Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Paulo Motta - Ensino e Aprendizado de Administração Pública em Tempos de Incerteza

268 Aufrufe

Veröffentlicht am

Apresentação do professor Paulo Motta (Fundação Getulio Vargas) na mesa-redonda "Ensino e Aprendizado de administração pública em tempos de incerteza", integrante do evento "Desafios no Campo da Administração Pública: Ensino, Profissionalização e Pesquisa".

Veröffentlicht in: Bildung
  • Als Erste(r) kommentieren

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

Paulo Motta - Ensino e Aprendizado de Administração Pública em Tempos de Incerteza

  1. 1. ENSINO E APRENDIZADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM TEMPOS DE INCERTEZA PAULO R . MOT TA
  2. 2. A ERA DA INSTANTANEIDADE  Complexidade e interdependência  Conectividade: permanente, universal e “gratuita”  Trabalho e estilos de vida: semelhantes  Pequenos sinais como alertas  Cultivo do individualismo  Democratização das relações sociais CONHECIMENTO ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
  3. 3. A ERA DA INSTANTANEIDADE CONHECIMENTO  Accessível universalmente  Transferível sem uso de instituições  Rápida obsolescência / diplomas  Frágil a antevisão sobre aplicabilidade  Inserido no capital social ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA  Redes produtivas e sociais  Formas colaborativas e associativas  Competitividade
  4. 4. ERA DA INSTANTANEIDADE CAPITAL SOCIAL Inter-relações sociais Propriedade coletiva Se aprimora com o uso
  5. 5. AMBIENTE VIRTUAL ULTRAPASSANDO O AMBIENTE SOCIAL Formação : conectividade + escola Tempo de livre escolha: mais útil Clientela da escola : nativos digitais + adaptados  Sociabilidade digital: grandes debates virtuais  Transição : tradicional / moderno • Valor da sociabilidade: assistência às aulas • Distrações institucionalizadas
  6. 6. DIMENSÕES DE INOVAÇÃO ensino e aprendizado Renovação curricular  Renovação didática  Avaliação  As escolas como centros de educação
  7. 7. CAPITAL SOCIAL e RENOVAÇÃO CURRICULAR - competências -  Competências interdisciplinares e interculturais  Foco prioritário  Descartar o relevante  Inter superficialidade enciclopédica  Generalidades / Primeiros ministros  Recuperar conceito de disciplina associado a temas críticos  Adaptação do saber como um processo de criação
  8. 8. CAPITAL SOCIAL e RENOVAÇÃO DIDÁTICA  Professores e alunos conectados: aprendizes ativos, construtores e consumidores do saber  Respeito às diferenças: utilidade do conhecimento para cada aluno “customização” X “One size fits all”
  9. 9. CAPITAL SOCIAL e AVALIAÇÃO  Educação para a vida: não para os exames  Compreensão e não “medida”  Distância do ambiente de aulas  Julgamento principal: dos beneficiários dos serviços   Notas e médias académicas: quase irrelevante  Escola: não reprova estudantes
  10. 10. CAPITAL SOCIAL e a MISSÃO ESCOLAR - insubstituível - Ensinar o que a “prática e a vida não ensina”  Construir a “sabedoria” - atribuir significados Estudar “soluções” (variadas / idealizadas) problemas
  11. 11. CAPITAL SOCIAL e ESCOLAS Manter a perspectiva do life long learning: ex-alunos em comunicação permanente com a escola  Recursos de saber distribuídos desigualmente: alianças  Reforço contínuo da conexão local e global  Cursos em idioma “internacional”
  12. 12. VALORES SOCIAIS A PREDOMINAR NA TRANSFORMAÇÃO  Sustentabilidade – ecologia  Ética  inclusão social  Qualidade da saúde  Valores culturais

×