Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Wir verwenden Ihre LinkedIn Profilangaben und Informationen zu Ihren Aktivitäten, um Anzeigen zu personalisieren und Ihnen relevantere Inhalte anzuzeigen. Sie können Ihre Anzeigeneinstellungen jederzeit ändern.
Horticultura
Floricultura
Fruticultura
Escola Secundária de Alberto Sampaio
Ciências Socioeconómicas – 11ºM
Geografia – 20...
• Cerca de 2/3 da produção hortícola tem
origem na região do Ribatejo e Oeste
• Grande importância no setor de agricultura...
 Batata
• É dos produtos hortícolas mais adquiridos pelo exterior.
• Esta cultura predomina na Beira Litoral; Ribatejo e
...
• A boa capacidade de adaptação da batata à maioria dos solos
permite o seu cultivo em todo o território nacional
• A sua ...
• A floricultura integra as flores e as plantas ornamentáis.
• Mercado externo é a principal forma de escoamento das plant...
• Esta cultura tem sofrido um grande incremento no país, quer pelos
investimentos crescentes, quer por beneficiar de condi...
• É um ramo da agricultura que tem como objetivo produzir economicamente os
frutos em geral para fins mercantis
Fruticultu...
 Pomares de Citrinos
• As laranjeiras e as tangerineiras predominam no Algarve e no Alentejo.
Laranja
Regiões (NUT II) Pr...
 Pomares de Frutos Frescos
• Tem-se observado uma tendência crescente no mercado para produtos
frescos e ‘naturais’.
• A ...
 Pomares de Frutos Secos
• Os pomares de frutos secos predominam e encontram-se principalmente na
região de Trás-os-Monte...
Alfarrobeira Castanheiro
• É das espécies fruteiras
mais conhecidas , com
maiores perspectivas de
expansão na floresta.
• ...
Conclusão
Quinquénio
1996-2000 (%)
Quinquénio
2001-2005 (%)
Produtos Hortícolas 16,0 20,4
Hortícolas frescos 10,5 13,6
Pla...
Nächste SlideShare
Wird geladen in …5
×

Horticultura, Floricultura e Fruticultura

5.495 Aufrufe

Veröffentlicht am

Trabalho realizado na disciplina de Geografia (11ºano).

Veröffentlicht in: Bildung
  • Loggen Sie sich ein, um Kommentare anzuzeigen.

Horticultura, Floricultura e Fruticultura

  1. 1. Horticultura Floricultura Fruticultura Escola Secundária de Alberto Sampaio Ciências Socioeconómicas – 11ºM Geografia – 2011/2012 Trabalho realizado por: Alexandra Soares, nº2 Ana Luísa, nº4 Patrícia Faria, nº5 Joana Silva, nº17 Marisa Dias, nº21
  2. 2. • Cerca de 2/3 da produção hortícola tem origem na região do Ribatejo e Oeste • Grande importância no setor de agricultura familiar e latifundiária • Culturas hortícolas têm beneficiado com a horticultura protegida Horticultura
  3. 3.  Batata • É dos produtos hortícolas mais adquiridos pelo exterior. • Esta cultura predomina na Beira Litoral; Ribatejo e Oeste; Trás-os-Montes e Entre Douro e Minho. 10% 19% 29% 6% 23% 13% Produção de batata Entre Douro e Minho Trás-os-Montes Beira Litoral Beira Interior Ribatejo e Oeste Outras
  4. 4. • A boa capacidade de adaptação da batata à maioria dos solos permite o seu cultivo em todo o território nacional • A sua produção tem vindo a diminuir, bem como a sua área de cultivo devido à alteração dos hábitos de consumo, ao aumento das importações e ao deficiente e pouco organizada estrutura de comercialização.  Batata
  5. 5. • A floricultura integra as flores e as plantas ornamentáis. • Mercado externo é a principal forma de escoamento das plantas ornamentais. • A balança comercial portuguesa da floricultura é deficitária. Floricultura 73% 27% Importações e exportações – floricultura 2004 Importações Exportações Estas culturas desenvolvem-se principalmente na zona intermedia da plataforma continental devido : • aos solos razoavelmente férteis; • às temperaturas amenas tanto no inverno como no verão • à insolação semelhante O que cria boas condições para a produção de Horticultura Ornamental intensiva. Ou horticultura ornamental
  6. 6. • Esta cultura tem sofrido um grande incremento no país, quer pelos investimentos crescentes, quer por beneficiar de condições naturais favoráveis. • O clima da Madeira e a crescente procura interna, motivada pelo aumento do turismo na região, têm contribuído para o desenvolvimento da produção de flores. • No continente, a região do Ribatejo e Oeste é a principal produtora, estando o Alentejo a ter um grande incremento nos últimos anos. Floricultura Ou horticultura ornamental
  7. 7. • É um ramo da agricultura que tem como objetivo produzir economicamente os frutos em geral para fins mercantis Fruticultura 18% 45% 37% Superfície Ocupada pelas Árvores de Fruto em 2003 Citrinos Frutos Secos Frutos Frescos • O consumo destes tipos de cultura têm vindo a aumentar devido à melhoria do nível de vida da população e da alteração de hábitos de consumo • Em Portugal, devido às condições naturais, favoráveis ao seu desenvolvimento, nomeadamente, o clima que é temperado mediterrâneo .
  8. 8.  Pomares de Citrinos • As laranjeiras e as tangerineiras predominam no Algarve e no Alentejo. Laranja Regiões (NUT II) Produção (%) Norte 3% Centro 4% Lisboa 2% Alentejo 11% Algarve 80% Tangerineira Regiões (NUT II) Produção (%) Norte 2% Centro 1% Lisboa 1% Alentejo 7% Algarve 89% • Os frutos citrinos desenvolvem-se melhor em regiões de clima mais ameno, exigindo uma temperatura média anual de 14ºC e uma média térmica estival de 22ºC.
  9. 9.  Pomares de Frutos Frescos • Tem-se observado uma tendência crescente no mercado para produtos frescos e ‘naturais’. • A macieira, pereira e pessegueiro representam cerca de 3/4 dos frutos frescos produzidos. • Os pomares de frutos frescos localizam-se maioritariamente nas regiões do Ribatejo e Oeste, Trás-os-Montes e Beira Interior.
  10. 10.  Pomares de Frutos Secos • Os pomares de frutos secos predominam e encontram-se principalmente na região de Trás-os-Montes e Algarve. • As características climáticas do pais são condições bastante favoráveis ao desenvolvimento e à expansão dos frutos secos.
  11. 11. Alfarrobeira Castanheiro • É das espécies fruteiras mais conhecidas , com maiores perspectivas de expansão na floresta. • Clima mediterrâneo • E pode ser encontrada exclusivamente no Algarve. • Temperaturas muito elevadas nos meses de Julho e Agosto, associadas a uma escassez de humidade no solo, dão origem a um menor vingamento do fruto. • O castanheiro sofreu uma expansão, sendo uma espécie predominante , destacando-se a região Trás-os-Montes
  12. 12. Conclusão Quinquénio 1996-2000 (%) Quinquénio 2001-2005 (%) Produtos Hortícolas 16,0 20,4 Hortícolas frescos 10,5 13,6 Plantas e flores 5,5 6,7 Plantas ornamentais 2,3 2,3 Plantações 2,8 3,7 Batatas 2,3 1,5 Frutos 13,0 12,1 Frutos frescos 6,2 6,3 Citrinos 1,8 1,7 Frutos sub-tropicais 0,2 0,2

×