Diese Präsentation wurde erfolgreich gemeldet.
Die SlideShare-Präsentation wird heruntergeladen. ×

9º Encontro Paulista de Fundações – 3º painel: Pesquisa Data Popular/APF - O novo Brasil e o protagonismo cidadão: oportunidades no terceiro setor - Renato Meirelles

Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Anzeige
Nächste SlideShare
Artigos dos alunos blog pdf
Artigos dos alunos blog pdf
Wird geladen in …3
×

Hier ansehen

1 von 41 Anzeige

9º Encontro Paulista de Fundações – 3º painel: Pesquisa Data Popular/APF - O novo Brasil e o protagonismo cidadão: oportunidades no terceiro setor - Renato Meirelles

Herunterladen, um offline zu lesen

9º Encontro Paulista de Fundações – 3º painel: Pesquisa Data Popular/APF - O novo Brasil e o protagonismo cidadão: oportunidades no terceiro setor - Renato Meirelles

9º Encontro Paulista de Fundações – 3º painel: Pesquisa Data Popular/APF - O novo Brasil e o protagonismo cidadão: oportunidades no terceiro setor - Renato Meirelles

Anzeige
Anzeige

Weitere Verwandte Inhalte

Andere mochten auch (20)

Anzeige

Ähnlich wie 9º Encontro Paulista de Fundações – 3º painel: Pesquisa Data Popular/APF - O novo Brasil e o protagonismo cidadão: oportunidades no terceiro setor - Renato Meirelles (20)

Weitere von APF6 (20)

Anzeige

Aktuellste (20)

9º Encontro Paulista de Fundações – 3º painel: Pesquisa Data Popular/APF - O novo Brasil e o protagonismo cidadão: oportunidades no terceiro setor - Renato Meirelles

  1. 1. PESQUISA DATA POPULAR / APF O NOVO BRASIL E O PROTAGONISMO CIDADÃO: OPORTUNIDADES NO TERCEIRO SETOR R E N AT O M E I R E L L E S r e n a t o @ d a t a p o p u l a r . c o m . b r
  2. 2. 2 ESTA APRESENTAÇÃO É UM CONVITEque tal olharmos o Brasil pela ótica dos brasileiros HOJE NÓS VAMOS FALAR DE GENTE ?
  3. 3. Plano Real Controle da Inflação Programas de Transferência de Renda Crescimento econômico Diminuição da Pobreza Maior Formalização Queda do Desemprego Aumento do Salário Mínimo Em meio a transformações sociais, políticas e econômicas, uma grande parte da população saiu da pobreza e passou a integrar plenamente o universo do consumo, formando uma nova classe média, que se tornou protagonista de um mercado interno crescente.
  4. 4. 4 A renda familiar média dos 25% mais pobres foi a que mais cresceu % 42 39 28 13 25% mais pobres 2º quartil 3º quartil 25% mais ricos
  5. 5. 6 R$ 0 R$ 500 R$ 1.000 R$ 1.500 R$ 2.000 R$ 2.500 R$ 3.000 R$ 3.500 R$ 4.000 R$ 4.500 R$ 5.000 R$ 5.500 R$ 6.000 R$ 6.500 R$ 7.000 R$ 7.500 R$ 8.000 R$ 8.500 1 3 5 7 9 11 13 15 17 19 21 23 25 27 29 31 33 35 37 39 41 43 45 47 49 51 53 55 59 61 63 65 67 69 71 73 75 77 79 81 83 85 87 89 91 93 95 97 99 Metade dos brasileiros tem renda domiciliar per capita de até R$ 620 por mês Apenas 5% dos brasileiros tem renda domiciliar per capita de R$ 2820 ou mais por mês % de brasileiros Renda domiciliar per capita Distribuição de renda 100 Apenas 1 % dos brasileiros tem renda domiciliar per capita de R$ 11509 ou mais por mês
  6. 6. 7 Critério de Renda Per Capita - limites C R I T É R I O D E R E N D A F A M I L I A R P E R C A P I T A Nomenclaturas Valor per capita – mês Renda familiar média – mês Alta Classe Alta Acima de R$ 3.023,00 R$ 15.914,00 Baixa Classe Alta R$ 1.240,01 a R$ 3.023,00 R$ 5.937,00 Alta Classe Média R$ 781,01 a R$ 1.240,00 R$ 3.447,00 Média Classe Média R$ 537,01 a R$ 781,00 R$ 2.358,00 Baixa Classe Média R$ 354,01 a R$ 537,00 R$ 1.887,00 Vulnerável R$ 197,01 a R$ 354,00 R$ 1.263,00 Pobre R$ 98,01 a R$ 197,00 R$ 794,00 Extremamente Pobre Até R$ 98,00 R$ 278,00 Classe Baixa Classe Média Classe Alta
  7. 7. 8 Distribuição de renda no Mundo 52% da população mundial vive com renda inferior a R$ 354 Só 19% da população mundial vive com renda superior a R$ 1240 Rendafamiliarpercapita (R$/mês) R$ 354 R$ 1240 19% 52%
  8. 8. 9 % 46 21 8 41 56 58 13 23 34 2005 2015 2025 Classe Alta Classe Média Classe Baixa Evolução das Classe Econômicas Na última década grande parte dos brasileiros ascendeu economicamente
  9. 9. EXIGENTE E PROTAGONISTA
  10. 10. 11 67% dos brasileiros afirmam que a vida melhorou Apesar da situação política e econômica do país estar conturbada, a maior parte dos brasileiros afirma que a vida melhorou na última década
  11. 11. 12 A percepção de melhora do país não acompanha a sensação da melhora de vida 67 44 Sua vida O Brasil Percepção de melhora de vida e do Brasil na última década %
  12. 12. 13 Em geral, as pessoas acreditam que a melhora de vida é resultado do próprio esforço ou da intervenção de Deus 82 69 61 55 9 7 5 Principal responsável pela melhora de vida (entre quem acha que a vida melhorou) %
  13. 13. 14 Os brasileiros avaliam de forma positiva as pessoas que realizam trabalhos voluntários % Opinião sobre os brasileiros que fazer trabalho voluntário 87% afirmam que são pessoas que tem compromisso o desenvolvimento do Brasil 82% afirmam que são pessoas que se preocupam com o bem estar social 80% afirmam que são pessoas honestas 74% afirmam que são pessoas generosas
  14. 14. 15 7 em cada 10 brasileiros dizem ter vontade de fazer trabalhos voluntários % Vontade de realizar trabalhos voluntários 74 24 2 Sim Não
  15. 15. 16 A situação atual faz com que os brasileiros se tornem cada vez mais exigentes e críticos Com relação ao ano passado você acha que tem uma postura mais ou menos exigente com relação ... (% mais exigente) % 89 82 71 53 Serviços privados Serviços públicos Produtos que compra Relações pessoais
  16. 16. 17 Média Geral dos Serviços Públicos: 3,99 Média Geral dos Serviços privados: 4,01 Média Geral dos Serviços Públicos: 5,03
  17. 17. MOMENTO DE VIDA
  18. 18. 19 Hoje a maior parte dos brasileiros afirmam que o país está no rumo errado Você acredita que o Brasil está no rumo certo?% 8 84 8 Sim Não Não sabe/ Não respondeu
  19. 19. 20 Além de não enxergarem a contrapartida dos impostos que pagam, os brasileiros se queixam da situação econômica do país e dos impactos na sua vida pessoal % Vão continuar subindo
  20. 20. 21 71% afirmam já ter realizado alguma ação para aumentar a renda pessoal 71 26 1 Sim Não Não sei dizer Tomou alguma medida para aumentar a renda no último ano % Fez bico/ trabalho extra Fez hora extra no trabalho Vendeu algum produto de casa Arrumou um emprego/ outro emprego 68% 48% 37% 24%
  21. 21. 22 E 8 em cada 10 afirmam que estão fazendo alguma coisa para diminuir as suas despesas 84 15 1 Sim Não Não sei dizer Tomou alguma medida para reduzir as despesas no último ano %
  22. 22. 23 Os brasileiros começam a questionar a política de forma geral % Causa responsável pela atual situação econômica do Brasil (Estimulada) 65 25 3 3 4 Corrupção Má aministração pública Crise internacional Outros NS/NR Afirmam que a situação econômica atual do país é resultado da corrupção e olham com descredito para a política e para os políticos de maneira geral
  23. 23. DESILUDIDA
  24. 24. 25 Os brasileiros não enxergam na política uma porta de saída Política é um conceito “poluído”, é sinônimo de corrupção, defesa de interesses dos próprios políticos, e não da população em geral. Há um misto de descrença e desilusão entre as gerações mais velhas e os mais jovens... 62% dos brasileiros concordam com a afirmação: “O Brasil seria melhor se não tivesse nenhum partido político” Não enxergam na política uma porta de saída! O que é política?
  25. 25. 26 92,3% 71,2% Acredita que todo político é ladrão Não confia que na hora em que precisar pode contar com o governo Acredita que as empresas estão mais preocupadas com seus lucros do que em respeitar o cliente 69,9% UM BRASILEIRO QUE ...
  26. 26. 27 Por anos as pessoas queriam ser ouvidas pelo governo e ter as suas necessidades atendidas. Agora elas querem mostrar (e postar) a sua voz. Elas querem falar! Mostrar que estão agindo por si mesmas, que são independentes de qualquer governo, seja quem for. E, se a política não é a porta de saída, qual é, então?
  27. 27. 28 Os brasileiros são mobilizados pelo esforço próprio Ele tem que se sentir importante, ser chamado para contribuir. Sentir que é agente da mudança E que o futuro não depende da “política” como conceito já poluído, mas de agentes convocados por “bandeiras”: são causas específicas, seja o meio ambiente, a redução da tarifa, etc. Se ele enxerga que não depende do governo, talvez, o que mobilize, é a ideia de que o governo depende dessa força que é mobilizada por “paixões”, “febres”, e “encontros na rua”.
  28. 28. 29 Hoje o grau de confiança dos brasileiros nos partidos políticos é praticamente nulo % Grau de confiança dos brasileiros nas instituições 9 0.1 1 1 5 5.0 10 16 54 NS/NR Partidos políticos Congresso nacional Governo Imprensa Polícia Justiça Forças armadas Igreja
  29. 29. O ESTADO
  30. 30. 31 Intervenção na economia Benefícios públicos 62% É bom que o governo atue com força na economia para evitar abusos das empresas 69% Quanto mais benefícios do governo eu tiver, melhor estará minha vida Maioria apoia um Estado presente no dia-a-dia do cidadão CONCORDAM QUE É PAPEL DO ESTADO GARANTIR SAÚDE E EDUCAÇÃO GRATÚITA PARA TODOS92%
  31. 31. 32 65 13 1912 12 16 81 75 59 Escolas Hospitais/Postos de saúde Transporte Público Público e privado Privado Não usa este serviço 2 A demanda por serviços públicos está associada ao uso efetivo desses serviços pela maioria da população Tipo de serviço que utiliza no dia-a-dia%
  32. 32. 33 6 em cada 10 brasileiros afirmam que pagam muitos impostos % 2 17 9 11 61 Sim, muito Sim, nem muito nem pouco Sim, pouco Não NS/NR Você paga imposto? Muito ou pouco? 78% dos brasileiros concordam com a afirmação: “Hoje os impostos são muito mais altos do que deveriam ser”
  33. 33. 34 Os brasileiros são favoráveis à oferta de serviços custeados pelo Estado Os serviços abaixo deveriam ser...% 91 91 91 84 72 56 54 8 8 7 15 23 32 22 1 1 2 1 3 10 22 1 1 3 Hospitais e postos de saúde Educação básica (ensino fundamental e médio) Creche Remédios Ensino superior/ faculdade Transporte público Internet Governo paga tudo Governo paga metade População paga tudo NS/NR
  34. 34. 35 E entre baixar os impostos ou melhorar os serviços, 81% dos brasileiros priorizariam a melhora dos serviços % 2 18 81 Melhores serviços GRATUITOS, como educação e saúde Impostos mais baixos Não sabe/Não respondeu Se tivesse que escolher, você preferiria que o Brasil tivesse...?
  35. 35. 36 Maior parte dos brasileiros afirma que as políticas do governo são as principais formas para garantir os seus direitos 56 52 48 42 21 O governo A justiça Reclamar Denunciar O apoio de entidades assistenciais Percepção sobre fatores mais importantes para garantir direitos (estimulada) % CONCORDAM QUE POR MELHOR QUE SEJA UM GOVERNO, ELE PRECISA DO APOIO DE ENTIDADES ASSISTENCIAIS PARA ATENDER BEM A POPULAÇÃO 71%
  36. 36. 37 E defendem a igualdade de oportunidade para todos % Concorda ou discorda O governo deve garantir que todos os brasileiros tenham igualdade de oportunidades 76 18 3111 Concorda totalmente Concorda em parte Não concorda e nem discorda Discroda em parte Discorda totalmente NS/NR 94% % Concorda ou discorda Igualdade de oportunidades é o que garante um país mais justo 72 20 5211 Concorda totalmente Concorda em parte Não concorda e nem discorda Discroda em parte Discorda totalmente NS/NR 92%
  37. 37. 38 DESAFIOS E OPORTUNIDADES
  38. 38. 39 Vimos que... 1 2 3 Mas a melhora foi percebida como um movimento pessoal ligado ao esforço e à ajuda de Deus: não há percepção de que o Estado tenha dado grande ajuda Há uma percepção generalizada de que a vida privada melhorou, e uma ampla crença de que ainda vai melhorar Há uma percepção conflitante entre a perspectiva sobre a vida privada – otimista – e sobre a vida pública – pessimista 4 É forte o descrédito nas instituições
  39. 39. 40 Vimos que... 25 6 Os brasileiros estão cada vez mais cientes dos seus direitos e existentes. Eles reivindicam os seus direitos, em especial serviços gratuitos de qualidade. SERVIÇO GRATUÍTO É DIFERENTE DE PÚBLICO Saúde, educação e segurança são, de longe, eleitos como prioridades de qualquer governo 7 8 O voluntariado é um valor para a população brasileira Brasileiros acham que qualquer governo precisa de parcerias com fundações e entidades sociais
  40. 40. 41 EM UM CENÁRIO DE DESCRÉDITO GENERALIZADO NO SETOR PÚBLICO E DE UMA PERCEPÇÃO DE QUE AS EMPRESAS PRIVADAS SÓ ESTÃO INTERESSADOS EM GARANTIR SEUS PRÓPRIOS LUCROS, O BRASILEIRO DEMANDA COMO NUNCA O APOIO DE INSTITUIÇÕES QUE DE FATO SEJAM SUAS PARCEIRAS NA SOLUÇÃO DE PROBLEMAS E NA MELHORA DA QUALIDADE DE VIDA
  41. 41. OBRIGADO! R E N AT O M E I R E L L E S r e n a t o @ d a t a p o p u l a r . c o m . b r

×