Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.

Apostila ibge portugues

996 Aufrufe

Veröffentlicht am

Apostila ibge portugues

Veröffentlicht in: Bildung
  • Als Erste(r) kommentieren

Apostila ibge portugues

  1. 1. Português Prof. Carlos Zambeli Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
  2. 2. www.acasadoconcurseiro.com.br Português Professor: Carlos Zambeli
  3. 3. www.acasadoconcurseiro.com.br Último Edital •• Ortografia; •• Classe, estrutura, formação e significação de vocábulos; •• Derivação e composição; •• A oração e seus termos; •• A estruturação do período; •• As classes de palavras: aspectos morfológicos, sintáticos e estilísticos; •• Pontuação.
  4. 4. www.acasadoconcurseiro.com.br Aulas Aula Conteúdo Página 1 As classes de palavras: aspectos morfológicos 7 2 A oração e seus termos / Sintáticos 15 3 A estruturação do período 23 4 Pontuação 29 5 Ortografia / Classe, estrutura, formação e significação de vocábulos / Derivação e composição; 37 Observação: O aspecto estilístico será trabalhado em mais de uma aula. Comentário do professor Caro aluno da Casa do Concurseiro, Esta apostila está atualizada de acordo com o último edital e questões recentes da banca Cesgranrio. Com estimadas 5 aulas, temos a certeza de que você contará com a melhor preparação. Carlos Zambeli 6
  5. 5. www.acasadoconcurseiro.com.br 7 As classes de palavras: aspectos morfológicos A morfologia está agrupada em dez classes, denominadas classes de palavras ou classes gramaticais. São elas: Substantivo, Artigo, Adjetivo, Numeral, Pronome, Verbo, Advérbio, Preposição, Conjunção e Interjeição. Substantivo Tudo o que existe é ser e cada ser tem um nome. Substantivo é a classe gramatical de palavras variáveis, as quais denominam os seres. Além de objetos, pessoas e fenômenos, os substantivos também nomeiam: •• lugares: Brasil, Rio de Janeiro. •• sentimentos: amor, ciúmes. •• estados: alegria, fome. •• qualidades: agilidade, sinceridade. •• ações: corrida, leitura. Destaque Zambeliano Concretos: os que indicam elementos reais ou imaginários com existência própria, independentes dois sentimentos ou julgamentos do ser humano. • Deus, fada, espírito, mesa, pedra. Abstratos: os que nomeiam entes que só existem na consciência humana, indicam atos e sentimentos. • Dor, saudade, beijo, pontapé, chute, resolução, resposta Aula 1
  6. 6. www.acasadoconcurseiro.com.br8 Artigo Artigo é a palavra que, vindo antes de um substantivo, indica se ele está sendo empregado de maneira definida ou indefinida. Além disso, o artigo indica, ao mesmo tempo, o gênero e o número dos substantivos. Destaque Zambeliano 1 Substantivação! • Os Milhões foram desviados dos cofres públicos. • Os dedicados sempre vencem. Detalhe Zambeliano 2 Artigo facultativo diante de nomes próprios. • Cláudia não veio. / A Cláudia não veio. Detalhe Zambeliano 3 Artigo facultativo diante dos pronomes possessivos. • Nossa banca é fácil. • A Nossa banca é fácil. Adjetivo Adjetivo é a palavra que expressa uma qualidade ou característica do ser e se “encaixa” diretamente ao lado de um substantivo. Morfossintaxe do Adjetivo: O adjetivo exerce sempre funções sintáticas relativas aos substantivos, atuando como adjunto adnominal ou como predicativo (do sujeito ou do objeto). Destaque Zambeliano • Os alunos dedicados estudam comigo. • Os alunos são dedicados.
  7. 7. IBGE – Português – Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br 9 Locução adjetiva •• Carne de porco (suína) •• Curso de tarde (vespertino) •• Energia do vento (eólica) •• Arsenal de guerra (bélico) ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________. Advérbio Advérbio é uma palavra invariável que modifica o sentido do verbo, do adjetivo e do próprio advérbio. Classificação dos advérbios: •• Lugar – ali, aqui, aquém, atrás, cá, dentro. •• Tempo – agora, amanhã, antes, ontem. •• Modo – a pé, à toa, à vontade. •• Dúvida – provavelmente, talvez, quiçá. •• Afirmação – sim, certamente, realmente. •• Negação – não, nunca, jamais. •• Intensidade – bastante, demais, mais, menos. Destaque Zambeliano • Ontem ele não estudou muito bem. • Na semana passada, eu revisei muito.
  8. 8. www.acasadoconcurseiro.com.br10 Preposição Preposição é uma palavra invariável que liga dois elementos da oração, subordinando o segundo ao primeiro, ou seja, o regente e o regido. •• Regência verbal: Prefiro doces a salgados. •• Regencia nominal: Sou fiel a você! Zambeli, quais são as preposições? a – ante – até – após – com – contra – de – desde – em – entre – para – per – perante – por – sem – sob – sobre – trás. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________. Pronome Indefinidos •• Algum material pode me ajudar. (afirmativo) •• Material algum pode me ajudar. (negativo). Demonstrativos Este, esta, isto – perto do falante. ESPAÇO Esse, essa, isso – perto do ouvinte. Aquele, aquela, aquilo – longe dos dois. Este, esta, isto – presente/futuro TEMPO Esse, essa, isso – passado breve Aquele, aquela, aquilo – passado distante DISCURSO Este, esta, isto – vai ser dito Esse, essa, isso – já foi dito Possessivos •• Aqui está a minha carteira. Cadê a sua?
  9. 9. IBGE – Português – Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br 11 Pessoais – retos e oblíquos •• Retos – eu, tu, ele, ela, nós, vós eles, elas. Exemplo: Nós somos concurseiros! •• Oblíquos – Os pronomes pessoais do caso oblíquo se subdividem em dois tipos: os átonos, que não são antecedidos por preposição, e os tônicos, precedidos por preposição. Exemplo: Desculpe-me Átonos: me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes. Exemplos •• Enviaram aquele material do curso para mim. •• Enviaram aquele material do curso para eu usar na aula. •• Não há nada entre mim e ti. Numeral Indicam quantidade ou posição – um, dois, vinte, primeiro, terceiro. Interjeição Expressam um sentimento, uma emoção. Verbos Indicam ação, estado, fato, fenômeno da natureza. Conjunções Ligam orações ou, eventualmente, termos. São divididas em: •• Coordenadas – aditivas, adversativas, alternativas, conclusivas, explicativas. •• Subordinadas – concessivas, conformativas, causais, consecutivas, comparativas, condicionais, temporais, finais, proporcionais.
  10. 10. www.acasadoconcurseiro.com.br 13 Questões 1. (CESPE 2012) “A nova política condiciona a isenção da alíquota adicional de 30% no imposto sobre produtos industrializados a contrapartidas mensuráveis das empresas.” Em “a isenção” e em “a contrapartidas”, o termo “a”, em ambas as ocorrências, pertence à mesma classe gramatical e exerce a mesma função sintática. ( ) Certo ( ) Errado 2. (CESPE 2012) “ A um coronel que se queixava da vida de quartel, um jornalista disse: – E o senhor não sabe como é chato militar na imprensa.” Na construção do sentido do texto, destaca- se a ambiguidade do vocábulo “militar”, que, no contexto em que aparece, pode ser classificado ora como substantivo, ora como verbo. ( ) Certo ( ) Errado 3. Assinale a alternativa em que a palavra sublinhada, considerando o contexto que ocorre, NÃO é classificada como substantivo. a) compatriotas famintos b) produção agrícola c) evasão escolar d) novo governo e) caráter assistencialista 4. Em tudo isso, indago: se as usinas atômicas são um perigo em si, por que insistir em mantê-las? Por que matar o futuro e cultivar o apocalipse? Em relação aos pronomes contidos no período acima, afirma-se que: I – Apenas o pronome isso tem referente externo ao período. II – Todos os pronomes têm referente no próprio período. III – O pronome las poderia, sem causar qualquer incorreção à frase, ser substituído por elas. Quais estão corretas? a) Só I. b) Só II. c) Só III. d) Só I e II. e) Só II e III. 5. Assinale a palavra que aceita flexão de gênero. a) estudo b) atividade c) engrandecimento d) colaborador e) material 6. Se houvesse a seguinte transformação em frases do texto: A situação da Itália e da Suíça é grave. Projeções indicam que _______ (referindo-se à Itália) está prestes a _______: encolherá de fato, os pronomes que completariam correta e respectivamente as lacunas correspondentes a palavras seriam: a) aquela e isto b) aquela e isso c) esta e isto d) essa e isso e) essa e aquilo 7. No trecho “a igreja suprimiu dez dias”, todas as alternativas abaixo poderiam substituir a palavra sublinhada sem acarretar mudança de sentido na frase, MENOS: a) eliminou. b) excluiu. c) cortou. d) extinguiu. e) inteirou.
  11. 11. www.acasadoconcurseiro.com.br14 8. Exatamente com esse objetivo foi criado, em 2001, o Instituto Akatu, que procura conscientizar o cidadão do impacto de suas escolhas ao adquirir algum produto ou serviço. Em relação às palavras esse, que, suas e algum, analise as afirmações que seguem, assinalando C, se corretas, ou E, se erradas. ( ) Todas são pronomes. ( ) Apenas três são pronomes. ( ) o referente de esse é externo ao período. ( ) suas indica relação de posse entre os vocábulos cidadão e escolhas. A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é: a) C – E – C – C. b) E – C – C – C. c) E – C – E – C. d) C – E – E – E. e) C – E – C – E. 9. (CESGRANRIO – 2012) As palavras destacadas abaixo não se diferem somente quanto à pronúncia mais ou menos forte. “A gente se acostuma a coisas de mais.” “não há muito o que fazer” A frase em que a palavra destacada foi usada adequadamente à norma-padrão é a seguinte: a) Sua casa fica a muitos quilômetros daqui. b) Visitarei meu irmão daqui há dois dias. c) Passei no vestibular a cerca de sete anos. d) Há muitas crianças dediquei a minha vida. e) A dois dias cheguei da viagem ao Pará. 10. (CESGRANRIO – 2010) A opção cuja classe da palavra destacada difere da das demais é a) O futuro é construído a cada instante da vida, b) Perguntas a que também quero responder, c) ... os erros inerentes a minha condição, d) retirando a morte, e) pode ser perfeitamente aplicável daqui a um tempo. 11. (CESGRANRIO – 2010) A troca da palavra destacada pela expressão entre parênteses altera o sentido completo do trecho APENAS em a) Hoje acho que teria dificuldade em encontrar papel carbono... (de) b) com diversas vantagens sobre o sistema atual, (em relação ao) c) Sei de gente que dedica todas as suas horas vagas à Internet, no sem-número de grupos de que se pode participar. (do). d) Assim mesmo, não sobra tempo para responder à enxurrada diária de e-mails e mensagens variadas. (de) e) Assim como, do ponto de vista do leitor, (sob o) 12. (CESGRANRIO – 2010) A frase que se completa corretamente com a palavra mau é a) Sabia mergulhar mas nadava _____. b) Escolheu um _____ momento para brincar. c) _____ conseguia respirar de tanta alegria. d) Não havia _____ que resistisse a uma temporada de banhos de mar. . Gabarito: 1.E 2.C 3.C 4.A 5.D 6.A 7.E 8.A 9.A 10.D 11.C 12.B
  12. 12. www.acasadoconcurseiro.com.br 15 Aula 2 A oração e seus termos / Sintáticos Frase: É o enunciado com sentido completo, capaz de fazer uma comunicação. •• Na frase é facultativo o uso do verbo. Oração: É o enunciado com sentido que se estrutura com base em um verbo. Período: É a oração composta por um ou mais verbos. SUJEITO – é o ser da oração ou a quem o verbo se refere e sobre o qual se faz uma declaração. Que(m) é quê? “Nesses dias tão estranhos, fica a poeira se escondendo pelos cantos.” “A razão é como uma equação de matemática.” Resolveram-se as pendências. Ninguém fez aquele concurso. Caminhavam em direção à prefeitura os manifestantes e os policiais. Casos especiais Indeterminado – existe o sujeito, mas não pode ser identificado. Ocorre em duas situações: •• verbo na 3ª pessoa do plural sem antecedente expresso “Podem até maltratar meu coração, que meu espírito ninguém vai conseguir quebrar.” “Um dia me disseram que as nuvens não eram de algodão.” •• verbo na 3ª pessoa do singular + se – VTI, VI e VL. Não se luta apenas pelos vinte centavos. Morre-se lentamente dessa maneira. Era-se menos preocupado naqueles tempos.
  13. 13. www.acasadoconcurseiro.com.br16 Inexistente (oração sem sujeito) – ocorre quando há verbos impessoais na oração. •• Haver significando existir, ocorrer, acontecer ou indicando tempo decorrido. Haverá protestos nesta região amanhã. Deve haver alguns bons candidatos naquela sessão. Há meses não realizo um concurso grande. •• Fazer indicando tempo, temperatura ou fenômeno natural. Amanhã fará trinta dias que me inscrevi na Casa do Concurseiro. Está fazendo seis meses que comecei a estudar. Faz noites frias nesta época. •• Fenômenos meteorológicos Nevou na serra neste ano. Está amanhecendo. Observação: Quando empregados em sentido conotativo, haverá sujeito. •• As janelas amanheceram cobertas pela neve. Sujeito Oracional – é a Oração Subordinada Substantiva SUBJETIVA. Normalmente é introduzida pelo “que”, que nesse caso é chamado de conjunção integrante, mas pode ser também uma Oração Subordinada REDUZIDA de infinitivo, e nesse caso não terá o “que”. Era indispensável que eu voltasse cedo. Convém que todos fiquem sentados. Estudar é importante.
  14. 14. IBGE – Português – Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br 17 Transitividade 1. Verbo Intransitivo (VI) – verbo que não exige complemento “O poeta pena quando cai o pano, e o pano cai.” “Hoje eu vivo em paz sozinho.” 2. Verbo Transitivo Direto (VTD) – verbo que precisa de complemento sem preposição. As indicações deste dia registram a presença de temporais no sul da cidade. As pessoas gritavam palavras de repúdio durante os protestos. 3. Verbo Transitivo Indireto (VTI) – verbo que precisa de complemento com preposição. Meus comentários, à margem da folha de redação, referem-se ao seu texto. Todos pensam, em sã consciência, nas opções que a sociedade tem agora. 4. Verbo Transitivo Direto e Indireto (VTDI) – precisa de 2 complementos. (OD e OI) As decisões arbitrárias do Congresso não lhe indicaram boas notícias. Aos alunos dedico meu livro. 5. Verbo de Ligação (VL) – não indicam ação. Esses verbos fazem a ligação entre 2 termos: o sujeito e suas características. Estas características são chamadas de predicativo do sujeito. Os alunos desta aula parecem cansados, mas continuam felizes. Ficamos felizes com a notícia. Adjunto Adverbial Como o próprio nome indica, são advérbios ou locuções adverbiais que vêm associados a verbos, adjetivos ou outros advérbios, acrescentando-lhes circunstâncias específicas. Observação Zambeliana • Hoje estamos estudando a melhor matéria nesta sala. • Aqui eu fiz minha prova na semana passada.
  15. 15. www.acasadoconcurseiro.com.br18 Adjunto adnominal É o termo que caracteriza e/ou define um substantivo. As classes de palavras que podem desempenhar a função de adjunto adnominal são adjetivos, artigos, pronomes, numerais, locuções adjetivas. Portanto se trata de um termo de valor adjetivo que modificara o nome ao qual se refere. Aquele restaurante de luxo serve, durante as refeições, dois pratos lindíssimos. •• Artigo – Os concursos de tribunais estão bem complicados. •• Adjetivos – A questão complicada será debatida em aula. •• Pronome – Aquele simulado da Casa do concurseiro...! •• Numeral – Mil pessoas politizadas participaram do protesto. •• Locução adjetiva – O problema dos protestos continua afetando a população. Aposto Termo que apresenta uma explicação extra a respeito de outro, cujo intuito é o esclarecimento, detalhamento. A pesquisa analisou dois grupos: crianças e adolescentes. “A morte, angústia de quem vive, ocorre ao acaso.” Vocativo Sua função é interpelar o interlocutor. Termo independente. Meu filho, que tal estudar um pouco hoje?
  16. 16. www.acasadoconcurseiro.com.br 19 Questões 1. (FAURS 2012)Considere as seguintes afirmações sobre classes e funções de palavras e expressões no texto. “...grandes instituições virtuais que se expandem, se modificam, se encolhem, se alastram e que, sendo uma, logo em seguida, serão múltiplas para juntar-se depois, em uma, outra, outra mais, as mesmas que, ora iguais, ora diferentes, cumprem todas, ...” I – O vocábulo uma, em uma, outra, outra mais é adjetivo. II – O vocábulo o, em e do conhecimento às sociedades que o originaram é pronome em função de objeto direto do verbo originaram. “... nunca nos falte nem a pergunta ilimitada, nem a resposta periódica que os livros e revistas postos ao alcance de nosso cotidiano podem nos ajudar a formular, ou, ao menos, entrever.” III – O verbo entrever tem como objeto direto a expressão os livros e revistas postos ao alcance de nosso cotidiano. Quais estão corretas? a) Apenas I. b) Apenas II. c) Apenas III. d) Apenas II e III. e) I, II e III. 2. (2011-TJ-SC) Os termos grifados NÃO exercem a função de sujeito da oração apenas em: a) Segue em anexo o documento. b) “Aprovado”, disse enfaticamente o magistrado. c) O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgou os dados em sua sede. d) Há dois ovos no ninho. e) A brusca mudança indica preocupação com o nível de crescimento econômico. 3. Assinale a opção cujo termo em destaque tem valor sintático diferente dos demais. a) “As palavras juntas formam frases, orações e períodos.” b) “No cotidiano, as pessoas não têm mais tempo para dialogar.” c) “elas se tornam vivas, dando uma sensação de bemestar,” d) “ porque a idéia se perpetua e é transmitida de geração para geração.” e) “A mobilização social é um ato de comunicação.” 4. Considere o seguinte trecho: “Com os dias, Senhora, o leite primeira vez coalhou”. Em qual das alternativas abaixo o termo destacado apresenta a mesma função sintática do termo sublinhado anteriormente? a) “Toda a casa era um corredor deserto...”. b) “Uma hora da noite eles se iam...”. c) “... como a última luz na varanda”. d) “Às suas violetas, na janela, não lhes poupei água...”. e) “Não tenho botão na camisa...”. 5. Considerando a função sintática sujeito, analise as assertivas a seguir: I – Em “já havia sido hospitalizada outras vezes” , temos uma oração sem sujeito, uma vez que o verbo haver é impessoal. II – Em “Não há dúvidas”, também é possível classificar a oração como sem sujeito em virtude do emprego do verbo haver como impessoal. III – Em“suamissão...amolda-seaojulgamento paralelo” não há sujeito expresso por tratar-se de voz passiva sintética. Quais estão corretas? a) só I. b) Só II. c) Só III. d) I e II. e) Apenas II e III.
  17. 17. www.acasadoconcurseiro.com.br20 6. Caso o pronome Nós fosse substituído por Eu, quantas outras alterações deveriam ser feitas, obrigatoriamente, para estabelecer a correta concordância no parágrafo? Nós, comunicadores profissionais, perdemos tempo estudando objetivos, público-alvo, as melhores formas de emitir mensagens e até tentamos mensurar os resultados das nossas ações. Mas nos esquecemos do básico: a comunicação entre humanos se processa entre humanos e está atrelada a defeitos e a virtudes. a) Quatro. b) Cinco. c) Seis. d) Sete. e) Oito. 7. Existem algumas pessoas que já aderiram ao movimento. A função sintática das expressões sublinhadas é, respectivamente, a) sujeito – objeto indireto b) sujeito – complemento nominal c) objeto direto – objeto indireto d) objeto direto – complemento nominal e) adjunto adverbial – objeto direto 8. Aponte a alternativa em que ocorre a oração sem sujeito. a) Precisa-se de uma babá. b) A noite caiu sobre a cidade. c) Alguém mentiu. d) Hoje fez muito calor em Fortaleza. 9. Em todas as orações o termo destacado está analisado corretamente, exceto em: a) Existe, nesta cidade, um carpinteiro. (objeto direto) b) É importante o apoio dos operários. (sujeito) c) Já tínhamos certeza da derrota. (complemento nominal) d) O estudante permaneceu inalterável. (predicativo) e) Renato, o engenheiro, logo protestou. (aposto) 10. “...saibamos ensinar aos alunos o mais elementar...”, o verbo destacado é: a) VTD. b) VTI. c) VI. d) VL. e) VTDI. 11. (CESGRANRIO – 2012) Considere o comportamento do verbo em destaque, empregado no Texto II, quanto à sua regência, em “para dar sabor e aroma aos alimentos”. O trecho do Texto II cujo verbo apresenta a mesma regência é: a) “Quando você lê ‘aroma natural’ ” b) “ ‘artificial’ no rótulo significa que os aromistas” c) “que não existem na natureza,” d) “O processo encarece o produto” e) “enviar as moléculas às fábricas de alimentos” 12. (CESGRANRIO - 2011 – BNDES) A sentença em que o verbo está corretamente flexionado de acordo com a norma-padrão, sem provocar contradição de significado, é: a) O acaso ou a intencionalidade foi a causa da descoberta do Brasil. b) Haviam 60% de possibilidades de o Brasil ter sido descoberto por acaso. c) Eu e vocês acreditam na descoberta casual do nosso país. d) Não gastava a corte tempo com as preocupações que ocupava os historiadores. e) Devem haver mais evidências para a tese de descoberta casual do Brasil.
  18. 18. www.acasadoconcurseiro.com.br 21 IBGE – Português – Carlos Zambeli 13. (CESGRANRIO – 2012) Considerando-se que há palavras variáveis e palavras invariáveis na língua portuguesa, qual é a frase que está em DESACORDO com a norma-padrão, no que diz respeito à concordância? a) Estamos todos alerta em relação ao problema dos menores de rua. b) A população está meio descrente em relação a soluções de curto prazo. c) As organizações que cuidam das crianças receberam bastantes recursos este ano. d) A partir de hoje, é proibido a adoção de crianças que tenham pais biológicos vivos. e) No caso de crianças sob maus tratos, muitas vezes, elas próprias fogem para as ruas. 14. (CESGRANRIO – 2012) A forma verbal em destaque no trecho poderia estar tanto no singular quanto no plural, conforme a concordância exigida na norma-padrão. “A maior parte dos sabores que sentimos ao provar alimentos industrializados não vêm de ingredientes de verdade.” Um outro exemplo dessa dupla possibilidade é: a) A metade dos jovens compareceram ao campeonato no fim de semana. b) Mais de 80 países participaram da olimpíada de informática. c) Muitos de nós gostamos de comidas típicas de países orientais. d) Naquela tarde, menos de cem mil pessoas foram ao estádio de futebol. e) Os menores preços daquele antivírus estão disponíveis na internet. 15. (CESGRANRIO – 2012) A seguinte frase apresenta concordância nominal de acordo com as regras da norma-padrão da língua portuguesa, já que o adjetivo anteposto concorda com o primeiro dos dois substantivos que o seguem. “Comesseresultado,renomadasconsultorias e bancos começam a revisar a projeção do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano.” No caso de um adjetivo vir posposto a dois substantivos, as seguintes expressões apresentam concordância de acordo com a norma-padrão, EXCETO a) empresas e consultorias renomadas b) consultorias e bancos renomadas c) consultorias e bancos renomados d) bancos e consultorias renomadas e) economistas e bancos renomados 16. (CESGRANRIO-2011) Em que sentença a concordância segue os parâmetros da norma-padrão? a) Paguei a dívida e fiquei quites com minhas obrigações. b) A secretária disse que ela mesmo ia escrever a ata. c) Junto com o contrato, segue anexo a procuração. d) A vizinha adotou uma atitude pouca amistosa. e) Após a queda, a criança ficou meio chorosa. 17. (CESGRANRIO - 2011) Considere as frases abaixo. I – Há amigos de infância de quem nunca nos esquecemos. II – Deviam existir muitos funcionários despreparados; por isso, talvez, existissem discordâncias en- tre os elementos do grupo. Substituindo-se em I o verbo haver por existir e em II o verbo existir por haver, a sequência correta é a) existem, devia haver, houvesse. b) existe, devia haver, houvessem. c) existe, devia haver, houvesse. d) existem, deviam haver, houvesse. e) existe, deviam haver, houvessem. Gabarito: 1.B 2.D 3.E 4.B 5.B 6.D 7.A 8.D 9.A 10.E 11.E 12.A 13.D 14.A 15.B 16.E 17.A
  19. 19. www.acasadoconcurseiro.com.br 23 Aula 3 A estrutura do período As conjunções podem ser classificadas em: Coordenativas Ligam orações independentes, ou seja, que possuem sentido completo. 1. Aditivas: expressam ideia de adição, soma, acréscimo. São elas: e, nem,não só... mas também, mas ainda, etc. •• Discutimos várias propostas e analisamos possíveis soluções. •• “Os amigos têm tudo em , e a amizade é a igualdade.” (Pitágoras) •• Não revisam a matéria, nem fazem exercícios de fixação. 2. Adversativas: expressam ideia de oposição, contraste. São elas: mas, porém, todavia, contudo, no entanto, entretanto, não obstante, etc. •• Queria arrumar um namorado, todavia não conseguia ser feliz sozinha. •• O país é extremamente rico; o povo, porém, vive em profunda miséria. 3. Alternativas: expressam ideia de alternância ou exclusão. São elas; ou, ou... ou, ora... ora, quer... quer, etc. •• Ou você assume essa relação, ou verá o resultado da sua opção. •• Ora age com calma, ora trata a todos com muita aspereza. 4. Conclusivas: expressam ideia de conclusão ou uma ideia consequente do que se disse antes. São elas: logo, portanto, por isso, por conseguinte, assim, de modo que, em vista disso então, pois (depois do verbo) etc. •• Apaixonou-se;deve, pois, sofrer em breve. •• “A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.” (Charles Chaplin)
  20. 20. www.acasadoconcurseiro.com.br24 •• A inflação é o maior inimigo da Nação, portanto é meta prioritária do governo eliminá-la. 5. Explicativas: a segunda oração dá a explicação sobre a razão do que se afirmou na primeira oração. São elas: pois, porque, que. •• Saia, pois você está incomodando. •• Aceite os fatos, pois eles são o espelho da realidade. •• Ana devia estar cansada, porque se separou rapidamente dele. Subordinativas Ligam orações dependentes, de sentido incompleto, a uma oração principal que lhe completa o sentido. Podem ser adverbiais, substantivas e adjetivas; neste caso, estudaremos as conjunções que introduzem as orações subordinadas adverbiais. 1. Causais: expressam ideia de causa, motivo ou a razão do fato expresso na oração principal. São elas: porque, porquanto, posto que, visto que, já que, uma vez que, como, etc. •• “Choramos ao nascer porque chegamos a este imenso cenário de dementes.” (Willian Shakespeare) •• “Eu possa me dizer do amor (que tive): que não seja imortal, posto que é chama. •• Mas que seja infinito enquanto dure. “ (Vinicius de Morais) 2. Comparativas: estabelecem uma comparação com o elemento da oração principal. São elas: como, que (precedido de “mais”, de “menos”, de “tão” ), etc. •• “Como arroz e feijão, é feita de grão em grão nossa felicidade.” (Teatro Mágico) •• “Triste época! É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito.” (Albert Einstein) •• Esses alunos falam mais do que papagaios. 3. Condicionais: expressam ideia de condição ou hipótese para que o fato da oração principal aconteça. São elas: se, caso, exceto se, a menos que, salvo se, contanto que, desde que, etc. “Se tu me amas, ama-me baixinho Não o grites de cima dos telhados Deixa em paz os passarinhos Deixa em paz a mim! Se me queres, enfim, tem de ser bem devagarinho, Amada, que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...” (Mario Quintana)
  21. 21. IBGE – Português – Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br 25 •• “Se a gente já não sabe mais rir um do outro, meu bem, então o que resta é chorar.” (Los Hermanos) Consecutivas: expressam ideia de consequência ou efeito do fato expresso na oração principal. São elas: que (precedido de termo que indica intensidade: tão, tal, tanto, etc.), de modo que, de sorte que, de maneira que, etc. •• Tanta era a expectativa para o concurso que não dormi à noite. •• A gente é tão cúmplice um do outro que nem precisa se olhar! 5. Conformativas: expressam ideia de conformidade ou acordo em relação a um fato expresso na oração principal. São elas: conforme, segundo, consoante, como. •• “Os homens estimam-vos conforme a vossa utilidade, sem terem em conta o vosso valor” (Balzac) •• Como havíamos previsto, o conteúdo está de acordo com o edital. 6. Concessivas: expressam ideia de que algo que se esperava que acontecesse, contrariamente às expectativas, não acontece. São elas: embora, conquanto, ainda que, se bem que, mesmo que, apesar de que, etc. •• “Mesmo que você tenha que partir, o amor não há de ir embora.” (Titãs) •• “Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.” (Legião) 7. Finais: expressam ideia de finalidade. São elas: a fim de que, para que, que, etc. •• “Educai as crianças, para que não seja necessário punir os adultos.” (Pitagoras) •• Os professores capricham na apostila para que seus alunos gabaritem a prova. 8. Proporcionais: expressam ideia de proporção, simultaneidade. São elas: à medida que, à proporção que, ao passo que, etc. •• Ao passo que estudas muito, deves ficar mais confiante. 9. Integrantes: introduzem uma oração que integra ou completa o sentido do que foi expresso na oração principal. São elas: que, se. •• A população deseja que haja uma educação digna. •• Convém que você saiba isso! 10. Temporais: expressam anterioridade, simultaneidade, posteridade relativas ao que vem expresso na oração principal. São elas: quando, enquanto, assim que, desde que, logo que, depois que, antes que, sempre que, etc. •• “Quando o sol bater na janela do teu quarto, lembra e vê que o caminho é um só.” •• “Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, haverá guerra.” (Bob Marley)
  22. 22. www.acasadoconcurseiro.com.br 27 Questões 1. (CESGRANRIO -2012) Em um texto, as frases relacionam-se umas com as outras, estabelecendo entre si relações que contribuem para a construção do sentido do texto. Essas relações podem não ser explicitadas por meio do uso de um conectivo, como é o caso das duas frases do fragmento abaixo. “Fui logo dizendo que não tinha, certa de que ele estava pedindo dinheiro. Não estava.” A relação construída entre essas duas frases pode ser expressa, sem alteração de sentido, pelo seguinte conectivo: a) onde b) como c) contudo d) portanto e) conforme 2. (CESGRANRIO -2010) Assinale a opção em que, na linha argumentativa do texto, NÃO há correspondência entre a ideia introduzida pelo conector destacado e o valor a ela atribuído. a) “mas podem ser corrigidos.” – [oposição] b) “Quando você passar por uma tragédia,”– [tempo] c) “Para salvar seu crédito,”– [finalidade] d) “...se você quer ser bem sucedido.”– [condição] e) “O sucesso, pois, decorre da perseverança...”– [explicação] 3. (CESGRANRIO -2011) Considere a sentença abaixo. Mariza saiu de casa atrasada e perdeu o ônibus. As duas orações do período estão unidas pela palavra “e”, que, além de indicar adição, introduz a ideia de a) oposição b) condição c) consequência d) comparação e) união 4. (CESGRANRIO -2011) “As coisas novas que aprendo exercitam o cérebro.” tem a mesma classe da palavra destacada em: a) “[...] um sintoma de que eu me tornaria” b) “[...] um teste vocacional que, para minha imensa surpresa, deu arquitetura c) “Tenho a comunicar que – aos 58 anos – comecei a ter aulas de piano” d) “Dizem que, quando chegamos a uma certa idade, é bom aprendermos” e) “Acho que nunca vou conseguir fazer piruetas patinando, [...]” 5. (CESGRANRIO -2010) Assinale a opção em que é possível substituir, de acordo com a norma culta, a expressão grifada pela palavra “onde”. a) O cinema em que nos encontramos passa bons filmes. b) Vejo você às 11 horas, quando iremos almoçar. c) Se o tempo melhorar, então vamos à praia. d) A situação que ele criou não é aceitável. e) Lembrei-me do tempo no qual íamos juntos trabalhar.
  23. 23. www.acasadoconcurseiro.com.br28 6. (CESGRANRIO -2009) “Porém aquele que fala, mal ou bem, sempre fala de s mesmo.” Por qual conector a conjunção destacada acima pode ser substituída sem que haja alteração de sentido? a) Logo. b) Pois. c) Entretanto. d) Porquanto. e) Quando. 7. (CESGRANRIO-2010 -BNDES) Em No entanto, sem a criatividade nascida de uma boa imaginação,, na linha argumentativa do texto, o conector destacado introduz um enunciado que, em relação ao anterior, se configura como a) adição. b) alternância. c) condição. d) oposição. e) consequência. 8. (CESGRANRIO - 2012) Os conectivos são responsáveis por relacionar termos e orações, criando entre eles relações de sentido, conforme se observa no trecho abaixo. “É por isso, talvez, que, se vemos uma criança bem-vestida chorando sozinha num shopping ou num supermercado” Os sentidos expressos por se e ou são, respectivamente, a) tempo e lugar b) causa e adição c) concessão e modo d) proporção e oposição e) condição e alternância 9. (CESGRANRIO – 2009) Indique a opção em que a reescritura do período 'Somos todos corredores naturais, apesar de boa parte de nós ter se esquecido desse fato,' NÃO mantém o mesmo sentido com que ocorre no texto. a) Somos todos corredores naturais, embora boa parte de nós tenha se esquecido desse fato. b) Somos todos corredores naturais, mesmo que boa parte de nós tenha se esquecido desse fato. c) Somos todos corredores naturais, já que boa parte de nós se esqueceu desse fato. d) Somos todos corredores naturais, mas boa parte de nós se esqueceu desse fato. e) Somos todos corredores naturais, porém boa parte de nós se esqueceu desse fato. 10. (CESGRANRIO – 2010)O valor gramatical do vocábulo que, no trecho Há maníacos pela propriedade que colocam tiras de papel no interior da caneta com seu nome., é o mesmo que ele apresenta em a) É moda dizer que o socialismo fracassou devido à natureza humana. b) Não há nada mais comunista do que a caneta Bic. c) você não comprou nem 5% das Bics que usou em sua vida. d) São socializadas e ninguém se desespera ao ver que sua Bic sumiu e) pois tem certeza de que, em meia hora, outra estará caindo em suas mãos. Gabarito: 1.C 2.E 3.C 4.B 5.A 6.C 7.D 8.E 9.C 10.C
  24. 24. www.acasadoconcurseiro.com.br 29 Aula 4 Pontuação Emprego da Vírgula Na ordem direta da oração (sujeito + verbo + complemento(s) + adjunto adverbial), NÃO use vírgula entre os termos. Isso só ocorrerá ao deslocarem-se o predicativo ou o adjunto adverbial. •• As pessoas desta turma enviaram as dicas de Português aos colegas no domingo. •• As pessoas desta turma enviaram aos colegas as dicas de Português no domingo. Dica zambeliana = Não se separam por vírgula: • predicado de sujeito = Restam, dúvidas sobre a matéria! • objeto de verbo = Informei, ao grupo, o sério problema. • adjunto adnominal de nome = A prova, do concurso, estava acessível! Entre os termos da oração 1. Para separar itens de uma série. (Enumeração) •• Na páscoa, preciso comer também alface, rúcula, brócolis, cenoura, tomate, chocolate! •• Tempo é um recurso raro, valioso e não renovável. 2. Para assinalar supressão de um verbo. •• Ele vê filmes no youtube; eu, no cinema. 3. Para separar o adjunto adverbial deslocado. •• “O preço que se paga, às vezes, é alto demais…” (Engenheiros do Hawaii)
  25. 25. www.acasadoconcurseiro.com.br30 •• No próximo domingo, farei meu concurso! •• O tomate, em razão da sua abundância, vem caindo de preço. Observação Zambeliana Se o adjunto adverbial for pequeno, a utilização da vírgula não é necessária, a não ser que se queira enfatizar a informação nele contida. •• Ontem comemoramos o seu aniversário. 4. Para separar o aposto. •• Sempre dei dois conselhos: viva muito e seja feliz! •• São Paulo, considerada a metrópole brasileira, possui um trânsito caótico. 5. Para separar o vocativo. •• Colega, você pode me emprestar esta caneta? 6. Para separar expressões explicativas, retificativas, continuativas, conclusivas ou enfáticas (aliás, além disso, com efeito, enfim, isto é, em suma, ou seja, ou melhor, por exemplo, etc). •• As indústrias não querem abrir mão de suas vantagens, isto é, não querem abrir mão dos lucros altos. •• Preciso estudar, ou seja, adeus final de semana. Entre as orações 1. Para separar orações coordenadas assindéticas. •• Não me falta cadeira, não me falta sofá, só falta você sentada na sala, só falta você estar.” (Arnaldo Antunes) 2. As orações coordenadas devem sempre ser separadas por vírgula. Orações coordenadas são as que indicam adição (e, nem, mas também), alternância (ou, ou ... ou, ora ... ora), adversidade (mas, porém, contudo...), conclusão (logo, portanto...) e explicação (porque, pois).
  26. 26. IBGE – Português – Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br 31 •• Todos os alunos gostarão dessa dica, no entanto não há chances de ser cobrada na prova. 3. Para separar orações coordenadas sindéticas ligadas por “e”, desde que os sujeitos sejam diferentes. •• As pessoas assistiam ao protestos pacificamente, e a polícia respeitava a todos. •• Os sentimentos podem mudar com o tempo e as pessoas não entendem isso! 4. Para separar orações adverbiais, especialmente quando forem longas. •• Em determinado momento, ele ficou bastante estressado, porque não encontrava vaga para estacionar. 5. Para separar orações adverbiais antepostas à principal ou intercaladas, tanto desenvolvidas quanto reduzidas. •• Como pretendia retirar-se logo, aproximou-se da porta. •• Nossas intenções, conforme todos podem comprovar, são as melhores. 6. Orações Subordinadas Adjetivas Podem ser: a) Restritivas – delimitam o sentido do substantivo antecedente (sem vírgula). Encerram uma qualidade que não é inerente ao substantivo. •• As frutas que apodreceram foram descartadas no lixo. •• Os protestos que ocorreram em 2013 podem voltar! •• As rosas que são vermelhas embelezam o planeta. b) Explicativas – explicações ou afirmações adicionais ao antecedente já definido plenamente (com vírgula). Encerram uma qualidade inerente ao substantivo. •• A telefonia móvel, que facilitou a vida do homem moderno, provocou também situações constrangedoras. •• Os cachorros, que são peludos, devem ser bem tratados neste canil. •• As rosas, que são perfumadas, embelezam o planeta.
  27. 27. www.acasadoconcurseiro.com.br32 Emprego do Ponto-e-Vírgula 1. Para separar orações que contenham várias enumerações já separadas por vírgula ou que encerrem comparações e contrastes. •• Os jogadores estavam suados, nervosos, procurando a vitória; os espectadores gritavam, incentivavam o time, exigiam resultados; o treinador angustiava-se, projetava substituições. 2. Para separar orações em que as conjunções adversativas ou conclusivas estejam deslocadas. •• As pessoas educadas, todavia, não suportaram aquela atitude. •• Considere-se, portanto, livre deste compromisso. •• Esperava encontrar todos os conteúdos na prova; enxerguei, porém, apenas alguns. 3. Para alongar a pausa de conjunções adversativas (mas, porém, contudo, todavia, entretanto, etc.) , substituindo, assim, a vírgula. •• Gostaria de estudar hoje; todavia, só chegarei perto dos livros amanhã. Emprego dos Dois-Pontos 1. Para anunciar uma citação. •• Lembrando um poema de Vinícius de Moraes: “Tristeza não tem fim, Felicidade sim.” 2. Para anunciar uma enumeração, um aposto, uma explicação, uma consequência ou um esclarecimento. •• Sempre tive três grandes amigos: Edgar, Pedro e Sérgio. •• Não há motivo para preocupações: tudo já está resolvido.
  28. 28. www.acasadoconcurseiro.com.br 33 Questões 1. (CESPE 2012) - Considerando as ideias e estruturas linguísticas do texto acima, julgue os itens que se seguem. O emprego de vírgula logo após “agências”(L.9) justifica-se porque isola oração subsequente de natureza explicativa. “...o setor de contabilidade e registro das agências, que foi paulatinamente se reduzindo,...” ( ) Certo ( ) Errado 2. (CESPE – 2012) A omissão da vírgula empregada logo após “bancário” (L.15) manteria a correção gramatical e o sentido original do texto. “Ele enfatizou a importância do correspondente bancário, que presta serviços bancários...” ( ) Certo ( ) Errado 3. (CESPE – 2012) O emprego de vírgulas na linha 4 justifica-se por isolar adjunto adverbial deslocado de sua posição padrão. “Constituiu, a um só tempo, caráter estruturante do Estado e da própria sociedade.” ( ) Certo ( ) Errado 4. (FCC – 2012) Atente para as afirmações abaixo. I. Não ignoro que muitos tiveram e têm a convicção de que as coisas do mundo sejam governadas pela fortuna e por Deus... Uma vírgula poderia ser colocada imediatamente depois do termo convicção, sem prejuízo para a correção e o sentido. II. Comparo-a a um desses rios devastadores que, quando se enfurecem, alagam as planícies, derrubam árvores e construções, arrastam grandes torrões de terra de um lado para outro: todos fogem diante dele, todos cedem a seu ímpeto sem poder contê- lo minimamente. Os dois-pontos poderiam ser substituídos por um travessão, sem prejuízo para a correção e a lógica. III. Algo semelhante ocorre com a fortuna, que demonstra toda sua potência ali onde a virtude não lhe pôs anteparos... A retirada da vírgula implicaria alteração do sentido da frase. Está correto APENAS o que se afirma em a) I e II. b) II. c) II e III. d) III. e) I e III. 5. (CESGRANRIO 2012) A pontuação é um recurso de que dispõe a língua escrita para auxiliar o leitor na construção dos sentidos do texto. Sendo de base sintática na língua portuguesa, a pontuação NÃO está empregada de acordo com a norma-padrão em: a) Quando vemos um menino de rua, afastamo-nos rapidamente. b) Meninos de família, crianças educadas e honestas, frequentam a escola. c) Meninos de rua, que vivem à própria sorte, sofrem agressões todos os dias. d) Meninos, é preferível estar em um abrigo a passar as noites embaixo de marquises. e) As autoridades, tudo fazem para minimizar o problema dos menores abandonados.
  29. 29. www.acasadoconcurseiro.com.br34 6. (CESGRANRIO-2011 -BNDES) O sinal de dois pontos (:) está sendo empregado como em “... rabos-de-asno: um emaranhado de ervas felpudas ‘que nascem pelos penedos do mar’ ” em: a) Os navios mais usados nas expedições marítimas eram as naus: uma evolução das caravelas que chegaram a ter 600 toneladas. b) Ao avistar o Monte Pascoal, Cabral não ficou surpreso: desde o século IX falava- se de ilhas desconhecidas no Atlântico. c) A armada de Cabral era composta de diversos navios: o rei queria mostrar a riqueza da corte. d) Pedro Álvares Cabral foi muito bem remunerado pela viagem: sabe-se que ele recebeu cerca de 10 mil cruzados. e) Um ditado da época do descobrimento do Brasil dizia: “Se queres aprender a orar, faça-te ao mar”. 7. (CESGRANRIO – 2012) “Hoje, informação é poder.” No fragmento acima, a vírgula é empregada para separar o adjunto adverbial de tempo deslocado. Outro exemplo do texto em que a vírgula é utilizada com a mesma função encontra-se em: a) “nomes e números em profusão, que nos chegam por jornais.” b) “O estado de nossas células cerebrais, as nossas emoções.” c) “Para quem, como eu, viaja bastante e tem de trabalhar em aviões ou em hotéis.” d) “De repente eu me dava conta de como nossa existência é frágil, de como somos governados pelo acaso e pelo imprevisto.” e) “meu palpite é que, no dia do Juízo Final, cada um de nós vai inserir o pen drive de sua vida no Grande Computador Celestial.” 8. (CESGRANRIO – 2012) O trecho “Mas não. Não serve qualquer uma.” pode ter sua pontuação alterada, sem modificar-lhe o sentido original, em: a) Mas não: não serve qualquer uma. b) Mas, não; não, serve qualquer uma. c) Mas não; não serve, qualquer uma. d) Mas: não, não. Serve qualquer uma. e) Mas não – não; serve qualquer uma. 9. (CESGRANRIO – 2009) As reticências podem ser usadas com diferentes finalidades. No trecho “Dorme... dorme... meu...”, encontrado no Texto III, as reticências foram usadas para a) marcar um aumento de emoção. b) apontar maior tensão nos fatos apresentados. c) indicar traços que são suprimidos do texto. d) deixar uma fala em aberto. e) assinalar a interrupção do pensamento. 10. (FCC – 2012) O equilíbrio alcançado pelo sistema de Estados nacionais não foi um mero fantasma, mas ruiu exatamente conforme as previsões de Kant. Outra pontuação para a frase acima, que mantém o sentido e a correção originais, é: a) O equilíbrio alcançado pelo sistema de Estados nacionais, não foi um mero fantasma (mas: ruiu exatamente conforme as previsões de Kant). b) O equilíbrio alcançado pelo sistema de Estados nacionais não foi: um mero fantasma; mas ruiu, exatamente, conforme as previsões de Kant. c) O equilíbrio alcançado pelo sistema de Estados nacionais não foi um mero fantasma. Mas ruiu exatamente, conforme as previsões de Kant. d) O equilíbrio alcançado pelo sistema de Estados, nacionais, não foi um mero fantasma - mas ruiu; exatamente conforme as previsões de Kant.
  30. 30. www.acasadoconcurseiro.com.br 35 IBGE – Português – Carlos Zambeli e) O equilíbrio alcançado pelo sistema de Estados nacionais não foi um mero fantasma; mas ruiu, exatamente conforme as previsões de Kant 11. (CESGRANRIO – 2011) A vírgula pode ser retirada sem prejuízo para o significado e mantendo a norma-padrão na seguinte sentença: a) Mário, vem falar comigo depois do expediente. b) Amanhã, apresentaremos a proposta de trabalho. c) Telefonei para o Tavares, meu antigo chefe. d) Encomendei canetas, blocos e crachás para a reunião. e) Entrou na sala, cumprimentou a todos e iniciou o discurso. 12. (CESGRANRIO – 2011) Há ERRO quanto ao emprego dos sinais de pontuação em: a) Ao dizer tais palavras, levantou-se, despediu-se dos convidados e retirou- se da sala: era o final da reunião. b) Quem disse que, hoje, enquanto eu dormia, ela saiu sorrateiramente pela porta? c) Na infância, era levada e teimosa; na juventude, tornou-se tímida e arredia; na velhice, estava sempre alheia a tudo. d) Perdida no tempo, vinham-lhe à lembrança a imagem muito branca da mãe, as brincadeiras no quintal, à tarde, com os irmãos e o mundo mágico dos brinquedos. e) Estava sempre dizendo coisas de que mais tarde se arrependeria. Prometia a si própria que da próxima vez, tomaria cuidado com as palavras, o que entretanto, não acontecia. Gabarito: 1.C 2.E 3.C 4.C 5.E 6.A 7.E 8.A 9.E 10.E 11.B 12.E
  31. 31. www.acasadoconcurseiro.com.br 37 Aula 5 Ortografia Oficial / Estrutura e formação das palavras - Homônimos: vocábulos que se pronunciam da mesma forma, e que diferem no sentido. - Homônimos perfeitos: vocábulos com pronúncia e grafia idênticas (homófonos e homógrafos). •• São: 3ª p. p. do verbo ser. – Eles são inteligentes. •• São: sadio. – O menino, felizmente, está são. •• São: forma reduzida de santo. – São José é meu santo protetor. - Homônimos imperfeitos: vocábulos com pronúncia igual (homófonos), mas com grafia diferente (heterógrafos). •• Cessão: ato de ceder, cedência •• Seção ou secção: corte, subdivisão, parte de um todo •• Sessão: espaço de tempo em que se realiza uma reunião - Parônimos: vocábulos ou expressões que apresentam semelhança de grafia e pronúncia, mas que diferem no sentido. •• Cavaleiro: homem a cavalo •• Cavalheiro: homem gentil Lista de Homônimos e Parônimos •• Acender – pôr fogo a •• Ascender – elevar-se, subir •• Acento – inflexão de voz, tom de voz, acento •• Assento – base, lugar de sentar-se •• Acessório – pertences de qualquer instrumento ou máquina; que não é principal •• Assessório – diz respeito a assistente, adjunto ou assessor •• Caçado – apanhado na caça •• Cassado – anulado •• Censo – recenseamento •• Senso – juízo •• Cerra – do verbo cerrar (fechar) •• Serra – instrumento cortante; montanha; do verbo serrar (cortar)
  32. 32. www.acasadoconcurseiro.com.br38 •• Cessão – ato de ceder •• Sessão – tempo que dura uma assembleia •• Secção ou seção – corte, divisão •• Concerto – sessão musical; harmonia •• Conserto – remendo, reparação •• Descrição – ato de descrever •• Discrição – qualidade de discreto •• Descriminar – inocentar •• Discriminar – distinguir, diferenciar •• Emergir – sair de onde estava mergulhado •• Imergir – mergulhar •• Emigração – ato de emigrar •• Imigração – ato de imigrar •• Eminente – excelente •• Iminente – sobranceiro; que está por acontecer •• Empossar – dar posse •• Empoçar – formar poça •• Espectador – o que observa um ato •• Expectador – o que tem expectativa •• Flagrante – evidente •• Fragrante – perfumado •• Incipiente – que está em começo, iniciante •• Insipiente – ignorante •• Mandado – ordem judicial •• Mandato – período de permanência em cargo •• Ratificar – confirmar •• Retificar – corrigir •• Tacha – tipo de prego; defeito; mancha moral •• Taxa – imposto •• Tráfego – trânsito •• Tráfico – negócio ilícito •• Acerca de: sobre, a respeito de. Fala acerca de alguma coisa. •• A cerca de: a uma distância aproximada de. Mora a cerca de dez quadras do centro da cidade. •• Há cerca de: faz aproximadamente. Trabalha há cerca de cinco anos. •• Ao encontro de: a favor, para junto de. Ir ao encontro dos anseios do povo. •• De encontro a: contra. As medidas vêm de encontro aos interesses do povo.
  33. 33. IBGE – Português – Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br 39 Estrutura e formação de palavras FAMÍLIA DE PALAVRAS = Palavras que possuem o mesmo radical. (cognatas) RADICAL ou RAIZ = é o sentido básico de uma palavra. AFIXOS = são acrescentados a um radical. São subdivididos em prefixos e sufixos. FORMAÇÃO DE PALAVRAS DERIVAÇÃO 1. Prefixal Acréscimo de um prefixo à palavra já existente. •• antever, conter, impossível, ilegal, desarticular 2. Sufixal Acréscimo de um sufixo à palavra já existente. •• lealdade, laranjal, menininho, rapidamente 3. Prefixal e Sufixal Acréscimo de um prefixo e um sufixo à palavra já existente. •• deslealdade, infelizmente, desvalorização, desigualdade 4. Parassintética Acréscimo simultâneo de um prefixo e um sufixo à palavra já existente. •• empobrecer, amanhecer, desalmado, aportuguesar, apaixonadamente 5. Regressiva Perda de elemento de uma palavra já existente. Ocorre, geralmente, de um verbo para substantivo. •• cantar – o canto •• trocar – a troca •• chorar – o choro •• vender – a venda 6. Imprópria Muda-se a classe gramatical sem alterar a forma da palavra. •• Fez um ai meio estranho. •• O falar dos habitantes desse lugar é estranho!
  34. 34. www.acasadoconcurseiro.com.br40 COMPOSIÇÃO Formação de uma palavra nova através da união de dois ou mais vocábulos primitivos. Assim, temos: 1. Justaposição Formação de uma palavra composta sem que ocorra perde de elementos. •• guarda-chuva, passatempo, girassol, amor-perfeito, pé-de-galinha 2. Aglutinação Formação de uma palavra composta com perda de elementos. •• plano + alto = planalto •• água + ardente = aguardente •• perna + alta = pernalta Outros processos 1. Redução ou abreviação •• Cine, Portuga, Neura, Sampa 2. Sigla •• PUC , CPI 3. Estrangeirismo ou empréstimos lexicais •• Stress, Xerox, Surf, Shopping 4. Onomatopeia •• Cuidado. Nessa época do ano os anúncios estão cheios de ding dings, blén bléns e ho ho hos. Os PREFIXOS mais comuns Os SUFIXOS mais comuns Anormal – negação Anarquia – Ausência Anteontem – Anterioridade Antiaéreo – Oposição contrária Compartilhar – cooperação Descontente – Negação Desfazer – ação contrária Exportar – movimento para fora Hipertenso – Excesso Hipermercado – Posição superior Hipótese – Posição inferior Inexistente – negação Infiltrar – movimento para dentro Vice-presidente – Em lugar de Formam substantivos de verbos AGENTE Navegante, combatente, contador, pintor, LUGAR Bebedouro, laboratório AÇÃO Traição, ferimento, concorrência Formam substantivos de adjetivos Bondade, doçura, aridez, beleza Formam adjetivos de substantivos Horroroso, Barbudo, horizontal Formam verbos Civilizar , florescer, endurecer 5. Formam advérbios de adjetivos luxuosamente
  35. 35. IBGE – Português – Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br 41 Exercícios 1. Usando o processo de sufixação, forme substantivos abstratos dos seguintes adjetivos: a) infeliz – b) gentil – c) cruel – d) covarde – e) lento – f) valente – g) hábil – 2. Indique o processo de formação utilizado nas palavras abaixo. a) desgraça - b) pernilongo - c) tranquilamente - d) endoidecer - e) surdez - f) show - g) a censura - h) envergonhar - i) tevê - j) anormalidade – l) deter – m) peixaria – n) livro-texto –
  36. 36. www.acasadoconcurseiro.com.br 43 Questões 1. O prefixo indica duplicidade em: a) êxodo b) antídoto c) compor d) revisar e) díptero 2. A formação do vocábulo destacado na expressão “o canto das sereias” é: a) composição por justaposição b) derivação regressiva c) derivação sufixal d) palavra primitiva e) derivação prefixal 3. Com o mesmo radical da palavra “passíveis” é formada a palavra. a) passado b) inultrapassável c) capacidade d) impassibilidade e) pacífico. 4. Com o mesmo radical da palavra díspares é formada a palavra: a) discreto b) ímpar c) disparar d) aparar e) disperso 5. Em qual das palavras abaixo não há prefixo igual a da palavra indesejada. a) Incontinente b) Irregular c) Impossível d) Irritação e) Infalível 6. Todas as palavras iniciaram-se por um mesmo prefixo, exceto: a) infeliz b) ilegal c) imperfeito d) indígena e) ingrato 7. Todas as palavras abaixo possuem o mesmo prefixo, com exceção de: a) insinuações b) indireta c) incompetentes d) incapazes e) inconscientemente 8. As palavras molheira, saleiro e sujeira são formadas pela adição de um mesmo sufixo ao radical. Assinale a alternativa que Não apresenta o mesmo sufixo. a) roupeiro b) queira c) mosqueteiro d) fofoqueira e) lixeira 9. Existem, em Língua Portuguesa, palavras que embora pertencendo à mesma família, apresentando pequenas diferenças no radical. É o caso de um dos substantivos abaixo, que, em relação a um adjetivo da mesma família, apresenta diferença de consoantes do seu radical. Qual é esse substantivo? a) grupos b) incerteza c) esforço d) probabilidade e) êxito 10. Dentre as palavras abaixo citadas, apenas uma apresenta um prefixo e um sufixo. Assinale-a. a) impulsos b) insuportável c) facilmente d) habilidade e) perturbador Gabarito: 1.E 2.B 3.D 4.B 5.D 6.D 7.A 8.B 9.D 10.B

×