1)
Interpretação texto arnaldojabor democracia, cidadania, direitos (1)Interpretação texto arnaldojabor democracia, cidadania, direitos (1)
Interpretação texto arnaldojabor democracia, cidadania, direitos (1)
 
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
 
Caça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonialCaça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonial
 
Redação - Textos argumentativos 2022.pptx
Redação - Textos argumentativos 2022.pptxRedação - Textos argumentativos 2022.pptx
Redação - Textos argumentativos 2022.pptx
 
Tópico 3 cidadania e direitos sociais
Tópico 3 cidadania e direitos sociaisTópico 3 cidadania e direitos sociais
Tópico 3 cidadania e direitos sociais
 
Oficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º anoOficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º ano
 
Atividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amarelo
Atividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amareloAtividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amarelo
Atividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amarelo
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
 
1 filosofia prov. bimestral 4 bimestre
1 filosofia    prov. bimestral  4 bimestre1 filosofia    prov. bimestral  4 bimestre
1 filosofia prov. bimestral 4 bimestre
 
PLANO DE AULA – A ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA E SEUS PERSONAGENS E A DEFICIÊNCIA ...
PLANO DE AULA – A ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA E SEUS PERSONAGENS E A DEFICIÊNCIA ...PLANO DE AULA – A ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA E SEUS PERSONAGENS E A DEFICIÊNCIA ...
PLANO DE AULA – A ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA E SEUS PERSONAGENS E A DEFICIÊNCIA ...
 

Ähnlich wie eixo tecnologia.pdf

15 redações nota 1000 no ENEM-2018
15 redações nota 1000 no ENEM-201815 redações nota 1000 no ENEM-2018
15 redações nota 1000 no ENEM-2018ma.no.el.ne.ves
 
Quando a Internet (in)tranquiliza
Quando a Internet (in)tranquilizaQuando a Internet (in)tranquiliza
Quando a Internet (in)tranquilizaHerminia Marques
 
Quando a internet (in)tranquiliza
Quando a internet (in)tranquilizaQuando a internet (in)tranquiliza
Quando a internet (in)tranquilizaJoel L
 
O conhecimento e tecnologias na sociedade de informação, Prof. Wagner Muniz.pptx
O conhecimento e tecnologias na sociedade de informação, Prof. Wagner Muniz.pptxO conhecimento e tecnologias na sociedade de informação, Prof. Wagner Muniz.pptx
O conhecimento e tecnologias na sociedade de informação, Prof. Wagner Muniz.pptxWagner Muniz
 
A comunicação e tecnologias na era digital
A comunicação  e tecnologias na era digitalA comunicação  e tecnologias na era digital
A comunicação e tecnologias na era digitalmarluiz31
 
2-Sociedade Digitalizada
2-Sociedade Digitalizada2-Sociedade Digitalizada
2-Sociedade Digitalizadaprofleodin
 
Sociedade Digitalizada
Sociedade DigitalizadaSociedade Digitalizada
Sociedade Digitalizadaprofleodin
 
FGV 2011 - Redes sociais e privacidade
FGV 2011 - Redes sociais e privacidade  FGV 2011 - Redes sociais e privacidade
FGV 2011 - Redes sociais e privacidade Nei Profes
 
FGV 2011 - Redes sociais e privacidade
FGV 2011 - Redes sociais e privacidade  FGV 2011 - Redes sociais e privacidade
FGV 2011 - Redes sociais e privacidade Nei Profes
 
Iot comic book_special_br
Iot comic book_special_brIot comic book_special_br
Iot comic book_special_brSidnei Rudolf
 
Web Summit clube europeu
Web Summit clube europeuWeb Summit clube europeu
Web Summit clube europeuAna Carreira
 
Privacidade Digital - Direito Digital
Privacidade Digital - Direito DigitalPrivacidade Digital - Direito Digital
Privacidade Digital - Direito DigitalCarlos Ribeiro
 
Artigo crime virtual
Artigo crime virtualArtigo crime virtual
Artigo crime virtualmrojr
 
A convencao de_budapeste e as leis_brasileiras
A convencao de_budapeste e as leis_brasileirasA convencao de_budapeste e as leis_brasileiras
A convencao de_budapeste e as leis_brasileirasBelonir Barth
 
O Grande Irmão
O Grande IrmãoO Grande Irmão
O Grande Irmãodtmarinho
 

Ähnlich wie eixo tecnologia.pdf (20)

15 redações nota 1000 no ENEM-2018
15 redações nota 1000 no ENEM-201815 redações nota 1000 no ENEM-2018
15 redações nota 1000 no ENEM-2018
 
Quando a Internet (in) tranquiliza
Quando a Internet (in) tranquilizaQuando a Internet (in) tranquiliza
Quando a Internet (in) tranquiliza
 
Quando a Internet (in)tranquiliza
Quando a Internet (in)tranquilizaQuando a Internet (in)tranquiliza
Quando a Internet (in)tranquiliza
 
Quando a internet (in)tranquiliza
Quando a internet (in)tranquilizaQuando a internet (in)tranquiliza
Quando a internet (in)tranquiliza
 
Questões uerj
Questões uerjQuestões uerj
Questões uerj
 
O conhecimento e tecnologias na sociedade de informação, Prof. Wagner Muniz.pptx
O conhecimento e tecnologias na sociedade de informação, Prof. Wagner Muniz.pptxO conhecimento e tecnologias na sociedade de informação, Prof. Wagner Muniz.pptx
O conhecimento e tecnologias na sociedade de informação, Prof. Wagner Muniz.pptx
 
A comunicação e tecnologias na era digital
A comunicação  e tecnologias na era digitalA comunicação  e tecnologias na era digital
A comunicação e tecnologias na era digital
 
2-Sociedade Digitalizada
2-Sociedade Digitalizada2-Sociedade Digitalizada
2-Sociedade Digitalizada
 
Sociedade Digitalizada
Sociedade DigitalizadaSociedade Digitalizada
Sociedade Digitalizada
 
FGV 2011 - Redes sociais e privacidade
FGV 2011 - Redes sociais e privacidade  FGV 2011 - Redes sociais e privacidade
FGV 2011 - Redes sociais e privacidade
 
FGV 2011 - Redes sociais e privacidade
FGV 2011 - Redes sociais e privacidade  FGV 2011 - Redes sociais e privacidade
FGV 2011 - Redes sociais e privacidade
 
Iot comic book_special_br
Iot comic book_special_brIot comic book_special_br
Iot comic book_special_br
 
Web Summit clube europeu
Web Summit clube europeuWeb Summit clube europeu
Web Summit clube europeu
 
Privacidade Digital - Direito Digital
Privacidade Digital - Direito DigitalPrivacidade Digital - Direito Digital
Privacidade Digital - Direito Digital
 
1º série reda cem - 10.29
1º série   reda cem -  10.291º série   reda cem -  10.29
1º série reda cem - 10.29
 
Atividades
AtividadesAtividades
Atividades
 
Artigo crime virtual
Artigo crime virtualArtigo crime virtual
Artigo crime virtual
 
Artigo privacidade
Artigo privacidadeArtigo privacidade
Artigo privacidade
 
A convencao de_budapeste e as leis_brasileiras
A convencao de_budapeste e as leis_brasileirasA convencao de_budapeste e as leis_brasileiras
A convencao de_budapeste e as leis_brasileiras
 
O Grande Irmão
O Grande IrmãoO Grande Irmão
O Grande Irmão
 

eixo tecnologia.pdf

  • 1. Eixo Ciência e Tecnologia Curso de Redação Prof.ª Jamille
  • 2. O eixo Tecnologia na redação Considerando que o tema da sua prova versa sobre questões da atualidade, é importante cogitar discussões problema as quais envolvam a globalização e o mundo tecnológico. Os indivíduos estão – cada vez mais – suscetíveis às influências da seara tecnológico, sob aspectos econômicos, sociais, ambientais e que envolvem a saúde mental. Palavras-chave: Acessibilidade; Globalização; Internet; Comunicação; Socialização; Liquidez; Segregação.
  • 3. Como esse eixo já apareceu em provas do INEP? ENEM PPL 2019 - Combate ao uso indiscriminado das tecnologias digitais de informação por crianças; 2019 - Encceja nacional regular - Ensino Médio - A organização do tempo e o acesso às redes sociais. ENEM 2018 – Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet.
  • 4. Temas relacionados ao eixo tecnologia Letramento digital; Inclusão Digital; Acesso à informação; Tecnologia nas escolas; Ensino a distância; Celular em sala de aula; Crimes Virtuais; Redes sociais e relações interpessoais;
  • 5. Temas relacionados ao eixo tecnologia Cultura do Cancelamento; Geração Tik Tok; Digitais influencers; Aplicativos e trabalho; Cybercondria; Tecnologia e saúde mental; Crime de Stalking; Nomofobia;
  • 7. “Nem tudo que a técnica produz é positivo à humanidade” – Jürgen Habermas “As redes sociais são úteis, oferecem serviços poderosos, mas são uma armadilha” – Bauman “A era da informação mudou as relações de poder” – Manuel Castells “A internet gerou uma legião de imbecis” – Umberto Eco. 27/05/2022
  • 8. ZIGMUNT BAUMAN “Vive-se na pós-modernidade um período de liberdade ilusória, com novas formas de interação e também alienação e manipulação.”
  • 10. Com base nas ideias de Gilberto Dimenstein, autor do livro "O Cidadão de Papel - a infância, a adolescência e os direitos humanos no Brasil" (1993), a expressão "cidadão de papel" se refere a “um cidadão com direitos adquiridos, mas não usufruídos e isso acontece na grande maioria, por falta de informação.
  • 11. “MORTIFICAÇÃO DO EU” Teoria do sociólogo Erving Goffman, a qual trata do comportamento alienado, perde-se seu pensamento individual e junta-se a uma massa coletiva. Teoria da ação social: defende que a conduta humana depende de seus cenários e relações pessoais. Portanto, estamos todos imersos em uma gestão constante da nossa imagem diante do resto do mundo. A teoria da ação social explicaria os diferentes papéis que interpretamos em função da demanda de cada uma das nossas interações sociais e da imagem que queremos projetar.
  • 12. NOVO DILÚVIO “Segundo o sociólogo Pierre Levy, as sociedades modernas vivem um fenômeno por ele denominado “Novo dilúvio”- termo usado para caracterizar a dificuldade de escapar do uso da internet. Sociologia e cognição preguiçosa. Para Lévy, a essência da cibercultura é paradoxal, na medida em que a Internet é uma universalidade desprovida de um significado central, um verdadeiro sistema caótico global, o "universal sem totalidade". Nesse sentido, o autor nos remete à ideia de "segundo dilúvio", originalmente concebida por Roy Ascott, que consiste em um paralelo entre a atual explosão de informações, possível graças ao enorme desenvolvimento das telecomunicações (incluindo a Internet), e o dilúvio bíblico. Perante a Internet, como Noé, nos sentimos à deriva em um mar informacional, sem saber que informações essenciais deveríamos salvar em nossa arca. No entanto, esse segundo dilúvio nunca cessará, como o primeiro. A arca jamais pousará no Monte Ararat; não há fundo sólido sob o oceano das informações.
  • 13. CONCEITO DE MENORIDADE Immanuel Kant define essa menoridade como a incapacidade do homem de fazer uso do seu próprio entendimento. Segundo Kant, a permanência do homem na menoridade se deve ao fato de ele não ousar pensar. A covardia e a preguiça são as causas que levam os homens a permanecer na menoridade. Um outro motivo é o comodismo.
  • 15. Episódios T1, E3. – Toda a sua história
  • 16. T3, E1. – Queda livre T3, E3. – Manda quem pode T3, E3. – Engenharia reversa
  • 17. T4, E2. – Arkangel T5, E2. – smithereens T3, E6. – Odiados pela nação
  • 18. Star Wars A saga “Star Wars”, com nove filmes, conta a história de Leia, uma princesa que é mantida refém por Darth Vader, com isso, Luke Skywalker e Han Solo precisam libertá- la e restaurar a justiça e a liberdade da galáxia. Com isso, diversos filmes da saga podem ser usados como repertórios em suas redação. O desenvolvimento científico e a tecnologia, apesar de benéficos, também possuem um lado sombrio, que é abordado no filme. Além disso, temas como religião, uso da violência e transtornos mentais estão presentes na saga.
  • 19. O dilema das redes (2020) O documentário “O Dilema das Redes” retrata os problemas que as redes sociais, sites e aplicativos podem causar à saúde mental das pessoas. Nele, ex-funcionários da área de tecnologia explicam como funcionam os algoritmos e como os mesmos influenciam nas redes. Esses especialistas confirmam que a dependência tecnológica prejudica a saúde mental, ao passo que os usuários são moldados pelas plataformas que acessam e como o uso excessivo da tecnologia resulta em problemas como dependência e doenças crônicas.
  • 20. O filme “Rede de ódio” é um thriller e drama polonês descreve a história de um estudante que é conhecido por promover campanhas de ódio nas redes sociais, entretanto, sua crueldade virtual acabava acarretando problemas no mundo real. O filme pode ser usado como citação em diversos temas de redação, como do Enem 2010 “O trabalho na construção da dignidade humana” e do Enem 2018, que discutiu “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”.
  • 21.
  • 22.
  • 24. TERCEIRA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL A Terceira Revolução Industrial, chamada também de Revolução Informacional, começou em meados do século XX, momento em que a eletrônica aparece como verdadeira modernização da indústria. Isso aconteceu após a segunda guerra mundial (1939-1945) e abrange o período que vai de 1950 e até a atualidade.
  • 25. CAPITALISMO, ESTÍMULO AO CONSUMO EM MASSA A posse de bens materiais e ao poder das coisas se tornaram meios de felicidade e prestígio. Segundo Karl Marx, somente pelo consumo o produto se torna realmente produto. Fetichismo da mercadoria é a percepção das relações sociais envolvidas na produção, não como relações entre as pessoas, mas como as relações econômicas entre o dinheiro e as commodities negociadas no mercado. Sendo assim, o fetichismo da mercadoria transforma os aspectos subjetivos em objetivos.
  • 28. Marco Civil da Internet (Lei nº: 12.965/2014) Essa lei que também é conhecida como Constituição da Internet Brasileira, estabelece princípios, direitos, deveres, garantias e regulamenta o uso da internet no Brasil, ou seja, a lei estabelece diretrizes para a utilização da internet em nosso país. Os principais pontos da lei, são: 1. Neutralidade da rede; 2. Privacidade na web; 3. Registro de acessos; 4. Responsabilização pelo conteúdo.
  • 29.
  • 30. Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (Lei nº 13.709) A lei que também é conhecida como LGPD, foi aprovada em agosto de 2018 e entrou em vigor na última sexta-feira (18). Inspirada no Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR), dispõe sobre a proteção de dados pessoais, no meio digital, tanto de pessoa física quanto de pessoa jurídica. Empresas privadas e empresas do setor público devem se adequar aos parâmetros da lei e rever seus processos de coleta, armazenamento, descarte e tratamento de dados que são coletados.
  • 31.
  • 32. 4ª Geração de Direitos Humanos Apesar de ser pouco discutido na doutrina, os direitos fundamentais de quarta geração são importantíssimos pois compreendem os direitos à democracia, a informação e ao pluralismo. Conclui-se, portanto, que tendo consciência de que a dignidade da pessoa humana é um princípio axiológico fundamental e base para elaboração das legislações ao redor do mundo, cada pessoa deve ser tratada com um fim em si mesma e não como objeto, pois ao nascer com vida o indivíduo adquire muito mais que direitos fundamentais, adquire o direito e a garantia de ser.
  • 33.
  • 34. O art. 5°, inciso XIV, da Constituição Federal diz o seguinte “é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional”; logo, interpreta-se a internet como um dos maiores meios existentes de obtermos informações, pode-se dizer que ela pode ser também incluída nessa espécie de direito fundamental. Art. 218. O Estado promoverá e incentivará o desenvolvimento científico, a pesquisa, a capacitação científica e tecnológica e a inovação.
  • 35. Redação nota 1000 – ENEM 2018 Clara de Jesus, 19 anos “Black Mirror” é uma série americana que retrata a influência da tecnologia no cotidiano de uma sociedade futura. Em um de seus episódios, é apresentado um dispositivo que atua como uma babá eletrônica mais desenvolvida, capaz de selecionar as imagens e sons que os indivíduos poderiam vivenciar. Não distante da ficção, nos dias atuais, existem algoritmos especiais ligados em filtrar informações de acordo com a atividade “on-line” do cidadão. Por isso, torna-se necessário o debate acerca da manipulação comportamental do usuário pelo controle de dados na internet.
  • 36. A princípio, é notável que o acesso a esse meio de comunicação ocorre de maneira, cada vez mais, precoce. Segundo pesquisa divulgada pelo IBGE, no ano de 2017, apenas 35% dos entrevistados, que apresentavam idade igual ou superior a 10 anos, nunca haviam utilizado a internet. Isso acontece porque desde cedo a criança tem contato com aparelhos tecnológicos que necessitam da disponibilidade de uma rede de navegação, que memoriza cada passo que esse jovem indivíduo dá para traçar um perfil de interesse dele e, assim, fornecer assuntos e produtos que tendem a agradar ao usuário. Dessa forma, o uso da internet torna-se uma imposição viciosa para relações socioeconômicas.
  • 37. Além disso, o ser humano perde sua capacidade de escolha. Conforme o conceito de “Mortificação do Eu”, do sociólogo Erving Goffman, é possível entender o que ocorre na internet que induz o indivíduo a ter um comportamento alienado. Tal preceito afirma que, por influência de fatores coercitivos, o cidadão perde seu pensamento individual e junta-se a uma massa coletiva. Dentro do contexto da internet, o usuário, sem perceber, é induzido a entrar em determinados sites devido a um “bombardeio” de propagandas que aparecem em seu dispositivo conectado. Evidencia-se, portanto, uma falsa liberdade de escolha quanto ao que fazer no mundo virtual.
  • 38. Com o intuito de amenizar essa problemática, o Congresso Nacional deve formular leis que limitem esse assédio comercial realizado por empresas privadas, por meio de direitos e punições aos que descumprirem, a fim de acabar com essa imposição midiática. As escolas, em parceria com as famílias, devem inserir a discussão sobre esse tema tanto no ambiente doméstico quanto no estudantil, por intermédio de palestrantes, com a participação de psicólogos e especialistas, que debatam acerca de como agir “on-line”, com o objetivo de desenvolver, desde a infância, a capacidade de utilizar a tecnologia a seu favor. Feito isso, o conflito vivenciado na série não se tornará realidade.