Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Serra/ES	
  -­‐	
  junho	
  de	
  2014	
  
A	
  regionalização	
  da	
  saúde	
  e	
  
perspec>vas	
  –	
  a	
  visão	
  d...
 
Aspectos:	
  
	
  
» 	
  Organização	
  da	
  região	
  de	
  saúde	
  
» 	
  Organização	
  do	
  sistema	
  de	
  aten...
Decreto	
  7508/2011	
  -­‐	
  Regulamenta	
  a	
  Lei	
  nº	
  8.080/90,	
  para	
  
dispor	
  sobre	
  a	
  organização	...
Região	
  de	
  Saúde	
  
	
  
Espaço	
   geográfico	
   conQnuo	
   cons>tuído	
   por	
  
agrupamentos	
   de	
   Municíp...
Região	
  de	
  Saúde	
  
Para	
   ser	
   ins>tuída	
   deve	
   conter,	
   no	
   mínimo,	
  
ações	
  e	
  serviços	
 ...
BRASIL/REGIÕES	
   REGIÕES	
  DE	
  SAÚDE	
  
CENTRO-­‐OESTE	
   38	
  
SUL	
   68	
  
SUDESTE	
   153	
  
NORDESTE	
   13...
Contrato	
  Organiza>vo	
  da	
  Ação	
  Pública	
  da	
  Saúde	
  
	
   	
   	
   Acordo	
   de	
   colaboração	
   firmad...
Contrato	
  Organiza>vo	
  da	
  Ação	
  Pública	
  da	
  Saúde	
  	
  
•  Instrumento	
   jurídico	
   que	
   explicita	...
Rede	
  de	
  Atenção	
  à	
  Saúde	
  
	
  	
  	
  Conjunto	
  de	
  ações	
  e	
  serviços	
  de	
  saúde	
  arDculados	...
A	
  TRANSIÇÃO	
  EPIDEMIOLÓGICA	
  
	
  
	
  
As	
  condições	
  de	
  saúde	
  
	
  
	
   	
  condições	
  agudas	
  
	
...
AS	
  CONDIÇÕES	
  CRÔNICAS	
  
•	
  as	
  doenças	
  crônicas	
  
	
  doenças	
  cardiovasculares,	
  cânceres,	
  diabet...
AS	
  CONDIÇÕES	
  CRÔNICAS	
  
•	
  as	
  condições	
  maternas	
  e	
  perinatais	
  
•	
  a	
  manutenção	
  da	
  saúd...
Desafios	
  e	
  Perspec>vas	
  
MODELO	
  FRAGMENTADO	
  
v Organizado	
  por	
  
componentes	
  isolados	
  
v Organiza...
Desafios	
  e	
  Perspec>vas	
  
	
  
v Do	
  modelo	
  de	
  atenção	
  à	
  saúde	
  voltado	
  para	
  
as	
  condições...
O modelo de atenção às condições crônicas
Comunidade
Recursos e
políticas
Organização do Sistema de Saúde
Sistema de Saúde...
Desafios	
  e	
  Perspec>vas	
  
Fortalecer	
   o	
   papel	
   da	
   CIR	
   no	
   processo	
   de	
  
governança	
  da	...
Desafios	
  e	
  Perspec>vas	
  
•  Qualificar	
  os	
  gestores	
  que	
  integram	
  a	
  CIR	
  nos	
  
instrumentos	
  e...
Desafios	
  e	
  Perspec>vas	
  
•  Revisão de rotinas de trabalho,
descentralização de tarefas e formação de
equipes para ...
Desafios	
  e	
  Perspec>vas	
  
•  A	
  implantação	
  de	
  novas	
  regras	
  de	
  organização	
  
e	
   gestão	
   no	...
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

A regionalização da saúde e perspectivas – a visão dos estados

1.005 Aufrufe

Veröffentlicht am

Apresentação feita pela assessora técnica do CONASS, Lourdes Almeida, durante o debate sobre Regionalização da Saúde e Co-gestão, no XXX Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, realizado em Serra/ES, entre os dias 01 e 04 de junho de 2014.

Veröffentlicht in: Gesundheit & Medizin
  • Loggen Sie sich ein, um Kommentare anzuzeigen.

  • Gehören Sie zu den Ersten, denen das gefällt!

A regionalização da saúde e perspectivas – a visão dos estados

  1. 1. Serra/ES  -­‐  junho  de  2014   A  regionalização  da  saúde  e   perspec>vas  –  a  visão  dos  estados  
  2. 2.   Aspectos:     »   Organização  da  região  de  saúde   »   Organização  do  sistema  de  atenção  à  saúde   »   Financiamento  
  3. 3. Decreto  7508/2011  -­‐  Regulamenta  a  Lei  nº  8.080/90,  para   dispor  sobre  a  organização  do    SUS,  o  planejamento  da  saúde,  a   assistência  à  saúde  e  a  arDculação  interfederaDva.     LC  141/12  -­‐  Regulamenta  o  §  3o  do  art.  198  da  ConsDtuição   Federal  para  dispor  sobre  os  valores  mínimos  a  serem  aplicados   anualmente  pela  União,  Estados,  Distrito  Federal  e  Municípios   em  ações  e  serviços  públicos  de  saúde;  estabelece  os  critérios   de   rateio   dos   recursos   de   transferências   para   a   saúde   e   as   normas  de  fiscalização,  avaliação  e  controle  das  despesas  com   saúde  nas  três  esferas  de  governo;  revoga  disposiDvos  das  Leis   nos  8.080/90,  e  8.689/93     Decreto   7.827/12   -­‐   Regulamenta   os   procedimentos   de   condicionamento   e   restabelecimento   das   transferências   de   recursos   da   EC   29,   dispõe   sobre   os   procedimentos   de   suspensão  e  restabelecimento  das  transferências  voluntárias  da   União,  nos  casos  de  descumprimento  da  aplicação  dos  recursos   em   ações   e   serviços   públicos   de   saúde   de   que   trata   a   LC   nº   141/12  
  4. 4. Região  de  Saúde     Espaço   geográfico   conQnuo   cons>tuído   por   agrupamentos   de   Municípios   limítrofes,   delimitado   a   par>r   de   iden>dades   culturais,   econômicas  e  sociais  e  de  redes  de  comunicação   e   infraestrutura   de   transportes   compar>lhados,   com   a   finalidade   de   integrar   a   organização,   o   planejamento   e   a   execução   de   ações   e   serviços   de  saúde;      
  5. 5. Região  de  Saúde   Para   ser   ins>tuída   deve   conter,   no   mínimo,   ações  e  serviços  de:     I  -­‐  atenção  primária;   II  -­‐  urgência  e  emergência;   III  -­‐  atenção  psicossocial;   IV   -­‐   atenção   ambulatorial   especializada   e   hospitalar;  e   V  -­‐  vigilância  em  saúde.      
  6. 6. BRASIL/REGIÕES   REGIÕES  DE  SAÚDE   CENTRO-­‐OESTE   38   SUL   68   SUDESTE   153   NORDESTE   133   NORTE   44   TOTAL   436  
  7. 7. Contrato  Organiza>vo  da  Ação  Pública  da  Saúde         Acordo   de   colaboração   firmado   entre   entes   federa>vos   com   a   finalidade   de   organizar   e   integrar   as   ações   e   serviços   de   saúde   na   rede   regionalizada  e  hierarquizada,  com  definição  de   responsabilidades,  indicadores  e  metas  de  saúde,   critérios   de   avaliação   de   desempenho,   recursos   financeiros  que  serão  disponibilizados,  forma  de   controle  e  fiscalização  de  sua  execução  e  demais   elementos   necessários   à   implementação   integrada  das  ações  e  serviços  de  saúde  
  8. 8. Contrato  Organiza>vo  da  Ação  Pública  da  Saúde     •  Instrumento   jurídico   que   explicita   os   compromissos  pactuados  em  cada  região  de   saúde.   •  Instrumento  que  retrata  a  situação  atual  e  as   intervenções   necessárias   para   uma   situação   futura   e   expressa   a   programação   geral   de   ações  e  serviços  de  saúde  para  a  região;   •  Instrumento  de  alocação  de  recursos  das  três   esferas  de  Governo.    
  9. 9. Rede  de  Atenção  à  Saúde        Conjunto  de  ações  e  serviços  de  saúde  arDculados   em  níveis  de  complexidade  crescente,  com  a   finalidade  de  garan>r  a  integralidade  da   assistência  à  saúde    (Portaria  4279/10)          As  Comissões  Intergestores  pactuarão  as  regras  de   conDnuidade  do  acesso  às  ações  e  aos  serviços  de   saúde  na  respecDva  área  de  atuação    
  10. 10. A  TRANSIÇÃO  EPIDEMIOLÓGICA       As  condições  de  saúde        condições  agudas      condições  crônicas           Fonte:  Mendes  EV.  As  redes  de  atenção  à  saúde.  Brasília,  Organização   Pan-­‐Americana  da  Saúde,  2011    
  11. 11. AS  CONDIÇÕES  CRÔNICAS   •  as  doenças  crônicas    doenças  cardiovasculares,  cânceres,  diabetes,   doenças  respiratórias  crônicas   •  as  condições  gerais  e  inespecíficas  de  curso  mais  longo   •  os  fatores  de  risco  individuais  biopsicológicos          colesterol  elevado,  depressão,  hipertensão   arterial,  nível  glicêmico  alterado,  sobrepeso  ou   obesidade   •  as  doenças  transmissíveis  de  curso  longo  como   hanseníase,  hiv/aids,  hepa>tes  b  e  c  
  12. 12. AS  CONDIÇÕES  CRÔNICAS   •  as  condições  maternas  e  perinatais   •  a  manutenção  da  saúde  por  ciclos  de  vida  :            puericultura,  hebicultura  e  senicultura   •  as  enfermidades     •  os  distúrbios  mentais  de  longo  prazo   •  as  deficiências  psicas  e  estruturais  conQnuas:            amputações  e  deficiências  motoras   persistentes   •  as  doenças  bucais    
  13. 13. Desafios  e  Perspec>vas   MODELO  FRAGMENTADO   v Organizado  por   componentes  isolados   v Organizado  por  níveis   hierárquicos   v Orientado  para  a  atenção   a  condições  agudas   MODELO    INTEGRADO   v  Organizado  por  um   congnuo  de  atenção   v  Organizado  por  uma   rede  horizontal   v  Orientado  para  a   atenção  a  condições   crônicas                                                              Fonte:  MENDES  (2002)   Mudança  no  modelo  de  atenção  à  saúde  
  14. 14. Desafios  e  Perspec>vas     v Do  modelo  de  atenção  à  saúde  voltado  para   as  condições  agudas  para  o  modelo  de   atenção  à  saúde  voltado  para  as  condições   crônicas   v   Do  sistema  fragmentado  para  as  redes  de   atenção  à  saúde                                                                                                             FONTE:  MENDES  (2002)  
  15. 15. O modelo de atenção às condições crônicas Comunidade Recursos e políticas Organização do Sistema de Saúde Sistema de Saúde Autocuidado suportado Sistema de prestação de serviço de saúde Suporte de decisão Sistema de informações clínicas Pacientes ativos e informados Equipe de saúde proativa e preparada Interações produtivas FONTE: WAGNER (1998)
  16. 16. Desafios  e  Perspec>vas   Fortalecer   o   papel   da   CIR   no   processo   de   governança  da  RAS   •  Assegurar   a   insDtucionalidade   da   CIR   como   o   espaço  de  tomada  de  decisão  e  de  definição  de   ações  estratégicas  no  âmbito  da  região  de  saúde;   (Portaria  4.279/10)   •  IncenDvar   o   papel   coordenador   das   secretarias   estaduais  na  organização  das  CIR     •  Assegurar   as   condições   de   organização   dos   Cosems  para  sua  parDcipação  efeDva  na  CIR  
  17. 17. Desafios  e  Perspec>vas   •  Qualificar  os  gestores  que  integram  a  CIR  nos   instrumentos  e  mecanismos  do  processo  de   governança  da  RAS;   •  Incorporar  permanentemente  nas  pautas  da  CIB   o  apoio  à  organização  da  RAS;   •  Fortalecer  a  gestão  municipal  tendo  em  vista   que  a  governabilidade  local  é  pressuposto  para   qualificar  o  processo  de  governança  regional.   (Portaria  4.279/10)  
  18. 18. Desafios  e  Perspec>vas   •  Revisão de rotinas de trabalho, descentralização de tarefas e formação de equipes para acompanhamento e monitoramento; •  Estabelecimento de consensos sobre resolutividade, acesso, escala, regulação, responsabilidades individuais e compartilhadas;
  19. 19. Desafios  e  Perspec>vas   •  A  implantação  de  novas  regras  de  organização   e   gestão   no   SUS,   sem   recursos   financeiros   novos;   •  Revisão da Portaria 204/07 – blocos de financiamento; •  Definição da metodologia do critério de rateio dos recursos da União aos estados e municípios – art. 17 LC 141/12.

×