​e) JUSTIFIQUE a leucocitose e RELACIONE com o aumento na concentração das proteínas PCR e PSA.

​e) JUSTIFIQUE a leucocitose e RELACIONE com o aumento na concentração das proteínas PCR e PSA.

Olá, aluno(a)! Está com dificuldade ou sem tempo para elaborar
essa MAPA? Iremos te ajudar!
Entre em contato
(63) 99129-5554
MAPA – SAÚDE - PATOLOGIA GERAL - 53/2023
MAPA DE PATOLOGIA GERAL
CARO(A) ALUNO(A), seja bem-vindo (a) à atividade MAPA (Material de Avaliação Prática de
Aprendizagem) da disciplina de Patologia Geral.
Instruções iniciais:
Utilize o modelo de resposta padrão para realizar esta atividade. Ele se encontra em "Material da
Disciplina". Siga todas as instruções constantes nesse modelo. E também assista ao vídeo com
as instruções para a realização do MAPA, que foi disponibilizado na "Sala do Café".
CONTEXTUALIZAÇÃO
Toda infecção ocasionada por um microrganismo será totalmente eliminada pelas células do
sistema imune denominadas “leucócitos”. O nosso sistema imune é influenciado pelo tipo de parto
e inclusive microbiota de origem materna. Nos casos onde o parto seja realizado com um período
menor que 38 semanas, o sistema imune do neonato não se encontra totalmente “maduro”. Diante
disso, vários microrganismos podem infectar o organismo do neonato e causar severas infecções
que promovem a quebra da homeostasia, resultando em alterações do equilíbrio hidroeletrolítico,
febre, inflamação e alterações no metabolismo glicolítico. Neste cenário, os profissionais que
atuam na linha de frente em hospitais especializados em serviços pediátricos, possuem um
importante papel tanto no diagnóstico quanto manejo clínico, a realização de exames bioquímicos
e metabólicos evidenciando dados precisos são fundamentais nas primeiras 48 horas de infeção.
CASO CLÍNICO
A.A.T. 2 meses, sexo masculino, branco. Deu entrada no pronto atendimento de um hospital
público no Paraná com vômitos incoercíveis, desidratação e distúrbio metabólico grave. Nascido
pré-termo com peso de 2.890g e estatura de 46 cm, de parto cesariana decorrente de acidente
automobilístico. Não havia relato de intercorrência durante a gestação. Na quinta semana de vida,
começou a apresentar, regurgitações às mamadas e febre, foi atendido pelo setor pediátrico, após
a realização de exames e foi identificado uma infecção bacteriana. Durante a internação, o bebê
apresentou vômitos constantes e teve, como diagnóstico, infecção do trato urinário. Após 5 dias
da alta, foi novamente internado com quadro de vômitos incoercíveis, hipernatremia, leucocitose,
aumento da proteína soro amilóide A (PSA) e da proteína C reativa (PCR), distúrbio metabólico e
alcalose grave. Ao exame físico, apresentava-se em mau estado geral, oligúria e desidratação
grave, com tecido celular subcutâneo e muscular hipotróficos, com abdome escavado e flácido e
“aspecto caquético”. Peso, na internação, de 3.355g.
Fonte: Elaborado pelo autor.
O QUE DEVE SER FEITO NESSA ATIVIDADE?
Com todas as informações expostas acima, é hora de agir! Pensando que você faz parte da equipe
multiprofissional de um hospital, imagine que você foi direcionado para o atendimento do bebê
do caso clínico relatado acima. Com base nos conhecimentos e estudos adquiridos no decorrer
da disciplina de patologia, reflita sobre as seguintes questões: você consegue identificar as bases
da desidratação e sua relação com os distúrbios do equilíbrio ácido-base e consequentemente o
perfil de desidratação? Você consegue relacionar as alterações metabólicas que incluem perda
tecidual com os mecanismos de adaptação celular frente a uma lesão? Consegue determinar a
relação entre a infecção bacteriana e a leucocitose? Consegue relacionar a ação das proteínas
de coagulação com a função das células fagocíticas? Ainda, quais são os mecanismos de
compensação nas alterações do equilíbrio ácido-base? O que é hipotrofia? Quais as causas da
hipotrofia? Qual a relação da desidratação com a hipernatremia? Qual a relação da desidratação
com a oligúria? O que causa leucocitose? Qual a relação da leucocitose com doenças
infecciosas? Qual a relação dos leucócitos com as proteínas de coagulação? Qual a diferença
entre PSA e PCR? Qual a relação de PSA/PCR com a fagocitose?
DESENVOLVENDO O TRABALHO
Após essa breve reflexão, responda ao que se pede:
a) IDENTIFIQUE o tipo de alcalose envolvida no caso clínico apresentado e JUSTIFIQUE a sua
resposta.
b) EXPLIQUE o mecanismo de compensação envolvido com a alcalose identificada na letra a.
c) EXPLIQUE o mecanismo de adaptação celular referente a hipotrofia subcutânea e muscular,
RELACIONANDO com os dados apresentados no caso clínico.
d) RELACIONE a hipernatremia com a desidratação e oligúria.
e) JUSTIFIQUE a leucocitose e RELACIONE com o aumento na concentração das proteínas PCR
e PSA.
Orientações finais:
- Não se esqueça de que este é um trabalho acadêmico, assim sendo, observe as Normas ABNT.
- Atenção: se identificado plágio (cópia indevida de textos pesquisados, ou cópia textual entre
colegas) a atividade poderá ser zerada.
- Anexe o arquivo no campo de resposta da atividade MAPA, clicando sobre o botão Selecionar
arquivo.
- Após anexar o arquivo, certificar-se que se trata do arquivo correto, clique no botão Responder
e, posteriormente, em Finalizar Questionário (após "Finalizar o Questionário", não será possível
reenviar a atividade ou realizar qualquer modificação no arquivo enviado).
- Tendo dúvidas, não deixe de encaminhá-las por meio do "fale com o mediador".

Más contenido relacionado

Más de AzulAssessoriaAcadmi7(20)

Último(20)

Concurso da Sardinha .pptxConcurso da Sardinha .pptx
Concurso da Sardinha .pptx
BibliotecaLavra19 views
Poemas de Natal Poemas de Natal
Poemas de Natal
Mary Alvarenga56 views
Tecnologia Hanak Anacona Ayala.docxTecnologia Hanak Anacona Ayala.docx
Tecnologia Hanak Anacona Ayala.docx
HanaAnaconaAyala12 views
SEGUNDO REINADO TRABALHO.pptxSEGUNDO REINADO TRABALHO.pptx
SEGUNDO REINADO TRABALHO.pptx
profesfrancleite28 views
Meteoritos caídos em PortugalMeteoritos caídos em Portugal
Meteoritos caídos em Portugal
Casa Ciências40 views
Reflexió personal.pdfReflexió personal.pdf
Reflexió personal.pdf
RaulGomez82256128 views
perguntas do BINGO FEUDALISMO.docxperguntas do BINGO FEUDALISMO.docx
perguntas do BINGO FEUDALISMO.docx
Jean Carlos Nunes Paixão68 views
 -POR UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL - Palestra -POR UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL - Palestra
-POR UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL - Palestra
Colégio Santa Teresinha570 views

​e) JUSTIFIQUE a leucocitose e RELACIONE com o aumento na concentração das proteínas PCR e PSA.

  • 1. Olá, aluno(a)! Está com dificuldade ou sem tempo para elaborar essa MAPA? Iremos te ajudar! Entre em contato (63) 99129-5554 MAPA – SAÚDE - PATOLOGIA GERAL - 53/2023 MAPA DE PATOLOGIA GERAL CARO(A) ALUNO(A), seja bem-vindo (a) à atividade MAPA (Material de Avaliação Prática de Aprendizagem) da disciplina de Patologia Geral. Instruções iniciais: Utilize o modelo de resposta padrão para realizar esta atividade. Ele se encontra em "Material da Disciplina". Siga todas as instruções constantes nesse modelo. E também assista ao vídeo com as instruções para a realização do MAPA, que foi disponibilizado na "Sala do Café". CONTEXTUALIZAÇÃO Toda infecção ocasionada por um microrganismo será totalmente eliminada pelas células do sistema imune denominadas “leucócitos”. O nosso sistema imune é influenciado pelo tipo de parto e inclusive microbiota de origem materna. Nos casos onde o parto seja realizado com um período menor que 38 semanas, o sistema imune do neonato não se encontra totalmente “maduro”. Diante disso, vários microrganismos podem infectar o organismo do neonato e causar severas infecções que promovem a quebra da homeostasia, resultando em alterações do equilíbrio hidroeletrolítico, febre, inflamação e alterações no metabolismo glicolítico. Neste cenário, os profissionais que atuam na linha de frente em hospitais especializados em serviços pediátricos, possuem um
  • 2. importante papel tanto no diagnóstico quanto manejo clínico, a realização de exames bioquímicos e metabólicos evidenciando dados precisos são fundamentais nas primeiras 48 horas de infeção. CASO CLÍNICO A.A.T. 2 meses, sexo masculino, branco. Deu entrada no pronto atendimento de um hospital público no Paraná com vômitos incoercíveis, desidratação e distúrbio metabólico grave. Nascido pré-termo com peso de 2.890g e estatura de 46 cm, de parto cesariana decorrente de acidente automobilístico. Não havia relato de intercorrência durante a gestação. Na quinta semana de vida, começou a apresentar, regurgitações às mamadas e febre, foi atendido pelo setor pediátrico, após a realização de exames e foi identificado uma infecção bacteriana. Durante a internação, o bebê apresentou vômitos constantes e teve, como diagnóstico, infecção do trato urinário. Após 5 dias da alta, foi novamente internado com quadro de vômitos incoercíveis, hipernatremia, leucocitose, aumento da proteína soro amilóide A (PSA) e da proteína C reativa (PCR), distúrbio metabólico e alcalose grave. Ao exame físico, apresentava-se em mau estado geral, oligúria e desidratação grave, com tecido celular subcutâneo e muscular hipotróficos, com abdome escavado e flácido e “aspecto caquético”. Peso, na internação, de 3.355g. Fonte: Elaborado pelo autor. O QUE DEVE SER FEITO NESSA ATIVIDADE? Com todas as informações expostas acima, é hora de agir! Pensando que você faz parte da equipe multiprofissional de um hospital, imagine que você foi direcionado para o atendimento do bebê do caso clínico relatado acima. Com base nos conhecimentos e estudos adquiridos no decorrer da disciplina de patologia, reflita sobre as seguintes questões: você consegue identificar as bases da desidratação e sua relação com os distúrbios do equilíbrio ácido-base e consequentemente o perfil de desidratação? Você consegue relacionar as alterações metabólicas que incluem perda tecidual com os mecanismos de adaptação celular frente a uma lesão? Consegue determinar a relação entre a infecção bacteriana e a leucocitose? Consegue relacionar a ação das proteínas de coagulação com a função das células fagocíticas? Ainda, quais são os mecanismos de compensação nas alterações do equilíbrio ácido-base? O que é hipotrofia? Quais as causas da hipotrofia? Qual a relação da desidratação com a hipernatremia? Qual a relação da desidratação com a oligúria? O que causa leucocitose? Qual a relação da leucocitose com doenças infecciosas? Qual a relação dos leucócitos com as proteínas de coagulação? Qual a diferença entre PSA e PCR? Qual a relação de PSA/PCR com a fagocitose? DESENVOLVENDO O TRABALHO Após essa breve reflexão, responda ao que se pede: a) IDENTIFIQUE o tipo de alcalose envolvida no caso clínico apresentado e JUSTIFIQUE a sua resposta. b) EXPLIQUE o mecanismo de compensação envolvido com a alcalose identificada na letra a. c) EXPLIQUE o mecanismo de adaptação celular referente a hipotrofia subcutânea e muscular, RELACIONANDO com os dados apresentados no caso clínico. d) RELACIONE a hipernatremia com a desidratação e oligúria. e) JUSTIFIQUE a leucocitose e RELACIONE com o aumento na concentração das proteínas PCR e PSA. Orientações finais: - Não se esqueça de que este é um trabalho acadêmico, assim sendo, observe as Normas ABNT.
  • 3. - Atenção: se identificado plágio (cópia indevida de textos pesquisados, ou cópia textual entre colegas) a atividade poderá ser zerada. - Anexe o arquivo no campo de resposta da atividade MAPA, clicando sobre o botão Selecionar arquivo. - Após anexar o arquivo, certificar-se que se trata do arquivo correto, clique no botão Responder e, posteriormente, em Finalizar Questionário (após "Finalizar o Questionário", não será possível reenviar a atividade ou realizar qualquer modificação no arquivo enviado). - Tendo dúvidas, não deixe de encaminhá-las por meio do "fale com o mediador".